stratocosta

A influência das quebras das vendas na qualidade da produção musical presente e futura



Posts Recomendados:

paulosergio    381
há 2 horas, pgranadas disse:

Eu concordo. Assim como o que entra rapidamente no ouvido, tem tendência a se enjoar rapidamente.

... há também aqueles temas que entram rapidamente e ficam, perduram. Esses são os tais temas geniais, de qualidade.

Difícil é também criar temas simples, e que fiquem no ouvido e se continuem a cantar durante décadas sem enjoar. 

Uma vez que os discos não se vendem, e respondendo ao tópico inicial, é evidente que há menos dinheiro para arriscar em fazer um CD. Mas isso não quer dizer que o que se faz, não tenha a mesma qualidade ou até mais. Quem já tinha sucesso antes de haver o formato digital, vai continuar a investir em boas gravações. E quem está agora a começar e quer ter sucesso, também tem que ter, obrigatoriamente, qualidade nas suas gravações, caso contrário não teria hipóteses nenhumas. Penso eu de que....

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    2127
há 2 horas, pgranadas disse:

Eu concordo. Assim como o que entra rapidamente no ouvido, tem tendência a se enjoar rapidamente.

Deixa lá me recitar para ver se o @stratocosta apanha a coisa :P

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
stratocosta    3647

má musica é que tem tendência a enjoar . nem 10 segundos se aguenta.

ouço a entrada e passo a frente :P

há 47 minutos, paulosergio disse:

... há também aqueles temas que entram rapidamente e ficam, perduram. Esses são os tais temas geniais, de qualidade.

Difícil é também criar temas simples, e que fiquem no ouvido e se continuem a cantar durante décadas sem enjoar. 

Uma vez que os discos não se vendem, e respondendo ao tópico inicial, é evidente que há menos dinheiro para arriscar em fazer um CD. Mas isso não quer dizer que o que se faz, não tenha a mesma qualidade ou até mais. Quem já tinha sucesso antes de haver o formato digital, vai continuar a investir em boas gravações. E quem está agora a começar e quer ter sucesso, também tem que ter, obrigatoriamente, qualidade nas suas gravações, caso contrário não teria hipóteses nenhumas. Penso eu de que....

o que defines por qualidade ? 

bom som ou músicos a tocar e com  instrumentos "reais" em vez de plug-ings ?

é que já ouvi algumas coisas interessantes que realmente tinham ficado melhor se houvesse um baterista em vez do ez-drummer

mas para isso tinha de haver €€€€

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
kyuuga    31

Eu vou deixar aqui a minha posta de pescada...eu até nem acho que a música "moderna" seja má, apesar de haver muito lixo mas isso sempre houve - o que acontece é que conforme os anos foram passando, a música foi sendo filtrada, ou seja, quem ouve música hoje de há 40 anos atrás vai ouvir a boa parte e não a má que ficou para trás.

O que mais me incomoda hoje em dia é, com o acesso da tecnologia, a complacência que há de muitos artistas e "músicos". Há uns anos atrás dizia-se que qualquer um podia ser DJ e era verdade. Hoje em dia qualquer um pode ser músico. Há milhões e milhões de sites que vendem beats e melodias na internet. Há gente que se dedica a ser produtor e que fica completamente esquecida recebendo uns míseros trocos em relação ao que o artista faz. E mete-me imensa confusão ouvir artistas que se nota que não percebem nadinha de música a prosperar e a receber os créditos todos como se tratassem duns génios. Depois vamos à internet ver os créditos e se for preciso nem a letra escreveram (já para não falar que 90% das vezes a melodia vocal é-lhes ensinada pelos produtores). Tens 20 gajos para escrever a letra e mais uns 20 para fazerem a música. No entanto esses 40 são desconhecidos para toda a gente e a fama e o dinheiro vai para os agentes/managers/promotores/artista, enfim tudo menos os músicos de verdade.

https://en.wikipedia.org/wiki/Views_(album)

Escolhi um álbum/artista mesmo à sorte agora no momento, o primeiro nome que me veio à cabeça. Vão ver a quantidade de Writers e Producers que aí aparece no álbum. É, para mim, uma atrocidade. Alguém conhece algum desses marmanjos sem ser o Drake? Duvido muito.

Além disso eu acho que, mais que nunca, o fator beleza é fundamental para se prosperar na música. Sempre foi mas na música moderna de hoje em dia é quase fundamental. Acho que podemos olhar para todos os artistas mainstream e quase nenhum deles tem má aparência. Faz lembrar aqueles filmes de high school dos anos 2000 em que os putos de "17 anos" na escola são todos uns top models. :D

Para terminar, e isto é mais um personal issue meu, raramente gosto duma música "artificial" em que o instrumental é todo digital constituído por sons criados em computador - desde a bateria aos inúmeros sintetizadores. Pareço um velho a falar mas eu prefiro 100x mais música que seja orgânica, que tenha sido criada com instrumentos de verdade. Não importa quais, nem digo que precise de ter baixo/guitarra/bateria em tudo, mas algo em que se note que o artista seja proficiente e tenha aprendido a tocar aquilo. Infelizmente é muito mais fácil comprar umas melodias e um beat na net feitos no Fruity Loops do que propriamente aprender a tocar algo e a sentir-se a música que se faz.

Pronto isto são os meus 2 cents, valem o que valem e não sei qual a relevância que têm para o tópico em questão, mas decidi partilhar.

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
stratocosta    3647
há 16 horas, kyuuga disse:

(1) Hoje em dia qualquer um pode ser músico.

(2) E mete-me imensa confusão ouvir artistas que se nota que não percebem nadinha de música a prosperar e a receber os créditos todos como se tratassem duns génios. Depois vamos à internet ver os créditos e se for preciso nem a letra escreveram (já para não falar que 90% das vezes a melodia vocal é-lhes ensinada pelos produtores). Tens 20 gajos para escrever a letra e mais uns 20 para fazerem a música.

 

 

(1)  músicos não , produtores :nojento: . mas é compreensível , é a satisfação imediata , sacar algo decente de um instrumento pode levar anos

(2) isso a mim faz-me arrepiar os pelos do kú , mas já aprendi a ignorar e focar-me no que gosto.

     o Michael Jackson sem  duvida que era talentoso, mas no History trabalharam, se não me falha a memoria ,200 pessoas , engenheiros, músicos,produtores , programadores etc. 

no final o povo só vê o artista e acha que é um génio ( e neste caso até foi )

agora um outro ponto de vista: nem todos têm "aquilo" para ser um frontmen e se calhar nem queriam , por isso arranjam ou alguém arranja quem o tenha .

bom aspecto em primeiro , cantar minimamente em segundo ;)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Antonio    382

Desculpem estar a desenterrar este tópico outra vez. Mas é de facto um dos melhores e mais interessantes tópicos que já surgiram neste forum. 

Descobri um video que ilustra muito bem a minha ideia da evolução e transformação da musica. 

Comentários sobre o video só faço o seguinte: Isto também tem muito valor e é uma forma de arte tão valida como tocar qualquer outro instrumento musical (sim, eu considero que as DAWs modernas são instrumentos musicais). Em vez de desdenhar devemos acompanhar, aprender a incorporar estas ferramentas no que gostamos de fazer/ouvir. 

 

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
paulosergio    381
há 19 horas, Antonio disse:

Desculpem estar a desenterrar este tópico outra vez. Mas é de facto um dos melhores e mais interessantes tópicos que já surgiram neste forum. 

Descobri um video que ilustra muito bem a minha ideia da evolução e transformação da musica. 

Comentários sobre o video só faço o seguinte: Isto também tem muito valor e é uma forma de arte tão valida como tocar qualquer outro instrumento musical (sim, eu considero que as DAWs modernas são instrumentos musicais). Em vez de desdenhar devemos acompanhar, aprender a incorporar estas ferramentas no que gostamos de fazer/ouvir. 

 

 

Esse ponto de vista não colhe muitos adeptos aqui no forum. No entanto só quem tem alguma noção do que se pode fazer com estas técnicas é que reconhece a sua complexidade e valor. Basta tentar. A música já não é só baixo, bateria, etc. 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
stratocosta    3647
há 2 horas, paulosergio disse:

Esse ponto de vista não colhe muitos adeptos aqui no forum. No entanto só quem tem alguma noção do que se pode fazer com estas técnicas é que reconhece a sua complexidade e valor. Basta tentar. A música já não é só baixo, bateria, etc. 

já não é a umas boas dezenas de anos .

samplers (mellotron ), sintetizadores e outras manipulações de áudio já os Beatles usavam :P

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Antonio    382
há 3 horas, paulosergio disse:

Esse ponto de vista não colhe muitos adeptos aqui no forum. No entanto só quem tem alguma noção do que se pode fazer com estas técnicas é que reconhece a sua complexidade e valor. Basta tentar. A música já não é só baixo, bateria, etc. 

Pois... Não me entra na cabeça como é que se pode considerar que mais ferramentas criativas é pior.. 

Atenção que eu tenho consciência  de que se anda a fazer muita coisa mazinha com recurso a estas ferramentas. Basta ligar o radio. Mas não culpo as ferramentas pelo uso que lhes dão. 

Acho que seria muito positivo a malta que tem bom gosto e sempre ouviu musica mais orgânica, se actualizar e pôr estas ferramentas em bom uso. Para termos cenas fixes outra vez ;)

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora