Procura na Comunidade

Resultados de tags 'audio'.



Mais opções de procura

  • Procurar por Tags

    (Opcional) As tags ajudam a encontrar este conteúdo. Escrever tags separadas por vírgulas.
  • Procurar por Autor

Tipo de Conteúdo


Comunidade

  • Geral
    • Discussão Geral E Cultura
    • Divulgação
    • Apresentações
    • O Cantinho da Thomann
  • Divulgação
  • Teoria Musical
    • Teoria e Composição Musical
  • Guitarra
    • Guitarra
    • Amplificação
    • Pedais e Efeitos
    • Instrução e Técnica
  • Baixo, Bateria, Teclas, Voz e Outros Instumentos
    • Baixo
    • Voz
    • Bateria e Percussão
    • Teclas - Pianos, Arranjadores e Sintetizadores
    • Outros Instrumentos
  • Faça Você Mesmo (DIY)
    • Projetos de DIY
  • Som
    • Estúdio
    • Ao Vivo e em Palco
    • Vintage e HiFi
  • Novidades e Ajuda
    • Novidades e Regras da Comunidade
    • O Forumusica: ajuda e opiniões
  • Banda Exemplo's Tópicos
  • MÚSICOS EM LISBOA's Tópicos
  • Músicos em Braga e arredores's Tópicos
  • Mixing in The box.'s Tópicos
  • Mixing in The box.'s Tópicos

Categorias

  • Busca Músicos

Categorias

  • Guitarras
  • Baixos
  • Peças Guitarra e Baixo
  • Bateria e Percussão
  • Pianos e Teclados
  • Amplificadores de Instrumentos
  • Pedais e Efeitos
  • Coisas para DIY
  • Áudio Profissional
  • Outros Acessórios
  • Outros Instrumentos
  • Livros e Revistas
  • Álbuns e Bilhetes

Categorias

  • Técnicos e Luthiers
  • Lojas
  • Formação e Ensino
  • Estúdios
  • Salas de Ensaio
  • Aluguer de Som e Luz
  • Fotografia e Imagem
  • Produtoras e Editoras
  • Importadores
  • Fabricantes
  • Desenvolvedores de Software Musical
  • Bares e Sítios para Tocar
  • Outros Serviços para Músicos

Categorias

  • Dicionário

Categorias

  • Guitarra
  • Baixo
  • Efeitos
  • DIY
  • Gravação e Som

Categorias

  • Música e Cultura
  • Teoria Musical
  • Guitarra
  • Electrónica Musical
  • DIY
  • Baixo
  • Teclas
  • Gravação e som

Calendars

  • Concertos
  • Workshops
  • Banda Exemplo's Calendário
  • MÚSICOS EM LISBOA's Eventos
  • Músicos em Braga e arredores's Eventos
  • Mixing in The box.'s Eventos

Categorias

  • Testes de Cultura Musical
  • Testes de Teoria Musical
  • Testes de Gravação e Estúdio

Estilos Musicais

  • Ideias (Permite Download)
  • Alternativo
  • Baile
  • Blues
  • Country
  • Folk
  • Fusão
  • Jazz
  • Metal
  • Clássica
  • Pop
  • Reggae
  • Religiosa
  • Rock
  • Techno
  • Outro
  • Banda Exemplo's Player
  • MÚSICOS EM LISBOA's Player
  • Mixing in The box.'s Player

Blogs

Não há resultados a mostrar.

Não há resultados a mostrar.


Tipo de Membro


Está online?


Com Foto?


Número de posts

Entre e

Idade

Entre e

Último post

Entre e

Telemóvel


Cidade

Encontrado: 6 resultados

  1. Aqui ficam umas fotos de mais um projecto 3D: uma caixa para o amplificador TDA7492P (12V, 25W+25W). É um classe D, tem uma entrada usual stereo mas funciona lindamente com bluetooth, óptimo para ter na sala. Aqui fica o link dos ficheiros para impressão: https://www.youmagine.com/designs/3d-printed-box-for-the-tda7492p-audio-amplifier Boas construções.
  2. Interface de audio

