Arquivado

Este tópico está arquivado por ser já antigo. Para falar sobre o mesmo assunto, por favor cria um novo tópico.

C

Afinar A Tarola

50 posts neste tópico

eu por mim gosto de experimentar varias tarolas, consoanta o que a musica pede ...

como um guitarrista pode ter varias distorções etc e tal...

porque é que em gravção , um baterista não pode ter diferentes sons baterias?

pelos menos um bom estudio deve ter 2 ou 3 sets de bateria e prai umas 5 ou 6 tarolas.

dá sempre jeito em gravações profissionais.

quanto a ser "a tarola do baterista" em questão, eu costumo pensar assim (tendo harmonicos ou não) é o som dele, por isso não há problema! :angry:

há musicas que gosto de tocar com bastantes harmonicos, e outras que não ...

Sim, mas sabes que isso a nível de captação pode ser problemático?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boas...eu, no meu caso em concreto, sempre que é possivel, peço aos bateristas para levar várias tarolas, porque acho que uma tarola só não é suficiente para um disco inteiro. Em relação ela ter harmonicos ou o não depende do baterista e do que pede a musica claro(peço desculpa aos bateristas, a o que pede a musica vem sempre primeiro). E o gosto deles não afectar a musica, não há problema..agora quando afecta, tem que se ter outras opções.

Acho este tópico interessante, porque raramente apanhei bateristas com a bateria afinada, tendo que tenho sido eu sempre a ir afinar as baterias. Posso-vos dizer que aconteceu para ai em 80 % das vezes. E o que me surpreende é que muito deles tocavam muito mesmo. :| Por giro que pareça, a minha tecnica de eliminação do buzz e parecidissima com a do Bandalho, Lol. E resulta! Vida a fita gafe, que nunca saiu de casa sem ela, e aos restos que ficam nas paredes de estudio. :angry:

Abraço

Problematico porquê?

Sim, mas sabes que isso a nível de captação pode ser problemático?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Por giro que pareça, a minha tecnica de eliminação do buzz e parecidissima com a do Bandalho, Lol. E resulta! Vida a fita gafe, que nunca saiu de casa sem ela, e aos restos que ficam nas paredes de estudio. :angry:

Abraço

Problematico porquê?

Eu dizia que pode ser problemático quando há alguns excessos de harmónicos, já que me parece que poderá "sujar" a captação dos outros micros das outras peças.

Bem, em estúdio há maneiras de resolver isso, agora ao vivo parece-me mais complicado.

Ou é igual?!

Eu comecei a optar pela tecnica da gaffa porque entre re-afinar a bateria toda porque o espaço onde irá estar (palco), assim o exige, prefiro de longe perder 1 ou 2 minutos a colocar gaffa e o resultado é igualmente bom.

Depois, como o resultado me agrada pela versatilidade com que fico (basta retirar ou colocar uma tira de gaffa), adoptei esta tecnica como permanente. :lol:

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

depende do estilo tambem (a questão de harmonicos ao vivo)

tive a oportunidade de produzir um espectaculo dos Dr Feelgood cá em matosinhos.

o gaijo tinha uma tarola de bronze feita costum made para ele por um ingles (link que anda prai perdido aki no forum).

akilo tambem éra harmonicos por todo o lado, justificação dele :

"pah, rock é rock, a tarola tem de rasgar tudo e todos"

eheh ;)

no resultado final... o concerto éra no estado novo (disco com boa acustica) o P.A. tambem era bom, e não houve nenhum tipo de problemas em termos de som...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

tenho usado sempre uma powerstroke 3 na tarola e sempre gostei do som mas houve ai uma altura em que não consegui arranjar peles remo em lado nenhum, battocada, sinfonia... ninguém tinha powerstroke, só havia ou aquarian ou evans...na battocada aconselharam-me uma da aquarian que já n me lembro bem o modelo, gostei bastante até mas durou mto pouco tempo mesmo... que peles evans há na onda da powerstroke? falaram-me da hd dry mas não conheço as peles da evans! alguém pode dar uma dica

thx

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

tenho usado sempre uma powerstroke 3 na tarola e sempre gostei do som mas houve ai uma altura em que não consegui arranjar peles remo em lado nenhum, battocada, sinfonia... ninguém tinha powerstroke, só havia ou aquarian ou evans...na battocada aconselharam-me uma da aquarian que já n me lembro bem o modelo, gostei bastante até mas durou mto pouco tempo mesmo... que peles evans há na onda da powerstroke? falaram-me da hd dry mas não conheço as peles da evans! alguém pode dar uma dica

thx

Boas,

http://www.evansdrumheads.com/EVProducts.a...ID=1&CLASS=RCNK

cumps!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Eu dizia que pode ser problemático quando há alguns excessos de harmónicos, já que me parece que poderá "sujar" a captação dos outros micros das outras peças.

Bem, em estúdio há maneiras de resolver isso, agora ao vivo parece-me mais complicado.

Ou é igual?!

Eu comecei a optar pela tecnica da gaffa porque entre re-afinar a bateria toda porque o espaço onde irá estar (palco), assim o exige, prefiro de longe perder 1 ou 2 minutos a colocar gaffa e o resultado é igualmente bom.

Depois, como o resultado me agrada pela versatilidade com que fico (basta retirar ou colocar uma tira de gaffa), adoptei esta tecnica como permanente. :O

Ao vivo depende do material que tiveres e dos prés que a mesa tiver...se usares, por exemplo, uma serie 5 da soundcraft ao vivo, ves-te na pele da pichota se o baterista der para andar e meter "rings" na tarola, agora com uma midas heritage a coisa simplifica-se bastante...depois temos a compressão...se for drawmer, ta tudo, se for Bss ja voltamos a ter problemas outra vez...resumindo, ao vivo, e porque estamos em portugal, e á exepção de meia duzia de gatos pingados que andam com mesas e processamente atrás, o melhor e ter a tarola afinadinha, com poucos harmonicos, e sem buzzs, e não andar constantemente a fazer avarias, senão o que pode ser giro, pode-se tornar em pesadelo.

Eu começei a adotar a tecnica porque o tempo de estudio é caro, e nao podia estar constantemente a afinar a porra da tarola(ou o resto). E a malta ainda nao tem guito para andar com tecnicos de bateria atrás, temos que ser simples, rapidos e eficases! :O E ainda dizem que a malta em portugal nao rentabliza o tempo.. fazemos é muito com os poucos recursos que temos e fazemos .|. a muitos! E mai nada!

Abraço

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Hey bateristas!!!Fogo voces tao a dar-me cabo do juizo...to td confuso!E k duranta a noite de ontem tentei novamente afinar a tarola (com as dicas do Lu!!!), e devo desde ja dizer k o resultado foi mt positivo porque a a tarola ficou com com uma afinacao que eu sempre desejei;o unico problema agr e o buzzz...e k neste aspecto eu sou um pouko como o Bandalho, por ixo vela se arranjas ai essas fotos!!!!taxe bem?

Obrigadao e abraços

Demorou tempo, mas cá está a foto da minha tactica da gaffa :)

Posted Image

Esta tecnica foi inspirada numa pele da Evans que tem uns rebordos salientes para apoiar as pontas dos wires do registo.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Tb se pode fazer isso com outro tipo de fita cola não pode? Vou ja experimentar!! :D

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Tb se pode fazer isso com outro tipo de fita cola não pode? Vou ja experimentar!! :D

Sim, também dá outro tipo de fita-cola. Talvez terás de reforçar uma ou outra tira com 2 camadas se a fita for muito fina.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais