Procura na Comunidade

Resultados de tags 'pedalboard'.



Mais opções de procura

  • Procurar por Tags

    (Opcional) As tags ajudam a encontrar este conteúdo. Escrever tags separadas por vírgulas.
  • Procurar por Autor

Tipo de Conteúdo


Comunidade

  • Geral
    • Discussão Geral E Cultura
    • Divulgação
    • Apresentações
    • O Cantinho da Thomann
  • Divulgação
  • Teoria Musical
    • Teoria e Composição Musical
  • Guitarra
    • Guitarra
    • Amplificação
    • Pedais e Efeitos
    • Instrução e Técnica
  • Baixo, Bateria, Teclas, Voz e Outros Instumentos
    • Baixo
    • Voz
    • Bateria e Percussão
    • Teclas - Pianos, Arranjadores e Sintetizadores
    • Outros Instrumentos
  • Faça Você Mesmo (DIY)
    • Projetos de DIY
  • Som
    • Estúdio
    • Ao Vivo e em Palco
    • Vintage e HiFi
  • Novidades e Ajuda
    • Novidades e Regras da Comunidade
    • O Forumusica: ajuda e opiniões
  • Banda Exemplo's Tópicos
  • MÚSICOS EM LISBOA's Tópicos
  • Músicos em Braga e arredores's Tópicos

Categorias

  • Busca Músicos

Categorias

  • Guitarras
  • Baixos
  • Peças Guitarra e Baixo
  • Bateria e Percussão
  • Pianos e Teclados
  • Amplificadores de Instrumentos
  • Pedais e Efeitos
  • Coisas para DIY
  • Áudio Profissional
  • Outros Acessórios
  • Outros Instrumentos
  • Livros e Revistas
  • Álbuns e Bilhetes

Categorias

  • Técnicos e Luthiers
  • Lojas
  • Formação e Ensino
  • Estúdios
  • Salas de Ensaio
  • Aluguer de Som e Luz
  • Fotografia e Imagem
  • Produtoras e Editoras
  • Importadores
  • Fabricantes
  • Desenvolvedores de Software Musical
  • Bares e Sítios para Tocar
  • Outros Serviços para Músicos

Categorias

  • Dicionário

Categorias

  • Guitarra
  • Baixo
  • Efeitos
  • DIY
  • Gravação e Som

Categorias

  • Música e Cultura
  • Teoria Musical
  • Guitarra
  • Electrónica Musical
  • DIY
  • Baixo
  • Teclas
  • Gravação e som

Calendars

  • Concertos
  • Workshops
  • Banda Exemplo's Calendário
  • MÚSICOS EM LISBOA's Eventos
  • Músicos em Braga e arredores's Eventos

Categorias

  • Testes de Cultura Musical
  • Testes de Teoria Musical
  • Testes de Gravação e Estúdio

Estilos Musicais

  • Ideias (Permite Download)
  • Alternativo
  • Baile
  • Blues
  • Country
  • Folk
  • Fusão
  • Jazz
  • Metal
  • Clássica
  • Pop
  • Reggae
  • Religiosa
  • Rock
  • Techno
  • Outro
  • Banda Exemplo's Player
  • MÚSICOS EM LISBOA's Player

Blogs

Não há resultados a mostrar.

Não há resultados a mostrar.


Tipo de Membro


Está online?


Com Foto?


Número de posts

Entre e

Idade

Entre e

Último post

Entre e

Telemóvel


Cidade

Encontrado: 11 resultados

  1. Rapaziada, adquiri há algum tempo uma Pedaltrain Novo32 que é um "pequeno" trambolho. Acontece que o saco de origem é uma treta e está longe de oferecer uma proteção decente aos pedais. Visto que carrego muitas vezes o material em transportes públicos, tenho andado à procura de sacos alternativos já que as malas rígidas são mais pesadas e incómodas de alombar. - O saco da Mono tem muito boa pinta, toda a malta que usa tem bons comentários sobre a qualidade mas 199€ parece-me uma bocadinho excessivo. https://www.thomann.de/pt/mono_cases_pedalboard_tour_2.0.htm - O saco premium da pedaltrain, ronda os 139€, e apesar de mais barato li uma review (na thomann) bastante má no que toca à qualidade dos materiais e construção. https://www.thomann.de/pt/pedaltrain_soft_case_classic_pro_novo_32.htm -Há algumas malas de teclados onde se calhar conseguia fazer a festa por menos dinheiro, não sei se será o mais adequado. Alguém tem outras sugestões ou opinião sobre o material referido. muchas gracias
  2. Pedalboard caseira

