goatboy

Membro
  • #Conteúdo

    117
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    N/A
  • Content Ratings

    103
As minhas músicas favoritas

Reputação

32 Reputação Boa

Sobre goatboy

Quem visitou o meu perfil

318 visitas ao perfil
  1. O mojo também tem preço
  2. Não sei bem como é que aquilo pode funcionar, mas me gusta.
  3. Não concordo que seja um passo atrás porque surge em reacção a certas tendências que, para mim, também não seriam o caminho certo. O punk tem a ver com expressão e intensidade, e não com tecnicismos. O blues, que suponho que gostes, é a mesma coisa, só que num registo diferente. Os tipos tocam sempre a mesma progressão e usam sempre a mesma escala! Tem a ver com feeling e mais nada. A música não deve ser isso mesmo, qualquer que seja a sua forma? Isto também é só a minha forma de ver as coisas, nestes assuntos não há verdades absolutas.
  4. Eu até curto de cheap trick, tem boas canções. O gajo é cromo mas não se deixa levar demasiado a sério. As guitarras estranhas com vários braços é só para alimentar a personagem dele em palco, e acho que há muito humor ali envolvido. No beef, e também não sou grande fã de sex pistols, só por curiosidade, qual é a tua opinião acerca do punk rock no geral? Também consideras ramones, dead kennedys, e todas essas bandas mais rudimentares uma nulidade musical?
  5. Há quem faça as coisas diferente e bem. Estas travis bean têm muito bom aspecto. Nunca experimentei mas já ouvi dizer bastante bem dos braços de alumínio.
  6. Concordo. Confesso que ainda não perdi muito tempo com o som da bateria. Apercebi-me que antes de começar a gravar nunca tinha prestado muita atenção aos sons da bateria.. Isto deve ser defeito de guitarrista. Nem tudo são tones de guitarra! Por acaso foi intencional ter enterrado os solos um pouco na mistura. Não gosto muito de momentos de "pára tudo, vou solar", gosto mais quando um solo encaixa na música como um riff ou uma melodia diferente. Mas sou capaz de ter exagerado Os solos também precisam de um pouco mais de trabalho. Gravei qualquer coisa só para ficar com as estrutura completa, com a ideia de melhorar depois, mas até gostei da energia do solo final. Obrigado pelos comentários pessoal.
  7. Ya. É muito boa cena também. Casa muito bem com uma LP/Marshall.
  8. @John10 Uso o firefox. Mas agora já aparece a faixa. Go figure. @xtech Thanks! É um fender fm gravado com um sm57. Não é o setup mais cool do mundo mas desenrasca
  9. Acho que está na altura de me submeter à critica aqui do forum. Ainda estou muito verde na parte da gravação/mixagem, mas digam da vossa justiça. Coisas a melhorar, insultos, qualquer coisa Já agora.. como é que se insere o player do soundcloud? O embbed deles não está a resultar para mim.
  10. O TS é o meu drive favorito, mas não sei se será a melhor aposta para palm mutes tight. Não tenho grande experiência com os outros, só com o boss. É porreiro e não desilude mas não é um pedal muito divertido. É mais um cavalo de trabalho. Já tive um mxr que acho que se encaixa bem no estilo que referes. Sai um bocado do budget, mas se quiseres investigar o MXR FET Driver...
  11. Realmente squier parece ser o mais seguro. Há algumas marcas brancas que sinceramente não sei se valerão a pena. Não me convinha era esticar muito mais por acaso. https://www.thomann.de/pt/fender_sq_jaguar_special_ss_bk.htm?ref=prod_rel_307573_1 Estes são short scale mas até têm bom aspecto e um preço simpático. Alguém tem alguma experiência com isto?
  12. Por falar em preço... Recomendam algum baixo para quem tem budget apertado? Máximo de 250/300€. Gosto muito do estilo do jazz bass. p-bass e essas coisas.
  13. Eu n preciso de mais um reverb mas isso está a dar-me gases
  14. Eu também fico a olhar para os ficheiros dos prozões como um burro a olhar para um palácio. Se tiver mais de 5 elementos na mix já estou a lutar para que as coisas não se estejam a atropelar. E em relação a plugins.. não consigo usar muito mais para além eq e compressão.