Procura na Comunidade

Resultados de tags 'válvula'.



Mais opções de procura

  • Procurar por Tags

    (Opcional) As tags ajudam a encontrar este conteúdo. Escrever tags separadas por vírgulas.
  • Procurar por Autor

Tipo de Conteúdo


Comunidade

  • Geral
    • Discussão Geral E Cultura
    • Divulgação
    • Apresentações
    • O Cantinho da Thomann
  • Divulgação
  • Teoria Musical
    • Teoria e Composição Musical
  • Guitarra
    • Guitarra
    • Amplificação
    • Pedais e Efeitos
    • Instrução e Técnica
  • Baixo, Bateria, Teclas, Voz e Outros Instumentos
    • Baixo
    • Voz
    • Bateria e Percussão
    • Teclas - Pianos, Arranjadores e Sintetizadores
    • Outros Instrumentos
  • Faça Você Mesmo (DIY)
    • Projetos de DIY
  • Som
    • Estúdio
    • Ao Vivo e em Palco
    • Vintage e HiFi
  • Novidades e Ajuda
    • Novidades e Regras da Comunidade
    • O Forumusica: ajuda e opiniões
  • Banda Exemplo's Tópicos
  • MÚSICOS EM LISBOA's Tópicos
  • Músicos em Braga e arredores's Tópicos

Categorias

  • Busca Músicos

Categorias

  • Guitarras
  • Baixos
  • Peças Guitarra e Baixo
  • Bateria e Percussão
  • Pianos e Teclados
  • Amplificadores de Instrumentos
  • Pedais e Efeitos
  • Coisas para DIY
  • Áudio Profissional
  • Outros Acessórios
  • Outros Instrumentos
  • Livros e Revistas
  • Álbuns e Bilhetes

Categorias

  • Técnicos e Luthiers
  • Lojas
  • Formação e Ensino
  • Estúdios
  • Salas de Ensaio
  • Aluguer de Som e Luz
  • Fotografia e Imagem
  • Produtoras e Editoras
  • Importadores
  • Fabricantes
  • Desenvolvedores de Software Musical
  • Bares e Sítios para Tocar
  • Outros Serviços para Músicos

Categorias

  • Dicionário

Categorias

  • Guitarra
  • Baixo
  • Efeitos
  • DIY
  • Gravação e Som

Categorias

  • Música e Cultura
  • Teoria Musical
  • Guitarra
  • Electrónica Musical
  • DIY
  • Baixo
  • Teclas
  • Gravação e som

Calendars

  • Concertos
  • Workshops
  • Banda Exemplo's Calendário
  • MÚSICOS EM LISBOA's Eventos
  • Músicos em Braga e arredores's Eventos

Categorias

  • Testes de Cultura Musical
  • Testes de Teoria Musical
  • Testes de Gravação e Estúdio

Estilos Musicais

  • Ideias (Permite Download)
  • Alternativo
  • Baile
  • Blues
  • Country
  • Folk
  • Fusão
  • Jazz
  • Metal
  • Clássica
  • Pop
  • Reggae
  • Religiosa
  • Rock
  • Techno
  • Outro
  • Banda Exemplo's Player
  • MÚSICOS EM LISBOA's Player

Blogs

Não há resultados a mostrar.

Não há resultados a mostrar.


Tipo de Membro


Está online?


Com Foto?


Número de posts

Entre e

Idade

Entre e

Último post

Entre e

Telemóvel


Cidade

Encontrado: 2 resultados

  1. Booster com uma válvula 6J6 a 5.3V

    Na discussão sobre qual a melhor distorção, a distorção de transístores ou a de válvulas, é usual encontrarmos argumentos para todos os gostos. Do ponto de vista do DIY o principal impedimento na construção de projectos com válvulas está na utilização de voltagens perigosas e letais. As válvulas em geral necessitam de tensões elevadas para funcionarem e por isso a construção está vedada a construtores mais experientes. Para além disso as válvulas são caras, ineficientes e têm um tempo de vida limitado, ao contrário dos seus descendentes de silício, resistentes, eficientes e duradouros. Os pré-amplificadores e amplificadores de guitarra a válvulas são caros, mais caros que os correspondentes primos solid-state, e por isso o engenho da comunidade DIY mundial arranjou maneira de se construir um booster com uma válvula que funciona a tensões baixas e não letais. É disso exemplo o projecto intitulado de valvecaster: usa uma válvula 12AU7 (dois triodos) especificamente projectada para áudio. Nesse projecto usa-se uma tensão de 9V para alimentar a 12AU7. Este texto descreve a construção de um pré-amplificador semelhante mas usando um válvula 6J6 que também contém dois triodos, à semelhança da 12AU7, mas a 6J6 tem dois triodos com os cátodos comuns (numa configuração twin). A 6J6 não é em geral usada em amplificadores de áudio numa configuração de cátodo comum, é mais frequente encontra-la num divisor de fase (amplificador diferencial) para o estágio de amplificação em push-pull. Um triodo típico tem os seguintes terminais: As válvulas têm um contentor de vidro (fragilidade) e necessitam de ser aquecidas (ineficiência) para atingirem o seu ponto de funcionamento, os electrões precisam de ser aquecidos para viajarem. A 6J6 é uma válvula barata e por 3eurs temos toda a distorção de uma válvula num pacote de 7 pinos. Vamos usar um transformador de telemóvel que nos fornece 5.3V para alimentar a o heater da válvula e alimentar o circuito. O heater necessita de pelo menos 6.3V (vamos usar menos) e de uma corrente de 0.45A disponível num qualquer carregador de telemóvel. A datasheet para a 6J6 é esta: http://www.r-type.org/pdfs/6j6-1.pdf Na próxima página apresentamos a lista de materiais necessários antes de começar este projecto. Como habitualmente apresentamos a lista de materiais necessários à conclusão do projecto nos sítios mais fáceis/baratos para os adquirir. Se tiveres sugestões para sítios em conta, aproveita e diz-nos nos comentários! Material Fundamental: 6J6 válvula (ebay) Suporte de 7 pinos (ebay) 100k resistência (Pack de resistências sortidas na amazon) 22k resistência (ou 10k resistência) 2x 1M resistência 22uF condensador electrolítico (Pack de condensadores sortidos na amazon) 3x 220nF condensadores 2200uF 100k potenciómetro log (para controle de volume) (amazon) 2x jacks áudio (ebay) carregador de telémovel (5.3V 0.5A) (Isto não se compra - deve ter algum perdido aí em casa ) Material Opcional (ver justificação mais à frente no texto: http://www.muzique.com/lab/tone3.htm): 100k potenciómetro linear (para controlo de tonalidade) (Amazon) 39k resistência 22k resistência 0.01uF condensador 4000pF condensador O Circuito está esquematizado na figura seguinte: A figura seguintes mostram a vista da parte de baixo da válvula. O dois triodos correspondem a: 1º triodo: plate (pino 1), gate (pino 6) 2º triode: plate (pino 2), gate (pino 5) O cátodo comum é o pino 7 e o heater (filamento) correspondem aos pinos 3 e 4. A peça fundamental neste circuito é esta válvula: Tinha uma caixa Hammond já furada sem utilização na qual tinha desenhado um motivo de trepadeiras com um berbequim manual: Não esquecer o suporte de 7 pinos para a 6J6, este foi usado para a montagem na breadboard: O transformador foi reaproveitado dos muitos que por aqui em casa vão sobrando, não se gasta dinheiro numa coisa destas! Mas primeiro vamos aos testes, que mostramos na página seguinte. O estudo do circuito foi realizado numa pequena breadboard, a desorganização dos fios é reveladora! A figura seguinte mostra a tensão à saída para diferentes valores de amplitude do sinal de entrada e mostra bem o tipo de curvas do sinal de saída que nos dão a “boa” distorção. Desta vez não coloquei as diferentes componentes harmónicas para cada caso. É fácil descobrir as dominantes em cada caso. Optei por montar tudo no suporte da válvula, não é das montagens mais bonitas mas funciona. O esquema das ligações é este: Os cilindros amarelos na figura anterior são os condensadores de 220nF, ficaram um pouco encavalitados. Depois de testado com o amplificador achei que um tone control seria uma coisa interessante de adicionar ao circuito, e já tinha os furos feitos para adicionar mais controlos. A escolha recaiu sobre o tone control do Big Muff PI (http://www.muzique.com/lab/tone3.htm) cuja montagem foi efectuada nos pinos do potenciómetro de 100k linear. O potenciómetro log de volume corresponde ao rectângulo verde e o tone control ao cilindro prateado junto ao condensador verde de 4000pF e a um outro, velhíssimo que para aqui tinha, de 0.01uF. Inicialmente tinha uma resistência de 10k na plate do segundo triodo mas a adição do tone control atenua muito o sinal de saída, por isso se se pretender incluir o controlo de tonalidade talvez seja mais razoável substituir essa resistência de carga por outra de 22k ou mesmo de 100k. Melhor ainda será usar duas 6J6 com o tone control entre os dois estágios, futuro projecto. Alguém do Forumusica avança com a ideia? Do ponto de vista sónico e com o objectivo de construir um booster com um som de válvula o tone control é perfeitamente dispensável, mas como tudo isto é DIY podemos testar as várias hipóteses com um acender do ferro de soldar. Mas confesso que a versão que mais gosto é a simples, sem tone control e com 10k na plate do segundo triodo. O condensador C2 controla o cut-off nas frequências mais baixas (à volta de 7Hz) diminuindo o seu valor de é possível retirar mais alguns baixos, para 80Hz C2 deve ter o valor de 2uF (C2=1/(2*3.14*1000*80)). É fácil sentir o encanto de ver uma válvula a funcionar. O booster funciona muitíssimo bem para espevitar qualquer amplificador solid-state com pouco carácter. E como soa? Bom, melhor mesmo é montar um!
  2. Tutorial - Booster com uma válvula 6J6 a 5.3V Resumo: Aproveitando o baixo custo - 3 euros - de uma válvula 6J6, podes construir um excelente booster, que funciona muitíssimo bem para espevitar qualquer amplificador solid-state com pouco carácter. Vê aqui como! ... Ver este tutorial completo