M

O que comprar além do Baixo + Amp

25 posts neste tópico

há 23 horas, hypermnesium disse:

Eu só discordo na questão do setup. Acho bem que se aprenda o que é, como se faz e obviamente com o tempo vais aprender a ajustar o instrumento á tua forma de tocar mas, para começar e tendo em conta o estado em que 90% das lojas te entregam o instrumento, eu recomendo um ajuste, quanto mais não seja para que seja mais cómodo tocar.

Um instrumento mal ajustado e incómodo pode levar a que uma pessoa pense ou que tem um mau instrumento ou pior, que não se adapta a esse determinado instrumento e acabe por desistir de aprender. Além disso, se for possível que o técnico faça esse ajuste em frente a ti e te vá explicando o porquê do que está a fazer e em que isso te vai influenciar na tua forma de tocar e no som do próprio instrumento, é uma "aula" extremamente útil.

Se calhar sou só eu, mas vocês adaptam-se bem ás aplicações de afinadores? Ainda há pouco tempo experimentei a app da Boss e desenrasca mas é só mesmo isso.

Percebo o teu ponto de viste e de certa forma concordo.

No meu caso, não foi pelo facto de ter começado a toca em cabos de vassouras com cordas  e o facto de não saber  fazer um setup ou conhecer sequer quem os fizesse que de fez deixar de tocar :) :P

Quanto à questão do estado de calibração em que chegam os instrumentos da thomann, nunca encomendei de lá nenhum baixo, mas tinha em crer que vinham em condições mínimamente aceitáveis. O pessoal com conhecimento de causa que se pronuncie  sff..

Aplicações para afinar.... não gosto muito e raramente uso. Para mim é um Boss Tu-2 que faz o trabalho. Sugeri apenas como forma de desenrascanso e para poupar umas coroas, se for esse o interesse.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
On 14/09/2016 at 14:37, hypermnesium disse:

Eu só discordo na questão do setup. Acho bem que se aprenda o que é, como se faz e obviamente com o tempo vais aprender a ajustar o instrumento á tua forma de tocar mas, para começar e tendo em conta o estado em que 90% das lojas te entregam o instrumento, eu recomendo um ajuste, quanto mais não seja para que seja mais cómodo tocar.

Um instrumento mal ajustado e incómodo pode levar a que uma pessoa pense ou que tem um mau instrumento ou pior, que não se adapta a esse determinado instrumento e acabe por desistir de aprender. Além disso, se for possível que o técnico faça esse ajuste em frente a ti e te vá explicando o porquê do que está a fazer e em que isso te vai influenciar na tua forma de tocar e no som do próprio instrumento, é uma "aula" extremamente útil.

Se calhar sou só eu, mas vocês adaptam-se bem ás aplicações de afinadores? Ainda há pouco tempo experimentei a app da Boss e desenrasca mas é só mesmo isso.

Boas.

Já fiz a encomenda e estou com mais um problema acerca do mesmo.

Coloquei a opção de pagamento adiantado por transferência bancária e já me passaram o IBAN deles e o descritivo (penso que isso seja para provar que o pagamento foi feito por mim), o nome do banco, a morada, etc...

Então eu perguntei ao pessoal se dá para fazer pagamentos internacionais e responderam-me que sim. De seguida resolvi ir a um multibanco qualquer e só aparecem 2 campos: o do IBAN e do montante. Não deveria ter também um espaço para colocar o descritivo ao menos? Para comprovar que eu paguei?

Eu não percebo patavina disto pois é a primeira vez que faço transferências para fora do país e estou a estrear com um montante consideravelmente alto... algo que não me está a apetecer nada fazer asneiras! :D

Ora mais uma vez muito obrigado por toda a vossa ajuda!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 7 horas, MBass disse:

Boas.

Já fiz a encomenda e estou com mais um problema acerca do mesmo.

Coloquei a opção de pagamento adiantado por transferência bancária e já me passaram o IBAN deles e o descritivo (penso que isso seja para provar que o pagamento foi feito por mim), o nome do banco, a morada, etc...

Então eu perguntei ao pessoal se dá para fazer pagamentos internacionais e responderam-me que sim. De seguida resolvi ir a um multibanco qualquer e só aparecem 2 campos: o do IBAN e do montante. Não deveria ter também um espaço para colocar o descritivo ao menos? Para comprovar que eu paguei?

