Toda a actividade



Este stream atualiza-se automaticamente     

  1. Esta hora
  2. Download de DAWS

    Reaper. Ainda que seja uma DAW paga, pode ser utilizada gratuitamente. Audacity. Gratuito. Cakewalk. Gratuito. As restantes são quase todas (ou todas) a pagar pelo que o download gratuito é, geralmente, roubo sendo a partilha desse tipo de informação considerada como incitação à prática de um crime de violação de direitos de autor e de direitos de patente. Creio que esse tipo de partilha é ilegal e não é aceite no Forumusica. Apesar disso tudo e tendo em conta as capacidades dos três programas que te indico, parece-me que depois de algumas utilizações e de algumas consultas pela net, concluirás que não existe melhor que o Reaper. Mesmo a pagar. Os outros dois são também extremamente completos e referências conhecidas. Têm capacidades que ultrapassam completamente as necessidades de qualquer tipo de produção musical comum.
  3. Hoje
  4. Download de DAWS

    Boa tarde a todos, Download gratuito de daws - alguém tem alguma dica de website? Obrigado!
  5. Ontem
  6. Two Notes - Captor

    Concordo. Este gajo toca tanto que até mete nojo. Grandes malhas @Thomasyoung.
  7. Banda de rock progressivo com disco editado procura baterista

    Banda de rock progressivo portuguesa, sediada em Almada, com disco editado procura baterista para começar a fazer digressão. Urgente. Contacto: snowmanprogrock@gmail.com.
  8. Baterista com experiência para tocar no Algarve

    Available
  9. Banda indie/alternativo procura teclista/synth player com feeling e compromisso, até 30 anos. De momento somos um trio de baterista, voz e guitarras com o objectivo de produzir material novo. Procuramos alguém com disponibilidade (maioritariamente ao fim-de-semana) e vontade de tocar. Referências: Tame Impala, Unknown Mortal Orchestra, Men I Trust, Parcels, Grizzly Bear, entre outros. Zona de Lisboa
  10. Novo projecto musical

    Pretendo criar uma nova banda com sonoridades influenciadas desde do rock simples, rock alternativo, rock sinfónico, blues e outras que se possam explorar. Sou um guitarrista autodidacta e fã de bandas e artistas que me influenciam no dia a dia que são Muse, Pink Floyd e David Gilmour a solo. Adoro géneros como alguns que citei em cima, mas também gosto de alguma música clássica por exemplo. Também tenho gostos por Rage Against The Machine e/ou Foals. Sou da zona de Lisboa e procuro elementos da zona de Lisboa que estejam interessados em integrar este projecto com o qual gostaria de ir longe. Esses elementos são: Baterista; Baixista; Vocalista; Pianista/sintetizador. Se houver quem saiba conjugar duas coisas ao mesmo tempo melhor. De momento são os elementos que procuro, mas eventualmente poderei acrescentar mais uma vaga.
  11. Alguém com Martin 00-18 ou Gibson L-00 ?

    Para ti, dizes bem.
  12. Two Notes - Captor

    Sabes, o pessoal dos estúdios desilude-se um bocado quando conversa comigo porque descobre que eu não sou um "gear freak". Sou mesmo, indubitavelmente, um "music freak". Não me aquece nem arrefece o teu setup, agora aquilo que ouço quando tocas... cum caneco! Amazing grace! Tu continua a tocar, pá! O mundo precisa é disso! Quem me dera tocar 1% do que tu tocas. Fechava o estúdio.
  13. Two Notes - Captor

    AHAHAHAH foi assim tão mau lolol foi tudo improvisado, usei dois efeitos de Pitch o Twin Harmony no inicio e o Dual Pitch a meio do solo. (Line6 HX effects no FX loop do DT25) Estou a gostar bastante deste setup pois dá um som mais Orgânico á gravação e o touch nas cordas é fenomenal pois estou a tocar com um amp a válvulas mesmo de verdade Tenho o Kemper e por vezes o touch não é tão bom como neste setup, o som penso estar ao mesmo nível, mas o amp é um Line6 DT25 penso que com outro amp irei notar a diferença, o que noto no Kemper é que mesmo usando outros amps o som torna-se muito idêntico. Bom o que conta é que estou a gostar e ainda nem fiz os testes que queria, que seria testar outros impulses responses como os da Ownhammer que aqui tenho, estes foram os primeiros que me apareceram á "mão" e tive logo este resultado. O produto é BOM e aconselho Obrigado e abraço
  14. Two Notes - Captor

