Tópicos

  1. Ajuda

  2. Procuro

  3. Teste

  4. Nova tecnica :D

  5. O Poder Da Resonância

  6. O Poder Da Resonância

  7. lojas mais baratas?

  8. Korg N264

  9. Rme Ou M-audio

  10. AJUDA, LUTHIER!

  11. Ajuda por favor

  12. Problema No Firepod


  • Posts

    • Depende do instrumento em si. É difícil adivinhar no futuro o que vai valer muito. Estou certo que quando a malta comprava Gibsons LP em 1959 e 1960 não sabia que iam valer fortunas no futuro... Vejamos dois exemplos: Uma Les Paul em 1959 custava 269 dólares. Com a inflação, segundo o site https://www.usinflationcalculator.com/ hoje seria algo como 2513 dólares. Se virmos no reverb.com uma LP standard hoje é valorizada entre 128000 a 220000. Bom negócio! Em 60 anos valorizou pelo menos 127000 dólares. Não é nada mau, dá uma taxa de juro de 10% acumulada ao ano. Há poucos investimentos que valorizem isso... Por outro lado, se tivermos o azar de comprar uma guitarra de uma marca qualquer (se calhar até melhor), provavelmente nem valorizou nada e hoje temos um pau com cordas que ninguém quer...
    • Sim, é possível, mas... 
      Não é tão simples como, compro por X e vendo por Y (como é habitual acontecer no comércio de instrumentos novos). É necessário alguma sorte (e trabalho), preço de compra/valor de mercado e o estado da guitarra. A considerar: - Necessita de alguma reparação?
      - Investir em produtos (diversos), ferramentas (diversas) e conhecimento (o mais importante).  
      - Tempo despendido na verificação e ajustes, limpeza (integral) e cordas novas. Podemos ignorar estes passos e pagar a alguém que o faça por nós e quem o faz e faz bem, tem um custo. Venda em plataformas online, como Reverb e Ebay?
      Taxas sobre o valor total da venda (+ PayPal). Criar um website, obrigatório! Domínio e alojamento com custos anuais "acessíveis". Investir em anúncios, manter o site actualizado. Risco associado ao transporte, existe. Pode trazer prejuízos! Boas fotos, descrições honestas sem omissões. Resumindo a minha experiência, é possível.
      Se o retorno que procuras é exclusivamente financeiro, seguramente existem outras áreas de negócio mais rentáveis.
    • Nem de propósito: no sábado toquei num Katana (julgo eu o 50) e ainda que não tenha sido muito tempo, confirmo as impressões do som do @Thomasyoung: limpos fantásticos, distorções não gostei muito, ou seja, quanto mais para o pesado menos me agradou.  
    • Bem sacado! Ainda continua pro carote, mas sabendo que as simulações de amp da Fractal são muito boas, é uma boa aposta.
    • Gostava de saber como é o FX chain, se também funciona tipo grelha como no Axe FX ou se é linear como na AX8 / FX8...
  • Próximos Eventos

    Sem eventos