Tópicos

  1. Mods?

  2. Tipo de Cordas

  3. Ajuda


  • Posts

    • Vocês têm razão. Deixei por explicar.... A verdade é que antes de gravar os áudios eu já sabia que havia diferença, nem eu imaginava que era tão gritante! Então achei que bastavam os exemplos áudio para provar o ponto. Nem considerei acrescentar mais nada ao que já é dito tão objectivamente pelo áudio  Além disso, a diferença está lá e é objectiva. Mas pode haver quem goste mais do timbre das cordas velhas! Por isso eu disse que achava que as cordas faziam diferença, e fazem! Mas não disse qual dos exemplos soava melhor. Porque isso faz parte da subjectividade da cena...  @John10 obrigado! Escrevi a descrição à pressa enquanto o vídeo fazia upload. Vou emendar! Nice. @tmo obrigado pelo elogio da cena do tone está nos dedos! A sério. Já agora, fiquei um bocado impressionado com o timbre da Madison! Aquilo é baratissimo mas tem um som até bastante usável... Acho é que dei um tiro no pé e cada vez que quizer comprar uma guitarra nova a patroa cá de casa vai-me mostrar este vídeo! 
    • O vídeo está porreiro, mas estas questões do "tone" são sempre muito subjectivas, isto é, relativas ao sujeito, a cada um de nós. Por questões de objectividade, seria importante eventualmente destacar que características ou qualidades são evidenciadas aquando da mudança das cordas que fazem uma ou outra guitarra soar melhor ou pior, e então justificar porque achas ser necessário mudar de cordas ou o porque é que o mudar de cordas melhora o som. Neste grupo de qualidades, o gosto por um "tone" mais "rico" é subjectivo, já o "brilho extra" das novas relativamente às velhas é objectivo. Mas há outras qualidades que dizem respeito, por exemplo à elasticidade das cordas e consequente facilidade na execução de "bends" ou acordes mais complexos de digitação. Isto, assumindo que cordas duras (neste caso envelhecidas) são mais difíceis de usar. Qualquer uma das 4 gravações estava com bom som, pelo menos nos meus auscultadores, portanto, posso afirmar que o "tone" está nos dedos e não nos instrumentos, pois foi o elemento comum e constante em todas as gravações. Que dizes, faz sentido?
    • Viva António. As minhas sugestões são as seguintes: No fim quando disseste que as cordas faziam diferença podias ter explicado o porquê dessa opinião. Porque para quem já toca pode parecer óbvio mas para quem não sabe é bom apontar. De resto na descrição do teu vídeo tens Comparation (É Comparison, o que é engraçado porque no título do vídeo puseste bem) Is the best (are the best) Have a bigger (has a bigger) In tone (on the tone) Satisfaz Bastante Melhor das sortes para os teus vídeos!
    • Ja resolvi. Tinha que calibrar o ecrã.

      Ok. Primeiras impressões:

      1- F***** que a Yamaha abusa na complexidade dos menus como sempre.
      2 - Tem sons muito bons. Tem outros bem fraquinhos. Os coros ate se papam, algumas strings, os pianos são bacanos, instrumentos mais exoticos são interessantes.
      3 - Ainda não explorei o FM-X, nada a dizer.
      4 - As velocidades nos patches são estranhas e teem que ser mexidas, mas gosto do teclado em si mesmo.
      5 - Efeitos bacanos na maioria.
      6 - E um teclado bem complexo com muito por onde mexer
  • Próximos Eventos

    Sem eventos