phillipric

Membro
  • #Conteúdo

    1266
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

153 Reputação Excelente

Sobre phillipric

  • Aniversário 12-11-1984

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Póvoa de Varzim
  • Instrumento
    Piano/Orgão
  1. Curioso que tenho uma ideia inversa. Embora, pelo menos na gama Arius da Yamaha, também acho que o som não faz jus à qualidade habitual da Yamaha. A Roland, em Samples de Piano tem a sua qualidade. No final, acaba também por ser uma questão de gosto pessoal.
  2. (TESTE) -Teoria Musical - Nível 1

    Acabei de fazer este teste. A minha Nota: 100/100 O meu Tempo: 108 segundos
  3. Roland Fantom X6

    Tendo contactado com o apoio da Roland, recebi esta informação: For the management of several parts on different midi channels, it needs a MASTER KEYBOARD with a ZONE number above 2. O que significa a questão do teclado precisar de um número acima de 2... suponho que Zone não se traduza por zona...
  4. Roland Fantom X6

    Não sei se há cá utilizadores com Fantom X, mas deixo a questão (já tinha deixado no tópico dos Pianos mas aqui fica mais enquadrado): Estou a ponderar, para o futuro, a possibilidade de comprar um Stage Piano. Está dependente de conseguir uma configuração com o Fantom ou não... A minha ideia, seria ligar o Fantom por Midi a um controlador de 88 teclas e usar os sons das Layers nas Performances em que 1 ou 2 sons seriam tocados pelo Controlador e os restantes no Fantom. Consegui ligar um outro teclado para experimentar, mas só consigo configurar a primeira Layer para o controlador e as restantes para o Fantom.
  5. Novo, sempre que possível. Não se sabe o uso que um usado levou, em que estado já estará o teclado. Na escola temos um Clavinova e as teclas estão a empenar todas e algumas a já não reproduzir o som. Tem 8 anos, claro que de uso intensivo. Mas nada dura para sempre... logo...
  6. Não ia para o Arius, sinceramente. Dentro dos apresentados, o P45 pelo compromisso qualidade/preço, o Clavinova ou o HP3. Tenho já há um bom tempo um HP2 e gosto do teclado e do som. Não sei se ainda mantém. Não tinha grande conhecimento da marca, mas os Kawai também devem ter sidos em conta e a Korg também está a aparecer com modelos muito interessantes. Já agora deixo a questão, estou a ponderar, para o futuro, a possibilidade de comprar um Stage Piano. Está dependente de conseguir uma configuração com o Fantom ou não... A minha ideia, seria ligar o Fantom por Midi a um controlador de 88 teclas e usar os sons das Layers nas Performances em que 1 ou 2 sons seriam tocados pelo Controlador e os restantes no Fantom. Consegui ligar um outro teclado para experimentar, mas só consigo configurar a primeira Layer para o controlador e as restantes para o Fantom. Caso não consiga fazer isto, irei para um Stage Piano, onde ainda estou à procura de um compromisso qualidade/preço e Peso... kkkkkk O Sutiologic pareceu-me cumprir um mínimo desses requisitos... mas o piano poderia ser um pouco melhor, sem dúvida. De resto, ainda não tenho nada na ideia.
  7. Roland Fantom X6

    Reparador Roland, zona norte, alguém recomendalgum?
  8. Samples, KONTAKT e opiniões.

    Bom, um avanço. No kontakt, não sei se é a forma ideal de o fazer, mas funciona. Criei um multisample, com as várias layers que pretendia. Gravei "save as multisample". A partir daí usei o Kontakt Library Creator e criei uma Library com o som final, adicionei à Library, um PNG para wallpaper à minha escola e é só colocar na ordem em que quero o som. No entanto, deve haver forma mais fácil. Até porque se eu quiser uma list com os sons consecutivos que eu preciso, não posso estar a repetir librarys.
  9. Samples, KONTAKT e opiniões.

