Jump to content

  • Log in with Facebook Log in with Twitter Entrar com o LinkedIn Entrar com o Google Entrar
  • Criar Conta
Bemvindo(a) ao Forumúsica!
Regista-te para fazeres parte da maior e mais avançada comunidade de músicos em Língua Portuguesa!
Esta mensagem será eliminada após entrar na comunidade.
Entrar Criar Conta
Photo

Improvisar No Baixo


  • Por favor, entre na comunidade para responder
10 respostas a este tópico

#1
pedroguedes2008

pedroguedes2008
boas pessoal,
tenho andando a estudar armonia e melodia...
escalas/modos...
digam ai como estudam...
em que modos se sentem mais confortaveis...
essas coisas...
em que notas começam um solo...
a cenas de se fugir um bokado aos desenhos...
venha dai uma discussao saudavel:P

Forumusica

Forumusica
  • Anúncio

#2
lmbalcao

lmbalcao
  • Género:
  • Cidade:Santarém

boas pessoal,
tenho andando a estudar armonia e melodia...
escalas/modos...
digam ai como estudam...
em que modos se sentem mais confortaveis...
essas coisas...
em que notas começam um solo...
a cenas de se fugir um bokado aos desenhos...
venha dai uma discussao saudavel:P


Para improvisares convém saber antes de tudo a escala em que está construída o tema.

Começar por essa escala (que será uma maior) ou pela sua Menor relativa (VI grau) é um bom principio..
Pratica arpégios, modos, pentatónicas..

Cumps,
L

#3
Horus

Horus
  • Género:
  • País:
  • Cidade:Albufeira
  • Busco Banda?:Não

boas pessoal,
tenho andando a estudar armonia e melodia...
escalas/modos...
digam ai como estudam...
em que modos se sentem mais confortaveis...
essas coisas...
em que notas começam um solo...
a cenas de se fugir um bokado aos desenhos...
venha dai uma discussao saudavel:P


"Harmonia" ;)

BASSES: Sadowsky M5-24 | Sandberg California VM5 | Fender Geddy Lee

AMPS: Aguilar DB750 & AG500SC | Bergantino AE410 & HS210

EFFECTS: MXR Bass Compressor | MXR Octave Deluxe | MXR Chorus Deluxe | 3 Leaf Audio GR2 | EHX Russian Big Muff

               Way Huge Green Rhino | Wren & Cuff Tall Font | Darkglass B3K | TC Electronics Ditto Looper


#4
keeperlynx

keeperlynx
  • Género:
Boas, normalmente começo da seguinte forma:

escalas maiores 1 e 2 oitavas a partir de diferentes cordas o que me permite variar posicionalmente no braço.

triades, acordes ,arpejos e inversões, escala maior ascendente, com atribuição de carácter menor ou dominante descendente (por ex). Podes tb utilizar e explorar escalas menores harmónica e melódica.

Escolheres e inventares patterns tuas para uma sequencia de acordes também é uma boa alternativa.

Lembra-te que o que interessa REALMENTE é procurares dentro de um tema ou sequência o que fica bem na improvisação e tentares perceber o "porquê".

cumps.

Editado por keeperlynx, 29 abr 2008 - 21:33.


#5
pedrujo

pedrujo
o objectivo da improvisação no instrumento é usá-lo como se fosse a tua voz, mas com o timbre e possibilidades que esse instrumentos acrescenta

assim, a partir da escala tentar criar melodias, para isso tens de saber exactamente a q vai soar cada posição no braço do baixo... depois metes uns truques de belo efeito pelo meio, uma smalhas rápidas, arpejos, escalas, etc e tal

#6
rockIn_yourShoes

rockIn_yourShoes
  • Género:
  • Cidade:no mato
eu por mim, já tocava guitarra quando me iniciei no baixo, por isso ja conhecia mais ou menos as formas das escalas. Se queres começar vai habituando á pentatonica de A menor. Ha muita musica nessa tonalidade e os desenhos combinam mais ou menos cos pontos, é porreir pa começar. Toca com metronomo .
never there...

#7
space

space
  • Cidade:Lisboa/Funchal
É complicado estudar sozinho. Eu que o diga,...ando há anos nisso. É muito complicado ter a disciplina e o discernimento necessário para escolher as coisas certas para estudar. Mais complicado do que isso só mesmo arranjar guito para ter aulas. Mas se o caminho que vais seguir é o de estudar por ti próprio eu aconselharia:

- treinar o ouvido...seja sacando temas, seja aprendendo a reconhecer um intervalo ou a qualidade de um acorde. É mais fácil do que parece mas requer dedicação continuada. (procura o freeware "gnu solfege")

- arranjar realbooks e tocar músicas....em cada música tens 100 lições.

Para fugir aos "desenhos" ajuda bastante conhecer o braço (saber as notas em todos os trastes...sem fazer contas ;) ) e encontrar facilmente um intervalo na "horizontal" (tipo a 6M na mesma corda). Ainda mais lixado do que fugir aos desenhos é fugir das frases de algibeira, essas sim...são tramadas.

#8
pudim

pudim
  • Género:

(procura o freeware "gnu solfege")


Muito obrigado pela referência, que programa altamente. ;)

#9
space

space
  • Cidade:Lisboa/Funchal
No problem ;)

#10
Kurotenshi

Kurotenshi
  • Género:
  • Cidade:Amadora
Não sendo propriamente um cromo da teoria ou do baixo, acho que há uma cena que deves treinar muito bem antes de te meteres em improvisações, o ouvido.
Se queres improvisar é porque por alguma razão não consegues "compor" à priori o que vais tocar (ainda que este não poder seja mais não querer para o caso também serve), nesse caso se tiveres o ouvido bem treinado e conheceres bem o som do teu instrumento (o que também é questão de ouvido) facilmente sacas duas ou três notas que soam bem com o que estás a tocar. Isto conjugado com o conhecimento teórico permite-te perceber com pouca margem de erro que escalas usar e começar a improvisar ainda que sejam coisas simples.
Respondendo mais directamente à pergunta a técnica que me ensinaram foi tocar as escalas nos vários modos tentando usar o máximo do braço. Outra é ir tocando as notas dos acordes (sequência tónica, terceira, quinta) mas usando a sequência dos desenhos em vx das posições de acorde(não consigo explicar mt melhor).
Yamaha BBG5S / Ashdown Little Giant 1000 / Source Audio Multiwave Bass Distortion Pro / TC Electronic BC210 & BC212 / Behringer FCB1010




Forumusica.com