    Todos os computadores têem de origem uma placa de som, que permite ao computador reproduzir sons e música, assim como capturar e gravar. No entanto, isso não chega, nem permite, que se consiga produzir música, com um sistema assim. Existe múltiplas razões para tal, mas a mais importante tem a ver com a latência. Por isso é necessário um equipamento planeado, fabricado e com software (drivers), que permita a utilização de um computador para produzir música. O Interface Audio, é na prática uma "placa de som" com componentes de melhor qualidade, e com as fichas necessárias para se ligar a esse interface, um ou mais micros, assim como instrumentos musicais, como guitarra, baixo, teclado, etc. Liga-se ao computador através de USB, FireWire, ou Thunderbolt, e há de variados formatos, tamanhos e preços.
  3. Olá, O outro post com o mesmo título é de 2013 e está arquivado, por isso tive de criar um novo. Estou à procura de uma interface audio USB para gravar guitarra clássica (GC) e eléctrica (GE). Para a GC tenciono usar 2 microfones para obter um som combinado. Para gravar a GE tenciono fazer este esquema: guitarra -> processador de efeitos (output left e output right) -> interface audio (input 1 e input 2) -> PC (via USB). Claro até aqui? Após muita pesquisa, estou entre estas duas: Miditech Audiolink IV e Focusrite Scarlett 2i2. Audiolink IV: As vantagens que vejo são o preço (114.99€ com portes por encomenda aqui), o pacote de software incluído, as entradas MIDI e o facto de não ser necessário instalar drivers (as outras interfaces têm sido criticadas pelos drivers). Em termos de funcionalidade à primeira vista, é semelhante à Focusrite 2i2, excepto no MIDI. No entanto, não há reviews, nem informação de clientes sobre ela. Nada na internet inteira . O produto é de Fevereiro de 2015. Contactei a Miditech e obtive alguma informação adicional para tentar confirmar que é possível gravar nos 2 inputs em simultâneo e outras informações (nada de mais, mas em pé de igualdade com a concorrência neste ponto). Disseram-me ainda que não fariam vídeos de apresentação/promoção e que consultasse se os sites da Thomman e MusicStore teriam mais informação. Não há mais nada nesses sites. Focusrite Scarlett 2i2: Semelhante à Audiolink IV em funcionalidade, mas sem MIDI e requer drivers. Também inclui software, mas menos. O preço varia de loja para loja no intervalo 125€-140€ em Portugal (sem portes penso eu) e 145€ (125+20) na Thomann. Dizem que tem bons preamps, tem boas reviews e um feedback positivo no geral. Os critérios mais importantes que distinguem (na minha perspectiva) estas 2 interfaces são 1) o preço, 2) o pacote de software e 3) a necessidade de drivers. O preço e o software é melhor na Audiolink, mas não tenho feedback do produto, como existe para a Focusrite. Dizem que a Focusrite tem boa qualidade de som e noutros aspectos. O que vos parece? O meu orçamento é cerca de 130€, dado que já tenho guitarras, microfones, cabos e processador de efeitos. Para começar e aprender parece-me ser suficiente. Para primeira interface não quero gastar muito, mas também que seja algo de qualidade "minimamente boa" para que não tenha de mais tarde gastar mais dinheiro noutra interface um pouco melhor. Por exemplo, prefiro comprar uma interface de 100-150€ que satisfaça as minhas necessidades em vez de uma de 60€ que depois me "obrigue" a gastar 100-130€ em algo melhor (60+130=190€). Resta acrescentar que a experiência e o conhecimento de gravação são poucos, embora já tenha gravado umas músicas há uns anos sempre com uns bzzz e uns cliques de fundo. Opiniões?
  4. Desmistificamos 5 ideias pré concebidas sobre o Audio em Alta Definição.A indústria da música anda confusa com o High Resolution Audio (HRA). A maior parte das pessoas focam-se na questão dos formatos: analógico vs digital, taxa de amostragem, PCM vs DSD, comprmido vs descomprimido. Mas o Audio de Alta Resolução é muito mais que o formato. Os formatos podem definir a resolução, mas não definem a resolução que chega aos teus ouvidos. Para perceber isto pode ser mais fácil definir o que NÃO é o Audio de Alta Resolução. Vamos então a factos! 1) O Áudio de Alta Resolução não é: Uma gravação a 24 bits tocada por fones num dispositivo portátilUma gravação de 192 kHz tocada através dos speakers do portátilUm CD de alta qualidade tocado no típico leitor de CDs de um carro.Explicação: Estes três exemplos mostram limitações óbvias no hardware que reproduz o som. É quase impossível construir um dispositivo portátil de baixo consumo que tenha um desempenho muito maior que 16 bits. O áudio de 24 bits tem muito pouco a acrescentar quando tocado num dispositivos destes. Da mesma forma, a largura de banda proporcionada por uma taxa de amostragem de 192 kHz não traz vantagens quando tocada pelos speakers de um portátil. Altas taxas de amostragem não trazem maior valor quando a resposta do speaker é muito limitada. De igual forma, um ambiente barulhento como um carro limita a experiência de reprodução. Num ambiente pequeno e ruidoso, o formato de CD não chega perto de ser insuficiente atendendo ao ambiente do carro. Ou seja: gravações de alta resolução não trazem melhorias quando são tocados em dispositivos pequenos, speakers pequenos ou ambientes ruidosos. 2) O Áudio de Alta Resolução não é: Uma versão up sampled a 192 kHz de um CDUma versão up sampled de um Mp3Uma cópia digital de alta resolução de um vinilUma cópia em alta resolução de uma K7Explicação: Estes quatro exemplos estão limitados pela qualidade da fonte. Se a fonte é de baixa qualidade, por mais que se "re-amostre" em alta qualidade, o resultado nunca será em alta qualidade. Aliás, normalmente o resultado final até é pior que o original. A compressão em MP3 acarreta perdas. Os detalhes musicais perdem-se para sempre e é impossível recuperá-los. Os vinis têm hoje em dia uma "aura" mágica, mas não são gravações de alta resolução, e têm limitações específicas: têm níveis de ruído maiores, tem uma separação stereo limitada e têm algumas limitações nas zonas das baixas e altas frequências. O formato CD tem vantagens em quase todos os fatores relativamente ao vinil. Uma K7 pode ter uma resposta em frequência maior que um CD, mas não tem a performance do ruído que a codificação 16-bit PCM do CD tem, 3) O Áudio de Alta Resolução não é: RobustoExplicação: o áudio de alta resolução requer processamento de alta resolução em todas as etapas. A qualidade é sempre limitada pelo elemento mais fraco. Além disso, maior o número de etapas, maior o número de ruído, pois em cada etapa é adicionado sempre algum ruído adicional, e o ruído não pode ser eliminado na maior parte dos casos, tal como a distorção. 4) O Áudio de Alta Resolução não é: PerfeitoExplicação: o áudio de alta resolução não tem defeitos audíveis, mas não é perfeito nem será o som "para sempre". Tal como a passagem dos 16 bit para os 24 bit acarreta melhores níveis da relação sinal/ruído, no futuro poderão ser introduzidas melhorias. 5) O Áudio de Alta Resolução não é: A única forma de apreciar músicaExplicação: o áudio de baixa resolução em os sistemas de fidelidade mais baixa continuam a ter o seu lugar. Quem não gosta de ouvir MP3 on-the-move? Quem não ouve músicas no portátil enquanto trabalha? Houve pessoas que se tornaram fãs dos Beatles a ouvir a música em rádios AM manhosos. Ainda hoje há jogos antigos de computador com audio a 8 bits que são adorados pelos fãs. É tudo uma questão de contexto e condicionantes! Clica aqui para ver o artigo
  5. Academia