    Ia escrever aqui uma série de expressões para te dar uma ideia da minha reacção ao ver (e ouvir) como tocas mas o resultado era mais ou menos: cum#"##%! &")($" **£§§6#(E=#)"!!!! Arre!
  15. Procuro membros para banda de Rock N`Roll

    UP
  16. Two Notes - Captor

    Cá vai o video então, A Captor chegou ontem cá a casa e não podia deixar de fazer logo um video, pois é fácil de fazer o setup. Usei apenas um IR da Rosen Digital (DividedBy13 Cab) E depois adicionei um maximize para nivelar os sons, devia ter usado um high pass filter ou equilizado o som, mas deixei assim mesmo pois é o 1º video que faço com isto e queria ouvir o som cru. Na guitarra foi apenas improvisar, usei a HX effects ao inicio com um Screamer 808 com o som limpo do DT25 e depois o canal IV do DT25. Reverb Wet Immerse Delay Nemesis Tape delay
  17. Última semana
  18. Pessoalmente, sempre fui um fan da Korg. Desde o Wavestation e o M1 que sou fascinado pela marca. Mas a verdade seja dita, nos últimos anos, não tem havido grandes evoluções nas ofertas. Nem da Korg, nem dos restantes. Parece que estagnaram e lhes falta ideias. Os samples, seja de que marca for, são todos excelentes. Uns mais para um gosto, outros par outro, mas no geral não se conseguem apontar falhas. Se hoje fosse comprar uma workstation (que não o faço, porque sinceramente considero que os preços praticados são exagerados para o que oferecem) provavelmente olharia mais para a qualidade do hardware em si, e possivelmente um ponto decisivo seria a possibilidade de carregar samples. Porque neste tipo de equipamento, isso é algo que hoje já deveria ser um standart da indústria e não uma limitação imposta por eles para terem a possibilidade futura de ainda vender mais uns produtos, vendas essas justificadas não por causa da evolução do equipamento, porque essa é praticamente inexistente, mas porque o banco de sons dos novos teclados tem mais uns samples dos hits da radio carregados. A oferta neste momento é tão fraca, que recentemente fui à Musicstore, e passei por eles sem sequer pestanejar. Tive muito mais interesse no Prophet (que maquinão) que achei um mimo. Porque de resto, há carradas de vst’s por aí com qualidade incrível, que não justificam ficar-se preso a uma workstation.
  19. Mas o FA usa o motor do Íntegra. Quanto ao que dizes, acredito que seja assim mas eu, por exemplo, nunca comprei um novo e o último que tenho já é de 2006, penso eu. E acredito que tenha evoluído algo desde aí.
  20. A única coisa da Gama Roland actual que gosto é o Integra 7. Soa muito bem. De resto, a Roland não tem tido coisas que me cativem. Tem feito render o peixe, como a meu ver, todos. A yamaha também, as novidades dos arrangers de geração para geração são muito poucas... e a Korg também. O negócio assim obriga.
  21. procura-se baixista amador almada

    procura-se baixista amador, com baixo, para ensaiar na zona de almada, ensaios na casa da juventude de st. amaro, até 25 anos, para tocar originais e covers, rock, punk, metal, e tudo o que esteja no meio.
  22. Two Notes - Captor

    Tens varios pedais no mercado para speaker simulator E como o dinheiro não chega para tudo, tens um que não é nada mau o Mooer Radar Speaker, e não é assim tão caro.
  23. Lulz e Mêmes musicais

