pgranadas

Membro
  • #Conteúdo

    4409
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Feedback

    0%
As minhas Músicas Preferidas

Reputação

2155 Reputação Brutal

Sobre pgranadas

Informação de Perfil

  • Sexo
    Masculino
  • País
    Luxemburgo
  • Cidade
    .
  • Instrumento
    Escolhe

Quem visitou o meu perfil

5295 visitas ao perfil
  1. Converter firewire

    Uma placa de FireWire é barata, até podes eventualmente aproveitar a que tens no actual pc.
  2. MIDI 2.0

    Qual quê, tu já estás na categoria de super cromo. Haja paciência para fazer tudo isso.
  3. MIDI 2.0

    Eu estou entusiasmado com a vinda de um formato MIDI melhorado. Não creio que o Midi2 implique um novo tipo de fichas ou algo incompatível com o Midi1. Digo isso pelo simples facto de estar a ser apresentado como Midi2, e não como algo novo ou um standart diferente. Quando apareceu o USB, isso implicou um novo Standard para substituir os anteriores, as portas paralelas, SCSI, COM, ou de série. Mas o USB 2 e 3 foram sempre compatíveis com os anteriores, apenas sendo perceptível a mudança nos novos equipamentos , mas não impedindo de utilizar os anteriores. Sendo o Midi apresentado como Midi2, e não com um nome diferente, isso leva-me a crer que os velhos equipamentos serão compativeis, mas nos novos aparecerão novas funcionalidades, talvez mais canais (ainda se lembram das críticas que eram feitas por apenas existirem 16?), mais velocidade de transmissão dos dados, e melhor integridade, ou pelo menos a simplificação de se usar algumas funções que só se consegue actualmente com o complicado codigo, que nos permite muitas coisas como mudança de programa, mudanças de parâmetros nos programas, etc, mas que pela sua complexidade, e até mesmo pela sua fragilidade, acaba por ser muito pouco usado pela maioria dos músicos. É um bocado como o Linux. Fica mesmo só para os cromos, e os restantes mortais ficam-se pelo Windows ou IOS.
  4. que guitarra devo comprar?

    Porquê comprar algo feito na China, quando tens na mesma gama de preços, feito em Portugal? https://www.thomann.de/pt/thomann_classica_comfort_4_4.htm?ref=intl&shp=eyJjb3VudHJ5IjoicHQiLCJjdXJyZW5jeSI6IjIiLCJsYW5ndWFnZSI6InB0In0%3D Estas guitarras são fabricadas pela APC, http://apc-instruments.com/ e acredito que sejam tão boas, senão melhores do que as outras.
  5. Ergon Guitars

    Havia uma fábrica, que um dia teve de parar a produção. Uma máquina essencial tinha parado de trabalhar, e nenhum dos trabalhadores compreendia o que se passou. Chamaram um técnico, que chegou, analisou a máquina, e ao fim de uns 10 minutos abriu um painel, clicou num botão e a máquina começou a funcionar. Claro que o patrão ficou contente, assim o pessoal podia recomeçar a trabalhar, e pediu a conta. O técnico respondeu que eram 5000€. O patrão ficou escandalizado. “5000€!!!!” Repetia quase exaltado. ”Tudo bem”, concluiu ele com ar de quem tinha encontrado uma solução, para aquilo que ele considerava uma escandaleira. “Eu pago os 5000€, mas primeiro quero uma factura detalhada do serviço que justifique essa quantia” ”Concerteza” respondeu o técnico com a a habitual cordialidade. “Assim que chegar ao escritório a farei e a enviarei” Horas depois, chegou a factura por e-mail, e na descrição dizia: Deslocacao: 50€ Horas: 10 min. (Observar o problema da máquina, abrir painel, clicar no botão, fechar painel) 5€ Saber que botão clicar: 4945€
  6. Rádio circuito fechado

    A questão, não é de quantas colunas necessitas por m2, mas sim de quantas podes ligar ao amplificador. E de quantos amplificadores de 140wats necessitas para um local barulhento. De qualquer forma, colunas de 12watts, para amplificadores de 140watts, não serve.
  7. Palhetas

    Julgo ser referência ao Brian May, que também usa uma moeda como palheta.
  8. Os barretes e relíquias do OLX

    Depende do ponto de vista. Do ponto de vista do vendedor, até deve ser pechincha. Do meu, até por uns 300INR era capaz de ficar com ela.
  9. Pedal DIY com transformador

    Podes, claro que sim. A vasta maioria dos pedais têem as duas opções e isso em nada altera a sua funcionalidade.
  10. Apresentação

    Bem vindo
  11. Guitarra para Heavy Metal

    Curto!!! Diria que seria preciso um milagre.
  12. A música e a matemática

    Confirmo...já tenho guitarras que “cheguem”, mas não tenho uma Fender Japonesa. E não sei porquê, mas acho que ficaria muito mais feliz com uma na minha colecção.
  13. No meu caso, a preferência para o Yamaha foi pela qualidade das teclas que fiz um side by side na altura e que relatei aqui. Quanto a qualidade do sample, o Yamaha tem samplado o Yamaha’s CFIIIS 9′ concert grand piano. O Roland soa “melhor” também para os meus ouvidos que têem como referência os pianos usados na música dos anos 80, mas a verdade é que é menos realista. Sendo isto tudo também muito relativo, porque as colunas embutidas não são grande coisa. Servem, mas não impressionam. Em conclusão, dei prioridade à qualidade das teclas, já que o som que vem de origem, ligado ao pc e via um vst de qualidade é resolvido e seleccionado a gosto. E dei também atenção à resposta das mesmas. Ao se tocar muito rapidamente, em alguns modelos havia notas que eram perdidas. Alguns pianos não tinham capacidade de resposta para toda a informação, coisa que nos Yamaha não acontecia.
  14. Tenho o Yamaha que o @PCanassugere, e estou satisfeito com a compra, que teve objectivos parecidos com os teus. Para as miúdas praticarem e apanharem entusiasmo/teclado com teclas a sério para eu ligar ao PC.