Toda a actividade



Este stream atualiza-se automaticamente     

  1. Esta hora
  2. Hoje
  3. Muito porreiro, pelo menos gostei de ouvir o que se falou no primeiro. Se fosse na "margem sul" do douro ia.
  4. Quim Barreiros vs Dire Straits

    Eu não estou familiarizado com o trabalho dele para além do album que lhe gravei (A Garagem da Vizinha) e também não posso dizer nada em relação à música que está neste post pois nunca a ouvi mas posso tecer dois comentários: 1. é a primeira vez que ouço guitarra numa música do Quim Barreiros. Do que conheço dos outros albuns, é tudo baseado em Bateria, Baixo, Teclas, Acordeon e vozes ou então sintetizadores e vozes (como no album que gravei) 2. é recorrente que os albuns do Quim Barreiros estejam repletos de "versões" de música popular brasileira (geralmente nordestina) com as letras "aportuguesadas". Também no caso desta música, o uso de algo que não é brasileiro de origem, será uma novidade. Com estes comentários estou-me a referir à Intro dessa música do post, que tem uma progressão harmónica similar à dos Dire Straits. Não comento o resto de nenhuma das duas músicas pois não tenho paciência para ouvir nem uma nem a outra. ...mas acho triste os Dire Straits usarem um excerto da música do Quim Barreiros
  5. Ergon Guitars

    E comi são a nível de conforto e de braço? Nota-se alguma ou clara diferença das demais? Tal como o @tmo, também a mim é aí que reside o ponto Uau, ou a falta dele para que um instrumento justifique um maior investimento, também associado a uma construção que garanta uma estabilidade e durabilidade, como é obvio, mas um instrumento até pode ter uma boa construção a nível de rubustes, mas não ser confortavel ou apelativo.
  6. Ontem
  7. Quim Barreiros vs Dire Straits

    Desculpem a ignorância... Mas a música do Quim Barreiros é mesmo assim. (ou isto é apenas a gozar). Desculpem... Não estou muito familiarizado com o trabalho dele...
  8. Zildjian Avedis Paper Thin Crash 14"

    Ainda disponível
  9. Pedal Ibanez - Sonic Distortion 9 - SD9

    Ainda disponível
  10. 2x Pearl CH 88 L - Suporte Pratos

    Ainda disponível
  11. Loja de música Madrid

    Um simples search no Google por Guitar Store Madrid dá isto: https://www.google.fr/search?q=guitar+store+Madrid&npsic=0&rflfq=1&rlha=0&rllag=40420528,-3677154,2945&tbm=lcl&ved=0ahUKEwijp-vTvtbaAhVOW8AKHQ6YC2oQjGoIbg&tbs=lrf:!2m1!1e2!2m1!1e3!3sIAE,lf:1,lf_ui:10&rldoc=1#rlfi=hd:;si:;mv:!1m3!1d38471.76285925851!2d-3.6820181000000005!3d40.42558405!2m3!1f0!2f0!3f0!3m2!1i120!2i152!4f13.1;tbs:lrf:!2m1!1e2!2m1!1e3!3sIAE,lf:1,lf_ui:10
  12. Ergon Guitars

    Ele já fez uma Flying V, para a metalada. Quanto ao som, já experimentei três e a característica comum de todas elas é que ocupam uma maior gama de frequências do que aquilo que eu estou habituado. Se resulta bem numa banda, não sei.
  13. Procuramos Baterista

    Somos uma banda rock de originais portugueses e procuramos baterista com experiência. Já temos 18 músicas em carteira.
  14. Procuramos Guitarrista

    Somos uma banda rock, de originais portugueses e estamos à procura de um guitarrista. Já temos 18 originais em carteira.
  15. Mojo Hand FX Magistrate

