Tópicos


  • Posts

    • Não sentes diferença porque não sabes ao que estar atento quando ouves as duas versões. Tenho a certeza que sentirá diferenças, mas não as saberás verbalizar. Um preamp é, basicamente, um compressor com equalização associada e tem como função dar corpo ao timbre do instrumento. Pode também ser origem de uma distorção (não deixando de ter as características anteriores) e pouco mais. As grandes diferenças entre o diversos tipos de Preamps expressam-se na forma como enfatizam estas ou aquelas frequências. Um Compressor tem a função de nivelar o som, os clássicos cortam os picos e depois podem fazer um boost ou um cut. Basicamente perdes nas variações de suave e de forte sendo que o resultado é teres um ataque mais rápido e um decay mais presente, longo e mais alto (muito genericamente é mais ou menos isto que se procura com um compressor)... por outras palavras, ajuda a puxar o instrumento para a frente sem ser através do aumento linear do volume. Em single coils funciona muito bem, na minha opinião. Um bom compressor deverá ser "transparente", ou seja, alterar pouco (porque altera sempre) o timbre original. O resto é experimentar e comparar.
    • ... huuummm nesta altura do campeonato, pelo que dizes é um pouco de tudo. Uma guitarra é tão boa quanto o seu setup. Um bom setup numa guitarra fraca pode dar-lhe vida, assim como um mau setup numa guitarra boa pode matar-lhe o som. No setup inclui-se muita coisa, nivelamento de trastes (fundamental para que a guitarra toque bem), acção das cordas, equilíbrio dos pickups (distância às cordas), etc... O timbre de cada guitarra está muito na relação DEDOS -> CORDAS -> PICKUPS (e electrónica da guitarra) -> AMPLIFICAÇÃO (inclui os eventuais efeitos, amplificador e colunas). As madeiras e o tipo de construção influenciam pouco*, pois o som está todo electrificado. Sugiro o seguinte, antes de te decidires sobre um ou outro caminho**, procura perceber que tipo de som gostas: os guitarristas e as bandas acabam por ter patrocínios e isso dá-te uma orientação sobre as marcas e tipologias dos diferentes materiais que por aí há e os sons que deles se conseguem tirar. Uma vez que tenhas referências de materiais, procura ver filmes no youtube sobre os mesmos, pare ganhares um conhecimento mais variado e abrangente. Procura ver em que lojas perto de ti podes ter uma experiência directa (em guitarras e amps é importante). Com estes 3 passos estás a educar o teu gosto e principalmente a tua percepção ao timbre do instrumento GUITARRA. Cuidado com os slogans de Marketing de qualquer marca, capacidade crítica é fundamental. Se te sentes inseguro nesse campo, procura alguém mais conhecedor que conheças e que te possa acompanhar para pedir opinião...? Depois partilha as descobertas, boa?   Notas: * estamos a falar APENAS de guitarras solid body eléctricas, certo? ** apesar de eu ser partidário no investimento numa guitarra de valores perto dos 500€ em segunda mão e até 1000€ em primeira como evolução lógica ao momento em que te encontras.
    • Há muita gente a fazer brincadeiras com resinas epoxi e semelhantes, inclusive marcas como a Ibanez (houve uns modelos topo de gama há uns tempos para as NAMMs...) ou a Ormsby
    • Como é possível?
    • Eu sou mais virado para Rock/Metal, e sim a guitarra não custou metade desse valor nova (170 €) se não me engano a um ano e meio atrás. A questão tambem se prende com o facto de nao ser muito bom ainda e nao perceber muito de questões técnicas sobre o assunto, quanto aos pickups vi uns seymour duncan titan para a ponte que me parecem dar bom som mas la esta, nao e so dependente dos pickups.. quanto aos tuners da-me a impressao que e mesmo desgaste, pq a guitarra quando a comprei tive sempre a sensacao de ser B Stock mesmo nao sendo indicado o mesmo, ou por estar a muito tempo pendurada na loja talvez..   O amp foi o que me aconselharam aqui na altura, ate porque inicialmente comprei um line 6 que depois troquei por este, mas nao me agrada o som dele de todo... nao sei novamente se por mal do amp ou da guitarra ou meu xD
  • Próximos Eventos

    Sem eventos