Hipster

Membro
  • #Conteúdo

    9857
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%

Tudo postado por Hipster

  1. O Grande Tópico Das Encomendas

    Não sei se isto vai ter viabilidade, mas espero que compreendam a ideia. Estou certo que existem, tal como eu, várias pessoas que gostariam de recorrer a material DIY mas que não têm a disponibilidade a nível de tempo para se dedicarem a uma actividade tão exigente a nível de prática e de detalhe como esta. No meu caso nem sempre procuro coisas mais em conta mas sim coisas com características que não existem facilmente no mercado. Também sei que há bastante gente aqui com a capacidade de realizar projectos DIY com bastante qualidade e (suponho) que volta e meia procuram um novo desafio. Gostaria, se possível, que esta thread servisse como uma espécie de meio de comunicação entre quem precisa destas coisas e quem as faz. Alguém faria um pedido (como o meu que está mais abaixo) e se alguém se quiser disponibilizar a fazer, responda para se combinar detalhes, como o custo e para tirar dúvidas sobre o que se quer exactamente, visto que quem não percebe do assunto normalmente não sabe que informação é relevante. O headbang pediu-me para ir fazendo a manutenção do tópico se isto for para a frente. Portanto no post inicial vou pôr os pedidos que se forem fazendo e se já foram respondidos ou não. Se notarem alguma coisa errada (pedidos já respondidos e não actualizados), por favor contactem-me para fazer a actualização. Pedido por: darkstriker Estado: Por responder Pedido por: Lu Batera Estado: Por responder
  2. The New Pedalboard topic

    Podes não acreditar, mas não tenho grande hábito de olhar a marcas quando as coisas fazem o que é esperado delas. Neste caso este Mooer é um Rat em tamanho mini (portanto que cabe no que sobra da board) e com um chip LM308. Que eu conheça não há outro clone do Rat com um LM308 deste tamanho
  3. The New Pedalboard topic

    E pronto. Agora completa. Demorou um bocado mais mas tenho estado distraído com os botões e as luzinhas da música electrónica. Nas últimas duas semanas também tinha andado a pensar em comprar um Throttlebox para meter em vez do Black Secret, mas não só este faz o trabalho bem quando empurrado pelo Klon como também isso implicaria perder a aposta com o meu baterista de "não comprar gear de guitarra até 26 de Agosto de 2016".
  4. The New Pedalboard topic

    Eu usava a M13 na frente do amp e francamente também não notava nada de errado no som.
  5. The New Pedalboard topic

    Estou a adorar a minha. A facilidade que e' encaixar midi e controlo de expressao analogico num so pedal mais a flexibilidade de programar cada um dos botoes para fazer o que se quiser... Programar as coisas e' um pouco trabalhoso mas nao e' complicado. Seria ideal se tivesse uma forma de programar no computador e mandar para la, tipo as H9, mas admito que para baixar o custo teve que se sacrificar alguma coisa. E falando de H9, de repente quadriplicou a flexibilidade das minhas H9. Que mimo.
  6. EHX 22500 Dual Stereo Looper

    Nem acredito que isto não é controlável por midi.
  7. The New Pedalboard topic

    Okay, há progressos. Mas ainda falta muito trabalho. Imagino que fique completo por alturas do natal, que agora é para fazer uma pausa na hemorragia da conta bancária. Para o lado direito em baixo está no correio um pedal de expressão da AMT. O meu antigo da Line6 só tem ligação TS e a ES-8 precisa de ligação TRS. Doh. Para fazer o I/O da board vem aí um CincoCinco da GigRig. Os cabos não estão obviamente todos trocados. Prioridade é mais dois packs de cabo e 10x jacks da Lava Cables para acabar isto. O KOT vai sair dali em benefício de dirt mais pesado. Ainda não decidi qual... estou a pensar no Skreddy Lunar Module ou no VFE Alpha Dog. Talvez os dois, se passar o Pickup Booster para a parte debaixo da board em stealth mode. O HOG está a começar a ser usado para algumas músicas da banda. Se isso acabar por assentar, vai para a eBay para trocar por um HOG2, que é 100% controlável por midi. De resto está catita e soa bem
  8. The New Pedalboard topic

    Chegou a minha ES-8. Ainda bem que hoje comecei também um mês de férias. Isto vai ser interessante.
  9. The New Pedalboard topic

    Existe algum Skreddy Lunar Module Mini Deluxe usado 'a venda na Europa?
  10. The New Pedalboard topic

    Uso para tremolo. Neste momento nao tenho outros algoritmos ainda (estou interessado no Phaser e no Rotary). Nao uso chorus porque nao gosto do efeito, nao porque o da H9 seja mau.
  11. The New Pedalboard topic

    Demasiado. Esta 'a venda na Mr Jack. Custam um balurdio, mas ja tenho o RE-20 vendido e o Flint e a M13 estao 'a venda, por isso recupero mais de metade do prejuizo. E e' realmente um upgrade grande. Se nao houver restricoes de orcamento vale mais a pena comprar a versao Max que a versao normal. A Core so vale a pena se for a segunda H9 ja que os algoritmos ficam disponiveis para todas as H9 registadas na mesma conta (da para ter ate 5 registadas). Mas na ebay comecam a aparecer Maxs "mais baratas" de malta que comprou e acho que era demasiada coisa para eles.
  12. The New Pedalboard topic

