Procura na Comunidade

Resultados de tags 'música '.



Mais opções de procura

  • Procurar por Tags

    (Opcional) As tags ajudam a encontrar este conteúdo. Escrever tags separadas por vírgulas.
  • Procurar por Autor

Tipo de Conteúdo


Comunidade

  • Geral
    • Discussão Geral E Cultura
    • Divulgação
    • Apresentações
    • O Cantinho da Thomann
  • Divulgação
  • Teoria Musical
    • Teoria e Composição Musical
  • Guitarra
    • Guitarra
    • Amplificação
    • Pedais e Efeitos
    • Instrução e Técnica
  • Baixo, Bateria, Teclas, Voz e Outros Instumentos
    • Baixo
    • Voz
    • Bateria e Percussão
    • Teclas - Pianos, Arranjadores e Sintetizadores
    • Outros Instrumentos
  • Faça Você Mesmo (DIY)
    • Projetos de DIY
  • Som
    • Estúdio
    • Ao Vivo e em Palco
    • Vintage e HiFi
  • Novidades e Ajuda
    • Novidades e Regras da Comunidade
    • O Forumusica: ajuda e opiniões
  • Banda Exemplo's Tópicos
  • MÚSICOS EM LISBOA's Tópicos
  • Músicos em Braga e arredores's Tópicos

Categorias

  • Busca Músicos

Categorias

  • Guitarras
  • Baixos
  • Peças Guitarra e Baixo
  • Bateria e Percussão
  • Pianos e Teclados
  • Amplificadores de Instrumentos
  • Pedais e Efeitos
  • Coisas para DIY
  • Áudio Profissional
  • Outros Acessórios
  • Outros Instrumentos
  • Livros e Revistas
  • Álbuns e Bilhetes

Categorias

  • Técnicos e Luthiers
  • Lojas
  • Formação e Ensino
  • Estúdios
  • Salas de Ensaio
  • Aluguer de Som e Luz
  • Fotografia e Imagem
  • Produtoras e Editoras
  • Importadores
  • Fabricantes
  • Desenvolvedores de Software Musical
  • Bares e Sítios para Tocar
  • Outros Serviços para Músicos

Categorias

  • Dicionário

Categorias

  • Guitarra
  • Baixo
  • Efeitos
  • DIY
  • Gravação e Som

Categorias

  • Música e Cultura
  • Teoria Musical
  • Guitarra
  • Electrónica Musical
  • DIY
  • Baixo
  • Teclas
  • Gravação e som

Calendars

  • Concertos
  • Workshops
  • Banda Exemplo's Calendário
  • MÚSICOS EM LISBOA's Eventos
  • Músicos em Braga e arredores's Eventos

Categorias

  • Testes de Cultura Musical
  • Testes de Teoria Musical
  • Testes de Gravação e Estúdio

Estilos Musicais

  • Ideias (Permite Download)
  • Alternativo
  • Baile
  • Blues
  • Country
  • Folk
  • Fusão
  • Jazz
  • Metal
  • Clássica
  • Pop
  • Reggae
  • Religiosa
  • Rock
  • Techno
  • Outro
  • Banda Exemplo's Player
  • MÚSICOS EM LISBOA's Player

Blogs

Não há resultados a mostrar.

Não há resultados a mostrar.


Tipo de Membro


Está online?


Com Foto?


Número de posts

Entre e

Idade

Entre e

Último post

Entre e

Telemóvel


Cidade

Encontrado: 21 resultados

  1. Musica só faz sentido com pessoas. Música é uma forma de comunicar, de transmitir emoções, de dar palavra às pessoas, dar expressão ao grupo. A música formata as pessoas e as pessoas modelam a música. É uma saudável "luta" entre músicos e audiência que permite evolução. Para alguns autores, nos primórdios, a música constituía a ordem perante o caos da natureza. Com o evoluir dos tempos, a música foi a ordem perante os caos das sociedades. Que pessoas temos? O que lhes afectam? Que música querem ouvir? Estão sensibilizadas para a música? Gostariam de aprender ou dão cada vez mais ou menos importância à música? Há algo de errado, ou caminha-se na direcção certa? Que músicos temos? A música será uma forma de profissão? Que papel tem a evolução tecnológica? As escolas de música prestam um bom serviço público? Deixo estas perguntas para reflexão. Será igualmente interessante rever o vídeo abaixo, para tentar ver as tendências futuras:
  2. Violão Fácil