    Pessoal alguém sabe o que é feito da academia? o site deles já não está em funcionamento
  6. Ajuda com Home Estúdio

    Olá galera, venho hoje pedir tanto a opinião quanto a ajuda de vocês... Irei construir um Home Estúdio simples aqui na minha casa para alguns ensaios e também futuras gravações, mas não quero gastar muito, na verdade tentar gastar o minimo possível, por que o que estou me focando é com a construção do local,e do tratamento e isolamento de áudio. Irei construir um comodo de 8.32 metros quadrados (3.20 metros de comprimento, 2.60 metros de largura e 2.40 metros de altura, onde o mesmo terá apenas uma porta e nada de janelas para evitar o vazamento/entrada de áudio. Minha ideia para o isolamento de áudio, mesmo muito desinformado do assunto, por este ser um assunto bastante complicado e polemico, pensei em usar 3 tipos de materiais (lembrando que penso no custo/beneficio principalmente): Cartelas de ovo, isopor e espuma. Pensando em isolar e tratar para tentar não matar totalmente o som mas não deixa-lo vazar, pensei no seguinte... Preencher totalmente 3 das 4 paredes com cartelas de ovo e sob as mesmas colocar a espuma comum (não me importando com espumas anti-chamas), para assim tratar o vazamento/entrada do som e anular um pouco o reverb, e dar uma pequena maior enfase aos graves. Na outra parede pensei em apenas instalar a espuma para isolar um pouco mais o áudio mas não totalmente (por isso que optei por não colocar as cartelas de ovo nesta parede) por que imagino que se isolar "totalmente", provavelmente nos ensaios, a banda não ouvira nada mais do que a bateria, imagino eu. No teto instalaria o isopor na parte externa para ajudar no isolamento acústico. Sei que posso estar errado em muitos conceitos que citei acima, mas apenas não coisas que imaginei após ler diversos tópicos sobre o mesmo assunto, onde cada um tem um ponto de vista diferente, o que complica muito uma conclusão direta e precisa. Quando tive a ideia de lançar este tópico foi para mesmo pedir a ajuda de veteranos da área ou alguém que tenha uma experiencia maior em termos de isolamento/tratamento acústico, gastando pouco, para assim conseguir dicas e chegar enfim a uma decisão CONCRETA E PRECISA do que vou fazer em relação ao meu Home Estúdio com baixo custo. Queria pedir a vocês que me ajudem tanto me corrigindo em pontos que me expressei mal quanto com dicas que não ajudaram só a mim, mas a muitos que ficam se desmiolando com duvidas perante a tal assunto tão polemico e com uma imensa diversidade de opiniões... Basicamente queria dicas de se estou pensando certo, se não, o que fazer para isolar/tratar de uma forma razoavelmente boa o meu futuro Home Estúdio com materiais que possa comprar gastando pouco e obtendo um resultado final bom... Agradeço a quem me ajudar e tenho certeza que não estarão ajudando somente a mim, pois imagino que eu não seja o único com tal duvida... Obrigado