    Decidi fazer uma nova tábua para os meus pedais. Comprei umas tábuas de pinho e pus mãos à obra. Ainda dá para meter mais um pedal bem apertadinho no degrau que fiz. Ainda há possibilidade de expandir a pedaleira.
  3. PedalBoard Caseira??

    Boas Malta!! Como é que andam?? Tudo a correr bem nas vossas guitarradas?? Precise de opiniões do pessoal Eu tenho alguns espectáculos durante o Verão já como é habitual! Este ano, vou usar uma pedaleira que adquiri recentemente, por ter umas dimensões muito pequenas, e também porque gostei muito do som da mesma, para o Pimba tanto para o Rock. A pedaleira em questão é uma Boss Me-25. Eu queria fazer uma PedalBoard para poder ter a pedaleira, mais um pedal WahWah que já usava antes que até curto dele, e também queria acrescentar o meu tablet onde este ano, terei as notas das músicas e dos solos todos que tocamos. Qual acham a melhor maneira de fazer a mesma, para ver se não me estendia no dinheiro para poder adquirir material novo ainda para o verão? Fica a questão ... já agora obrigado por estares a ler o post Thanks malta Boa continuação de guitarradas para todos
  4. Pedalboard

    O mesmo que pedaleira:
  5. Pedaleira

    Uma pedaleira é, normalmente um suporte para os vários pedais. Pode, noutro contexto, designar um conjunto de pedais ou um sistema multi-efeitos com vários pedais. A maioria das pedaleiras permite fixar os pedais através de uma base para fita de velcro, e podem vir em múltiplos feitios (vê aqui os modelos mais conhecidos) Exemplo de pedaleira (http://www.pedaltrain.com) As pedaleiras podem ser feitas em metal (alumínio é uma boa opção devido ao menor peso), madeira etc. Podes ver aqui um tutorial de construção de uma pedaleira em madeira:
  6. Construir uma PatchBox 4x4

    Gostavas de ter uma pedalboard que pudesse ser levada para todo o lado que fosse verdadeiramente plug and play? Ou organizá-la de modo a acabar com a confusão de cabos? Ou ligar o teu amp à tua pedalboard em 4CM sem a confusão toda de cabos por cima de pedais. Então estás no sítio certo: vamos construir uma patchbox DIY por muito menos que imaginas. Na última página do tutorial podes encontrar a lista completa de materiais e os sítios onde os podes comprar sem ter um rombo na carteira. Vamos lá então, mãos à obra. O objectivo é construir uma patchbox DIY 4x4, isto é, com 4 entradas e 4 saídas de Jack, com uma fila no topo e outra lateral, para melhor organização. Uma patchbox permite que o sinal passe de cada uma das entradas para cada uma das saídas, o que significa que é óptimo para ter as ligações todas no mesmo sítio. A patchbox terá componentes bons de modo a não ter ruídos por ground loops, e ainda assim sairá baratíssima. No final, vamos chegar a uma coisa destas (ou consoante a tua criatividade, uma coisa bastante mais bonita! ) Resultado final: Barato e bom! Vamos precisar de uma caixa de alumínio (de plástico também serve mas é muito mais frágil...) tipo hammond, umas dimensões tipo "pedal pequeno/médio" chegam perfeitamente. A caixa usada neste tutorial foi uma Eddystone 27134PSLA (60x111x31mm). Caixa Eddystone 27134PSLA antes da transformação Vamos usar os jack sockets mono da Neutrik por serem de comprovada qualidade, e neste caso do modelo NMJ2HF-S, por serem em plástico (ideais para evitar curto circuitos e ground loops, tendo em conta que estamos a usar uma caixa metálica. Precisamos de 8 (4 para cada fila). Aqui estão eles, os jack sockets que vamos usar. O primeiro passo é fazer os furos para alojar os jack sockets. Uma broca de 10mm deve chegar. Se faltar um ou dois milímetros pode-se sempre ir desbastando à volta - é melhor assim que usar uma broca demasiado grande. As dimensões do diâmetro exacto do furo são 11.2mm (0.441 polegadas), como indicado na especificação. Os jack sockets têm quase 2 cm de largura, portanto temos que certificar-nos que há espaçamento suficiente entre eles. Um espaçamento entre centros de 2.5cm deve chegar, mas mais separado é melhor, para evitar contacto entre as soldaduras que termos que efectuar no final. Aqui, claro está, o tamanho da caixa usada determina esta distância. A melhor forma de furar uma caixa para pedais será utilizar uma broca escalonada (step drill), que permite ir furando de forma gradual até chegar ao diâmetro desejado, sem ter que trocar constantemente de broca. A broca escalonada que usei. A perfuração deve ser feita a uma velocidade de rotação lenta, e num trabalho destes, deves SEMPRE proteger os olhos com óculos de protecção (desculpa o CAPS, mas lembra-te que a tua saúde e visão são mais importantes que todos os projectos DIY). Perfuração a velocidade lenta, como convém. As duas linhas de buracos devem estar alinhadas q.b. para não destoarem esteticamente. Final do processo de furação - parte de cima. Repetir o mesmo processo para o lado. A soldadura e as ligações entre os jack sockets devem ser feitas antes de serem inseridos e aparafusados na caixa. Por motivos de comodidade, dado que é mais fácil fazer as ligações no exterior da caixa que num interior apinhado. As ligações são simples, basta ligar o tip ao tip (fio vermelho, na imagem abaixo) e o ring ao ring (fio preto, na imagem abaixo). Para evitar ground loops e curto circuitos entre jack sockets, o ideal é fazer a soldadura do lado de dentro como ilustra a imagem. A soldadura deve ser feita pelo lado de dentro. Ligação entre dois jack sockets concluída. Fazer o mesmo para os restantes pares. A montagem final é muito simples: é só encaixar os jack sockets nos furos, meter as anilhas e apertar as porcas. Quase finalizado! Deve ter-se um especial cuidado com a tampa de baixo: para evitar algum contacto da solda com o metal que poderia provocar ruídos por ground loops, pode cortar-se um bocado de plástico autocolante (daquele que se usa para plastificar livros e documentos - à venda em qualquer papelaria) e colar na parte de dentro da tampa. Plastificar a face interior da tampa para evitar ground loops. No final, o resultado final não decorado deve ser algo do género: Aspecto final não decorado. Mas ainda não terminámos... Quanto à decoração, deixo aqui ao livre arbítrio. Eu e a minha cara metade decidimos fazer uma coisa algo estranha, com marcadores de tinta especial para metal e madeira. Desmontar de novo e pintar. O gosto é discutível, claro, mas o amor tem destas loucuras : O Amor é louco, e não façam pouco desta loucura que é o amor! Após a pintura secar, montar outra vez! Resultado final: Resultado final. Está quase. Falta testar! Toca a pegar nesse multímetro do chinês e testar a continuidade dos jack sockets para ver se está tudo ok! Conduz Tip-to-Tip e Ring-to-Ring como é suposto. Voilá - pronto a usar! E pronto, concluído com sucesso, e a bom preço! Fica aqui a lista de materiais usados neste projecto e onde comprar: 1x Caixa Eddystone 27134PSLA - Ebay 8x Neutrik NMJ2HF-S - falar com o @nando - na altura arranjou-me a bom preço 1x Broca Escalonada - Amazon q.b. - Cabo 1x 0.25mm2 - Uk-electronic.de q.b. - Solda - Amazon q.b. - Multímetro barato - Amazon O preço total do material deve rondar cerca de 15€. Simples e barato!
  7. Tutorial - Construir uma PatchBox 4x4 Resumo: Gastar uns valentes euros para comprar uma patchbox para organizar a pedalboard? Nem pensar. Neste tutorial podes aprender passo a passo como construir uma a um excelente preço, e pode muito bem ser o teu primeiro passo no DIY, pela sua facilidade. ... Ver este tutorial completo
  8. Viva pessoal, Há cerca de dois anos terminei a construcção de um Princeton 5F2 que postei aqui no fórum: O projecto foi feito de raiz, levou o seu tempo mas deu imenso gozo depois de terminado. Depois de terminar e porque o bichinho do DIY depois de morder custa a largar, pensei numa pedalboard e lá aos bocadinhos comecei por projectar e acabei por a construir também... Como isto é um passa tempo e não saio com o material de casa estava a pensar em ficar-me pela base mas depois lá pensei e porque não uma case...?? Depois de alguma pesquisa fiquei enamorado de um modelo da Helweg (modelo Burst Tweed Case with Brown Western Stripe and bronze beading) este aqui: Os modelos deles são bestiais e pensei porque não tentar fazer um? Pus novamente mãos á obra... A base é simplesmente duas laterais em madeira com um rasgo aonde encaixam 4 travessas com espaços entre elas para permitir passarem os cabos. Coloquei uma fonte aparafusada da Decibel Eleven no fundo e somente por isso a fiz inclinada para evitar a fonte no topo. Coloquei dois jacks da neutrik na traseira (a pedaleira fica em série com o amp) e dei uma fusão acastanhada seguida de verniz mate transparente. Ficou assim: A traseira com a entrada para a fonte e os jacks: Depois algum velcro na frente: Nesta última foto ainda se vêm as pegas em alumino que coloquei antes de ter ideia de fazer a mala. Mais tarde tirei-as porque a base ficou ligada ao fundo da mala e faziam-me perder espaço. Ora bem, então seguiu-se a case, nesta podem ver a base em cima do fundo da mala. Fiz uma caixa em madeira compensada de 20mm nas laterais 10mm da mais leve no fundo e tampo. A base ficou com 30mm de altura, a tampa tem 120mm e a largura 370mm. Feita a caixa, foi a vez de encomenda material. O meu site preferido para compras de material é o Tubetown na Alemanha. Têm um vasto stock, são de confiança e rápidos. Para este projecto encomendei o tecido tweed, o tolex a imitar o cabedal, o cordão dourado para os contornos e todas as ferragens, nomeadamente a pega, cantos, fechos e pés. Com tudo reunido, o primeiro passo foi marcar os rasgos para o cordão. Para isso usei uma dremel como tupia e uma fresa de 3mm (esta é a medida perfeita para o cordão plástico de 2mm que comprei, com rasgo de profundidade de 3mm). Peço desculpa mas não tirei fotos do processo de abrir os rasgos mas é simplesmente marcar as linhas de fora a fora dos tampos e aplicar uma régua com grampos para usarem como guia para a tupia. Os rasgos deverão ficar assim: Depois de todos os rasgos abertos, cortei as peças de tweed (atenção em alinhar o tweed pelo extremo dos rasgos porque irá ser dobrado para entrar nessas ranhuras. Já agora, o que usei para colar as peças foi spray adesivo da 3M (scotch-weld) isto é caro e convém usar numa área bem ventilada mas é muito bom porque vos permite colar e descolar várias vezes caso se enganem ou não fique bem alinhado á primeira. No amplificador usei cola animal (hide glue) e esta continua a ser a minha opção número 1 de cola mas não tinha disponível em casa e usei antes o adesivo em spray. É importante o corte perfeito do tweed para "casarem" bem as diagonais do padrão. tanto no tampo como na base e nos topos. Para não me enganar no padrão marquei todos os recortes e as faces da madeira. A tampa terminada com o tweed: E aqui a base já pronta também: Posto isto avancei para a coloração. Tal como no amplificador, não deixei o tweed ao natural. No amplificador mandei vir de Inglaterra uns corantes todos xpto e cheguei á conclusão que tinha feito isso com materiais acessíveis de cá...portanto para dar o efeito "western" tipo tabaco á mala o mais parecido com a da Helweg, fui ao Leroy e comprei um verniz de base aquosa da 3V3 côr carvalho claro para manchar o tecido e trouxe uma lata de verniz mate incolor da bondex para selar a cor e lacar a caixa. Usei um compressor e pistola para pintar. Dei 2 demãos de colorante carvalho para escurecer o tweed e uma terceira irregular para provocar o efeito de manchas tipo tabaco. Quantas mais mãos mais escuro ficará... Com a 1ª mão: Com a 2ª mão: E com a 3ªmão (fumado): Depois desta fase veio a colocação do tolex e finalização com o cordão dourado. O cordão dá um look pro e limpo ao trabalho tal como o que vemos nas cabs da Marshall por exemplo. Aqui não postei fotos do processo mas não tem nada que saber, basta cortar as tiras do tolex á medida e colar. Antes disto aconselho a passarem um espassador (algo com a largura de 2mm para "avivar" os cortes porque com o processo de envernizamento o tweed fica rijo e convém vinca-lo dentro do rasgo). Depois de aplicado o tolex e o cordão o aspecto ficou assim: Passo seguinte, uma tela tipo alcatifa preta para os interiores e comprei num estufador um bocado daquelas tiras de cordão em beje que se usam principalmente nos estofos de carros mais clássicos. Isto usei para fazer a separação entre o tweed/tolex e o forro dos interiores. Por fim veio a colocação das ferragens, começando pelos pés para posição deitada e em pé: A pega: Os fechos: Dobradiças (são do tipo de encaixe para permitir tirar a tampa): O aspecto final fechada, já com os cantos: Depois instalei a base aparafusada ao fundo da caixa com uma dobradiça do tipo piano (para permitir levantar a board e mexer nos cabos e na fonte: E pronto, finalizado e ao lado do amplificador que construí: Sim têm razão...eu adoro tweed Bom malta eu adorei este projecto e creio que ficou muito parecida com o que eu queria. Espero que sirva também para vos dar ideias e força para os vossos projectos. Já tenho um outro projecto no "forno"... Quando começar a andar dou noticias e coloco aqui no fórum. Abraços!
  9. Fonte Isolada para Pedais

