phillipric

Low Cost - Fame ou T-Amp????



Posts Recomendados:

phillipric    121

Basicamente, o que está escrito no título: Entre as duas marcas próprias da Thomann ou Musicstore, qual a melhor?

Qual a ideia? Bom. Tenho um sistema de som para a minha banda de baile composto por uma mesa de 12 canais Yamaha, um Spliter e Equalizador Behringer, amplificador Yamaha, colunas e subs JBL. Basicamente, é um bom sistema, equilibrado qb. Tinha um T.amp 1400, mas queimou há uns tempos. Usava para puxar os graves em concertos em que precisava de um pouco mais de força. Mais antigo, tenho lá por casa um DJA (by Acustica) de 2x250w. Neste momento é o meu Amp de reserva, o que é manifestamente pouco em caso de necessidade urgente para qualquer dos casos. O que fiz foi montar um sistema mais low cost, com material existente em casa, para ir tocar nuns cafés e bares, locais pequenos, onde não é preciso muito som e também, para receber uns troquitos, não quero andar com o melhor material. Então, tenho uma mesa Behringer MX2004A de 16 canais (1 deles avariado), 1 sistema vocalizer também Behringer, um equalizador artesanal de 7 bandas (stereo) e o tal amp DJA. Acompanham as colunas JBL de 250W ou umas colunas Beyma de 500 RMS. Ora, a ideia era arranjar um amp. low cost, mas que fosse melhor do que o que existe actualmente, bem como mais potente. Andei a pensar nos Inuke sobretudo por preço e peso. Sei que as potências declaradas estão longe das potências RMS e nunca usei amps digitais, que li serem menos estáveis do que os classe B ou classe AB. Tenho algum receio por algumas reviews que li. A ideia seria tentar ir até 200€ (mesmo que seja um usado), se for necessário, passar um pouquinho, mas não muito mais. Na Thomann existe um digital da Phonic que também me deixou a pensar. Ideal, com mais algum dinheiro, iria para a Synq, mas como disse, não queria passar os 200€/250€ máximos. Pelo valor, se alguém me for indicando que os da Fame até se portam bem, quem sabe não arrisco. Se calhar nos T.Amp, não sei se arrisco novamente. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
xtech    2082

A minha experiência é curta nisso, mas material de PA que tive da T.Amp queimou. Tive umas mini colunas de PA activas 2.1, o amplificador interno queimou e nunca puxei por elas. Os gajos resolveram-me o problema sem custos, é verdade, mas é sempre uma chatice.

Coisas da Fame tive uma baterial electrónica digital. Nunca avariou mas não era grande coisa.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    1447

Todos esses equipamentos, Fame T.Amp, e por aí a fora, têm a mesma origem. São adquiridos em fábricas chinesas, em que o controle de qualidade e a qualidade dos componentes não difere muito entre si, dai os preços também serem tão equivalentes. Não significa que os outros também não possam vir de lá, a diferença poderá estar nas especificações que cada marca faz nas suas encomendas, etc.

Resumindo, comparando equipamentos da mesma gama de preços, julgo que será mais um factor de sorte, do que este ou aquele ser melhor.

  • Gosto 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
phillipric    121
há 9 horas, pgranadas disse:

Todos esses equipamentos, Fame T.Amp, e por aí a fora, têm a mesma origem. São adquiridos em fábricas chinesas, em que o controle de qualidade e a qualidade dos componentes não difere muito entre si, dai os preços também serem tão equivalentes. Não significa que os outros também não possam vir de lá, a diferença poderá estar nas especificações que cada marca faz nas suas encomendas, etc.

Resumindo, comparando equipamentos da mesma gama de preços, julgo que será mais um factor de sorte, do que este ou aquele ser melhor.

Pois, gamas de preço idênticas, qualidade idêntica. A ideia é que seja pelo menos superior ao DJA que tenho actualmente, que fica mesmo só para um recurso, pois distorce muito cedo. Com um pouco mais de potência, claro. Não que a qualidade não seja importante, mas a verdade é que para meter no sistema um amplificador de 500 ou 600€ também seria preciso mudar a mesa e o equalizador. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    1447
há 51 minutos, phillipric disse:

mas a verdade é que para meter no sistema um amplificador de 500 ou 600€ também seria preciso mudar a mesa e o equalizador

Uma coisa de cada vez, e de vagar se vai ao longe. Porque por outro lado, se de continuar a gastar dinheiro em recursos de baixa gama, nunca se chega ao ponto que se desejava. Hoje pode ser um amplificador melhor, amanhã outra coisa, mas claro que tudo depende muitas vezes dos fundos que se tem disponível e da urgência.

Não sei se a diferença de qualidade é muita em relação às outras marcas já referidas, mas no passado a Crown tinha amps muito bons. Agora são fabricados na China, mas podia ser algo a considerar. Melhor ainda se alguém puder dizer alguma coisa acerca dos actuais produtos.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
phillipric    121
há 10 horas, pgranadas disse:

Todos esses equipamentos, Fame T.Amp, e por aí a fora, têm a mesma origem. São adquiridos em fábricas chinesas, em que o controle de qualidade e a qualidade dos componentes não difere muito entre si, dai os preços também serem tão equivalentes. Não significa que os outros também não possam vir de lá, a diferença poderá estar nas especificações que cada marca faz nas suas encomendas, etc.

Resumindo, comparando equipamentos da mesma gama de preços, julgo que será mais um factor de sorte, do que este ou aquele ser melhor.

Pois, gamas de preço idênticas, qualidade idêntica. A ideia é que seja pelo menos superior ao DJA que tenho actualmente, que fica mesmo só para um recurso, pois distorce muito cedo. Com um pouco mais de potência, claro. Não que a qualidade não seja importante, mas a verdade é que para meter no sistema um amplificador de 500 ou 600€ também seria preciso mudar a mesa e o equalizador. 

A Crown foi dos melhores amplificadores com os quais trabalhei. Fiz um concerto com os Macro Tech e a qualidade daquilo é qualquer coisa. Tenho-os como uma das boas marcas do mercado e pelos valores, a qualidade não deve ter decaído muito. 

A urgência, é para começar a trabalhar o quanto antes e se não comprar outro vou andar com o DJA que é muito limitado. Sobretudo porque tenho trabalhado em Duo, Piano + Baixo, mas daqui para a frente é mesmo para quarteto com adição de bateria e guitarra eléctrica. Por isso, preferia mesmo ter já algo que será melhor que um amplificador de baixa gama comprado já há quase 15 anos. Tenho um conhecido que é técnico de som para uma empresa do Porto e ele próprio tem um PA PEAVEY e diz que puxa com 2 INUKE de 4 canais e que respondem muito bem. Claro que não espero que um Amp de 200€ toque como um de 700€. O que quero mesmo é que não queime a meio do espectáculo, tendo o mínimo de circuitos de protecção. Mais tarde, logo vemos como as coisas progridem e podendo, investiria num Yamaha ou Crown. Já nem sequer me dou ao trabalho de ligar a HQPower, Ibiza, V Sound, Konig, etc... que andam a inundar o mercado e devem ser mesmo para tocar música gravada e pouco mais. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    1447
há 1 hora, phillipric disse:

que andam a inundar o mercado e devem ser mesmo para tocar música gravada e pouco mais. 

Acho que nem para isso servem. Nao sei porquê, mas quando vejo esses equipamentos, faz-me lembrar os reboques de venda de cassetes nas feiras.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
phillipric    121

@pgranadas, agradeço a opinião. Vou aguardar se alguém tem conhecimento dos amps referidos, ou experiência no uso de AMPS digitais class D.

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora