Mjoao

Ajuda - Como iniciar-me no vinil?



Posts Recomendados:

hypermnesium    1060
há 3 minutos, stratocosta disse:

ia sugerir ripar os cd´s , mas cuidado , porque  (por exemplo) nos UK´s é proibido ripar os teus cd´s comprados com o teu dinheirinho .

não sei como é a lei por cá .:rolleyes:

cambada de xulos , ladrões , xupistas etc.....

Eu admito, esses eram maioritariamente pirataria. Hoje tenho-os todos originais. Tenho cds que ainda nem os tirei da caixa, pirateei e ouvi-os tanto quando não ganhava para comprar discos que agora que posso, acabei por os comprar. 

há 6 minutos, stratocosta disse:

já me aconteceu o mesmo até com DVD´s e a solução foi usar outro leitor. 

pode ser diferenças de velocidade de gravação, "lixo" no laser etc.

Sim, isso pode acontecer mas neste caso tinha cds que estavam quase transparentes! Por acaso não tenho nada que não tenha já em CD, Vinil ou Streaming, portanto, foi tudo para o lixo. Já com as K7, tinha concertos e montes de cenas gravadas porreiras e a minha mãe um belo dia resolveu deitar as K7 todas fora.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
stratocosta    3647
há 2 minutos, hypermnesium disse:

Eu admito, esses eram maioritariamente pirataria. Hoje tenho-os todos originais. Tenho cds que ainda nem os tirei da caixa, pirateei e ouvi-os tanto quando não ganhava para comprar discos que agora que posso, acabei por os comprar. 

Sim, isso pode acontecer mas neste caso tinha cds que estavam quase transparentes! Por acaso não tenho nada que não tenha já em CD, Vinil ou Streaming, portanto, foi tudo para o lixo. Já com as K7, tinha concertos e montes de cenas gravadas porreiras e a minha mãe um belo dia resolveu deitar as K7 todas fora.

o tempinho que perdi a "digitalizar" K7´s e agora muita coisa está no tube, é só sacar :(

  • Riso 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    842
há 15 horas, paulosergio disse:

...daí terem surgido os leitores que lêm mp3...e tal...e tudo o resto...

naaaahhhh... a história dos formatos/suportes de música é bem mais complexa e envolve, para além de espionagem, muitos interesses comerciais de países e de organizações de países.
Mesmo em relação ao mp3, é interessante a história do site mp3.com, que foi em tempos, o maior site de música "indie" na internet.
Antes do Myspace, do Bandcamp, dos pipitunes e outros que tais.

É uma história muito longa, muito interessante e talvez com alguns crimes pelo caminho.
E posso-te adiantar que quem sempre mandou foi a Philips e o reino da Holanda, subalterno da Philips.

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
paulosergio    381

...de qualquer forma, passar para mp3 de Cd, é uma forma de os preservar, os cds. Não deixa de ser progresso. Quanto ao resto, parece-me romantismo, colecionismo e etc.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
hypermnesium    1060
há 2 horas, paulosergio disse:

...de qualquer forma, passar para mp3 de Cd, é uma forma de os preservar, os cds. Não deixa de ser progresso. Quanto ao resto, parece-me romantismo, colecionismo e etc.

Dupliquei muitos cds e mais tarde passei-os para MP3 precisamente para não estragar o original. Infelizmente, sem sequer os ter tocado muito, alguns desses CDs estão a ir á vida.

Lembro-me de comprar um best of dos The Doors, uma dessas edições tipo Platinum edition na Valentim de Carvalho, ter o meu discman comigo e pensar "Não vou a ouvir isto até casa porque senão arranho o disco". Chego a casa, vou para o quarto, ligo a minha fiel Sansui, abro o leitor de cds e quando estou a por o disco, pela primeira e única vez na longa vida da Sansui, a gaveta do cd fecha-se sozinha, com o disco ainda a meio. Resultado, grande arranhão e nunca pude ouvir a Riders on the Storm.

 

  • Gosto 1
  • Surpresa 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    842
há 4 horas, paulosergio disse:

...de qualquer forma, passar para mp3 de Cd, é uma forma de os preservar, os cds. Não deixa de ser progresso. Quanto ao resto, parece-me romantismo, colecionismo e etc.

Sim, compreendo o que dizes mas é uma visão um bocadinho redutora.
Uma colecção de discos de gramofone tanto pode ser interpretada como "romantismo" ou "coleccionismo" (ou ambas) como simplesmente um acto de preservação histórica.
Como estudei História e fiz arquelologia durante mais de uma década se calhar tenho a visão "turvada" por esses interesses. Também tenho centenas de livros mais velhos do que eu e alguns milhares de que sou contemporâneo. Claro que não os posso ler constantemente mas não me parece correcto deitá-los fora porque já os li nem vejo o interesse em digitalizá-los para fazer PDFs e deitar fora os livros.
E nem por isso deixarei de entrar em livrarias para comprar ainda mais livros.
Mesmo que existam em vários formatos na internet.

E o que dizes, é um bocado isso.

Para além de que um MP3 não tem, nem nunca terá, a qualidade de som de um CD ou de um disco de vinil.
Aliás, até uma cassette rafeira de fita de ferro perde conteúdo se for ripada para MP3.

 

 

 

há 2 horas, hypermnesium disse:

...a gaveta do cd fecha-se sozinha, com o disco ainda a meio. Resultado, grande arranhão e nunca pude ouvir a Riders on the Storm.

Como eu te compreendo e partilho da tua dor!!! :sad:

Há semanas risquei (o meu leitor de CDs riscou) exactamente da mesma maneira um CD acabadinho de chegar da Amazon, o quarto disco do Justin Townes Earle, «Kids in the street». Tenho todos, saiu o novo, encomendei, chegou, vou pôr a tocar e a gaveta fecha-se.
Resultado: não posso ouvir a primeira música. Tenho de saltar manualmente para a segunda.
Nunca mais ouvi o disco só por fúria :nojento:

Mas tenho o "Riders on the storm" em vinil :D

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
stratocosta    3647
há 6 horas, paulosergio disse:

...de qualquer forma, passar para mp3 de Cd, é uma forma de os preservar, os cds. Não deixa de ser progresso. Quanto ao resto, parece-me romantismo, colecionismo e etc.

se é para ripar por questões de backup é preferível num formato que preserve a qualidade original e de seguida converter para mp3 por conveniência de ser um formato mais universal.

aquilo que chamas "romantismo/colecionismo" eu chamo direito a ouvir a musica que paguei na melhor qualidade possível.

quando o cliente poder escolher o formato e pagar o mesmo , talvez se deixe de comprar o físico.

partindo do principio que o digital soe igual ao analógico :P

 

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
paulosergio    381
há 13 minutos, stratocosta disse:

se é para ripar por questões de backup é preferível num formato que preserve a qualidade original e de seguida converter para mp3 por conveniência de ser um formato mais universal.

aquilo que chamas "romantismo/colecionismo" eu chamo direito a ouvir a musica que paguei na melhor qualidade possível.

quando o cliente poder escolher o formato e pagar o mesmo , talvez se deixe de comprar o físico.

partindo do principio que o digital soe igual ao analógico :P

 

 

O formato não tem que ser mp3, digamos que era um exemplo. O formato sendo digital, num cd, já não tem que obrigatoriamente estar em suporte físico. Daí...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
stratocosta    3647
Agora mesmo, paulosergio disse:

O formato não tem que ser mp3, digamos que era um exemplo. O formato sendo digital, num cd, já não tem que obrigatoriamente estar em suporte físico. Daí...

então o cd não é físico ? agora não entendi .......

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora