xtech

Kit de unhas do Mark Knopfler



Posts Recomendados:

paulosergio    295
há 1 hora, stratocosta disse:

acho que já percebemos que queres insinuar que  certos guitarristas apoiam-se em "truques" , é isso ?

olha , eu quando pego numa acústica com cordas .12 tenho de tocar totalmente diferente , se usar as técnicas que uso na eléctrica parece que mal sei tocar guitarra :D

o Edge apoia-se muito em efeitos ,  mas não é por isso que não o considero um dos grandes de sempre.

Claro que sim. Longe de mim estar a insinuar o contrário.

A verdade é que o som ou o timbre de cada um deles é muito próprio e isso faz parte da sua caraterísica ou identidade. Disseste bem, o Edge, sem os efeitos,  o que seria do seu timbre? Claro que seria muito diferente, mas ele criou o seu próprio timbre caraterístico e tem mérito. O timbre do Cabeleira também é muito bom e eu gosto, por exemplo. O Santana tem um timbre muito caraterístico e reconhecível.

Não queria ser mal interpretado. Eu nunca disse que o guitarrista A era melhor do que o guitarrista B. É muito relativo e subjetivo o comparar formas de tocar.   É tudo uma questão de gostos.

Muito menos, os rankings que se fazem. Deve ser tudo relativizado.

Tomara eu ter um décimo do talento de cada um deles :)

 

há 13 horas, jlcosta disse:

Mas onde queres chegar afinal? Que ele é o teu supra sumo...?

Esses argumentos chegam para ti, mas estão longe de chegar para muitos de nós. Nem muito ao mar nem muito à terra, há que relativizar.

E até digo mais, o argumento do bar é estúpido porque ao fim de 5 minutos estão todos bebados, ninguem consegue apertar os sapatos quanto mais tocar...

...Mas achava imensa piada se os tipos se encontrassem e fossem para um bar embebedarem-se e tocarem uma Jam juntos.;)

O importante é a música e estou muito agradecido pelo que todos eles (os grandes e menos grandes guitarristas) nos ofereceram.

 

há 13 horas, DC disse:

isso não faz sentido nenhum. Lá porque tu acreditas que isso acontecesse não a torna uma verdade universal!

Claro que não há verdades universais, muito menos num assunto tão relativo como este. Cada guitarrista criou o seu próprio estilo e são todos fora de série. Uns por causa da sua forma peculiar de tocar, outros também pelo seu próprio timbre e mesmo pelos tipos de "instrumentos" que usam e têm ao seu dispor.

Se me exprimi mal, foi sem intenção, eu estou grato a todos os grandes guitarristas que referi e não considero nenhum deles "melhor" que outro. Eles evidenciaram-se pela sua forma de tocar guitarra elétrica, pelo que o exemplo de eles tocarem numa acústica, era apenas para dar um exemplo.

Carpe Diem ;)

  • Gosto 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3370

Eu já tinha "metido a viola no saco" relativamente a este assunto, mas uma vez que postaste esse vídeo, aproveito a deixa!

O que vês/ouves aí que seja de facto tão único, ao ponto de dizeres que ele se destaca dos demais através dos seus dedilhados até numa acústica? É que qualquer gajo mediano até, do folk, já para não falar do country, faz isso que ele está a fazer.

Espero que não me leves a mal, até porque não estou a querer provar nada. Eu gosto do Knopfler (principalmente com uma Lespaul nas unhas), mas estou longe de o achar assim tão único como crês que ele seja...

Peace :)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Jotacaster    0

Sim, o gajo pode ter um estilo próprio de fazer a coisa mas não é nada que a malta do rockabilly não faça há anos.

Se quiseres ver um tipo a fazer disso numa onda mais folk/blues procura o trabalho do Luther Dickinson.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
paulosergio    295

Já conhecia, MT bom. São algumas das influências do MK. Chet Atkins, por exemplo. 

Enfim, pus o vídeo apenas para partilha, nada mais. Paz e amor ;)

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
paulosergio    295
On 21/03/2016 at 10:39, stratocosta disse:

o Knopfler não fez nenhuma revolução na guitarra , agora que é único é.

 

Único é este som (SOM) de guitarra.

 

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
TenhamDó    7

Olá, eu posso considerar-me novato no fórum (fiz a minha apresentação há longos meses, já nem sei quando), eu ando sempre por aí a fuçinhar e a ler tópicos. Mas pronto, vim-me meter ao barulho com toda a minha insapiência. Falam do Kopfler, e sinceramente, também gosto muito dele, considero-o um grande guitarrista, e vi muitas das vossas opiniões e.. eh pah, sou suspeito, não sou grande apreciador do Vai nem do Satriani, as tais 300 notas por segundo de shred. O que me agrada no Knopfler é o que muitos de vós já disseram, portanto não adianta repetir. Mais que técnica, gosto do estilo dele, das nuancezitas que o caracterizam, tal como a outros tantos. Um exemplo que se calhar vocês me vão apedrejar, é o Cobain. Técnico e virtuoso? Longe disso. Mas o som dele, quer com a distorção, quer em acústico, é muito característico, é simples, é muito agradável e não tem cá grandes malabarismos. Além disso, por ser fácil de tocar, incentivou muitos que torciam o nariz a partituras, escalas, por aí fora (oi) a começar a tocar, e a comerem a sopa com mais facilidade depois de conseguirem tocar o que ele tocava. Acima da técnica, a meu ver (apesar de ela ser importante) vêm os tais feelings que eles tentam transmitir a tocar. 

  • Gosto 5

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora