amrest

Membro
  • #Conteúdo

    133
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

87 Reputação Muito Boa

Sobre amrest

  1. Reparação Amp guitarra

    Jack, som, luz e imagem no Porto.
  2. Qual o problema ao fazer som?

    Um dos "maus vícios" (minha opinião) de quem faz o som à frente é pôr o bombo tão alto que abafa completamente o baixo. Este pode nem saber a música e dar todas ao lado que ninguém consegue perceber. Quanto a mim arruína o som e, claro, o concerto.
  3. A Lamiré tem muitos para escolha, a Caffi costumava ter também muitos e a Ludimusic também tem. Qual a melhor? Creio que são todas de confiança mas não "ponho as mãos no fogo" por nenhuma. Há mais de 20 anos que compramos um piano na caffi e fomos bem servidos e nunca tive razão de queixa da Lamiré mas isto foi em tempos idos.
  4. Supremíssimo cansaço?

    Estive afastado das lides musicais quase trinta anos em que pegava na guitarra uma ou duas vezes por ano ou quando me pediam para ir tocar na missa. No ano em que ia fazer 50 decidi que ou vendia as guitarras ou dava-lhes uso. Desisti da ideia de vender, pelo menos enquanto não precisar do guito que elas renderão. Desde aí tenho tentado tocar em bandas já existentes ou formadas por mim e amigos. O que me dá mais gozo, apesar dos ensaios também darem prazer, é tocar ao vivo, sair com a malta, beber uns copos e chegar de madrugada ou pela manhã como quando tinha 20 anos (já conto 57 anos mas não sou o mais velho da banda). Faço os possíveis para manter o espirito jovem apesar do corpo dizer o contrário, já não dá para alombar com o set completo, amp mais 2 colunas 4x12 por isso arranjei um combo mais levezinho. O gas continua o mesmo, o problema são as contas à vida que não deixam. Ainda assim o que eu considero o maior problema é a diferença de velocidades a que cada elemento das bandas quer ir. Quando eramos "miúdos" era sempre prego a fundo, agora pensa-se e repensa-se tudo e uns dizem faz-se e outros dizem talvez não. Sozinho acho que voltaria ao marasmo daqueles anos em que nada fiz. Um outro gosto em tocar ao vivo é ver jovens admirados com a nossa prestação em palco por alguns já serem mais cotas.
  5. Two Notes - Captor

    tmo muito obrigado pela explicação.
  6. Two Notes - Captor

    Sou muito "inculto" nesta área de tecnologias para guitarra (conheço os pedais de efeitos tradicionais e nem todos) por isso peço um esclarecimento. Pelo que entendi (bem ou mal) o Two Notes - Captor serve para utilizar um amp até 100 watts de potência no máximo e tirar partido da saturação do mesmo mas sem deitar a casa abaixo reduzindo o volume que saí na coluna. Fico grato pela confirmação ou correção deste meu entendimento se houver alguém que queira partilhar a experiência e conhecimento que tem no assunto. Tenho um Hiwatt DR103 e é quase impossível tocar com o volume a 3/4 quanto mais no máximo.
  7. Os barretes e relíquias do OLX

    O comprador não tem que saber quem é o produtor / importador, etc.. Sabe qual a loja onde comprou e é onde recorre em caso de acionar a garantia. No caso dos stands de marcas estes estão ligados ao importador que tens as suas oficinas (chamadas de assistência oficial) e para onde são reencaminhados os veículos para a manutenção e assim não perderem a garantia. Cada negócio terá o seu "modus operandi". Dec-Lei 67/2003 ... Artigo 3.º Entrega do bem 1 - O vendedor responde perante o consumidor por qualquer falta de conformidade que exista no momento em que o bem lhe é entregue. 2 - As faltas de conformidade que se manifestem num prazo de dois ou de cinco anos a contar da data de entrega de coisa móvel corpórea ou de coisa imóvel, respectivamente, presumem-se existentes já nessa data, salvo quando tal for incompatível com a natureza da coisa ou com as características da falta de conformidade.. .... Artigo 7.º Direito de regresso 1 - O vendedor que tenha satisfeito ao consumidor um dos direitos previsto no artigo 4.º bem como a pessoa contra quem foi exercido o direito de regresso gozam de direito de regresso contra o profissional a quem adquiriram a coisa, por todos os prejuízos causados pelo exercício daqueles direitos. ...
  8. Os barretes e relíquias do OLX