    Up
  16. Ergon Guitars

    A partir de certo nível, a sonoridade de cada guitarra não é melhor do que a da vizinha, é antes um gosto pelo respectivo timbre que chama este ou aquele músico. Para mim, uma guitarra está no braço e na respectiva electrónica. Independentemente do tipo de construção, tenho de gostar do braço/escala e das possibilidades tímbricas que os pickups devolvem. Não tenho uma única guitarra que tenha apenas 3 timbres (exceptuam-se a acústica e a Miro para os putos). Depois, o tamanho, forma e acabamento do corpo são secundários. No caso da Ergon, o GRANDE investimento está claramente no trabalho do corpo da guitarra e eu não tenho necessidade de esculturas únicas nas minhas mãos. Não digo que ele não invista no braço, terá o necessário investimento para que as guitarras se encontrem ao nível presente, mas a imagem de marca é claramente o corpo destas. O corpo de uma guitarra para mim, assim como a sua construção, são aspectos algo secundários, sendo que tenho preferência por designs simplistas e sem grandes complicações. Com isto, não quero dizer que se me fosse oferecida uma destas guitarra a descartasse/vendesse. Apenas que havendo pilim, só seria compra quando esgotasse todas as outras possibilidades, quero dizer, completasse os meus outros GASES. Mais rapidamente investia numa Strandberg de 7 ou 8 cordas... Estas guitarras são, segundo o meu ponto de vista, equiparáveis a obras de arte, cujo público será o músico já estabelecido na praça, seja como músico ou como prof., na área do jazz/fusão, por aí. Não estou a ver a malta da metalada a rifar com estas preciosidades.
  17. Banda procura baterista | URGENTE

    !!!!
  18. Loja de música Madrid

    Há muito tempo que não vou a Madrid. Há muitas lojas por lá, umas mais no centro, outras menos, mas dentro de Madrid há mesmo muitas, ou havia. Lembro-me de uma relativamente perto das Portas do Sol e ao pé da Ópera também as há. Há muitas pequenas lojas de construtores de guitarras acústicas entre a ópera e o palácio. Lembro-me de ver uma loja com BUÉ, mas mesmo BUÉ guitarras nos gostos mais convencionais (cof cof LPs e Strts e teles...) das marcas da praxe, mas não sei dar indicações. Sugestão: procurar nos sites das marcas preferidas os DEALERS ou INTERNATIONAL DEALERS e ver o que há em Espanha ou Madrid... foi assim que dei com algumas lojas. Mandar emails aos dealers a perguntar por pontos de venda em Madrid...?
  19. Ergon Guitars

    É por isso que digo que ninguém sobrevive a trabalhar com margens mínimas, é simplesmente impossível a longo termo. Não esquecer também que aquele site Alemão por certo está a meter uma margem em cima.
  20. Ergon Guitars

    Pareceu-me que ele está a fazer 8 ou 9 por ano, no máximo. Mas ainda está numa fase de investimento na marca. Por exemplo, ir ao Holy Grail ou á NAMM não é de borla, bem como outras coisas. Pode-se fazer os melhores produtos do mundo mas se ninguém os conhecer não vai resultar. E por outro lado, cada guitarra que faz e que não se vende logo, é um mês de trabalho que não se recebe. É preciso sempre fazer algumas guitarras sem cliente definido para se mostrar o trabalho que se está a fazer.
  21. Procuro baixista/baterista Lisboa

    Para banda de originais em inglês e covers(para fazer algum nos bares) Já tenho várias canções algumas delas já toquei na minha primeira banda.Influências: Tom Petty, Kinks,Led Zepplin, Blur,Oasis,.e, Boston,Queen Rock melodioso
  22. Ibanez K7 FB (7 cordas, Korn signature)

    Bump!
  23. Loja de música Madrid

    Em Madrid, não conheço, mas não devem faltar belas lojas de perdição. Aproveito, e sugiro para quem for numa peregrinação a Santiago, que visite a loja Estudio 54. A loja mais bonita e com melhor material que conheço.
  1. Ver mais actividade