Tópicos

  1. Olá

  2. Boas!

  3. Boas!!!

  4. Olá!

  5. Noob

  6. Viva!

  7. Ei!


  • Posts

    • Eu uso este https://www.stringsdirect.co.uk/accessories-c2/guitar-care-c56/planet-waves-lemon-oil-guitar-fretboard-cleaner-p3259 Lemon oil é seguro para mogno sim, desde que não seja envernizado (que não deve ser com certeza). Só não se deve usar em maple. Para aplicar aconselho apenas umas gotas, espalhares e esfregares suavemente com uma escova de dentes usada deixar algum tempo para hidratar e no final removeres o excesso com um pano. Quanto ao fretboard juice quase de certeza que é seguro, mas nunca usei por isso não afirmo com certezas.
    • Podes sempre mudar para passivos. Aí a questão que poderás ter é que tendo a guitarra em questão a opção de push pull para passar o humbucker a single coil, terás de ter atenção às ligações necessárias para que continues a ter essa opção. Adicionalmente, pelas imagens que vejo dá-me a entender que a cavidade da guitarra onde está alojada a electrónica terá pouco espaço para colocares a bateria necessária. E dessa forma isso implicaria ter de abrir ou estender a cavidade para alojar a bateria e eu, pessoalmente, não aconselharia tanto trabalho numa guitarra. E já seria uma coisa que a não ser que saibas trabalhar madeira é melhor nem te meteres a fazer. Na minha opinião pessoal iria para a guitarra com electrónica passiva. Tens mais opções tonais para experimentar com o push pull e de certo que já terás um bom output para tocar metal. E é sempre mais simples do que a electrónica activa com mudanças de pilhas etc. Contudo, nada como experimentar e decidir! São duas boas guitarras de qualquer das formas. Há uns tempos andava uma no OLX igual à da electrónica activa por 250€. Se tivesse tido dinheiro tinha-me feito a ela.
    • É preciso fazer moding a guitarra. As guitarras com pups activos ja teem cavidade propria para se colocar a pilha (geralmente nas costas da guitarra tem uma tampa de plastico rectangular). Em algumas guitarras o mod é mais  facil, noutras nao. Mas e mais facil passar de activos para passivos do que ao contrario.  Os pups activos precisam de pilha para funcionarem porque estao ligados a um pre-amp interno. Os passivos não (o que é bacano pois é menos uma coisa com que preocuparmo-nos).  Nao posso dizer se um sistema é melhor que outro, é muito subjectivo. Há bons pups activos e maus, tal como há bons e maus passivos. E depois depende do gosto pessoal de cada individuo.  Para mim faz mais sentido pups activos num baixo do que numa guitarra. Mas isso sou eu. Haverá quem concorde e quem discorde.   
    • Mas por exemplo, ela trazendo pickups passivos eu depois posso mudar para ativos certo?  É essa cena da bateria, eu tbm n entendi 
    • E so experimentares qual a que preferes. Não tenho afinidade por pups activos a não ser em baixos electricos. È tudo questão de gosto pessoal no fim.

      Infelizmente, como foi ja dito mais acima, a questão dos passivos vs activos e muito subjectiva e tens quem os ame e os que os odeie. Ve-se mais na cena Metal o uso de pups activos, mas o Gilmour dos Floyd e praticamente um gajo dos blues e usa-os. Não ha regra.

      Como diz o adagio: "try before you buy"


       
  • Próximos Eventos

    Sem eventos