GANHA 1 pedal Digitech TRIO Band Creator aqui no Forumusica! Consulta aqui o regulamento!

tmo

Moderador
  • #Conteúdo

    4874
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

667 Reputação Excelente

Sobre tmo

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Portela LRS e Benfica... Lisboa, portanto
  • Instrumento
    Guitarra

Quem visitou o meu perfil

3823 visitas ao perfil
  1. Case para pedalboard

    @LuisEmanuel... depende das dimensões, não me pareceu teres feito referência às de que necessitas. Se quiseres uma board com 50x30, o contraplacado de 5mm chega para as bases, para as laterais talvez precises de um pouco mais. No entanto, contraplacado de 1cm já é bastante sólido e mais apropriado para maiores dimensões. Atenção que uma board 50x30 é uma coisa pequena, dá para 2 a 3 pedais no máximo (dependendo obviamente das dimensões)...
  2. Case para pedalboard

    Contraplacado marítimo não, sai-te muito mais caro e não é necessário. Eu diria contraplacado normal com 5mm no mínimo de espessura. Com um de 1cm de espessura já estás a adicionar bastante peso, mas ficas com uma caixa indestrutível. Depois pintas com uma tinta esmaltada e está feito, ou forras a gosto... Não usar MDFs, aglumerados/aparites ou platex. A fazer é mesmo com contraplacado, não precisa é ser do Marítimo... pode ser do Vitória de Setúbal... ui, que esta foi completamente ao lado e eu nem gosto da bola... @Desventrar... isso do cortar nos agudos significa que fazem filtro ao sinal, como é que se testam essas coisas com um multímetro?
  3. Desengordurantes... pessoalmente não me metia nisso... Eu insistia no uso de papel absorvente tipo higiénico, de cozinha ou lenços de papel. Um trapo LIMPO em algodão ou flanela também funciona bem. É ir limpando até ficar bom. O administrador é o @xtech, mas se queres alterar as tuas notificações aqui no fórum, vai a: Canto superior direito, clica no teu nick/avatar e selecciona a opção CONFIGURAR NOTIFICAÇÕES. Escolhe as opções que se enquadrarem com as tuas preferências. FEITO Sobre a equipa do fórum, tens em footer de todas as páginas links com essa informação.
  4. Mensinger Custom Guitars

    Os polacos têm uma boa reputação na construção de instrumentos... mas porquê ir para tão longe? Tens tugas por cá a fazer guitarras bem fixes: https://www.facebook.com/daroguitars/ https://www.facebook.com/ruisilvaguitars/ https://www.facebook.com/jpcustomguitars/ https://www.facebook.com/gfguitars https://www.facebook.com/pg/luisfarinhacustomguitars/about/?ref=page_internal ... são os que consigo encontrar, falta-me o António Vinhas cujos contactos na WEB andam perdidos, o Gil Oliveira... entre outros, claro.
  5. new GAS

    Consensual é uma característica tão limitadora no design... Retira-se este factor da equação e nascem coisas verdadeiramente fantásticas. @jlcosta Gostei do " ... fácil ... dificuldade..."
  6. Case para pedalboard

    Podes aprofundar a ideia sff?
  7. Case para pedalboard

    ... é uma excelente sugestão!
  8. Case para pedalboard

    Nem é preciso essas mariquices todas, basta uma caixa que feche bem e que mantenha os pedais lá dentro no lugar sem andarem aos saltos. As ligações que uma pedalboard precisa são na grande maioria o input vindo da guitarra, o out para o amp e o power da corrente. Depois, para rigs mais complexos tem-se o método dos 4 cabos, que permite ter pedais à frente e no loop do amp (caso tenha essa possibilidade). No meu caso, como a minha pedaleira é MIDI, apenas preciso de power e cabo MIDI. Pontualmente encaixo um pedal de looper e aí já preciso de mais cabos, mas nada que um multicore da thomann não resolva... São super práticos e evitam a propagação do esparguete no chão.
  9. Pelo que percebi, trata-se de uma colecção de artigos que têm vindo a ser publicados nas revistas mensais da Premier Guitar... ou pelo menos alguns deles. É estarmos atentos, pois este é o volume 1, vêm aí mais certamente.
  10. Pois é malta, deparei-me com um link interessante para leitura aquando de uma visita ao site da Premier Guitar (a propósito de uma review de uma guitarra Mayones). O link (que não é este primeiro) encaminha para a leitura ou download de um ficheiro PDF com umas 58 páginas (ainda não o vi, foi só de relance) sobre assuntos que começam nos acabamentos... Bom, deixemo-nos de suspense, https://www.dropbox.com/s/k9lv1di1kmost9k/Nov17_PG_Ebook_DIYGuitarMakeover_Vol1.pdf?dl=0 Boas leituras...
  11. Para o corpo da guitarra uso papel absorvente, lenços, papel higiénico ou papel de cozinha, o que estiver à mão. Evito químicos. As minhas guitarras são todas com acabamentos cujas reacções químicas desconheço a estes produtos. Umas boas esfregadelas com estes papéis devolvem bons resultados. Na a escala uso óleo de bébés ou de amêndoas doces para hidratação... e uma escova de dentes usada para limpar a porcaria. Chega-me. Os trates também ficam limpos com o óleo e uma esfrega após a aplicação para tirar o excesso. A esfrega é feita com os materiais já referidos.
  12. Começa por tirar as cordas, retira o braço e vai desmontando as partes à medida que vais limpando, isto porque os líquidos têm o mau hábito de se infiltrarem nos sítios mais recônditos. Procura ser meticuloso na limpeza. O que estraga não é o líquido ter entrado em contacto em grande quantidade, mas a permanência deste contacto com os diferentes materiais. Para o caso, não creio que seja agressivo, mas como mais vale prevenir que remediar, desmonta a guitarra e limpa-a bem. Não precisas entrar em pormenores de dessoldar as ligações, apenas de garantir que não vestígios do produto dentro das diferentes cavidades onde possa ter-se infiltrado.
  13. @pgranadas : http://guitarelectronics.com/electronic-parts/pots-volume-tone-blend/pmt-sonic-expansion-controls/ EDIT: @ncarmona portanto, a ver se percebo a coisa, o trimpot (resistência de valor variável) ou a resistência (de valor fixo) têm como objectivo, tanto num circuito paralelo como em série, retirar a força do capacitador e atenuar o seu efeito, é isto? O método do trim pot não é muito simpático para guitarras tipo hollowbody, simplesmente por causa da trabalheira que dá andar a pôr r tirar o potenciómetro do sítio... no entanto, quem quer arranja forma de fazer, claro.
  14. Guitarras estranhas

    Gosto dessa!
  15. Papel higiénico ou de cozinha, nada de material abrasivo. É ir limpando até ficar tranquilo. Começar com panos de algodão, eventualmente...