    Okay. Depois de 4 dias a tocar literalmente 4 horas por dia com as H9, isto é a melhor peça de equipamento que eu podia ter comprado. É perfeito para quem gosta de cenas ambientais e experimentais. Os algoritmos são bem menos óbvios e muito mais flexíveis do que aparentam. Para quem tem uma vale a pena seguir a thread dos settings da H9 no Gear Page e no fórum da Eventide. Há pouco encontrei os parâmetros para um delay praticamente igual ao da Lucky dos Radiohead, portanto um tape delay com saturação quanto baste e a oscilar. Também rapidamente descobri que os reverbs substituem o meu HOG, pois com o pedal de expressão dá para fazer freeze ao acorde que se está a tocar, com a vantagem de ficar imediatamente misturado com o reverb e permitindo usar delay para tocar por cima. Para isto basta uma H9. Usando a segunda antes as possibilidades são imensas. O algoritmo do Resonator é incrível também, criando um efeito que lembra uma sítara lá bem no fundo e misturada com o reverb. Lá para o fim de semana quando tiver isto um bocadinho mais dominado posso gravar uns exemplos e meter aqui. Ainda estou curioso de a experimentar em stereo, mas para já... woah. Algumas das músicas da banda vão ficar a soar diferentes para melhor
  13. The New Pedalboard topic

    Mais ou menos. Tem efeitos bem mais complexos que a M5. Especialmente a nível dos reverbs e pitch shifters. É um bocado um luxo/capricho. Não é preciso tanto. Mas soam muitíssimo bem, integram-se bem nas músicas que já tenho e abrem algumas portas que vale a pena explorar. E quando sair o switcher da Roland isto vai ficar mais interessante. E entretanto hoje no ensaio decidi que o Bogner Red foi um erro e vai voltar para a loja. E o Flint vai ser vendido.
  14. The New Pedalboard topic

    Não. É um normal e um Core. Entretanto o outro guitarrista da minha banda vai comprar um Max e eu passo os efeitos para a minha. Mas para ser totalmente sincero a normal já tem tudo o que eu preciso para as musicas que tocamos e para o que andamos a trabalhar. Quase prefiro ir adicionando coisas aos poucos para não me perder a explorar.
  15. The New Pedalboard topic

    Aqui para estes lados houve substituições ao intervalo
  16. Hobby Dilema

    Eu tenho dois amps em casa que praticamente so sao usados para tocar ao vivo. Em casa toco como a minha velhina Toneport (agora sao as Pod Studio, se nao me engano) que tenho desde ai 2006 ou 2007. Tenho os model packs todos e tem montes de opcoes. Nao demorou muito tempo a estabilizar em dois presets, um baseado num Vox AC30 e um Deluxe Reverb e outro baseado num SLO-100 e um Uberschall. Nunca mais usei os outros presets e recentemente apaguei tudo menos os dois que usava. Com bons phones ou bons reference monitors soa bem o suficiente para praticar, para escrever musicas e para gravar no computador sem sentir grade comichao de estar a usar digital modelling. A moral da historia e' que nao ha tal coisa como "demasiadas opcoes". Isso e' uma maneira de dizer "nao sei o que quero". Sugiro que em vez de tentar encontrar o som exacto de cada uma das musicas que estamos a aprender ou do nosso guitarrista favorito dessa semana que se escolha um som (ou dois no maximo) e se toque TUDO com esse som. Da para ajustar o nivel de ganho com o volume da guitarra. Facil e indolor!
  17. Nascidos numa noite fria de Fevereiro de 2014 num pub em Stratford, Londres, Reino Unido, os Under the Sun são um conjunto típico do multiculturalismo de Londres. Liderados pelo vocalista e pianista australiano Derryn McMaster, a banda conta ainda com Darren Hughes, Rob Lewin, Phil Matejtschuk e Filipe Estácio. É uma banda adulta, dedicada a compor as canções que são simultaneamente acessíveis ao público em geral e que contenham detalhes que revelam as suas influências. O EP de estreia, Neither Here Nor There, tem data de lançamento prevista para 28 de Fevereiro, dia em que a banda pisa pela primeira vez o palco do mítico Barfly em Londres, rampa de lançamento para alguns dos gigantes do rock britânico. O registo da banda foi gravado nos Resident Studios e trabalhado por Paulo Miranda (AMP Studio, Viana do Castelo, Portugal) que assinou a mistura e a masterização e que mostrou uma enorme dedicação ao projecto. Por enquanto o single de estreia, Place, pode ser ouvido através do site da banda ou no canal do SoundCloud.
  18. Place - o single de estreia dos Under the Sun

    E entretanto no sábado passado (28 de Fevereiro) foi o lançamento do EP. Num concerto com certa de 100 pessoas na audiência fizemos a apresentação do nosso trabalho e colocámos à venda uma edição limitada de pulseiras USB com as canções em formato wav e com a promessa que em futuros concertos ofereceremos conteúdo novo aos donos das pulseiras. Podem escutar o EP no Spotify: Under The Sun – Neither Here Nor There (EP) ou através do site oficial.
  19. Pedais provocam GAS(es)

    Se é para usar só um efeito não vale a pena
  20. Pedais provocam GAS(es)

    Bom. Despachei 4 pedais que tinha aqui atirados por £300. Agora falta-me vender o RE-20 e o Flint enquanto vem um Bogner Ecstasy Blue, dois H9 e se o Boss ES-8 se revelar fazer exactamente o que eu queria então temos a pedalboard 3.0 daqui a um par de meses.
  21. No Reino Unido precisam de licencas, geridas pelo equivalente das juntas de freguesia locais. Cada uma tem requisitos diferentes, algumas fazem audicao outras nao. Mas um musico decente consegue ganhar mais de £100 por dia na rua, por isso certamente vale a pena.
  22. Facebook aperta o cerco

    Portanto essencialmente o facebook quer que as bandas tenham uma aproximacao mais pessoal aos fas, em vez de ser so "COMPREM O NOSSO ALBUM"? Nao me parece totalmente mal.
  23. Novidades NAMM 2015 - Pedais!

    Ahah, fair enough. Um bom exemplo da importancia de usar os termos certos.