    Galera, Conheci a Nova Fonte Nacional PWS-ISO da empresa E3Audio... O que é isso, essa fonte é muito top.... Era o que estava faltando no Mercado Nacional, uma Fonte Isolada que eu não tenha que pagar uma fortuna e que proteja os meus pedais... Primeira impressão: - Menor que uma Voodoo Lab e tambem T-Rex ou qualquer outra nesta linha de Fonte com saidas isoladas. - Possui 3 Saidas isoladas, sendo - 1 Individual de 500mA - 1 Individual de 250mA - 6 Compartilhando 350mA E a vantagem é que todas as Saidas são independentes, diferente de muitas no Mercado que são Daisy Chain.... As Fontes dessa empresa são realmente Independentes e com a vantagem de possuir 3 Isoladas. Pude ligar Tranquilamente meus dois Strymon e ainda um Setup com mais 6 pedais. Perfeita... Apenas pra compartilhar com voces.
  10. Pedal box

    Já há uns tempos que andava à procura de uma caixa porreira para arrumar os pedais, no outro dia encontrei uma numa feira de velharias... Já cheia de bicheza e rachadelas despejei-lhe um litro de anti-traça para ver se não passa para os móveis cá de casa. Na tampa criei um logo que pintei e depois dei algum desgaste com lixa e escova de aço: Por dentro ainda está provisório porque só tenho 2 pedais: Depois por fora levou goma laca para selar e para dar algumbrilho: É uma solução simples que ainda não está acabada, mas permite manter os pedais escondidos do pó
  11. Cabos para Pedalboard

    Viva malta, estou a terminar (na verdade, apenas desenhei e mandei fazer num amigo das "madeiras") uma pedalboard e estou a chegar à fase das "cablaturas". Ora, para já, nos pedais leva os patches que tenho mais tarde vai de George L's ou qualquer coisa do género. Mas a minha dúvida é outra. Quero colocar apenas 1 CABO da pedalboard ao amp, onde leva o sinal para o input do amp e o send & Return do FX Loop. Portanto, três cabos mono. Poderá haver a necessidade (mais tarde) de uma ficha stereo para o channel do amp. somado, dava uma conta ímpar de 9 conectores. Portanto, resumo isto a 6 no momento, pois o channel fica fora das contas, para já (espero não me arrepender). Assim sendo, pensei em: 1 speakon 8 conectores com 3 jacks mono numa das pontas. Que me sugerem???? nota: a guitarra liga directamente do wireless na pedalboard (adaptado por baixo) ou directamente no 1º pedal da cadeia. Como reparam, tenho pedais para o loop e pedais para a frente...