GANHA 1 pedal Digitech TRIO Band Creator aqui no Forumusica! Consulta aqui o regulamento!

EscolaMusicaVC

Membro
  • #Conteúdo

    49
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

0 Reputação Neutra

Sobre EscolaMusicaVC

Informação de Perfil

  • Instrumento
    Outro
  1. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    A questão é que, para começar, uma guitarra acústica é leve e barata, leva-se para o parque de campismo nas férias, impressiona as miúdas, dá para tocar uma linhas reconhecíveis sem mais instrumentos... O baixo tem mais aparato, e se é um instrumento menos visível e conhecido, menos conhecido ainda é o baixo acústico... Mas voltamos à questão de fundo: falta cultura do instrumento, das suas capacidades e possibilidades. Dito pelos nossos professores de guitarra, qualquer um pega num baixo e faz uma linhas para "safar", mas cultura de baixo só um baixista tem. Eles próprios afirmam que um baixista tem uma lógica de abordagem, uma técnica e capacidades muito específicas. Pensamos que é isto que falta transmitir aos miúdos...
  2. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    Pois, imagine-se este tema sem a linha de baixo!... Combo III - Californication
  3. Aulas de Musica para Crianças (4 anos)

    Boa tarde, Concordamos totalmente com a opinião de que os cursos de iniciação da Yamaha são excepcionais! Na nossa Escola oferecemos o JMC (Junior Music Course) e o EMC (Elementary Music Course), incluindo com horários ao sábado de manhã. São Cursos que permitem um crescimento sólido e constante e que contam com a larga experiência de ensino da Yamaha. Em qualquer caso é sempre preferível experimentar uma aula para verem exactamente a dinâmica e o tipo de aula que é, até porque tem a particularidade de um adulto fazer todas as aulas com a criança. Abraço.
  4. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    Não podemos comparar Escolas financiadas pelo Estado com as que não são. E também não podemos comparar os custos de aulas individuais com os custos de dar aulas a uma turma de 20 ou 25 alunos. Mas não estamos a falar sequer de falta de alunos: felizmente, e apesar do contexto, crescemos muito este ano. O que aqui estamos a discutir é o facto de, em 93 alunos, apenas termos um de baixo inscrito... Abraço. Eu mesmo precavi-me antes de fazer a comparação. Não é uma comparação para ser levada à risca, mas do ponto de vista da utilidade económica, é completamente válida.Ainda que se compare com cursos não financiados pelo estado, acho os preços na sua generalidade abusados. Não estou a criticar em particular a vossa escola porque não a conheço. Se tiveram crescimento de alunos, óptimo. Pensava que o país andasse pior do que realmente anda, então. De resto verificar que formação equivalente a um curso profissional(?), ao 12º ano(?) é brutalmente mais cara que formação superior (no meu caso com qualidade e posso até dizer, com garantias) é algo que me espanta. A falta de baixistas deve-se aos mesmos motivos de sempre. Desde os primórdios das bandas rock que faltava sempre baixista e até por vezes um dos guitarreiros é que tinha que ocupar o lugar. One man, one man's opinion. Cumps Sim, claro, estamos apenas a trocar ideias sobre estes fenómenos. O facto da nossa Escola estar a crescer deve-se a especificidades nossas, não pensamos que seja algo generalizado a outras Escolas de música. O que é generalizado a outras Escolas é a escassez de alunos de baixo. Gostámos dos argumentos já aqui apresentados, sobretudo os relacionados com a dificuldade em começar a aprender música no baixo. Mas também concordamos que falta alguma cultura geral em relação à música, à sua estrutura e a conhecimentos de outros géneros musicais para além do pop/rock. Se pensarmos que a formação básica no jazz terá de incluir um contrabaixo ou um baixo eléctrico talvez esse problema não existisse se se ouvisse mais este género musical..
  5. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    Não podemos comparar Escolas financiadas pelo Estado com as que não são. E também não podemos comparar os custos de aulas individuais com os custos de dar aulas a uma turma de 20 ou 25 alunos. Mas não estamos a falar sequer de falta de alunos: felizmente, e apesar do contexto, crescemos muito este ano. O que aqui estamos a discutir é o facto de, em 93 alunos, apenas termos um de baixo inscrito... Abraço.
  6. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    Nao me admira que hajam poucos alunos ,a preços destes.... nem na escola de jazz.. A notícia de que uma Escola de Jazz como a JBJazz está com este tipo de problemas é realmente incrível e preocupante. Quanto ao valor do Curso creio que se deve ao grande número de cadeiras e de se tratar quase de um curso de especialização. Mas fica a deixa: para quem quiser fazer uma aproximação ao jazz com qualidade sem o peso das horas (e na carteira...), podem vir experimentar o nosso curso de Jazz. São 3 horas por semana e incluem aula individual de instrumento (no caso do baixo o prof. é o Bernardo Fesch que tem tocado com o Alexandre Frazão), aula de Formação Musical e aula de Combo Jazz. O valor para o primeiro ano é de 130€.
  7. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    Pois, já nos tínhamos apercebido que não éramos caso único... Muitas das razões já foram referidas, mas achamos difícil explicar a discrepância tão notório entre alunos de outros instrumentos e os de baixo.
  8. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    No meio disto tudo temos cinco aulas de combo por semana e baixistas garantidos apenas em duas... Gostariam de participar nestas aulas? Os horários que temos por preencher são: 4as às 18h 6as às 14h30 ou às 18h30. O nível não pode ser propiamente inicial... Estas aulas são dirigidas por músicos profissionais. A Escola tem excelentes condições, incluindo baixos e amplificador de baixo. Estamos perto da Estrada de Benfica, junto ao Hospital da Cruz Vermelha. Se quiserem enviem um mail para a Escola a manifestar interesse e depois vemos como podemos combinar. Vamos lá a melhorar a cultura musical desta malta para mostrarmos a importância do baixo.
  9. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    Pois, a questão está bem resumida. O curioso é que uma das nossas dificuldades está exactamente nas aulas de combo. Estas aulas proporcionam uma aprendizagem diferente e rica precisamente porque permitem tocar em contexto de banda. Mas sem baixistas não conseguimos montar combos com a qualidade que queríamos e acaba por ser o professor a asseguarar o baixo... E temos professores de canto, bateria, trompete e guitarra a tocar o baixo... Sabem imenso de música e seguram facilmente a aula, mas não é a mesma coisa...
  10. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    Nesse aspecto somos uma Escola um pouco diferente porque funcionamos sobretudo com aulas individuais e a falta de evolução de um aluno chama-nos de imediato à atenção e "atacamos" o problema. A falta de visibilidade do baixo poderá ser, de facto, o grande problema... Mas na escola onde dá aulas também tem o problema de falta de baixistas? É que temos percebido que a coisa está, de facto, muito generalizada...
  11. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    A sugestão é interessante. O que planeámos foi uma aula aberta de baixo na Fnac Colombo no sábado de 29 de Outubro às 18h30 e convidar todos os nossos alunos a estarem presentes. Quem irá dar a aula é o nosso professor de baixo e pode ser que consigamos aliciar alguns para esse instrumento. Tentaremos igualmente fazer um workshop de iniciação em breve no espaço da Escola. A questão do destaque é importante, sobretudo porque os miúdos nestas idades gostam é de brilhar e fazer solos. Mas será que há mesmo ignorância em relação à importância do baixo?
  12. Porquê a escassez de baixistas nas Escolas?

