nunofrg

qual é o vosso método de criar uma musica?

58 posts neste tópico

normalmente começo a parttir de um riff sobre o qual ponho uma linha de voz

tento levar ja essa ideia o mais composta possivel p o ensaio onde dps trabalhamos todos em conjunto

dps de a banda ja estar a tocar a ideia bem alinhavada e ter as varias partes compostas é q parto para a letra

tb ja aconteceu ter uma frase escrita e partir dai p o resto da musica mas sinto me mais à vontade a fazerr da 1ª forma

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Não tenho um método específico, porque as musicas nao saem quando quero.

Normalmente a altas horas da noite (nesse periodo é quando tenho mais inspiração) chego a casa, ligo o POD X3L ao computador e ligo os phones, ponho-me um bocado a brincar no cubase, com o EzDrummer, se sair algo de jeito, gravo, depois tento gravar uma DEMO com uma estrutura primaria da musica, para apresentar ao pessoal da banda para discutirmos.

Mas não é uma coisa linear, hoje posso ter 2 ideias , e nas próximas 3 semanas nao ter nada, porque depende um bocado da motivação.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Uma asneira que de vez em quando faço, é não tocar todos os dias nem que seja um pouco e gravar. Temos que tentar ser disciplinados neste sentido e reconheço que mesmo pouco inspirados, a maior cagada hoje, pode tornar-se uma grande música amanhã se trabalhada de outra forma. Isto não quer dizer que deva funcionar assim com toda a gente como é óbvio. :facepalm:

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Uma asneira que de vez em quando faço, é não tocar todos os dias nem que seja um pouco e gravar. Temos que tentar ser disciplinados neste sentido e reconheço que mesmo pouco inspirados, a maior cagada hoje, pode tornar-se uma grande música amanhã se trabalhada de outra forma. Isto não quer dizer que deva funcionar assim com toda a gente como é óbvio. :facepalm:

Faço a mesma coisa que tu .

Gravo sempre qualquer musica que esteja a inventar .

E por norma por onde ando levo sempre no bolso um pequeno bloco e uma caneta , para escrever letras ou apontamentos sobre musica ou outra coisa qualquer .

Esta ultima dica do bloco de notas e da caneta , se alguém fazer a mesma coisa , vai ver que é das coisas mais importantes na criação de musicas .

Parece impossível mas lol .

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Em termos teóricos concordo com tudo o que está escrito acima.

Na prática, tenho verificado que é tudo muito mais rápido se houver um elemento que grava o esqueleto da música (uma base de referência). Quando chegam à sala de ensaios, os músicos já têm uma ideia da música na cabeça e é "só" trabalhar nos detalhes.

E como é que se cria um esqueleto?

Há várias formas, mas a mais comum e rápida para mim é partir da secção rítmica. Gravo um take de bateria, gravo o baixo (ou a guitarra ritmo, se já tiver algo mais detalhado na cabeça) e por fim, o tema (não gravo vozes, apenas guitarras).

Trabalhar com software ajuda na parte de corte e costura (a maior parte das vezes não tenho que regravar, basta colar/copiar, é só um esqueleto).

Hope that helps!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Aproveitas as aulas mais seca para te lembrares de um riff ou melodia XD Depois chego a casa e ponho esse mesmo material no Guitar Pro por muito pequeno que seja. Assim faço uma pasta com ideias que mais tarde posso desenvolver. Neste momento tenho 2 coisitas mais ou menos interessantes no GP. O lixado é depois desenvolver ha ha.

No fundo Brainstorm e não ter medo de fazer m#%%da são duas coisas importantes. ;)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boas... eu basicamente recorro ao improviso e á teoria. começo a brincar com a guitarra e a alinhar uns acordes (vou buscar o CH e assim. depois de ter uma progressao ritmica de meu agrado, vou trabalhar mais os acordes com umas extençoes, deixar a cena mais agradavel de ouvir com acordes mais bonitos, tipo com 7, 9, e assim. depois gravo e vou juntando o resto, solos, bateri, baixo...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

É engraçado porque há cerca de uma semana tive o mesmo pensamento. Tinha um riff de guitarra que queria explorar, acabei gravando-o para não o esquecer e depois pensei como poderia torna o riff numa música.