    Obrigado The Passion pela informação, vou estar "mais atento" quando lá for. Decreto-Lei n.º 67/2003, de 8 de Abril Artigo 4.º Direitos do consumidor ... 6 - Os direitos atribuídos pelo presente artigo transmitem-se a terceiro adquirente do bem. A leitura que faço do Dec-Lei é que a garantia não termina com a venda do bem a um terceiro mas sim quando se esgotar o prazo da garantia (mínimo 2 anos). A questão da troca de cordas parece-me ridícula pois não é por trocar as cordas da guitarra que um ou outro componente da mesma avaria ou então sempre que afinasse a guitarra lá ia a garantia à vida.
  9. Os barretes e relíquias do OLX

    Qual é a loja? Saber qual é ajuda a prevenir os clientes (nós) mas também a corrigir erros dos vendedores para não serem "apontados" por falhas destas.
  10. Não podendo escolher as duas escolheria a original mas a verdade é que o preço é que ditaria a escolha.
  11. Os barretes e relíquias do OLX

    https://www.olx.pt/anuncio/akai-mpk-mini2-IDCWJio.html#17e8f8aa06 Mais um usado mais caro que novo
  12. Devolução garantia musicstore

    O Decreto-Lei 67/2003. republicado no Dec-Lei 84/2008 diz: "Artigo 2.º Conformidade com o contrato 1 — O vendedor tem o dever de entregar ao consumidor bens que sejam conformes com o contrato de compra e venda. 2 — Presume -se que os bens de consumo não são conformes com o contrato se se verificar algum dos seguintes factos: a) Não serem conformes com a descrição que deles é feita pelo vendedor ou não possuírem as qualidades do bem que o vendedor tenha apresentado ao consumidor como amostra ou modelo; b) Não serem adequados ao uso específico para o qual o consumidor os destine e do qual tenha informado o vendedor quando celebrou o contrato e que o mesmo tenha aceitado; c) Não serem adequados às utilizações habitualmente dadas aos bens do mesmo tipo; d) Não apresentarem as qualidades e o desempenho habituais nos bens do mesmo tipo e que o consumidor pode razoavelmente esperar, atendendo à natureza do bem e, eventualmente, às declarações públicas sobre as suas características concretas feitas pelo vendedor, pelo produtor ou pelo seu representante, nomeadamente na publicidade ou na rotulagem. 3 — Não se considera existir falta de conformidade, na acepção do presente artigo, se, no momento em que for celebrado o contrato, o consumidor tiver conhecimento dessa falta de conformidade ou não puder razoavelmente ignorá -la ou se esta decorrer dos materiais fornecidos pelo consumidor. 4 — A falta de conformidade resultante de má instalação do bem de consumo é equiparada a uma falta de conformidade do bem, quando a instalação fizer parte do contrato de compra e venda e tiver sido efectuada pelo vendedor, ou sob sua responsabilidade, ou quando o produto, que se prevê que seja instalado pelo consumidor, for instalado pelo consumidor e a má instalação se dever a incorrecções existentes nas instruções de montagem. Artigo 4.º Direitos do consumidor 1 — Em caso de falta de conformidade do bem com o contrato, o consumidor tem direito a que esta seja reposta sem encargos, por meio de reparação ou de substituição, à redução adequada do preço ou à resolução do contrato. 2 — Tratando -se de um bem imóvel, a reparação ou a substituição devem ser realizadas dentro de um prazo razoável, tendo em conta a natureza do defeito, e tratando -se de um bem móvel, num prazo máximo de 30 dias, em ambos os casos sem grave inconveniente para o consumidor. 3 — A expressão «sem encargos», utilizada no n.º 1, reporta -se às despesas necessárias para repor o bem em conformidade com o contrato, incluindo, designadamente, as despesas de transporte, de mão -de -obra e material." Falta saber se a empresa quer cumprir a lei ou não mas uma vez que tem representante legal em Portugal deve cumprir.
  13. Compras na Thomann

    Também não gosto da apresentação do site e algumas criticas à empresa não foram nada abonatórias. Apesar de ter feito uma simulação de compra na Musicstore nunca lá comprei nada. E na Thomann também não, infelizmente.
  14. Compras na Thomann

    A music store cobra agora apenas 10€ de portes. Já fiz algumas simulações e o custo apresentado é de apenas 5,00€. Não sei se no final cobram mesmo só os 5,00 ou os 10, 00€.
  15. NGD - Harley Benton SC-550 Tobacco Sunburst

    Não sou "expert" no assunto mas depois de ver o seguinte video fiquei ainda com mais dúvidas. Logo que me seja possível irei experimentar uma HB Les Paul.