    Ok. Entendido. Vou simplificar para já. Conhecer o Kontakt melhor e ver se possibilita fazer o que quero, que é criar uma list para usar ao vivo. Ou seja, criar uma lista em que tenho os sons que preciso para a música 1, para a música 2 e por aí adiante. Também saber se é possível fazer a junção de 2 ou mais VST e abrir instantaneamente. Ou seja, eu criei um som para um tema e gravei. Esse ficheiro fica gravado na pasta escolhida e clicando sobre ele abre o kontakt com os sons em conjunto. Mas para fazer isso, seria necessário abrir e fechar o kontakt cada vez que quero mudar de sons e duvido que isso seja necessário.
  10. Samples, KONTAKT e opiniões.

    Eu compreendo quando o pessoal tenta ajudar e agradeço a ajuda. No entanto, há coisas que, quando alguém questiona, é porque não tem conhecimento. Logo, para ajudarem, devem "descer o nível". Qual DLL? Qual pasta VST? Qual Sequencer. Sendo leigo e tendo muito pouco contacto com esta área, é tudo muito "obscuro". Já ando a tentar há algum tempo perceber esta área, mas o pessoal atira logo com conceitos de quem entende tudo. Foi o cabo dos trabalhos para, simplesmente, conseguir configurar o controlador com o programa, simplesmente porque dizem qualquer coisa do género: tens de configurar o teu controlador como output".... Instala o ASIO que é importante por causa da latência". Certo. Chego ao fim e fico a olhar para aquilo até dar muitas voltas e entender, no Kontakt que tenho de configurar o menu AUDIO com essa mesma drive da ASIO (e não só instalar), definir o controlador, mas depois nos VST é necessário também procurar a saída e voltar a definir como controlador. Ora, para quem entende quase zero, se isto não for um passo a passo torna-se muito mais difícil. Compreendo que seja moroso e chato explicar todos os pormenores, mas ajudaria bastante. Porque também é raro o vídeo youtube que seja básico. Encontrei 2 ou 3 e foi por aí que consegui fazer, finalmente, a configuração, arranjar as library, conheci o programa Library Creator que permite que quase todas as library que indicam "No library Found" funcionem. E acho sempre mais salutar a troca de informações do que estar a ver vídeos. Se essa não é a forma ideal, deixa de fazer sentido a existência de um fórum.
  11. Samples, KONTAKT e opiniões.

    Vou experimentar. É mais dentro disso. Já agora, não sabes como poderei integrar o Kontakt nalgum DAW, tipo Cubase, Ableton... etc. O que for mais aconselhável para fazer uns sets live. Como disse em cima, no kontakt, as Library ficam na ordem em que são adicionadas e os files ficam como atalhos para as pastas. Não sei se há uma forma de aceder que seja mais directa.
  12. Samples, KONTAKT e opiniões.

    Não seria tanto para clássico, mas os órgãos habituais... tipo Nord, B3, M1, etc...
  13. Samples, KONTAKT e opiniões.

    Alguém, por favor? Alguma boa library "free" para organs?
  14. Samples, KONTAKT e opiniões.

    Bom. Estou finalmente a enteirar-me do uso do Kontakt. Ainda muito "verdinho", mas lá consegui configurar um controlador (o AX Synth da Roland), instalar a ASIO4ALL para diminuir o tempo de latência e estou com um período de latência entre os 15/16ms. Para já, ando à procura de uns VST's freeware, além de me terem enviado a Library da Alicia Keys. De qualquer forma, se alguém me puder auxiliar nalguns pormenores, agradeço imenso: Porque é que o teclado fica configurado e não funcionam todas as teclas em cada um dos vst seleccionados? Não dá para usar sempre o máximo que o controlador possui (neste caso são 49 teclas)? Como é que posso organizar a secção "files" para surgir só o ficheiro e não todas as pastas do disco? Para já surge-me assim:
  15. Samples, KONTAKT e opiniões.

    algum vst idêntico à entrada do tema "Where the Streets have no name" dos U2?