    Devo ser actor porno... enrolo sempre os cabos bem eroladinhos... sou eu que os arrumo, por isso sei o que custa
  24. Pelo pouco que tenho visto no youtube, para já, a nível de inovação acho que a escolha recai no... Yamaha. Pelo simples facto de que o FA foi o primeiro a ser feito e, ainda assim, penso que facilitou a interface e acessibilidade na utilização do teclado. A Korg reciclou o que tinha com mais alguns samples e pouco mais. A nível de comparativos de pianos... bom, é difícil. Mais uma vez penso que a Roland deu o salto, sobretudo face ao FantomX que conheço e os presets de fábrica não soam daquela forma. Não consigo decidir por nenhum... O mais realista será o Yamaha, porventura. São especialistas na área. Parece-me que o Korg também não permite adicionar samples externos. Existem muitos outros recursos, mas, pelo menos a meu ver, o primeiro aspecto a analisar é a qualidade dos samples de fábrica. E confesso que, entre os 3, se tivesse de comprar algum, ficaria ainda indeciso.
  25. Técnicos, engenheiros e estúdios.

    Para quem gosta de Jazz, este senhor é um Mestre incontestado. Rudy Van Gelder
  26. Ibanez RG570

  27. Vendo Framus Cobra (100w, a válvulas)

    Framus Cobra Head, guitar amplifier head, all-tube design, 100 watts, 3 independent channels (Clean / Crunch / Lead), adjustable parallel effects loop, MIDI compatibility, pre amp tubes 5 x JJ ECC 83, power amp tubes 4 x selected Sovtek EL 34, output impedance 4 / 8 / 16 Ohms (switchable), Clean channel controls for Gain, Presence, Volume, Bass, Middle and Treble, Clean channel Bright toggle switch, Crunch channel controls for Gain, Presence, Volume, Bass, Middle and Treble, Crunch channel Notch toggle switch, Lead channel controls for Gain, Presence, Volume, Bass, Middle and Treble, Lead channel Notch toggle switch, controls for Effects Mix, Deep, Master 1 und Master 2, Power and Standby switches, Clean, Crunch, Lead and Master 2 control buttons, top-mounted Input (6.3 mm mono jack), rear-mounted connections for MIDI IN and THRU (7-pin DIN), 2 x dual momentary footswitch (6.3 mm TRS jack), Effects Send & Effects Return (6.3 mm mono jack), 2 x Speaker Out (6.3 mm mono jack), Line Out (6.3 mm mono jack), IEC power socket, rear-mountdd Store control button, rear-mounted rotary selector for output impedance (4 / 8 /16 Ohm), classic black, weight 21 kg, dimensions (W x H x D) 720 x 280 x 260 mm, Made in Germany
  28. Vendo Framus Cobra (100w, a válvulas)

    Framus Cobra Head, guitar amplifier head, all-tube design, 100 watts, 3 independent channels (Clean / Crunch / Lead), adjustable parallel effects loop, MIDI compatibility, pre amp tubes 5 x JJ ECC 83, power amp tubes 4 x selected Sovtek EL 34, output impedance 4 / 8 / 16 Ohms (switchable), Clean channel controls for Gain, Presence, Volume, Bass, Middle and Treble, Clean channel Bright toggle switch, Crunch channel controls for Gain, Presence, Volume, Bass, Middle and Treble, Crunch channel Notch toggle switch, Lead channel controls for Gain, Presence, Volume, Bass, Middle and Treble, Lead channel Notch toggle switch, controls for Effects Mix, Deep, Master 1 und Master 2, Power and Standby switches, Clean, Crunch, Lead and Master 2 control buttons, top-mounted Input (6.3 mm mono jack), rear-mounted connections for MIDI IN and THRU (7-pin DIN), 2 x dual momentary footswitch (6.3 mm TRS jack), Effects Send & Effects Return (6.3 mm mono jack), 2 x Speaker Out (6.3 mm mono jack), Line Out (6.3 mm mono jack), IEC power socket, rear-mountdd Store control button, rear-mounted rotary selector for output impedance (4 / 8 /16 Ohm), classic black, weight 21 kg, dimensions (W x H x D) 720 x 280 x 260 mm, Made in Germany
  1. Ver mais actividade