phillipric

Membro
  • #Conteúdo

    1354
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

204 Reputação Excelente

Sobre phillipric

  • Aniversário 12-11-1984

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Póvoa de Varzim
  • Instrumento
    Piano/Orgão
  1. Sinceramente, é um pouco relativo. São umas festas para estar a curtir o som, ou para poder conversar um pouco, tendo música por baixo? De qualquer forma, existe um volume. Preferível ter mais som e poder por mais baixo do que querer por mais alto e não conseguir. O espaço é importante, mas claro que a densidade de pessoas também faz ao caso. É diferente ter um PA a tocar num espaço amplo ou com 500 pessoas à frente, pelo que, dado o número de pessoas referido, não penso que será necessária tanta potência. Quanto a ser amplificado ou não, também são escolhas pessoais. Amplificado é mais prático. Passivo pode ser montado por "módulos" e substituir qualquer coisa mais rapidamente. Sendo música electrónica partiria para marcas com mais "punch". É bom ver valores SPL nas colunas. Procuraria algo dentro da Turbosound, Mackie. Há uns sistemas de uma nova marca UNKA que dizem ser muito "poderosos" e são bem pequenos. Não faço ideias é de valores em que andam a ser vendidos. NEXT também é sempre uma boa escolha, mas lá está, depende sempre de que valores é que andam a pensar investir. https://www.thomann.de/pt/mackie_live_bundle_plus.htm Este bundle parece-me uma solução válida para o que pretendem. Subs de 18" e amplificados, tornam tudo mais simples e rápido de ligar. Juntar a isto que tipo de "fonte" vão utilizar. Um pc, mesa de mistura dj, etc.
  2. Alimentador/transformador Boss PSA230

    Encomedei da eBay, de uma loja de música inglesa, uns similares que eles recomendam para a Boss.
  3. Alimentador/transformador Boss PSA230

    Para o caso específico não faz muita falta. Nem o guitarrista nem o baixista são grande fãs de pedais individuais. Têm ambos pedaleira.
  4. Alimentador/transformador Boss PSA230

    Não. Foi usado um com inversor de fase. O dono da loja mediu, experimentou...disse que o que lhe pareceu é que os normais têm o centro mais "fundo" do que este da boss ou seja o pino da pedaleira não toca no centro da ficha do transformador. Encontrei vários no eBay que dizem ser compatíveis, mas também é chato estar a arriscar. Numa loja daqui da zona encontramos um universal que funcionou, mas também pedem 30€... O que me parece absurdo.
  5. Alimentador/transformador Boss PSA230

    O boss custa 29€. Os universais podem ser comprados nos chineses... Ou não. Estive numa casa de electrónica e experimentamos um e mediu-se e o valor de tensão de saída era 9.3V. O original 9.38V. muito idênticos. O problema é mesmo a ficha. Também pode ser do amperímetro com que se fez a leitura. Também há os de 5€ e os melhores. Tenho um primo electricista com um que lhe custou 188€.
  6. Alimentador/transformador Boss PSA230

    É para um colega meu. Comprou a boss gt1B e vem sem transformador. Sendo alguém com algumas dificuldades financeiras, algo mais acessível seria o ideal. Tem usado um que eu tenho da Boss VE20. Mas como eu também preciso às vezes e ter uma alternativa é sempre bom. Tens a certeza quanto aos alimentadores de pedais darem? Podes dar alguns exemplos, links?
  7. Alimentador/transformador Boss PSA230

    Boas. Alguém já arranjou alternativa a este transformador? Já experimentei vários sem ser o original mas não funcionaram. Parece me que a ponta é ligeiramente mais curta e os adaptadores normais acabam por não funcionar. Procurei e encontrei algumas alternativas no eBay, mas tenho receio de estar a gastar dinheiro e não funcionarem. Se alguém puder ajudar agradeço.
  8. Rockton Velocity 100

    O segundo.
  9. Rockton Velocity 100

    Usamos a guitarra em palco sem backline, normalmente a sair na munição e o som é agradável. Já ligamos num Fender e num Line 6 e sempre soou bem. Quanto ao velocity, foi mesmo de experimentar médios e agudos no máximo e ainda assim ... Desconfio que possa ser mesmo dos altifalantes e serem incapazes de reproduzir dadas frequências, o que é, no entanto, estranho, dado serem colunas vocacionadas para guitarra. A próxima tentativa será a sugerida, um pedal isolado ou equalizador antes do amp.
  10. Rockton Velocity 100

    Não me parece que justifique tanto aparelho antes do amp, ainda por cima um simples amp a transistor. Obrigado pelo manual. De qualquer forma esta questão não foi respondida.
  11. Rockton Velocity 100

    Se calhar vou dizer uma asneira de todo o tamanho. A pedaleira não é, já em si, um pré?
  12. Rockton Velocity 100

    O guitarrista da minha banda tinha este amplificador perdido por casa, estivemos a dar uma revisão geral, limpeza em todos os aspectos, para recuperar o material e poder usar. Acompanha com 2 colunas da mesma marca de 100 Watts RMS cada. Ora, tendo em conta que ele comprou aquilo há alguns anos e nunca tinha usado a fundo, depois de usar, o que notei é que parece faltar um "punch" na onda média do som. Não "fura" no bom sentido da palavra. Tem um low-end interessante, mas não tem a ver com potência... toca alto, mas não toca bem. Pelo que o meu sogro me disse quando abriu o amp, é normalíssimo, placa de amplificação de 50W para cada canal, sem um pré, sem nada... será por isso? Deveria ser usado com algum processador primeiro? Acrescento que é utilizada uma Fender Telecaster e uma Boss ME80 juntamente com esse amplificador.
  13. Ora, acabei por deixar a ideia de comprar um teclado de lado. Respirei fundo, ganhei coragem e fiz um factory reset no meu Fantom X. Arrisquei, apesar de o meu teclado ter a placa na zona do cartão de memória queimada, pelo que não consigo fazer backups. E em boa hora o fiz. Pelo que me parece, o anterior dono deve ter exagerado nas edições. Os pianos transformaram-se completamente. O som geral parece com um pouco mais de ganho e sobretudo mais "limpo" e nítido. Acabei por ter de editar tudo o que já tinha feito até hoje, mas a verdade é que, com outros conhecimentos, já foi mais rápido e sobretudo com um resultado final muito melhor que o existente. O pessoal da banda também já disse o mesmo. Continuar a explorar, porque pelo que tenho lido, o Fantom acaba por ser uma das melhores máquinas que a Roland alguma vez lançou. Pena que ainda fosse numa época em que o tipo de memória ainda era reduzida e não dá para fazer os saves no próprio pc.
  14. Qual o problema ao fazer som?

    Eu também já toquei sem monitorização (engraçado como é munição e a palavra correcta acaba por usar o "o"), mas dependendo do espaço. Estou-me a referir em palcos de 10x8, no mínimo. Em que o único backline que usamos é o do baixo, porque nos monitores soa quase sempre "péssimo". Já agora, dando seguimento a algo dentro do tópico: é impressão minha ou os monitores de palco têm "corte" nas frequências graves? Nunca sinto "corpo" nenhum dali. Cada vez mais prefiro tocar simplesmente com um bom side fill do que com monitores de chão.
  15. Qual o problema ao fazer som?

    Verdade que tudo o que faço em palco é live. Sem BT, sem loops, nada... E que ensaiamos todas as semanas, por vezes 2 vezes por semana. E que temos aquilo colado ao mm. Mas, ainda assim, sabendo as harmonizações e instrumentais, número e tipologia de compassos... gostava de vos ver a cantar um concerto inteiro sem uma boa monição de palco.