Entra para seguir isto  

Sampling Rate

765 Visualizações     0 comentários    

  Denunciar Entrada
Entra para seguir isto  

O que diz a comunidade sobre isto?


Não há comentários para mostrar



Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora


  • Conteúdo Recomendado:

    • pipes
      Pah, nunca sei onde colocar cenas aleatórias relacionadas com gravações...
      Fica aqui:
       
       
    • pgranadas
      https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=10154825349649329&id=56209554328
    • Danicafd
      Boas!
      Andei à procura no fórum e senti-me tentado a criar um tópico.
      Como é que em Portugal alguém tira uma licenciatura ou mestrado em engenharia do som?
      Já vi vários sites e ouvi gente:
      Uns dizem para tirar engenharia eletrotécnica ou informática e depois tentar especializar-me no som.
      Outros dizem para tirar técnico de som na esmae ou em Lisboa.
      Estou com estas dúvidas sobre qual a formação mais completa, e como posso, por exemplo, tornar me num fabricante de guitarras elétricas...
      Alguém me pode esclarecer?
      Talvez esta dúvida não seja só minha...
      Desde já obrigado
    • tca
      Sugestões de uma placa de som externa por menos de 100eurs?
       
    • xtech
      A profundidade de bits descreve o número de bits que descrevem uma amostra (ver frequência de amostragem) de um sinal analógico num sinal digital. É uma medida usada para indicar o número possível de níveis que descrevem o nível do sinal. Quanto maior o número de bits, maior o número de níveis de acordo com a equação: N = 2 ^ pb, com pf a ser o número de bits usado. Por exemplo, se cada amostra utilizar 8 bits, então o sinal pode ser escrito com 256 níveis.
       

      (Fonte: http://vignette2.wikia.nocookie.net/)
       
      Quanto maior a profundidade de bits, maior a qualidade do sinal digital (fidelidade relativamente ao sinal analógico que lhe deu origem), mas maior a quantidade de memória necessária para armazenar ou transmitir o sinal:
       

      Diferença entre bit rates: 2 bits (à esquerda) vs 3 bits (à direita): a fidelidade do sinal digital (a azul) é maior quanto maior for a profundidade de bits, e portanto, menor o erro. Fonte. 
       
    • xtech
      A frequência de amostragem descreve o número de amostras por unidade de tempo. É uma medida usada principalmente para descrever a qualidade de um determinado sinal digital (conjuntamente com a profundidade de bits), por comparação ao sinal analógico equivalente.
      Um sinal analógico é, por definição, contínuo. Quando os sinais analógicos necessitam tratamento ou armazenamento digital (em computadores, telemóveis, etc), têm de ser convertidos num sinal digital. Esta conversão faz-se medindo várias vezes por segundo o nível do sinal para a criação do sinal digital. Quanto mais frequente for esta "medição" (chamada amostragem), mais fiel será o sinal digital, e portanto maior qualidade terá.

      Amostragem de um sinal (fonte: http://www.joshuadysart.com)
       
      O reverso da medalha é que quanto maior for a frequência de amostragem, maior será a memória necessária para descrever (e armazenar) esse sinal.