bandit

Membro
  • #Conteúdo

    1432
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    100%
  • Reacções ao conteúdo

    18

Reputação

181 Reputação Excelente

Sobre bandit

Informação de Perfil

  • Género
    Masculino
  • País
    Alemanha
  • Instrumento
    Guitarra

Quem visitou o meu perfil

3686 visitas ao perfil
  1. ando cheio de curiosidade de experimentar uma destas. a ideia de uma mistura de gretsch com telecaster (aos meus modestos olhos) parece mais que apetecível
  2. Foi comprado ao Roast, segundo ele é igual ao original com um pot de volume adicionado de lado. uso para "engordar" um pouco (q.b.) a telecaster e adoro
  3. Clone do seymour duncan pickup booster
  4. Resumindo: a tc faz menos, mas melhor, e na ordem definida. A L6 faz aquelas coisas todas, como quero. Para o meu uso a L6 encaixa melhor. talvez um dia a g system
  5. espero que não tenha sido a minha! esta agora é que está definitiva...até amanhã chegar o bb preamp e depois disso alterar outra coisa qualquer
  6. isto seria uma escolha muito dificil para mim. pelos sons captados gosto de coisas tanto num como no outro um 2x12 com um de cada ficará algo top!
  7. bom isto combina muito bem com pedais e tudo mais usando os dois poweramps, acho que ou bem que estão os dois sempre ON ou as diferenças de volume, em contexto de ensaio ou de pequeno espaço são demasiado marcadas a usar o amp na 2x12: acertei com um som limpo (será meio para o fender? não me perguntem...foi o que me fez sorrir) e um crunch a mistura dos dois fica algo realmente grande, e uma combinação de pequeno toque dos dois boosts fica então maior depois, em cada um, um boost do tube screamer, do KOT ou só o pickup booster faz o resto da festa responde também muito bem ao pot de volume e tudo mais em relação ao poweramp, sei que o clean ficou com el84 class A, e o lead com kt88 class A. o selector das valvulas está mesmo bem na traseira do amp, será um pouco set & forget, mas andava a vaguear pelos modos, com loops na M9 a tocar, sem saber em que tipo de válvulas estava, e, francamente, não interessa lá muito, o que interessa é ouvir. mas cada uma tem o seu impacto na moldagem geral do som. resumo, estou bastante contente o conjunto tem a parte do transporte simpática, amp leve, coluna igualmente leve, o que era uma prioridade para mim não mexi mais nas simulações de coluna, deixei a american 4x12 standard 87 nos dois modos e ainda liguei ao hi-fi pela saída de phones antes de vir trabalhar e fiquei com a sensação de, que quer a baixo volume quer a médio volume estar quase melhor que o som na 2x12 (especialmente a baixo volume)!!! também no hi-fi deu-se muito bem com os pedais e tudo não tenho experiência com as actuais pod hd, helix, kempers e afins, e, raramente uso software. não por não querer, porque nunca se deu o caso e nunca me dei bem com menus e coisas assim, uso pouco, gosto de ter um set que seja o mesmo para tocar em casa e ensaios (e, cada vez menos, ao vivo) e poder mexer em tudo, e isto parece que vai ficar agora, claro está, isto é a minha experiência, amanhã toco noutra qualquer coisa e mudo de ideias! mas, por enquanto, a carteira dita que este vai mesmo ficar algum tempo! ( @stratocosta o que achas de mudar o titulo do tópico para o nome do amp ? )
  8. new amp weekend
  9. bom, so far so good ontem a noite toquei de phones com as simulações base. ok hoje de manha começei a mudar os IR e melhor, muito melhor a tarde com a coluna a coisa compõe-se completamete pensei ser algo que ia usar numa base tipo 2 sons limpos e pedais mas agora vi que as possibilidades de jogar dois canais um limpo tipo fender e outro mais sujo, em conjunto com o booster e um pedal a fazer boost antes são imensas estreei também a 2x12 com duas jensen neo tornado. o conjunto todo fica super leve amanhã vai ser dia de barulho
  10. Vamos ver. Do que ja experimentei não conto que retome.
  11. mais alguém tem/experimentou o amplificador? espero ir buscar o meu na quinta feira!
  12. já tive o blues baby 22, cheguei a fazer concertos com ele. na cab de um blues junior bom amp, recebia bem os pedais e respondia como deve ser problema? pouco headroom e a caixa do blues junior é uma caixa pequena... o conceito do bluesbaby 45 deixa-me francamente curioso, especialmente numa fase em que ando à procura de um amp que me seja leve e não me dê os problemas que tenho tido com os amps a válvulas...
  13. renovada com a saída da nova system e entrada da m9. o sinal vai pickup booster > dyna comp > ep booster > tuner > hardwire > kot > line6 m9 > mooer eq > memory toy
  14. uso para boost após os drives, não toco no volume, mesmo só ali qualquer coisa nos médios antes dos drives uso um boost mais limpo só para saturar um pouquito mesmo
  15. pedais que andavam á solta. tenho de trocar o footswitch do ocd e o jack de output do rat. o chorus tem dias que trabalha outros que não!