A

azadelta

Membro
  • #Conteúdo

    789
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
  • Content Ratings

    0
As minhas músicas favoritas

Reputação

0 Reputação Neutra

About azadelta

Informação de Perfil

  • Instrumento
    Guitarra
  1. A

    pah, eu acho que essa info da Wiki tá incompleta. não acho que seja válido concluires que um modo seja maior só pela sua triade. repara na parte em que dizem que o quinto grau da escala menor natural (lá menor, por exemplo), naturalmente, é um modo menor (mi menor, na escala maior relativa é o terceiro grau), está certo. eles falam em tornar essa tríade maior, para depois haver uma resolução para o primeiro grau menor. o que acontece? é que com essa alteração ficas com um acorde dominante. sim parte de uma triade maior, mas o que dá a sensação de tensão é o facto de entre a 3ª do acorde, e a sétima haver uma 4ª aumentada de distância. e a sensação de resolução vem daí, de teres um acorde tenso e estável(que não terias se mantivesses um acorde menor), que resolve num acorde estável. eu acho que não podes pôr no mesmo saco maiores e dominantes, visto que uns são acordes estáveis, e outros são instáveis.
  2. A

    meu caro, para mim dominantes =/= maiores. mas isso é só a minha maneira de pensar. se na prática se tocam as mesmas notas, é cagativo. o que tu puseste aí está certo, mas não diz que o mixolidio é um modo maior. por essa lógica eu tb podia dizer que a menor melódica é a escala maior com a terceira descida meio tom. edit: e já agora, a minha principal razão para defender que dominantes não são maiores, é porque têm um tritono entre a 3º e 7ª do acorde, que provoca uma tensão que não há num acorde maior.
  3. A

    mas não se estavam a falar de tríades, estava-se a falar de modos. anyway, acho que é um pouco uma discussão de caca, e que pouco importa. se vocês querem meter tudo no mesmo saco, bom para vocês.
  4. A

    não é dominante.
  5. A

    parte de uma triade maior mas nao é maior. nao acho que seja correcto dividires as coisas linearmente em "maior ou menor".
  6. A

    eu acho que pensar numa escala com a 5ª aumentada já é uma onda musical diferente do que pensar num jónio. mas mais que isso, dominante =/= maior. são funções completamente diferentes (para não dizer opostas)
  7. A

    não sou auto-didacta. estudei no hot clube e estudo actualmente na ESML. Ai sim? então que modo maior tens na menor melódica? I grau: menor II grau: menor. III grau: tem a 5ª aumentada, por isso não é maior. IV: dominante. V: dominante VI: meio diminuto VII: Meio diminuto, embora o uso que mais se associa a esta escala seja em acordes alterados.
  8. A

    não sou auto-didacta. estudei no hot clube e estudo actualmente na ESML. Ai sim? então que modo maior tens na menor melódica? I grau: menor II grau: menor. III grau: tem a 5ª aumentada, por isso não é maior. IV: dominante. V: dominante VI: meio diminuto VII: Meio diminuto, embora o uso que mais se associa a esta escala seja em acordes alterados.
  9. A

    lol? ok senhor professor. fica sabendo que não aprendi os diferentes tipos de escalas menores por pagar não sei a quem. se tu descobriste o que era uma terceira maior porque do I ao III grau da escala maior é uma terceira maior, tudo bem contigo, agora era o que faltava fazeres-te de ofendido por eu dizer que a escala menor melódica e a menor harmónica não partem da escala maior.
  10. A

    na escala menor melodica não há nenhum modo maior, por exemplo. se tu vês tudo a partir da escala maior, é contigo, agora, não tem necessariamente de ser essa a referência.
  11. A

    não necessariamente, a escala menor melódica e a menor harmónica nada têm a ver com a escala maior.
  12. A

    provavelmente pq a revista em questao inda nao existia
  13. A

    pessoal, e modos das escalas menores? alguem me orienta?
  14. eu começo com riffs, depois tento meter para lá acordes, (geralmente em sequencia de riffs) até ter composto a musica assim no geral, depois compoe-se a parte do outro guitarrista, e os outros membros acrescentam as suas cenas. a letra, geralmente fazemos à parte, e depois adapta-se. (o baterista escreve qd lhe da na gana).
  15. A

    uma dúvida: na escala maior, o acorde (triade ou quatriade) é diminuto ou meio diminuto? muito bom o topico, entrei recentemente no hot clube (ainda sou novo, 17 anos) e com isso ganhei motivação para ter um ritmo de estudo mais intensivo ;)