pgranadas

Membro
  • #Conteúdo

    4632
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

2484 Reputação Brutal

1 Seguidor

Sobre pgranadas

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Luxemburgo
  • Cidade
    .
  • Instrumento
    Escolhe

Quem visitou o meu perfil

6822 visitas ao perfil
  1. Os barretes e relíquias do OLX

    Então, ele faz dinâmicas, mas condessa-as!!!!!
  2. Dúvida sobre gravação de micro

    E verificar se o setting da entrada esta para linha ou micro.
  3. Melhores plugins ( Pagos e Free)

    oK, é pago....mas 1€!!!! por um synth com isto tudo!!! Eu comprei, claro... https://webshop.oz-soft.com/en/content/8-genesis-pro
  4. R.I.P. Little Richard

    Este ano tem sido uma razia incrível.
  5. Absolutamente de acordo. Porque o mal da música actual, não está no metronomo, está no facto de a maioria dos músicos serem uma bosta, e de os produtores sacarem do “quantize” para corrigir, e aquilo perde todo o feeling que até poderia ter.
  6. Paulo (aka @resolectric), nem sei como começar... Fiquei arrepiado em todos os poros. ESTÁ LINDO. E não me estou a referir ao vídeo, que também está muito bom. A estética musical, o posicionamento das vozes no espaço estereofônico, a “cor”, é incrivelmente belo. Tu com esta gravação mostraste o quão bom és no teu trabalho (caso alguém ainda tivesse dúvidas). É um trabalho de mestre Paulo. Se não o afirmasses, nunca diria que esta obra foi gravada nessas condições. Portanto, os meus sinceros parabéns. Ambas as minhas filhas ficaram de boca aberta, a mais nova, que não ouve este tipo de música (mas que tem bons gostos por influência do pai, claro) ficou de boca aberta e deu uma grande “UAU!!!”, e afirmou :”vai ser o meu novo toque de despertador” ( portanto a esta hora já ripou o ficheiro e já o pirateou) Vou guardar este vídeo e o teu texto de descrição, porque são uma exemplo de que não basta ter-se equipamento, é necessário ter-se um bom kit de unhas acima de tudo. Agora voltando ao tópico, como gravo tudo sozinho, a coisa tem mesmo de ser com metronomo, não há outra forma. Mas em banda, dependendo muito do que é o género, de forma geral também gosto de ter metronomo mas há uma razão para isso. Tenho a tendência de usar máquinas com arpegios, delays na guitarra regulados ao bpm, e se não se segue o tempo, aquilo no final dá asneira.
  7. Vale a pena investir em analógico?

    O gajo parece o trampa a falar. Eu fiz, eu desenhei, eu criei, eu fiz un vst com botões 3D e sombras que tira capacidade de processamento ao computador que seria muito mais util na qualidade do audio mas é gasta em tretas inuteis e ao falar uso este tom arrogante para dar ar que sou o mehor do mundo e mais inteligente mas na realidade só aqui estou porque me pagam porque na realidade não percebo nada de programação e quem fez esta coisa foi uma equipa de gajos que não aparecem no video porqu não usam chapéus dentro e casa como eu Mas ao menos, este plug permite introduzir valores pelo teclado, e gostei da função hold no noise gate, para não ser tudo negativo
  8. Microfone Voz

    Ao contrário, o e945 é super-cardioide. uma coisa é certa, ao preço que o D5 está, até vale a pena ter, nem que seja de backup.
  9. Microfone Voz

    A diferença entre eles é que um é Super-cardioide e o outro cardioide, mas são ambos bons micros, e na minha opinião muito superiores ao sm58, aliás, considero que os shure são muito overrated devido ao seu historial. Hoje ja existem muitas mais opções no mercado e bem melhores em termos de qualidade/preço. O melhor é mesmo testares, mas talvez queiras também levar em consideração os modelos da AKG. Tenho o D5 (micro usado também pelo Tim dos Xutos e que desceu imenso de preço, nem acredito que agora só custe uns 60€), mas melhor ainda o AKG D7. Mas como já disse, nada melhor do que os testares.
  10. Mesa de mistura como placa áudio

    Com essas mesas, não. com a x32 da Behringer ou equivalente, sim.
  11. Vale a pena investir em analógico?

    Especialmente porque, se tem válvulas que brilham, e o chassis do equipamento apresenta sinais de ferrugem, é porque é mesmo bom, porque é vintage. Ainda estou para descobrir uma controladora que me faça esquecer que não estou a usar uma consola e sinta os “botões” a reagirem, se é que me faço entender. Porque acredito que isso seria “game changing”.
  12. Vale a pena investir em analógico?

    Esta coisa de digital e analógico, é mesmo de arrancar os cabelos. Eu, como muito de vós, também trabalho só em digital, e tenho muita curiosidade quanto a usar sistemas híbridos. Especialmente no que diz respeito a compressores e prés de micro, aí acho que a diferença é brutal, porque de resto até me adaptei, e n final com o barulho das luzes, ninguém percebe a diferença, e o que importa são os resultados. Aquilo que não consigo mesmo, é perceber porque raio, insistem em fazer plugs a emular as consolas, usando “botões “. Mas quem é que vai querer um botão num monitor!!! Botões nas mãos sim, no monitor, não. Ainda bem que existe o fabfilter, porque felizmente alguém percebeu que havia formas mais intuitivas, lógicas, inteligentes, etc, de se utilizar um monitor e o rato, do que simular um objecto, que não se pode usar.