q_bass

Membro
  • #Conteúdo

    30
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

0 Reputação Neutra

Sobre q_bass

  • Aniversário 19-02-1961

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Telemóvel
    919128664
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Porto
  • Instrumento
    Baixo

Quem visitou o meu perfil

2585 visitas ao perfil
  1. Procuro músicos para covers anos 80/90 punk/new wave

    Então, ninguém?!...
  2. Olá, vivi esse período musical. Não sei bem o que se pretende, gosto de cantar. A única experiência que tenho, para além do ocasional Karaoke é um ano em aulas de canto, na escola de rock do Porto.

    Não sei qual é o local de ensaio, mas pode ser divertido. Podemos encontrar-nos e ver o que dá. Se correr bem, podemos então decidir o que queremos fazer juntos... Senão, tudo bem, sem stress...

     

    Abraço,

    Luís

    1. q_bass

      q_bass

      Viva Luís,

      Obg pelo teu retorno. Acho que devíamos encontrar-nos sim e falar. Esta semana deverei ter disponibilidade na sexta de tarde, até cerca das 20:00. Qual a tua?

      Abc. Ulisses

    2. lufil

      lufil

      Viva Ulisses,

       

      Obrigado por responderes. Moro em Ermesinde, apesar de passar a maior parte do tempo em Gondomar.

      6ª feira parece-me bem.  Em que local?

       

       

  3. Trintôes, Quarentões e cinquentões de #Felgueiras, #Lousada, #Lixa, e por aí... Que tal um alinhamento para tocar aquelas musicas e canções que nos trouxeram para esta vida da música, entre 70 e tais e 90 e pouco? Pode haver alguns originais de gavetão também. Tragam sugestões, a vossa mestria, voz, os vossos machados, guitarras, bateria, teclas, eu dou o baixo, algum material e a sala da curtisom! Ah! A ideia é mesmo dar concertos, leve o tempo que levar a ensaiar os mais enferrujados. \m/
  4. Pessoal old school (quero dizer 'vintage') para tocar? Há aí alguém?... 

  5. https://plus.google.com/101073485623532329337 "Boulot é um grito. Um grito contra a rotina. Contra as pessoas que, recebendo um pouco de poder, pensam que são melhores e mais dotadas que os outros e se acham no direito de dominar e intimidar... " Os Karma, apesar de terem uma mensagem com conteúdo e forma bastante originais, tiveram vida e obra curta, entre 2011 e 2014. Para além das razões para tão curta viagem, ficou este registo (de edição privada) que, embora sem distribuição logística, ficou disponível online para a prosperidade no youtube. Caracterizaram a banda algumas circunstâncias curiosas, senão assimétricas, como o facto de o seu baixista e baterista serem, respectivamente, pai e filho; o vocalista e letrista, um jovem francês, rendido ao apelo e virtudes da cidade do Porto, o compositor, autor e guitarrista, virtuoso, muito original e eclético tanto na forma de tocar como de criar, tendo conseguido integrar e rentabilizar nas suas composições as diferentes influências projectadas por cada um. A sonoridade que se foi desenvolvendo ao longo de dois anos de ensaios com a formação completa, até ao concerto no Hard Club em Junho de 2014, resultou numa verdadeira fusão de rock, rap-rock, nu-metal/ progressivo, funk, ska, reggae e hip-hop. https://www.youtube.com/watch?v=dZOMRNdVts8