    Meu canal, pessoal. https://www.youtube.com/channel/UCCb_iG4dCnMLcraZmtRpC3w
  3. Boas malta! Aqui fica o primeiro tema do meu mais recente projecto, os Evil Syndrome. Espero que gostem. Abraço! https://www.facebook.com/EvilSyndrome https://evilsyndrome.bandcamp.com/ evilsyndromeband@gmail.com
  4. BANDA DE TRIBUTO AOS MUSE

    BANDA DE TRIBUTO AOS MUSE Muito resumidamente. Estou à procura de elementos que possam integrar de uma banda de tributo aos Muse. E o que é preciso? O essencial! A vontade de integrar este projeto que promete ser grande; Ser fã dos Muse (isso é óbvio); Ser de Lisboa ou perto de; Ter qualidade. Elementos que procuro: • Vocalista; • Baixista; • Baterista; • Pianista/Synths. Guitarrista já temos. Há por aí, em Portugal, bandas de tributo aos Muse, mas esta pretende dar o tributo que os Muse merecem! Talvez, um dia, ao estilo de Brit Floyd (banda de tributo aos Pink Floyd)
  5. FACES do EGO no Youtube

    O meu canal de youtube, outra forma de dar a conhecer os meus trabalhos ! Hoje são poucos...amanhã serão mais, subscrevam, obrigado !!! https://www.youtube.com/channel/UCr_Wzj4gJ7A1onmPoPr0p1w
  6. Investimento