    Gostava de lançar uma questão e o porquê de uma constatação: Todas as Escolas de Música que vamos conhecendo têm um problema crónico de falta de alunos de baixo... Para vos dar uma ideia, a nossa Escola tem mais de 90 alunos e apenas dois de baixo. De guitarra, por exemplo, temos 25. E o professor de baixo que temos é simplesmente brilhante, com óptimo CV e a dar aulas. Achamos por aqui que o baixo é muito subestimado. O baixo é fundamental para segurar qualquer banda, é o chão que agarra a música e lhe cria uma identidade. Porquê esta escassez? Sabemos que a nossa Escola do Porto e outras na zona de Lisboa constatam o mesmo. Conseguem ajudar-nos a perceber este fenómeno? Cumprimentos,
  13. Iniciamos oficialmente as aulas a 12 de Setembro! As inscrições já estão abertas. É tão fazer música! :)

  14. Jb Jazz Ou Hot Club

    Tens razão, serviria pelo menos para perceber em que patamar estou. Por agora estou a tentar aplicar os modos das escalas menor melódica, diminuta e de tons inteiros aos diferentes acordes que derivam de cada uma das escalas. A nível de jazz, acho que isso é conhecimento básico. Talvez seja boa ideia acabar o Piano Book antes de me meter nisso, mas terem aulas avulso é óptimo. Obrigado pela ajuda. Boa tarde, Temos um Curso de Jazz e aulas individuais de piano jazz. No nosso caso é possível comprar cheques-música correspondentes a aulas avulso. Uma aula são 30€ e duas 55€. Podem ser marcadas em qualquer altura. Os contactos estão na assinatura desta resposta. O post é antigo mas pode ser que haja interesse teu ou de outros membros Abraço