sergio.cunha

Membro
  • #Conteúdo

    252
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
  • Reacções ao conteúdo

    77

Reputação

172 Reputação Excelente

Sobre sergio.cunha

Quem visitou o meu perfil

866 visitas ao perfil
  1. Ora, enquanto trabalhava em mais duas e ia tendo tempos livres trabalhava nesta só para me ocupar. Acabou por sair melhor do que esperava. Era um corpo de uma squier que vinha com o verniz bastante danificado. Basicamente lixei tudo a 360, espetei com umas camadas de tinta em cima e depois dei um ligeiro brilho com passagens sucessivas de lã de aço, e masas de polir grossa, média, fina e por fim polish.
  2. Pinturas de fim de semana
  3. As primeiras guitarras fender eram literalmente pintadas com tinta para carro, daí até os códigos das cores sem iguais. Se isso fosse for acabamento em nitro não recomendo, mas se for poly não tem problema nenhum. Não me recordo da marca que costumo usar mas o que faço em guitarras muito riscadas é começar com uma massa de corte médio, depois fino e depois o polish.
  4. Nenhum desses Uso polish para carro. Mais barato e funciona bem.
  5. Mas o problema não é do tremolo, é da guitarra. Se puseres um tipo strat vais ter o mesmo problema porque tens uma cavidade debaixo do tremolo. A única forma de resolver isso é bloqueando o tremolo, ou colocando uma cunha nessa cavidade ou na parte de trás para lhe limitar o movimento.
  6. Essa ponte tem boa reputação e acho que fica bem no estilo de guitarra que é. A minha próxima guitarra será a que estou a construir, logo que tenha tempo de a acabar
  7. Uma app para usar o editor em plataforma android: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.appsforamps.thr&hl=pt_PT
  8. O problema dos chineses é que eles aldrabam sempre que podem. Já tive uns tuners duma guitarra barata que comprei que vinham cheios de ferrugem. Pus em banho de vinagre (que é como usualmente faço) e desfizeram! Já experimentei várias cordas MIC e é sempre a mesma coisa, sets de 0.10 que parecem 0.09 (meço com a craveira e são mesmo) com output fraquíssmo. Isto tudo devido ao "aço" que eles usam que é do piorio. Já para não falar de ferramentas e afins que depois de usar uma vez são para o lixo. Agora não sei se isso é comum a todas as marcas que lá fabricam, ou seja, se determinadas marcas impõem o uso de um aço de melhor qualidade no fabrico dos componentes.
  9. Há outras pontes fixas sem ser a hipshot que cumprem bem e bem mais em conta. Pode-se usar tru oil sobre grain filler aquoso mas tem de se garantir que este está bem seco! Sendo o tru oil um óleo e o grain filler de base aquosa percebe-se bem as incompatibilidades. Seria melhor comprar um filler com base de óleo.
  10. Não troca porque a furação da ponte que ele referiu é na diagonal, na hipshot é horizontal.
  11. Estou a construir uma guitarra e a utilizar essa ponte. É bem jeitosinha para o preço mas não te sei dizer a diferença para uma hipshot. Mas os furos para passagem das cordas são diagonais, o que até faz mais sentido. O processo de aplicação de velaturas é bem fácil, agora aplicar bem é outra história. Depende muito do tipo de madeira e do resultado desejado. Se for madeira porosa tens de encher os poros primeiro. E isso só dá cor à madeira, não é um acabamento.
  12. Ainda assim é preciso ter cuidado com as medidas da ponte. Se já a tiveres escolhida mandas a ficha do fabricante ou fazes um template e está resolvido. Em termos de acabamento o mais simples de se fazer em casa é a óleo. Seja true oil, danish oil, etc... Tenho várias guitarras acabadas assim e é sem dúvida o meu preferido. Se a madeira tiver um veio bonito então ainda melhor!
  13. Se queres uma hardtail então esquece esse corpo de strat, mais vale ires para uma tele pois não é fácil encontrar um corpo (suponho que queiras já acabado) sem a furação do tremolo. Instalar uma ponte não tem nada de especial, podes perfeitamente fazê-lo em casa. Se for trough body já complica um pouco para alinhar os furos mas ainda assim faz-se bem. Recomendo que vejas estes sites pois têm bastantes coisas a bons preços e os portes são baratos: https://guitarsandwoods.com/ https://guitarproject.pl/
  14. Também depende do que consideras ação baixa. Na minha strat que é de 9,5'' tenho 1,75 e 1,5mm respetivamente na cordas Mi, sem trastejar. Para mim isso é baixo, aliás, o mais baixo que tenho em qualquer guitarra. Há quem goste ainda mais baixo e tolere um certo trastejar para lá chegar. Mas nada como experimentar e ver se te sentes confortável.
  15. Isso já é invenção a mais, fazer isso daria um trabalho absurdo e sem garantias de ficar bem. Para além de que precisarias de começar com trastes jumbo para teres material suficiente para desbastar. Acabarias com um traste baixo no meio e alto na ponta, seria no mínimo estranho para tocar.