Experimentei várias coisas e acabava sempre por querer fazer tudo numa só música então decidi estudar melhor estruturalmente o que faz uma música ser uma boa música, e tentei colar-me a alguns tipos basicos de construção da estrutura de uma música. No espaço de uma semana aperfeiçoei a coisa e a primeira coisa que gravei foi a bateria para definir a estrutura rítmica 4/4 105bpm. Uma vez tendo a bateria sequenciada fui adicionando as camadas, o baixo, a guitarra esq, a guitarra dir, os fills etc e a coisa foi-se montando.

Cometi o erro de no início encher a coisa com demasiados fills de guitarra sem dar espaço a zonas de voz. Depois fiz a análise de que partes da música levariam voz etc. Ontem mixei o resultado final. Ainda não tenho letra, nem voz, mas penso que agora torna-se mais fácil "arranjar" uma letra e voz que encaixem no mix. E tendo o projecto todo em multitrack torna-se fácil fazer alterações que derivem de necessidades de encaixar voz em zonas que não estavam inicialmente previstas.

Eu acho que começando pela letra as coisas devem-se tornar mais difíceis...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

People,

Essa pergunta de 1 milhão de dollars tem muito que se lhe diga. Aqui à uns tempos fiz mais ou menos essa pergunta a um conhecido guitarrista de uma não menos conhecida banda nacional. Ora o senhor diz que todos os músicos têm sempre dificuldade em compor uma canção completa, principalmente se existem variações ou mudanças significativas na progressão de acordes ou do pulso da música. Ao que eu respondi:" Ah bom, assim fico mais na paz!!". Vou vos deixar dois metódos pessoais:

Quando começo pelos sons:

1º Batida (Se ouvir somente um ritmo durante algum tempo, ele próprio acaba por me sugerir uma ideia)

2º Baixo (É onde eu crio o pulso (pulse) da música. Não sei se lhe posso chamar Groove)

4º Guitarra ritmo (Bem, aqui é onde estou mais à vontade, portanto é brincar um bom bocado enquanto oiço a mistura anterior)

3º Harmonia (um teclado midi e uns VST's e crio ambiente)

5º Linha melódica para a voz (normalmente ando com as musicas no carro e vou fazendo uns sons como se tivesse a cantar. Com isso defino em grande parte o tamanho das frases, as quebras nelas, porlongamentos de silabas, chorus extra, etc. Acho muito importante este ponto. O que entra e fica nas pessoas é um "lá lá lá" que todos possam cantarolar, ou um bom referão). Os Riffs ou Solos ficam nos ouvidos de pessas que querem ser ou já musicos, salvo as excepções. O Smoke on the Water dos Deep purple é um bom exemplo de um Riff que todos conhecem)

6º Escrever uma letra com todas as condicionantes anteriores.

Quando começo pelas palavras:

1º Escrever livremente e sem regras.

2º Cantarolar as palavras de forma a criar uma melodia.

3º Ligar o metronomo e achar o andamento da canção.

4º Encontrar acordes na guitarra e definir as quebras/mudanças dos próprios.

5º Criar uma linha de baixo

6º Batida

7º Harmonia (VST's)

E também quero dizer que este post serviu-me para clarificar na minha cabeça tudo aquilo que acabei de dizer. Também faz parte do execicio de nos tornar melhores na composição ou seja no que for.

Posso demorar uma noite ou 15 dias para colocar em prática o acima descrito. Nem sempre há motivação e nem sempre resulta.

Como cheguei aqui? Bem eu comecei por não saber como fazer uma canção, li li li li li li li li, experimentei experimentei experimentei experimentei.

Mesmo com músicas feitas, ainda carrego bastantes dúvidas. Acho que isto nunca tem um fim. Acho que só teve para os Beatles que esgotaram cedo demais toda esta mecanica.

Abraços

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora