exmusico

Membro
  • #Conteúdo

    357
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

81 Reputação Muito Boa

1 Seguidor

Sobre exmusico

  • Aniversário 01-01-1976

Informação de Perfil

  • Sexo
  • País
  • Cidade
    Lisboa
  • Instrumento
    Piano/Orgão

Quem visitou o meu perfil

1995 visitas ao perfil
  1. Aplicação para PC - Produção

    O BB é um espécie de arranjador em Software. Tem pouco a ver com um sequenciador estilo Cubase... O que se faz é dar acordes e ele faz a musica. Tal e qual um arranjador normal teclado.
  2. Que instrumento é usado neste som? (para instrumental remake)

    Eu acrecentaria que pode se um "motion pad" e não apenas um pad O som "abre" Ou então um Pad seguindo duma abertura do filtro ( aka rodar o botaão do cut off ou resonencia - nunca se sabe) Estes sons são fáceis de fazer em Korg trinity tritons etc. É tiro e queda. Em soft synth: talves o Absynth.
  3. Que Teclado Têm?

    Estás bem equipado Uma pergunta: no Bk9 consegues ter pads de fundo nos ritmos em modo continuo sem haver uma interupção no final dos compassos do pattern?
  4. Ando há anos para arranjar um K4 mas o único que há no OLX está pela hora da morte ( tendo em conta ser um mísero rompler)... Epá programação FM é das coisas mais inúteis que podem existir. Com as resmas de palettes de pachs bem programados que existem no universo é preciso não ter mesmo mais nada que fazer para programar novos... Ou então por divertimento mas para isso é que um gajo toca... A mim sempre me fez confusão alguns teclistas ( não digo que seja o teu caso) que perdem dias a programar o som Xpto ( seja do que for) e depois qd é para executar uma frase musical o resultado é sofrível. Vê-se bastante ao vivo em que se percebe o cuidado na selecção e programação do timbre mas depois a execução não corresponde.
  5. Sincronização MTC ao vivo

    Epá grande ideia que me deste!!!! Nem me lembrava que tinha uma camera Hi8 encostada. É bem capaz de dar aquele efeito amador antiquado como se quer. So me falta o fardamento e o penteado com crista à anos 80!!
  6. Sincronização MTC ao vivo

    Não aparece nada no link.... A ideia não é ganhar dinheiro é mesmo just for fun.
  7. Está certo mas um teclado Yamaha da linha DX ( por exemplo) é um instrumento musical que interage com o músico ( mal ou bem) tem teclas de altíssima qualidade e um circuito analógico de accionamento dos controlos ( sons notas) sem latência. Ou seja tocas na tecla e sai o som. Nos VST, tens o controlador, o circuito integrado manhoso do controladores, vai ao PC, tene o software, tens o VST a corrre, depois tens a placa USB ou outra , os converters e finalmente sai o som. O tempo suficiente par se perder totalmente a pica , sobretudo em sons de ataque elevado, elec piano, leads et . Em pads não se nota tanto.
  8. Sincronização MTC ao vivo

    Obgd! Vou testar isso nas férias. Como tenho vários PCs penso que o problema da gravação final não se coloca até pq a mesa tem saída USB. Agora tenho o problema do video e das câmaras... Isto to YT tem um certa logística!
  9. Tem bom aspecto mas é muito fraco na qualidade do toque e feeling. Já o modelo de topo da Nektar é sofrível... ( testei-os na FIL em Maio) Serve o propósito de quem nunca tocou num teclado decente. Por exemplo a linha M-audio ( que tb é fraca) consegue ser melhor que esses Nektar. Decente é contar no mínimo 300 e tal Euro. Para quem leva o assunto a sério e quer usar o controlador como instrumento principal, é a opção melhor a longo prazo.
  10. Sincronização MTC ao vivo

    Estou aqui a planificar um sistema híbrido para fazer umas gravações ao vivo para o youtubas a pedido da família e amigos. :-) O setup é o seguinte: 1) computador 1 com linha de bateria previamente sequenciada 2) Sintetizador hardware com arpegiador para baixo 3) Sintetizador Hardware para solo ( com ou sem arpeggios automáticos - depende) 3) Controlador Midi para controlar um sintetizador VST no computador 1 A questão é a seguinte: se eu quiser isto tudo sincronizado no tempo, basta ligar tudo em cascata em midi ou preciso dum dispositivo MTC externo? Tenho noções básicas da coisa mas antes de me perder a inventar e a perder tempo a experimentar, prefiro começar já com as coisas planeadas. Outra questão: Esta tralha toda vai ligar a um mesa de mistura analógica da beringas como converter 48Khz 16 bits saida USB ( acho) e o resultado final é para ficar bem à primeira. Não há cá gravador multi pistas nem nada que não tenho tempo para marquises de edições. Será que posso gravar tudo real time no computador 1 ou é melhor um 2º computador só para gravar? Não queria comprar nada pq já estourei o budget este ano em material e software ( há malucos que compram software) P.S. o tipo de som é olhar para o avatar. Dei um guinada e passei do funk para a electronia 70/80. Podia dar-me para pior.
  11. Dentro do low cost ( tenho dezenas deles) acho que os melhores que apanhei são Philips. Mas é sempre uma lotaria. Não existe regra absolutamente nenhuma... Mesmo comprado 2x da mesma marca, nada garante que da 2ª vez levem um produto mau... depende das "fornadas". Mauzinhos ( no sub 15€) são os Sony e Sennheiser. Lixo puro...
  12. Samples, KONTAKT e opiniões.

    Acabei por comprar na "promoção" deste ano. Komplete 11. Vou precisar de anos para ouvir todos os pressets... Assim à primeira vista consigo destacar o Piano Gentleman simplemente pq soa muito bem melhor que os pianos que vinham com o Kontakt. O Vintage Key ( clavinet, rhodes etc) é impecável mas o meu PC já não aguenta tanto processamento. Mas, mesmo assim, o Kontakt já estava bem servido a este nível. Massive: brutal. Não conhecia ( apesar de antigo) acho que substitui qq sintetizador pseudo-analógico dos que andam por aí a a 700/800€. Na boa para tocar ao vivo. Absinth: meehh : soudscapes, pads e atmosferas muito longe ainda de um Korg de 199X. Kits de Bateria: tem tudo. Desde o acústico ao analógico é uma biblioteca simplicíssima. Nota: isto é só ponta do icebergue. Aquilo tem tanto plugin que nem daqui 1 ano os consego explorar todos... Em resumo: para quem já tem muito hardware e quer ter novos sons, o Komplete é um mundo por explorar.
  13. Técnicos, engenheiros e estúdios.

    O Canoa é extremamente honesto. Admite várias vezes que foi paitrocinado... É assim e temos de lidar. Faz bem em aproveitat essa folga e ainda bem que pode. Vinha esta manhã no carro a pensar numa cena sobre esse estúdio. Na realidade, o Canoa ( pai) merecia uma estátua pq está a oferecer um estúdio fora de série ( acusticamente falando) a preço da uva mijona. Acaba por subsidiar quem la vai gravar indirectamente... Assim parece. Pelas minhas contas apontaria para algo em torno dos 300K, com 1500€ semana com margem limpa de 40% dá 600€. Divide por 300K e por 52 dá 10 anos para ter o retorno de investimento admitindo 100% de ocupação. Plano B: vender a um camone chei0 dele por 500 ou 600K . Aí sim... Faço a vénia ao pai do Canoa.
  14. Programas de ópera anos 70 e 80

    Digitaliza e mete no Youtube. Não me parece que tenha valor comercial...
  15. Técnicos, engenheiros e estúdios.

    se deu 50000€ por aquelas colunas imagino qt enterrou nesse projecto paí uns 250 ou 300 mil Euros mas está espectacular... Um sonho.