    Viva! Estou com uma grande duvida sobre como começar a investir. Falaram-me muito bem sobre a Fractal Audio e sobre a Kemper, ambos sao um pouco caros e queria começar a investir em algo muito bom. Qual e a vossa opiniao sobre isso? Tem algum dos dois (ou ate mesmo os dois)? O que sugerem? Obrigado e saudaçoes musicais!
  7. Numa época em que muito se fala, infelizmente, de incêndios, queria tecer aqui algumas considerações sobre os ciclos de produção de música. E perguntam: O que é que incêndios tem a ver com música? Bem, eu acho que, feliz e absolutamente, nada. Mas para quem sabe minimamente algo sobre combate a incêndios, já ouviu com certeza do triângulo do fogo. E o que é este triângulo? Vejam na próxima figura: Este triângulo o que pretende demonstrar é que basta eliminar um dos lados do triângulo e o fogo extingue-se. Tão simples, como isso. Portanto, as maneiras de combate a um incêndio é feito através de: Eliminação do oxigénio; Eliminação do combustível; Abaixamento da temperatura. E sobre incêndios basta. Interroguei-me porque é que se produz tanta boa música numa época e de repente entra-se num tempo de estagnação. Parece que a música vive de ciclos, tal como as sociedades. Como tal pensei nos tempos áureos de 70, 80 e 90. O porquê da música ter dado um salto tão grande? E foi nessa altura que pensei no triângulo de fogo e extrapolei para um triângulo de ciclo de produção de música. O triângulo que concebi foi o seguinte: Os lados são representados por: Medos, Capital e Causas. Nos período de tempo a que me refiro, a vida mundial foi condicionada pela chamada “Guerra Fria”. As sociedades viviam o medo do terror do holocausto nuclear. No campo económico, as sociedades conheceram um sucessivo boom económico com o aparecimento de muito capital (leia-se, dinheiro). Finalmente, foram anos em que conhecemos a luta por muitas causas: Vietnam, HIV, o capitalismo, os movimentos separatistas, lutas raciais,... e até a protecção das baleias (como cantou Roberto de Carlos). E de tudo isto resultaram muitos êxitos e muita boa música. A aceitarmos este triângulo como base de reflexão, como podemos explicar que estejamos num ponto descendente no ciclo de produção da música? Vamos começar pelas Causas. Deixaram de haver Causas? Numa abordagem fria, diria que não. Existe uma causa muito importante que são as alterações climatéricas. A esta poderia juntar-se a fome e os direitos humanos nalgumas regiões do globo, as indústrias farmacêuticas, o plástico nos oceanos, os confinados conflitos armados... E a questão do Capital? Bem, pelas notícias, nunca houve tanto Capital disponível. Mas será que é bem assim? A recente crise mundial de 2008/09 veio demonstrar que o Capital pode ser criado artificialmente. Ou seja, por outras palavras, vamos imaginar que de repente todas as pessoas no mundo viam na sua conta bancária um depósito de 1.000.000 euros. Isso dá muito Capital mundial. Mas depois de indagarem os bancos declaravam que sim, o depósito estava lá na condição de ninguém, há excepção de umas poucas pessoas, poder movimentar 1 euro que seja dessa conta. Ou seja, resumindo, seríamos todos ricos no plano teórico. Na prática, tudo é pobre. E assim, parece-me que este lado do triângulo está um pouco debilitado. E finalmente a questão dos Medos. Será que existe hoje em dia que constitua um medo mundial. Eu penso que sim, as alterações climatéricas não são brincadeira. Mas ninguém liga a isso, pois os efeitos embora já sintam, não atingiram ainda uma proporção tão devastadora. Portanto, não existem Medos (exclui desta análise, obviamente, os medos individuais). Portante é mais um lado do triângulo que está muito debilitado ou praticamente não existe. Nos nossos dias, veria o triângulo do Ciclo de Produção Musical desta forma: Espero que esta abordagem seja do vosso agrado, pois em caso contrário, chutem as vossas opiniões.
  8. Vivo em Leiria. Estou indecisa entre entrar na JBJazz (tenho oportunidade de ir para Lisboa), mas como não há possibilidade de estudar Blues em piano (pois há em guitarra) e o Jazz nunca me interessou muito (ajudou-me a aprender mínimas técnicas enquanto andava no Orfeão em Leiria em aulas livres)... O que eu sinto que precisava neste momento era aprender um bocado de teoria visto que quero melhorar o meu contributo na minha banda e no meu projeto a solo, e por isso se permanecer em Leiria entraria na Rockschool, porque me apela a liberdade de escolher o que queremos aprender. Música é algo que me faz incrivelmente feliz, adoro escrever, compor, agora estudar por mim própria sempre me foi menos entusiasmante, mas sei que se soubesse mais de teoria me ajudaria no processo criativo... Agora o que não consigo decidir é entre seguir a música como profissão (não me vejo a tocar em orquestras coisas que se calhar não gosto), ou tirar um curso que me possa dar estabilidade no futuro... Alguém me pode dar sugestões de cursos para a minha situação, ou até mesmo conselhos de experiência na área.
  9. A música e a matemática

    Quem gosta de matemática? Muito poucos. Para muitos é abstracta, aborrecida... Quem gosta de música? Toda a gente. É real, alegre... Como música e matemática se cruzam? Andei à procura de exemplos na Net. Deixo aqui um exemplo que considero de meritória criação. Muitos mais haverão com certeza e sempre que houver algo interessante darei conhecimento.
  10. Entrevista a Vitorino de Almeida

    Aconselho o visionamento desta entrevista ao nosso compositor Vitorino de Almeida. São 30 minutos de perguntas directas e respostas curtas e claras sobre aspectos da vida desta personalidade, de Portugal e da música. http://www.tvi24.iol.pt/videos/tvi24/entre-tantos-convidado-vitorino-de-almeida/5b6f57290cf282952f039677
  11. Just...

    Novo trabalho de FACES do EGO ( Eduardo Quelhas ). São 11 instrumentais...compilação de temas antigos, revistos e aumentados . Como de costume, espero que gostem e, mesmo que não seja do vosso agrado, todos os comentários são bem vindos. Obrigado!!! https://facesdoego.bandcamp.com/album/just
  12. Baterista

    Baterista 21 anos, 7 anos de experiencia, a procura de bandas autorais e covers ou freelancer!
  13. Qual é a vossa rotina de prática de guitarra?

    Boas guitarristas, gostaria que partilhassem um pouco da vossa rotina de prática de guitarra, quanto tempo praticam, o que praticam, que exercícios praticam, etc. de forma a aprender um pouco com cada um de vós e melhorar a minha rotina ou a rotina de alguém que leia este tópico!
  14. Primeira vez no estudio

    Boas pessoal esta é a minha primeira demo que fiz, sintam-se livres para darem feedback, será bem recebido! https://www.youtube.com/watch?v=MViwNtBNlfY
  15. Me ajudem

    Alguma alma caridosa poderia me ajudar a descobrir que músicas são essas?
  16. WHY ( EP )

    FACES do EGO tem um novo trabalho, desta vez em formato "EP". São quatro músicas, três em Inglês e a restante em Português. Esta última, para já, é uma "bonus track", não está acessível. Espero que gostem!!! Comentários são sempre bem vindos, obrigado!!! https://facesdoego.bandcamp.com/album/why
  17. Eduardo Branco, Novo Single e EP

    Boas Apresento-vos o primeiro single - "Escuro" - do meu mais recente EP "Ilusão"! Dêem um olhadela e digam o que acham! E se puderem partilhem e deixem o vosso gosto! Felicidades em todos os vossos projetos!
  18. Workshop de Música para Filmes

    Workshop De Música Para Filmes a realizar no dia 8 de April na EKA PALACE entre as 17h e as 21h; com parte teórica e parte prática ! Inscrição para o e-mail andre@andredebrito.net Destinatários Músicos, compositores, realizadores, produtores, directores estudantes ou meros curiosos Objectivos Adquirir conhecimentos sobre a história, teoria e composição sobre música para filmes Requisitos Nenhuns Programa Breve história da música no cinema Funcionalidade da música na caracterização dramática Música na era de Ouro de Hollywood Jazz, pop e rock em música para filmes Musica pre-existente Música em filmes Sci-Fi e Terror Exemplos audiovisuais e parte prática
  19. Tem assunto para se tornar uma música?

    Fado da indecisão Fado da indecisão Disseste tua saudade Na letra de uma canção Triste forma encontraste De atingir meu coração. A mais bela melodia Fizeste a acompanhar Entre tanta nostalgia Eu nunca te vi chegar. És mal que não preciso O mal que me faz bem Junto a ti eu sinto frio Longe frio, sinto também. São horas de indecisão, Se estás, quero que vás, Não trazes paz à paixão Se não chegas, voltarás? O meu relógio é mudo Marco o tempo por teus passos Se não vens, fico sem rumo A vida feita em pedaços. Se vens para ficar entra, Se não segue o teu caminho, Quem já tanta luta enfrenta, Estando só, fica igualzinho.
  20. Boa tarde, estou a pensar tirar um curso de produção de música electrónica em Portugal (de preferência na zona de Lisboa) e gostaria de saber qual a melhor escola? Alguém aqui já frequentou a escola do ETIC e/ou a proDJ? Já ouço música electrónica desde pequeno, sempre tive uma paixão muito grande pela música electrónica mas nunca tive a "coragem" de seguir a área de produção de música electrónica. Sou definitivamente um iniciado na produção e não sei praticamente nada sobre os softwares (DAWs), já tentei produzir na versão trial do Ableton Live e do FL Studio mas sem sucesso, não só por ser a versão trial mas também porque me faltam as bases técnicas. E é por este motivo que sinto a necessidade de frequentar um curso para iniciantes na área de produção de música electrónica. O que aconselham?
  21. Sei que é um assunto "re-pisado" mas creio que é uma perspectiva interessante.