resolectric

Membro
  • #Conteúdo

    5393
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

1194 Reputação Brutal

5 Seguidores

Sobre resolectric

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Viana do Castelo
  • Instrumento
    Outro

Quem visitou o meu perfil

6412 visitas ao perfil
  1. FullTrack - Candle of Life

    Uma das coisas que mais repito quando o pessoal "stressa" durante a produção de um disco.
  2. Omie Wise - Make a Knot

    Sim, sim! Há uma história em "capítulos", narrada nas letras das músicas. Algumas das faixas do álbum são contínuas também, mudando o número de faixa mas sem interrupção no som. Para quem aprecia o género ou gostar do que ouve nestes dois singles, é capaz de ser boa ideia comprar o CD pois tem uma capa bem bonita, com belíssimos desenhos, letras, etc. É uma edição bastante limitada portanto, podemos estar perante um futuro coleccionável.
  3. FullTrack - Candle of Life

    Obrigado em meu nome e da banda. Quanto ao video, oh pa... o pessoal faz umas coisas giras assim meio de improviso, sempre com imensa boa vontade e às vezes até com material excelente mas isto é como a música; um tipo faz em 6 dias as produções que os americanos fazem em 4 meses. Na realidade nós, os portugueses, somos uns porreiraços otimistas e divertimo-nos imenso com isto. Já tive contacto com ingleses ou americanos em ambiente de estúdio e os Egos são integralmente com letra maiúscula, a competitividade, mesmo dentro de uma banda, é sanguinária e o aspecto comercial é ditado de uma forma premente. Meter advogados para garantir que a produção dá sucesso, é normal Nós (eu, tu, os Fulltrack e a malta que aqui anda) somos altamente! Uns curtidos!
  4. FullTrack - Candle of Life

    @Antonio, não foi usado. Houve "editing" de vozes mas mais por questões de tempo e de fraseado e mesmo assim, sempre em questões muito ligeiras. A parte da gravação de voz que deu mais trabalho foi na reestruturação de partes das letras, para as aperfeiçoar e na dicção, para tornar o inglês mais "duro" (agressivo) e menos "escorregadio". Às vezes era um bocadinho "texano" e a coisa perdia impacto rocker. Agradeço sinceramente teres ouvido o tema e comentado. Estou certo que a banda também apreciará.
  5. Omie Wise - Make a Knot

    Segundo single:
  6. FullTrack - Candle of Life

    Os FullTrack de Braga (e arredores) passaram por aqui para gravar um álbum que acaba de ser editado. Reel-to-Reel é o título e este é o video para o primeiro single.
  7. Técnicos, engenheiros e estúdios.

    Realmente, com aquele "tratamento acústico" tem mesmo de ter os monitores assim, quase encostados à cabeça. Imagino as ressonâncias e os "flutter" que aquela tralha toda causa! Mais uma vantagem de ter tanto "gear": não imagino se estou a ouvir algo de bom ou algo de mau. Vou meter mais um processador e pelo menos fica diferente.
  8. Comparação de Microfones - Audio Test Kitchen

    Eu ainda não experimentei nem uma dúzia mas fui logo à procura dos meus favoritos, comparando-os com os que conheço. Confirmei que devia mesmo ter um Sony C38B e um Audio Technica 5040. Este último confirma-se como um grande microfone. Tem também o "valor acrescentado" de ser uma inovação em termos de desenho das cápsulas - quatro cápsulas rectangulares. Uma daquelas raras invenções que funcionam, num mundo (como o dos microfones) onde já não se está à espera de nada de novo. Afinal, havia ainda espaço para uma inovação! Comparei também dois dos microfones que conheço, para confirmar se reconhecia as diferenças entre eles e de facto, no site soaram como esperava e com as diferenças que esperava (Audio Technica AT4033 e Neumann M149). Só tenho pena que ainda não estejam disponíveis os meus adorados Beyer Dynamic!
  9. Comparação de Microfones - Audio Test Kitchen

    O meu amigo Alex Oana lançou este website para teste de microfones: www.audiotestkitchen.com Recomendo a visita e alguma exploração, tanto para os que estão à procura de algum microfone como para os que são "simplesmente" curiosos. Foram usados centenas de microfones, colocados com precisão (medições e alinhamentos por laser) à frente de várias fontes sonoras. Podemos escolher os microfones que pretendemos ouvir, escolher o tipo de música ou o instrumento e fazer comparações entre vários modelos. Tudo isto no conforto da nossa casa, ou no estúdio, com os nossos monitores. Transcrevo aqui uns parágrafos de algo que o Alex Oana escreveu (em inglês) sobre este site que se estreia hoje (10 de Outubro, 2019) na sua versão completa. Tem estado online para testes mas a partir de hoje está, oficialmente, tornado público. Obrigado a todos!
  10. Qual amplificador devo escolher

    Tive aqui uma banda a gravar com um Fender Rumble 100 alimentado por um Baixo Fender Jazz Bass e não fiquei especialmente impressionado. Na mesma gravação usámos também um BassBreaker 15 (com o mesmo Baixo) que soou muito melhor para a gravação. Ainda assim, o fullrange Peavey Combo 300 deu baile a qualquer deles. Só que, claro, são épocas diferentes. Isto não te ajuda muito mas como até agora não estavas a ter sorte em obter uma resposta ao teu post, talvez por ninguém ter experimentado/comparado exactamente os dois amps que referes, talvez assim te encaminhe para uma opção. Se é que ainda não decidiste. Bem vindo ao Fórum!
  11. Melhores plugins ( Pagos e Free)

    ... aqui está mais uma sugestão para uns plugins que podem ter interesse para alguns utilizadores: neste caso são desenvolvidos aqui ao lado, na Catalunha, pelo Mario Nieto: https://gumroad.com/marionietoworld ...entre outros.
  12. ...eka. Um sint obscuro, quase desconhecido e que é capaz de deliciar muita gente. Principalmente porque não faz nada de especial e por isso, quase ninguém o usa. Também por isso, permite alguma originalidade. Sempre é melhor do que andar toda a gente a fazer a mesma merd@. Usem o Merdeka e sejam diferentes! Grátis e de borla; dois em um! https://www.kvraudio.com/product/merdeka-by-xoxos#
  13. Tendências e futuro da música

    Gotcha! Isso sim, o espaço para caber tudo o que se quer gravar é importante. Se calhar até é mais importante do que o espaço com a "acústica ideal" mas aí a conversa já se complica. A "acústica errada" pode levar ao aparecimento de outro som, de outro disco e talvez até, de algo surpreendentemente fenomenal. E se me desculparem estar sempre a referir este senhor (Daniel Lanois) está aqui um video que vem a propósito: o Lanois a dar instruções de produção ao Brian Blade (é preciso ter lata para dar instruções ao Blade...) e a gravá-lo numa sala de estar transformada em estúdio, sem régie. O resultado disto é uma das baterias mais fantásticas que já ouvi e a que o som do Youtube não presta justiça nem a 2%.
  14. Tendências e futuro da música

    Pois, o Martin Hannett. ...e o Phil Spector, o Daniel Lanois, o Rick Rubin, o T Bone Burnett, o Quincy Jones, o George Martin, o Joe Meek, o Sam Philips... desconfio que só ocasionalmente agradaram aos "clientes". Felizmente.
  15. Tendências e futuro da música

    Não concordo. Se o Produtor tem de se limitar a agradar ao artista então o artista é o Produtor e só precisa de técnico de som. O Produtor só será Produtor se tiver o seu próprio som, a sua "assinatura sonora", um estilo que o defina e distinga de qualquer outro mortal comum. Para ser inócuo deixa de ser Produtor. Passa a ser um placebo, uma injecção de água com açúcar.