GANHA 1 pedal Digitech TRIO Band Creator aqui no Forumusica! Consulta aqui o regulamento!

tmo

Moderador
  • #Conteúdo

    4869
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

663 Reputação Excelente

Sobre tmo

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Portela LRS e Benfica... Lisboa, portanto
  • Instrumento
    Guitarra

Quem visitou o meu perfil

3820 visitas ao perfil
  1. Case para pedalboard

    Podes aprofundar a ideia sff?
  2. Case para pedalboard

    ... é uma excelente sugestão!
  3. Case para pedalboard

    Nem é preciso essas mariquices todas, basta uma caixa que feche bem e que mantenha os pedais lá dentro no lugar sem andarem aos saltos. As ligações que uma pedalboard precisa são na grande maioria o input vindo da guitarra, o out para o amp e o power da corrente. Depois, para rigs mais complexos tem-se o método dos 4 cabos, que permite ter pedais à frente e no loop do amp (caso tenha essa possibilidade). No meu caso, como a minha pedaleira é MIDI, apenas preciso de power e cabo MIDI. Pontualmente encaixo um pedal de looper e aí já preciso de mais cabos, mas nada que um multicore da thomann não resolva... São super práticos e evitam a propagação do esparguete no chão.
  4. Pelo que percebi, trata-se de uma colecção de artigos que têm vindo a ser publicados nas revistas mensais da Premier Guitar... ou pelo menos alguns deles. É estarmos atentos, pois este é o volume 1, vêm aí mais certamente.
  5. Pois é malta, deparei-me com um link interessante para leitura aquando de uma visita ao site da Premier Guitar (a propósito de uma review de uma guitarra Mayones). O link (que não é este primeiro) encaminha para a leitura ou download de um ficheiro PDF com umas 58 páginas (ainda não o vi, foi só de relance) sobre assuntos que começam nos acabamentos... Bom, deixemo-nos de suspense, https://www.dropbox.com/s/k9lv1di1kmost9k/Nov17_PG_Ebook_DIYGuitarMakeover_Vol1.pdf?dl=0 Boas leituras...
  6. Para o corpo da guitarra uso papel absorvente, lenços, papel higiénico ou papel de cozinha, o que estiver à mão. Evito químicos. As minhas guitarras são todas com acabamentos cujas reacções químicas desconheço a estes produtos. Umas boas esfregadelas com estes papéis devolvem bons resultados. Na a escala uso óleo de bébés ou de amêndoas doces para hidratação... e uma escova de dentes usada para limpar a porcaria. Chega-me. Os trates também ficam limpos com o óleo e uma esfrega após a aplicação para tirar o excesso. A esfrega é feita com os materiais já referidos.
  7. Começa por tirar as cordas, retira o braço e vai desmontando as partes à medida que vais limpando, isto porque os líquidos têm o mau hábito de se infiltrarem nos sítios mais recônditos. Procura ser meticuloso na limpeza. O que estraga não é o líquido ter entrado em contacto em grande quantidade, mas a permanência deste contacto com os diferentes materiais. Para o caso, não creio que seja agressivo, mas como mais vale prevenir que remediar, desmonta a guitarra e limpa-a bem. Não precisas entrar em pormenores de dessoldar as ligações, apenas de garantir que não vestígios do produto dentro das diferentes cavidades onde possa ter-se infiltrado.
  8. @pgranadas : http://guitarelectronics.com/electronic-parts/pots-volume-tone-blend/pmt-sonic-expansion-controls/ EDIT: @ncarmona portanto, a ver se percebo a coisa, o trimpot (resistência de valor variável) ou a resistência (de valor fixo) têm como objectivo, tanto num circuito paralelo como em série, retirar a força do capacitador e atenuar o seu efeito, é isto? O método do trim pot não é muito simpático para guitarras tipo hollowbody, simplesmente por causa da trabalheira que dá andar a pôr r tirar o potenciómetro do sítio... no entanto, quem quer arranja forma de fazer, claro.
  9. Guitarras estranhas

    Gosto dessa!
  10. Papel higiénico ou de cozinha, nada de material abrasivo. É ir limpando até ficar tranquilo. Começar com panos de algodão, eventualmente...
  11. Local para ensaiar

    não te sei responder a essa pergunta. o melhor é veres as especificações do amplificador.
  12. Guitarras estranhas

    Ormsby, Strandberg...
  13. Já fazem negócio com isto, vendem-se kits e tudo!
  14. Faço parte de alguns grupos do Facebook sobre wiring de guitarras, Mesaboogie triaxis entre outros e aquilo está longe de ser superficial, MESMO. Penso que depende dos grupos. No que respeita a estes, creio mesmo não haver questões supérfluas e as respostas são na sua grande maioria spot on relativamente às questões colocadas.
  15. Os grupos do Facebook e afins redes sociais são a grande competição...