bandit

Membro
  • #Conteúdo

    1492
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    100%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

233 Reputação Excelente

Sobre bandit

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Alemanha
  • Instrumento
    Guitarra

Quem visitou o meu perfil

4083 visitas ao perfil
  1. Por acaso até gostava de uma azul ou vermelha com binding. Mas foi esta que apareceu! Isto há quem prefira uma ibanez de 7 cordas e tenha duas, há quem prefira a telecaster! E depois de rodar umas tantas guitarras diferentes é mesmo nesta que tudo fica bem.
  2. VOX Adio GT

  3. A outra foto ficou francamente desfocada... Pickup da ponte = dimarzio fast track T pickup meio e braço = ToneMate pickups feitos para equilibrar nesta situação selector de 3 posições clássico de telecaster push pull no pot de volume = pickup da ponte série/paralelo push pull no pot de tone = pickup do meio on/off Pickup do meio fica escondido debaixo do pickguard O objectivo do pickup do braço é ser algo base de stratocaster
  4. Line6 HX Effects

    Depois conta! E, em especial, como se dá com o Katana!
  5. VOX Adio GT

    Alguém chegou a experimentar? Acabei de encomendar um. Depois de ler, ver e ouvir pela net acabei por optar por este. Se não gostar pode sempre ir para trás.
  6. Line6 HX Effects

    Olá! Foi algo que já pensei para substituir a M9, só para concluir que ao vivo a M9 tem tudo o que preciso. O conceito parece excelente
  7. Boss Katana 50 vs Marshall Code 50

    O 100 é francamente superior ao 50, por uma diferença monetária não tão abismal (ok, são uns 100eur, mais outros 100eur para a GA-FC) MAS, tem 8 presets de memória Com a controladora fazes tudo e mais um par de botas para substituir um rig básico. aux in pode ser bem útil para tocar em casa num "all in one" o line out do katana 100 é competente, e pode ser uma boa ajuda para tocar ao vivo o loop de efeitos aí só tu podes responder não sei em relação ao altifalante
  8. Multicore na ligação Amp<>Pedalboard

    Obrigado pelo feedback. Como dizia a primeira linha = a curiosidade de saber está acima do necessário da coisa. O trabalho de soldar o multipar é algo relativo para mim, 8 fichas são cerca de meia hora ou menos para ficarem bem soldadas. O gasto do multipar também é relativo, pois tenho aqui este pedaço de cabo, novo, há uns tantos anos parado à espera de alguma aplicação. Assim como as fichas. Foi tudo tralha "herdada" de um amigo que ao mudar-se de casa e a querer "deixar a música" deu-me tudo quanto era cabos e fichas que tinha. Tenho agora alguns concertos marcados, vou avaliar a necessidade prática da coisa!
  9. Os barretes e relíquias do OLX

    já comprei um por 30eur! até tenho pena de o ter vendido!!! é um bom amp... mas não vale isso... a bem ver... mais de 50eur já é um tanto por ele...
  10. Multicore na ligação Amp<>Pedalboard

    Pois, mas fazemos isso regularmente com cabos normais nessas distâncias. Os pedais estão entre a guitarra e o amp. Depois é só o sinal entre amp e a m9 no loop, aí penso que os 2 equipamentos tenha buffers e afins.
  11. Alô pessoal! ponto 1 = se isto é mesmo necessário? não! mas a curiosidade em saber é! freak que sou com ter as ligações limpinhas, mínimas e práticas, o meu actual setup obriga-me a um método de 4 cabos + o footswitch no processo de reforma de cabos e ajustes, estou aqui prestes a fazer uma coisa que queria uma segunda (terceira, quarta, ... ) opinião antes de soldar uma série de fichas e depois voltar a soldar as mesmas a outros cabos! usar um cabo multicore? neste caso um cabo "live grade" da cordial com 4 cabos (são para sinal de microfone) seria viável? seria um para levar o sinal para o amp, dois para o loop de efeitos (que liga apenas e só à M9) e outro (este sem grande importância) para o footswitch estamos a falar de um cabo de 8,5 metros eu, com os meus botões, penso que sendo bom cabo, as implicações com tone e afins serão mínimas ou não notadas ao meu ouvido, alguma nota sobre isto? sendo cabos com dois condutores, usaria os dois soldados na ponta do jack ou apenas um? (com os dois criava um sistema de redundância que penso haver alguns cabos de guitarra assim
  12. Reparação de combo Fender Blues Junior

    Será esse mesmo João! Ali mais para os lados da Ericeira! Excelente profissional.
  13. Grande sistema! Fantástico! Tenho uma quase a vir aqui a ser apresentada. Num conceito mais simples, uma mistura de tele com strat (uau!!!) com pickups ToneMate também!
  14. Ajuda com escolha de nova guitarra

    Algumas sugestões Com um humbucker na ponte da strat não vais ter o som de uma lespaul. Assim como com uma SG não vais ter nem o som, nem o feel de uma les paul. Se queres ter os dois mundos (como eu compreendo) tens de decidir e pensar - a strat que tens: qual é? cumpre os mínimos? tem margem para ter um setup e/ou uma mudança de electrónica que faça diferença? - mudar, por exemplo, de uma squier classic vibe para uma fender standart mim pode não trazer assim tantas diferenças.... - uma les paul (ou mesmo uma sg), além da epiphone podes também considerar tokai, faber, etc... são igualmente boas guitarras. - consegues também boas les paul da epiphone nos usados e afins
  15. Upgrade de amplificação?

    Como solução para quem toca principalmente em casa e volta não vai poderá ir tocar ao vivo, e também com um orçamento mais baixo, sugiro mesmo o katana 100. Coisa mais impecável!