Eu não percebo patavina disto pois é a primeira vez que faço transferências para fora do país e estou a estrear com um montante consideravelmente alto... algo que não me está a apetecer nada fazer asneiras! :D

Ora mais uma vez muito obrigado por toda a vossa ajuda!

porque não pagas por Mbnet? Assim tens um número de visa, que introduzes directamente no site da compra, e fica registado o pagamento e a encomenda, é muito mais simples.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 13 horas, pgranadas disse:

porque não pagas por Mbnet? Assim tens um número de visa, que introduzes directamente no site da compra, e fica registado o pagamento e a encomenda, é muito mais simples.

Então cancelo a minha encomenda atual e começo outra? Ou dá para trocar logo na hora? Era a ideia mais sensata por acaso... foi estupidez minha não ter feito dessa maneira mas estou sempre habituado a pagar por transferência bancária antecipada. Obrigado!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 8 horas, MBass disse:

Então cancelo a minha encomenda atual e começo outra? Ou dá para trocar logo na hora? Era a ideia mais sensata por acaso... foi estupidez minha não ter feito dessa maneira mas estou sempre habituado a pagar por transferência bancária antecipada. Obrigado!

Se o site permitir a troca, não precisas de cancelar, senão cancelar e fazer de novo são 10minutos.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
On 05/09/2016 at 13:09, hypermnesium disse:

O que te recomendo também é quando comprares o baixo, pega nele e leva-o a um técnico que te faça um bom setup.

Boas. Já recebi o baixo e como falaste e bem, vou ter de fazer um setup. Achas que há uma possibilidade de poder fazer isso em casa sozinho sem correr o risco de fazer estragos? Tens aí algum video que seja útil?

É que não me está nada a apetecer levá-lo a um técnico porque ouvi falar que isso demora algum tempo e se fizer sozinho em casa já aprendo comigo próprio e faço o setup à minha maneira, até porque cada artista tem o seu estilo. (E eu sou um grande artista! *cough*) :D

Já vi alguns vídeos e estou a ver que necessito de algum material que não tenho...

Eu acho que fazer um setup ao baixo não é assim tão complicado, ou é? Alguns falaram que um técnico profissional demora cerca de 2 horas para fazer tudo direitinho, isso não devia demorar no máximo 20 minutos? Já que é um profissional, deve estar habituado a fazer essas coisas.

Obrigado! Cumprimentos

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Um setup é mais complicado do que parece. Trata-se de encontrar o equilíbrio perfeito entre todos os componentes, e testar e verificar, e é diferente de instrumento para instrumento. Há directivas gerais, mas como disse alguém uma vez, a guitarra (ou baixo) é feito de madeira, é um instrumento vivo e não há dois iguais. Por isso não, não leva 20 minutos.

Na realidade, um setup rigoroso pode levar dias. Se se necessitar de mexer no arco do braço, deve-se dar tempo para que a madeira se adapte ao formato a que o truss Rod a obrigue. Deve-se esperar cerca de 24 horas, para se prosseguir com os próximos passos. Duas horas será em média o tempo de intervenção no instrumento (para alguém experiente) mas eu diria que o tempo que o instrumento necessite de estar na posse do técnico, possa ir de 2 a mais dias. Eu planearia deixar o baixo num técnico numa segunda feira, e ir buscá-lo no final da semana, se tal for possível. Assim no fim de semana seguinte, quando já se tem mais tempo, pegaria nele, em condições.

o dinheiro que necessitarás para adquirir as ferramentas necessárias, e o tempo para as encontrar, encomendar e receber essas ferramentas..., é mais rápido meter isso nas mãos de quem sabe, fica mais barato, bem feito, e depois com calma, e já sabendo como é sentir um instrumento devidamente afinado, já poderás partir para a aventura de fazeres tu mesmo os futuros setups. IMHO

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 horas, pgranadas disse:

Um setup é mais complicado do que parece. Trata-se de encontrar o equilíbrio perfeito entre todos os componentes, e testar e verificar, e é diferente de instrumento para instrumento. Há directivas gerais, mas como disse alguém uma vez, a guitarra (ou baixo) é feito de madeira, é um instrumento vivo e não há dois iguais. Por isso não, não leva 20 minutos.

