Rui T

Membro
  • #Conteúdo

    2599
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    100%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

1674 Reputação Brutal

Sobre Rui T

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Lisboa
  • Instrumento
    Guitarra

Quem visitou o meu perfil

4395 visitas ao perfil
  1. Tocar guitarra com os discos dos Beatles

    Acho que não me expliquei bem. O objectivo é tocar ao mesmo tempo que o disco todo, vai tocando, mas "old style", não é para gravar. E por isso queria ripar os CD's, corrigir o pitch em todas as músicas e fazer um CD para ouvir na aparelhagem ao mesmo tempo que toco guitarra. É mesmo "old style". Quanto aos DAW's nunca me consegui adaptar. Preciso de hardware. E até tive uma das primeiras versões do Cubase.
  2. Tocar guitarra com os discos dos Beatles

    Pois, eu queria fazer em batch, porque o que eu quero é tocar e não ser engenheiro de som... E não tenho DAW, uso um Tascam DP-32SD para gravar.
  3. Tocar guitarra com os discos dos Beatles

    Não sou fã de blues. E quando toco qualquer coisa parecida com blues soa sempre a uísque escocês feito em Sacavém.
  4. Queria saber como é que posso tocar guitarra a acompanhar os discos dos Beatles sem ter que estar a advinhar qual é a afinação de cada música e a afinar a guitarra entre as músicas. Para quem não sabe o que é que eu estou a dizer, os discos dos Beatles usavam imenso o varispeed e nesse tempo como não era feito com computadores o pitch variava imenso. Por isso, há alguma forma de ripar os CD's - tenho todos em versão mono, stereo e as versões americanas - e uniformizá-los de modo a que consiga tocar por cima sem ter de afinar a guitarra constantemente?
  5. Parafusos para ponte Tune-o-matic

    https://www.rockinger.com/en/parts/hardware/bridges-tailpieces/gibson-style-bridges/?p=1 https://www.rockinger.com/en/parts/hardware/bridges-tailpieces/gibson-style-bridges/433/tunamatic-height-adjustment-wheels?c=70
  6. pagar ou não , eis a questão....

    Agora tens a box, e se não vires os programas em directo, basta 20 minutos de atraso, quando chegares à publicidade passas à frente. É o que eu faço.
  7. Guitarra Acústica Refret

    Ou então compra-se uma de 12 cordas e tira-se cinco cordas...
  8. Guitarra Acústica Refret

    Duvido imenso (a 99.9%) que vás arranjar uma por 200 euros que tenha melhor som. Ou 300. Mais vale fazer o refret. Mas antes de tomares a decisão procura um luthier (ou dois) e pergunta-lhe se a guitarra está estruturalmente em boas condições. Se não precisa de um re-set do braço e se não há deformação na zona da ponte. Porque nessas condições a decisão poderá ser outra.
  9. Os barretes e relíquias do OLX

    É uma gothic. O modelo do Angus Young não era personalizável. Aliás, já tinha sido personalizado ao gosto do Angus. E não há COA. Os condensadores não eram Orange Drop. O email disseram-me que era falso, eu não sei porque não consigo lê-lo. A elaboração toda é que faz o verdadeiro artista.
  10. Os barretes e relíquias do OLX

    https://www.olx.pt/anuncio/gibson-sg-m2m-angus-young-2000-IDFOMAo.html?fbclid=IwAR0AtDbPu4Hfs3EGKrv48aatr26kD_-7lvTyuVUI3M2L6ocRogJLfffQk_E Um verdadeiro artista da aldrabice! "Descrição Gibson SG M2M na cor Heritage Cherry, fabricada a 8 de setembro de 2000 em Nashville (EUA), pessoalmente selecionada e adquirida pela Gruhn Guitars de Nashville. Cuidadosamente escolhida pelo seu som realmente acima de todas as outras SGs da loja (algumas muito mais caras), esta guitarra veio da Gibson "Made 2 Measure" Program, ou seja, encomendada com expecificações exclusivas pelo primeiro proprietário. Tem o corpo na forma original de 1962, com madeiras selecionadas para leveza e ressonância (ao contrário dos atuais SGs). É finalizada com tinta de nitrocelulose e a tonalidade transparente revela um corpo de peça única; o acabamento Heritage Cherry (mais escuro que o clássico Cherry Red) é muito mais agradável ao toque do que o levemente aborrachado dos modelos atuais. A cabeça é um pouco maior e inclinada 17 °, o pescoço é largo, mas fino, o que a torna rápida e muito confortável (nada como os tacos de basebol dos anos 50 da Gibson), mas ainda dá uma ótima sensação de sustentação à guitarra. O braço da guitarra é todo feito de ébano de luxo (ao contrário de todas as atuais SGs que possuem o pau-rosa) e possui um ponto exclusivo em forma de lua crescente no 12º traste; o fato de não ter outras incrustações no braço torna o ébano muito rápido e suave, é ótimo para frasear e dobrar. É equipado com o '50 Vintage Wiring (muito diferente do modelo moderno da Gibson), com capacitores Sprague Orange Drop, potenciômetros Precision Bourne e captadores Gibson Alnico V antigos, que lhe conferem um tom quente, mas sempre definido. É uma guitarra que parece ótima para os seus 20 anos de idade, quase sem sinais de uso. Estojo rígido Gibson, configuração profissional e mudança de cordas recém-feita. Entrega em mão a combinar. Obrigado"
  11. pagar ou não , eis a questão....

    A minha opinião: Uma vez que o dinheiro não dá para tudo já há muito tempo que defini as coisas em que posso e quero gastar dinheiro. E há coisas que uso quando são de borla, sabendo antecipadamente que quando forem pagas as vou deixar de usar. Futebol e Fórmula 1 são um bom exemplo. Eu via F1 desde os 8 anos, mas quando passou a ser paga deixei de ver porque não entrava nas minhas prioridades de gastos. E o futebol a mesma coisa. Não acho que a finalidade que o fornecedor de conteúdos vai dar ao dinheiro seja importante. Até pode ser para p**** e vinho verde! Não é assunto teu. Tens é que decidir se aquilo em que vais gastar dinheiro entra nas tuas prioridades de vida. E concordo com @xtech
  12. Descrição dos sons de guitarra por palavras

    Vocês não querem meter mais tabaco?
  13. Red Bull fecha estúdios e acaba com Festival

    Red Bull dá-te asas...
  14. Ordem dos Pedais

    Eu só tenho amps a válvulas e estão 32ºC dentro de casa... só tenho tocado acústica.