Jackbass

Ajuda para escolher o meu 1ºBaixo



Posts Recomendados:

Jackbass    5

Estou a ver que o pessoal aqui está sempre na boa, sempre cheio de "groove"! :yes:

Então resta-me mesmo estas opções... Yamaha, Squier E Ibanez.  O Yamaha com aqueles botões todos, não será já muito pormenor que em termos práticos não fará muita falta? É o que me parece ser mais completo...

E Obrigado a todos uma vez mais pela ajuda!:)

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    2268

Não tenhas medo do número de botões, servem essencialmente para encontrar o teu tom preferido é dar mais ou menos pujança aos graves ou agudos. Nada que assuste, porque em vias das dúvidas, metes tudo no máximo e toca a andar, o importante é mesmo o conforto e começar a tocar, o resto  vêm tão naturalmente que nem te vais dar conta.

tenta escolher um baixo, que reúna a qualidade, mas pelo qual tenhas a possibilidade de te apaixonar. Quanto mais gostares dele, mais vais ter prazer em o tocar e mais depressa vais evoluir.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
JoelPortugal    430

Há purista que dizem que quando um instrumento tem mais botões do que cordas, algo tem de estar mal :)

Eu não vou por aí, acho que se o instrumento dá essa oportunidade de ajustar parâmetros para eu chegar ao meu som favorito, melhor!

 

Dito isto, se escolheres entre o Ibanez, o YAMAHA ( ;) ) ou o Jazz, escolhe pelo teu gosto, certo de que estarás sempre a fazer uma boa compra.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    2268
há 1 hora, JoelPortugal disse:

Há purista que dizem que quando um instrumento tem mais botões do que cordas, algo tem de estar mal :)

Essa afirmação não é escabida de todo, tudo depende da qualidade do instrumento. O baixo com o melhor som que eu conheço, tem apenas um botão, volume. Os ajustes faz-se no amplificador e quando o tom está bom; está bom, não se mexe mais.

naquele caso, ao princípio olhei e achei que o baixo era limitado, depois de começar a ouvi-lo, o único limitado afinal era eu, porque não tenho 3K para dar por um igual.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
PCanas    977
há 2 horas, JoelPortugal disse:

Há purista que dizem que quando um instrumento tem mais botões do que cordas, algo tem de estar mal :)

(...)

É por isso que fizeram as guitarras de 7 e 8 cordas :p

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
hypermnesium    1184

Hoje se tivesse que escolher um baixo para começar, teria muitas mais dúvidas que quando comecei, há mais opções e preços mais acessíveis, mas acho que o Squier VM tem uns quantos pontos a favor em relação á concorrência (novos). Para começar é um baixo que aguenta melhor o valor com o passar dos anos e o mesmo não se pode dizer do Ibanez, tem uma electrónica, afinadores e ponte bastante razoáveis e acima de tudo são baixos mais simples.

Agora, o que ao comprar novo é uma grande desvantagem da Ibanez, torna-se um grande aliciante quando compras usados. Consegue-se encontrar no mercado Ibanez SR800 japoneses dos anos 80/90 a preços muito interessantes e na minha opinião jogam num campeonato acima dos VM, TRBX e os SR actuais. Em Portugal já não estou a par de onde encontrar usados mas aqui em Espanha é bastante fácil encontrar um SR800 a menos de 300€.

Edit: Outro baixo a ter em conta, apesar de nunca o ter experimentado, é o Sire Marcus Miller V7. 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
hrc_la    10
há 1 hora, hypermnesium disse:

Hoje se tivesse que escolher um baixo para começar, teria muitas mais dúvidas que quando comecei, há mais opções e preços mais acessíveis, mas acho que o Squier VM tem uns quantos pontos a favor em relação á concorrência (novos). Para começar é um baixo que aguenta melhor o valor com o passar dos anos e o mesmo não se pode dizer do Ibanez, tem uma electrónica, afinadores e ponte bastante razoáveis e acima de tudo são baixos mais simples.

Agora, o que ao comprar novo é uma grande desvantagem da Ibanez, torna-se um grande aliciante quando compras usados. Consegue-se encontrar no mercado Ibanez SR800 japoneses dos anos 80/90 a preços muito interessantes e na minha opinião jogam num campeonato acima dos VM, TRBX e os SR actuais. Em Portugal já não estou a par de onde encontrar usados mas aqui em Espanha é bastante fácil encontrar um SR800 a menos de 300€.

Edit: Outro baixo a ter em conta, apesar de nunca o ter experimentado, é o Sire Marcus Miller V7. 

o sire marcus miller v7 tanto de 5 cordas com ode 4 cordas jogam noutro campeonato ( nao em termos de preço, mas em termos de som e qualidade) e posso dizer isto porque ja os experimentei e estou a ESPUMAR para comprar um.

tens os de 4 cordas ja na casa dos 400€:

https://www.thomann.de/pt/marcus_miller_v7_swamp_ash_4_nt.htm

posso dizer que por este preço e mesmo ate aos 600/700€ nao encontras nada com esta qualidade, tanto sonora como qualidade de acabamentos e pormenores.

eu estou rendido e assim que me for possivel vem um desses, mas de 5 cordas, morar ca para casa.

 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
PCanas    977

Desculpem lá roubar o tópico, mas deixo aqui uma pergunta: há grande diferença entre começar com um baixo de 4 ou mais cordas? Por exemplo, eu toco piano/teclados, e quando se está a aprender, o facto de ser num teclado de 61 ou 88 teclas, a dificuldade é a mesma...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
JoelPortugal    430
há 5 minutos, PCanas disse:

Desculpem lá roubar o tópico, mas deixo aqui uma pergunta: há grande diferença entre começar com um baixo de 4 ou mais cordas? Por exemplo, eu toco piano/teclados, e quando se está a aprender, o facto de ser num teclado de 61 ou 88 teclas, a dificuldade é a mesma...

O homem é um animal de hábitos :)
Sendo um baixista um animal ainda mais animal que os restantes, a questão do hábito também ganha relevância.
Para começar a aprender, e na minha opinião para tocar durante muitos anos, 4 cordas chegam, na boa.
MAS, se alguém quer começar a aprender logo com as 5 de inicio, não vejo nenhum inconveniente, pelo contrário,
Começar com 5, poderá ser mais difícil de inicio para lidar com tanto aço, mas depois não sofre com a adaptação a mais uma corda,
Começar com 4, poderá ser mais fácil de inicio pois é menos aço, mas depois vai sofrer com a adaptação a mais uma corda,

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora