exmusico

Os barretes e relíquias do OLX



Posts Recomendados:

Liquid    161
há 1 hora, mpexus disse:

Ouvi uma estoria aqui há uns tempo sobre remoções de Necks para Setups em que isso implicaria o deixar de haver Garantia. Isto passou-se numa loja em PT (no Norte) com uma PRS... teve de ser a PRS a vir dizer que Setups fazem parte da vida de uma guitarra e remover o Neck não implica perder garantia. 


Curioso em Relação a isto visto que há guitarras que para se aceder ao Truss Rod é necessário retirar o Neck.

 

O setup faz parte da manutenção regular de uma guitarra. Retirar ou não o neck pode ser essencial para o ajuste do Truss Rod. Por acaso as PRS têm todas o ajuste no headstock mesmo a serie Bolt On que tem o braço aparafusado.

A questão pode ter a ver com algum dano que tenha ocorrido quando se retirou ou colocou o braço de volta. Em guitarras de gama mais alta, a junção do corpo com o braço é muito justa e é preciso algum cuidado ao fazer essa operação... como não sei o que aconteceu, é a única explicação que consigo ver.

De uma forma geral, não é um simples setup que vai invalidar a garantia, mas pode dar-se o caso de durante o setup alguma operação tenha corrido mal e invalidado a garantia...Exemplo disso é o ajuste do truss rod, que faz parte do setup, se for apertado demais e partir, obviamente que a garantia não cobre.

(Mas também não estou a ver a necessidade de retirar o braço numa bolt on da PRS para fazer o setup.)

Mesmo a troca de um pickup não invalida a garantia total de uma guitarra, mas se depois de trocar um pickup, fores a marca queixar-te que a guitarra não dá som e o problema estiver relacionado com a montagem do pickup, a marca é capaz de não achar muita piada.

Cada caso é um caso e não dá para generalizar.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
mpexus    633

Basta querer-se fazer um fret leveling e retirar-se o Neck e verificar que existe um problema algures. Nem todos os setups é só rodar o Truss Rod, alias isso para mim nem é setup nenhum, isso qq um faz em casa. Setup para mim é alguém realmente mexer e acertar as coisas que a pessoa comum não consegue fazer pois não tem as ferramentas necessárias/know how, agora rodar Truss Rods é o mesmo que trocar cordas embora eu saiba que há gente que leva a guitarra a uma loja para se trocarem cordas... mas adiante.

Nem só as guitarras caras tem Junções muito apertadas, a minha baratucha EVH Wolfgang Standard quando lhe removi o Neck para a meter numa mala de Avião era tão apertada e justa que me perguntei se realmente precisava de Parafusos. No entanto já vi American Pros com grandes folgas ;)

Sim cada caso é um caso e por vezes deve-se tornar complicado mostrar numa loja que se verificou que o Neck esta rachado na zona dos parafusos, a única maneira de se saber é tira-lo.  Se eu quiser  meter um Shim num que é a única maneira de o fazer.



 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Liquid    161
há 14 minutos, mpexus disse:

Basta querer-se fazer um fret leveling e retirar-se o Neck e verificar que existe um problema algures. Nem todos os setups é só rodar o Truss Rod, alias isso para mim nem é setup nenhum, isso qq um faz em casa. Setup para mim é alguém realmente mexer e acertar as coisas que a pessoa comum não consegue fazer pois não tem as ferramentas necessárias/know how, agora rodar Truss Rods é o mesmo que trocar cordas embora eu saiba que há gente que leva a guitarra a uma loja para se trocarem cordas... mas adiante.

Nem só as guitarras caras tem Junções muito apertadas, a minha baratucha EVH Wolfgang Standard quando lhe removi o Neck para a meter numa mala de Avião era tão apertada e justa que me perguntei se realmente precisava de Parafusos. No entanto já vi American Pros com grandes folgas ;)

Sim cada caso é um caso e por vezes deve-se tornar complicado mostrar numa loja que o Neck esta rachado na zona dos parafusos, a única maneira de se saber é tirar ao tirar o Neck. Se eu quiser  meter um Shim num que é a única maneira de o fazer.



 

Estou a falar de setups/manutenções simples que não invalidam a garantia do instrumento. Se fizeres um leveling e acionares garantia logo a seguir, acho que o facto de teres retirado o braço é o menor dos teus problemas.

Se a guitarra estiver a precisar de um fret leveling a garantia existe para resolver esse tipo de problemas.
Vais a loja e explicas o problema, a garantia encarrega-se de resolver a situação.
 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Liquid    161
há 1 hora, mpexus disse:

Sim cada caso é um caso e por vezes deve-se tornar complicado mostrar numa loja que se verificou que o Neck esta rachado na zona dos parafusos, a única maneira de se saber é tira-lo.  Se eu quiser  meter um Shim num que é a única maneira de o fazer.

Há situações maradas de resolver e que necessitam de uma analise mais cuidada. As vezes nem a assistência técnica local consegue solucionar, e é necessário escalar a situação para a marca/fabrica diretamente.

Seja como for, é o que tinha escrito anteriormente, o facto de retirar o braço não é razão para invalidar a garantia, deste que o problema não esteja relacionado com essa operação. Se a marca achar que a rachadela foi causada, por exemplo ao aparafusar o braço novamente, vai ser uma situação complicada de solucionar.

Mas digo-te novamente, quando a guitarra ou outro artigo qualquer estiver em garantia, o melhor é deixar a garantia resolver.
 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
mpexus    633
há 1 hora, Liquid disse:

Se a guitarra estiver a precisar de um fret leveling a garantia existe para resolver esse tipo de problemas.
Vais a loja e explicas o problema, a garantia encarrega-se de resolver a situação.
 

Podes accionar uma Garantia para um fret Leveling?  Primeira vez que ouço/leio isso, mas é bom saber :)


 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Liquid    161
há 11 minutos, mpexus disse:

Podes accionar uma Garantia para um fret Leveling?  Primeira vez que ouço/leio isso, mas é bom saber :)

Falando de uma forma genérica:

Podes acionar a garantia para problemas relacionados com a tocabilidade. Se a guitarra tiver por exemplo um fret ou outro mais alto/baixo, obviamente que a garantia resolve, mas posso dizer-te que normalmente não passa por um fret leveling já que é uma operação bastante agressiva para os frets. Uma coisa são frets descolados/mal metidos, outra coisa são os frets completamente descalibrados em termos de altura.

Se o braço estiver com o frets de tal forma desnivelados, ou leva um braço novo ou a guitarra é trocada por outra. Esse tipo de situação, apanha-se logo após a compra.

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Egiptogrunge    75

Com a discussão das garantia lembrei-me de um caso comigo.

Aqui há uns meses fiquei positivamente surpreendido com a APC.

Então foi o seguinte, tinha um miúdo que queria comprar uma eletrostática, sem gastar muita massa. Andei a ver nos usados e havia uma APC com bom aspeto a bom preço. Lá marquei com o vendedor e efetuei a compra. A guitarra ainda tinha um ano de garantia. Um dia ou dois depois reparei que o neck perto da junção da cabeça da guitarra estava rachado atrás (a madeira não estava aberta mas notava-se uma pequena rachadela). Vi logo que aquilo poderia ser problemático pois o braço nessa zona era muito fino e era o trustrod que estaria a fazer pressão na zona e a promover a rachadela. Contactei com o vendedor e ele foi atencioso e indicou que colaboraria comigo no que fosse necessário. Entretanto dirigi-me à loja onde a guitarra foi comprada, que basicamente pertence à APC, e até foi o senhor António (o luthier fundador da marca) que me atendeu. Mostrei a guitarra e ele olhou para o autocolante dentro e para a rachadela e disse, "prontos vamos mandar para reparar, não se preocupe que reparamos isto facilmente e fica resistente". Eu fiquei admirado pois nem tinha a factura comigo (o vendedor ainda andava à procura), mas o senhor António disse que não necessitava da fatura, que olhou para o autocolante e viu a data de produção e como tal que ainda estava com garantia. Além disso não reclamou de ter andado a ajustar o trussrod. Eu ajustei um pouco pois o braço não estava "flat", e nem sei se a rachadela se deveu a isso, apesar de ter sido um ajuste ligeiro, ou se já existia e não tinha reparado.

A verdade é que umas semanas depois já estava com a guitarra impecável e sem chatices. E com isso a minha confiança com a marca e a loja subiu.

  • Gosto 4

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora