tmo

Moderador
  • #Conteúdo

    5900
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

1823 Reputação Brutal

Sobre tmo

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Portela LRS e Benfica... Lisboa, portanto
  • Instrumento
    Guitarra

Quem visitou o meu perfil

8551 visitas ao perfil
  1. NAMM 2020 quem segue?

    O groove está altamente...
  2. Os barretes e relíquias do OLX

    Fosga-se, nem tinha visto o filme, que cromo... e o filme está espelhado... tanto trabalho por 200 aéreos o conjunto...
  3. Os barretes e relíquias do OLX

    https://www.olx.pt/anuncio/kit-completo-ibanez-gax-70-modelador-peavey-vyper-15-full-extras-IDCHHYr.html#cf595f5f02 Este anúncio está uma pérola e nem é pelo preço pedido, que me parece justo. É mesmo pela lábia do autor, a dourar a pílula de uma forma como só bom vendedor sabe fazer. Aprendamos... Geralmente fico ligeiramente irritado com esta tipologia de conversa... mas como não me interessa nada do que está a ser vendido, até lhe achei piada.
  4. Os barretes e relíquias do OLX

    Neste caso, a situação que descrevi acima deixa de fazer sentido... o homem tem mesmo um parafuso a menos...
  5. importação de guitarra usada

    Sim, vai pagar direitos aduaneiros e eventualmente IVA, depende daquilo que acordares com o vendedor. Se lhe pedires que escreva em letras garrafais "GIFT" na embalagem pode ser que te safes do IVA. Ainda assim , é provável que a alfândega te peça comprovativo de transferências ou algo semelhante, no qual se inclui o transporte. Telefona anonimamente para a alfândega e faz essas perguntas. Bem vindo!
  6. Os barretes e relíquias do OLX

    É apenas mais um caso em que o autor se entusiasmou no teclado. Aqui no meu PC tenho de carregar com mais força no "ç" ou arrisco-me a que não apareça. O keypad numérico também está com gases valentes. Quando estas situações se combinam com alguma pressa em meter um anúncio online saem destas pérolas...
  7. GAHHHH!!!!!

    mas isto é o quê exactamente? (não fui procurar)
  8. Desenho de guitarra portuguesa

    Vens um pouco tarde para este tópico, mas ok, bem vindo!...
  9. Ui...Até dói!!

    Eh pah, o argumento percebe-se aqui neste contexto, mas se ela estiver de mau humor, a coisa pode ser mal interpretada... imaginem que a moça entende que é ela que não tem equipamento para que o moço acabe a música...? caldo entornado na certa... Tem se escolher as palavras com muito cuidado!
  10. Ui...Até dói!!

    ... um pouco of topic, mas enquadrado na sequência da conversa...
  11. Ui...Até dói!!

    No seguimento do que têm vindo a dizer, a viagem é o objectivo, não o transporte... no entanto o transporte condiciona a viagem, veja-se o comentário final do Joe neste vídeo "It was a little painful on this...". É necessário encontrar um equilíbrio entre o que se tem e o que se pretende, seja a nível de material, seja de conhecimentos. A música tem várias vertentes pelo ponto de vista do músico: a mais convencional no mundo das guitarras eléctricas é que o timbre (tone) vem do produto XPTO + uma catrefada de outras pequenas coisas. Até certo ponto é verdade, pois uma guitarra barítono tem necessariamente um timbre diferente de uma guitarra normal, sendo todo o material e construção iguais, ou uma strat versus uma LP, etc... a menos convencional vem do estudo musical, quer da teoria quer da execução. O engraçado nisto, é que são ambas fundamentais para a obtenção de um bom TIMBRE. A primeira fornece o suporte físico, a segunda executa-o. Ficar apenas na primeira significa um investimento estúpido em material do qual não se vai saber tirar o devido proveito. Daí a constante rotação de pedais e guitarras. Se ficarmos apenas na segunda, tornamo-nos nuns académicos e acabamos por não ter uma assinatura sonora. A mistura dos dois é a melhor coisa. Como fazê-lo? Sucintamente só se deve comprar cenas "novas" quando estamos satisfeitos com o que temos. Quando não estamos satisfeitos com o que temos, investe-se na educação, no estudo, na aprendizagem... Investir no estudo significa não apenas a teoria musical e/ou técnica do instrumento, mas também no estudo da tecnologia do instrumento, como é que funciona esta e aquela ferramenta (pickups, potenciómetros, botões dos efeitos, os efeitos propriamente ditos, etc...). Desta forma aprende-se que pequenos ajustes podem fazer milagres, quer em termos de gozo, quer em termos de performance ou mesmo de timbre... e consequentemente de técnica. Desta forma tornamo-nos mais focados também na procura/recolha daquilo que de facto faz sentido na nossa viagem... LET GO OF MARKETING ROMANCE...
  12. Se considerarmos que o termo "heavy metal" foi usado pela primeira vez numa crítica jornalística a uma performance do Jimmy Hendrix... então estamos enquadrados... ou não...?
  13. Ui...Até dói!!

    Há aquela definição do músico: é aquela pessoa que mete 5000€ de material num carro de 500€ para fazer uma viagem de 50km e ganhar 5€ para a gasolina... Se isso vai passar ou não, a procura de mais respostas aos "E SEs" relativamente à experimentação sonora, depende única e exclusivamente de cada um e do seu sentido de refreio. Desejo vai haver sempre, mas acaba por ser o desejo que nos motiva a evoluir aqui e ali para chegar a determinado local... Bom, o erro está aí, é que o objectivo não é o local, pois este é substituído assim que conquistado. O objectivo é a viagem. É a viagem que conta a história e é a história que passa. Dos locais sobram as fotografias turísticas, memórias muitas vezes fúteis e desinteressantes. Por outras palavras, foca-te na afinação do instrumento, em teres a guitarra bem calibrada para as tuas necessidades e gostos, mas isto só se chega lá com experiência. Foca-te em encontrares na guitarra como a ferramenta para a tua arte e não o objecto de desejo que a motivará. Desta forma, tornas-te autónomo do marketing que te é apresentado em todas as publicações sobre estes assuntos e focas-te nas funcionalidades, no som... não na promessa. Procura o útil e não o "fashion". Procura o compromisso entre o que procuras e o que consegues a cada momento...