Na realidade, um setup rigoroso pode levar dias. Se se necessitar de mexer no arco do braço, deve-se dar tempo para que a madeira se adapte ao formato a que o truss Rod a obrigue. Deve-se esperar cerca de 24 horas, para se prosseguir com os próximos passos. Duas horas será em média o tempo de intervenção no instrumento (para alguém experiente) mas eu diria que o tempo que o instrumento necessite de estar na posse do técnico, possa ir de 2 a mais dias. Eu planearia deixar o baixo num técnico numa segunda feira, e ir buscá-lo no final da semana, se tal for possível. Assim no fim de semana seguinte, quando já se tem mais tempo, pegaria nele, em condições.

 

Boas. Obrigado por responderes.

Por acaso fui fazer umas pesquisas e encontrei uns vídeos do John Carruthers no canal Elixir Strings a demonstrar como se faz o setup a um baixo. Pois bem, segui os passos e quando cheguei ao step 3, parei logo. A partir do momento em que ele começou a usar uma ferramenta para lixar a madeira do nut deixei de prosseguir com o setup, porque sabia que primeiro não tinha o material necessário, e segundo se fizesse asneiras ali, não dava para voltar atrás. Tirando isso acho que não fiz nada de especial, a única coisa que acho que não devia de ter feito foi ter "ajustado" um pouco o truss rod, mas não foi nada demais. Acho que isso não faz mal nenhum se for só um bocado, ou faz?

Eu realmente gostaria de levar a um técnico e que ele mesmo me explique como faz o setup para que eu possa ver com os meus próprios olhos e tirar partido disso, o meu emprego é que não me deixa... mesmo para receber a encomenda tive de pedir á UPS para levar a encomenda onde a minha mãe trabalha.

há 2 horas, pgranadas disse:

o dinheiro que necessitarás para adquirir as ferramentas necessárias, e o tempo para as encontrar, encomendar e receber essas ferramentas..., é mais rápido meter isso nas mãos de quem sabe, fica mais barato, bem feito, e depois com calma, e já sabendo como é sentir um instrumento devidamente afinado, já poderás partir para a aventura de fazeres tu mesmo os futuros setups. IMHO

Mas não há muitas maneiras de afinar um instrumento? Ouvi dizer que alguns gostavam de ter as cordas um pouco mais afastadas do braço, outros não, tudo depende do estilo de cada um. Alguns gostam de o ter de modo a que seja fácil de tocar, outros não. Mas isso sou eu a falar e eu não percebo nada disto. Haha

Eu cá acho é que vou ter de fazer uns 30km para o levar a um técnico em condições porque cá onde moro não me parece que haja algum com competência o suficiente para tal, ou talvez esteja enganado.

Cumprimentos e obrigado mais uma vez! :)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Se estás a começar talvez não fará grande sentido estares a perder tempo/dinheiro com um setup. Tu queres um instrumento completamente afinado à tua forma de tocar quando já tens uma boa experiência e sabes do que gostas/não gostas num baixo. Até lá.. have fun! Mesmo um cabo de vassoura com cordas dá para fazer a festa, como já disseram aqui.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

É como diz o @goatboy, a afinação depende muito de como se toca. Vou dar-te um exemplo, eu gosto de uma acção baixa ( as cordas mais junto ao braço) e gostando tocar com sons limpos ou no limite do fim do Clean e a começar a fazer um pouco de crunch, isto na guitarra entenda-se. Isso tem uma consequências, há o risco de a corda trastejar na escala, o que me obriga a tocar de forma mais suave. Para mim isso não é um real problema, porque tenho tendência a tocar dessa forma. Mas para um guitarrista que toque de forma mais forte, esse setup já não servirá, ele terá de ter uma acção mais alta. Portanto, primeiro descobre instrumento, percebe quais são as dificuldades e o estilo que tens a tocar. Deixa os vídeos do tubas que eles só servem para uma coisa, nós por a mexer onde não devemos, fazer asneira, e depois como vimos os vídeos de uns tipos que parece saber do que falam, procurar seus serviços para arranjar o que estragámos.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora