phillipric

Membro
  • #Conteúdo

    1200
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

123 Reputação Excelente

Sobre phillipric

  • Aniversário 12-11-1984

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Portugal
  • Cidade
    Póvoa de Varzim
  • Instrumento
    Piano/Orgão
  1. Low Cost - Fame ou T-Amp????

    Dando um bocadinho uma continuidade ao tópico, há dias, ao ver as specs dos amplificadores SYNQ, têm potências imensas, mas consumos que são qualquer coisa. Num dos modelos que vi, referia 3200w. Quanto à minha decisão, tenho de ver se junto mais uns trocos, mas estou de olho num Yamaha P3500s (tenho o P2500s e estou completamente satisfeito com ele). Vou tentar mesmo evitar as low-cost desconhecidas e no máximo arriscaria Behringer, mas nunca os digitais. Mas vou tentar entre Yamaha, Crown, QSC, ou similares.
  2. Low Cost - Fame ou T-Amp????

    @pgranadas, agradeço a opinião. Vou aguardar se alguém tem conhecimento dos amps referidos, ou experiência no uso de AMPS digitais class D.
  3. Low Cost - Fame ou T-Amp????

    Pois, gamas de preço idênticas, qualidade idêntica. A ideia é que seja pelo menos superior ao DJA que tenho actualmente, que fica mesmo só para um recurso, pois distorce muito cedo. Com um pouco mais de potência, claro. Não que a qualidade não seja importante, mas a verdade é que para meter no sistema um amplificador de 500 ou 600€ também seria preciso mudar a mesa e o equalizador. A Crown foi dos melhores amplificadores com os quais trabalhei. Fiz um concerto com os Macro Tech e a qualidade daquilo é qualquer coisa. Tenho-os como uma das boas marcas do mercado e pelos valores, a qualidade não deve ter decaído muito. A urgência, é para começar a trabalhar o quanto antes e se não comprar outro vou andar com o DJA que é muito limitado. Sobretudo porque tenho trabalhado em Duo, Piano + Baixo, mas daqui para a frente é mesmo para quarteto com adição de bateria e guitarra eléctrica. Por isso, preferia mesmo ter já algo que será melhor que um amplificador de baixa gama comprado já há quase 15 anos. Tenho um conhecido que é técnico de som para uma empresa do Porto e ele próprio tem um PA PEAVEY e diz que puxa com 2 INUKE de 4 canais e que respondem muito bem. Claro que não espero que um Amp de 200€ toque como um de 700€. O que quero mesmo é que não queime a meio do espectáculo, tendo o mínimo de circuitos de protecção. Mais tarde, logo vemos como as coisas progridem e podendo, investiria num Yamaha ou Crown. Já nem sequer me dou ao trabalho de ligar a HQPower, Ibiza, V Sound, Konig, etc... que andam a inundar o mercado e devem ser mesmo para tocar música gravada e pouco mais.
  4. Low Cost - Fame ou T-Amp????

    Pois, gamas de preço idênticas, qualidade idêntica. A ideia é que seja pelo menos superior ao DJA que tenho actualmente, que fica mesmo só para um recurso, pois distorce muito cedo. Com um pouco mais de potência, claro. Não que a qualidade não seja importante, mas a verdade é que para meter no sistema um amplificador de 500 ou 600€ também seria preciso mudar a mesa e o equalizador.
  5. Low Cost - Fame ou T-Amp????

    Basicamente, o que está escrito no título: Entre as duas marcas próprias da Thomann ou Musicstore, qual a melhor? Qual a ideia? Bom. Tenho um sistema de som para a minha banda de baile composto por uma mesa de 12 canais Yamaha, um Spliter e Equalizador Behringer, amplificador Yamaha, colunas e subs JBL. Basicamente, é um bom sistema, equilibrado qb. Tinha um T.amp 1400, mas queimou há uns tempos. Usava para puxar os graves em concertos em que precisava de um pouco mais de força. Mais antigo, tenho lá por casa um DJA (by Acustica) de 2x250w. Neste momento é o meu Amp de reserva, o que é manifestamente pouco em caso de necessidade urgente para qualquer dos casos. O que fiz foi montar um sistema mais low cost, com material existente em casa, para ir tocar nuns cafés e bares, locais pequenos, onde não é preciso muito som e também, para receber uns troquitos, não quero andar com o melhor material. Então, tenho uma mesa Behringer MX2004A de 16 canais (1 deles avariado), 1 sistema vocalizer também Behringer, um equalizador artesanal de 7 bandas (stereo) e o tal amp DJA. Acompanham as colunas JBL de 250W ou umas colunas Beyma de 500 RMS. Ora, a ideia era arranjar um amp. low cost, mas que fosse melhor do que o que existe actualmente, bem como mais potente. Andei a pensar nos Inuke sobretudo por preço e peso. Sei que as potências declaradas estão longe das potências RMS e nunca usei amps digitais, que li serem menos estáveis do que os classe B ou classe AB. Tenho algum receio por algumas reviews que li. A ideia seria tentar ir até 200€ (mesmo que seja um usado), se for necessário, passar um pouquinho, mas não muito mais. Na Thomann existe um digital da Phonic que também me deixou a pensar. Ideal, com mais algum dinheiro, iria para a Synq, mas como disse, não queria passar os 200€/250€ máximos. Pelo valor, se alguém me for indicando que os da Fame até se portam bem, quem sabe não arrisco. Se calhar nos T.Amp, não sei se arrisco novamente.
  6. RIP OLX - O Marketplace chegou

    Não sei. Para já aparece muita coisa que está nos grupos de vendas. O que parece fazer é agrupar um pouco melhor as coisas.
  7. RIP OLX - O Marketplace chegou

    O OLX teve a virtude de há uns anos para cá, deixar de permitir os comentários e palhaçadas que por lá se passavam. No entanto, não oferece qualquer tipo de "protecção" ao comprador/vendedor. Tive um único caso mais chato, foi há semanas atrás, um farolim de uma carrinha que descrevi como em estado razoável, estalado, bem como coloquei cerca de 7 fotos de todos os pormenores. Dava para safar alguém em caso de urgência numa inspecção, por exemplo. O tipo pediu aquilo, voltei a frisar bem que não estava muito bom, ele disse para enviar na mesma, zona de Beja... lá enviei, passados 15 dias, devolução da encomenda. Lá se foram 7€. Ainda pesquisei um pouco pelo OLX, utilizador, facebook, pareceu-me cigano. Enfim. De qualquer forma, já me tinha apercebido desse Marketplace no Facebook, até já dei uma vista de olhos mas sem muita atenção ainda, penso que aquilo ainda não tem categorias, certo? Para já está em estado bruto, mas rapidamente ajeitam aquilo. E sendo o pessoal cada vez mais "preguiçoso" no acesso às coisas, acredito que vai fazer fama. Até porque mesmo com os milhares de grupos de venda que se vão encontrando, já tenho reparado que por exemplo, há pessoal que coloca instrumentos no facebook que já não coloca no OLX.
  8. Boa noite a todos. 

    Preciso de uma ajuda/esclarecer uma dúvida...sabem-me dizer se

    os emissores de wirelless, para instrumentos, funcionam utilizando microfones de lapela? (Para apresentação) 

    tenho dois emissores de instrumento da AKG e não sei se dará para isso e, caso dê, se os microfones têm de ser obrigatoriamente da AKG...

    Obrigado, cumprimentos 

  9. Korg PA1000

    As potencialidades do Arranger parecem-me ter levado uma grande evolução face às versões anteriores. Palmas à Korg por isso. O visual é como tudo. Gosto pessoal, mas à primeira vista não me é apelativo. A cor também ainda me faz alguma "comichão". O vídeo promocional deixa a desejar. Se tiverem tempo procurem um do KORG PA900 com um teclista e uma vocalista. Está top. Melhor que isso, só o tipo da Yamaha que é capaz de vender gelo a um esquimó.
  10. Korg PA1000

    Não confundir saber utilizar os recursos de um arranger com o usar midis para enganar quem vê. Aliás ainda estou para perceber porque é que há pessoal a gastar milhares de euros num teclado quando os midis soam exactamente igual num teclado de 300€. Bom, não sabia do pa1000. Vou dar uma vista de olhos. Tenho o pa50e já esse acho muito bom para o que custa. O pa900 é brutal, pelo que vi. Curioso neste.
  11. Guitarra Usada - Manutenção

    Oh yeah!!!!
  12. Guitarra Usada - Manutenção

    Resultado de uma pequena limpeza com óleo de limão, wd-40, pequeno polimento dos trastos e encordoamento com Elixir 0.10
  13. Transformar monitores de estúdio em PA roadworthy

    Certo, e não te incomodando, é o que interessa. Uma outra solução era rede completa na frente da coluna toda. Mas agora está feito e se mudares fica lá com os buracos.
  14. Transformar monitores de estúdio em PA roadworthy

    E porque não arranjar uns parafusos mais longos, colocar cada um desses apoios de borracha no local dos parafusos dos altifalantes e fazer a rede no formato dos altifalantes? Acho que ficaria melhor esteticamente.