SantiagoRamires

Qual é a vossa formula para o sucesso numa banda de originais?



Posts Recomendados:

pipes    3613
há 19 minutos, SantiagoRamires disse:

Percebo a cena da musica não ser uma meritocracia, mas os exemplos sao um bocado extremos. 
Eu, se tiver uma banda metal, não vou "competir" com esses videoclips de softporn. Tenho que ganhar o meu espaço no meu publico alvo. Agora sim, se calhar ganho menos que um Luis Fonsi com um despacito. Mas não acho que tenha comparação. 

 

Fun Fact: O Fonsi, autor de uma musica que tem 4,8 Biliões de hits no Youtube apenas, nao encheu metade do multiusos de Gondomar no verão passado 

Isso é outra história também e dá pano para mangas e não deixa de ser interessante. Há bandas que têm 10x mais seguidores que a minha mas depois nos concertos temos o mesmo número de público e já me aconteceu até ter mais...

Fazer like não implica levantar a regueifa do puf, é mais fácil. Contudo, acredito que um promotor veja os seguidores, como potenciais fontes de revenue para determinado evento e às vezes as coisas não são assim tão lineares

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3613
há 35 minutos, mpexus disse:

O video do Glen embora aponte para um sentido, também  não pode ser considerado isento.

Maioria das pessoas tão-se cagando par Shred guitar ou para musica instrumental ou mesmo para guitarra.

Posso ir procurar vídeos de Mulheres a fazer Shredd nas horas e duvido que tenham milhões de views. A  "beleza" física e aparência tem muita importância e quando se diz que não tem é mentira. Antes de conhecer alguém por falar com ela é o visual da pessoa que te chama a atenção. Seja Homem seja Mulher o ser-se bonito e apresentável abre portas e se o puderes usar como meio de notoriedade, pq não? Afinal usa-se a inteligência também como arma para atingir fins, pq a Beleza há-de ser diferente?

Se ela (a miúda do video) ganha $$$ a fazer vídeos assim, fixe para ela, significa que sabe o que "vale" e tira proveito disso. Nada no video mostre que ela seja um excelente compositora ou música, mas isso realmente interessa? Será esse o objectivo dela? Quanto à maneira como se veste, como qq pessoa tem o direito de o fazer e não ser importunada por tal, não esquecer isso ;)

 

Define "importunar"? Relembro que estamos ainda a falar de uma miúda cujo foco do vídeo é fazer showcase ao peito, essencialmente. É ainda disso que estamos a falar?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
mpexus    629

Importunar no sentido de:

- Não ir ao canal dela só para escrever És Muita Linda és Muita Boa

-  Só tens views pq mostras as mamas..e na realidade não mostra mais nem menos que qq miuda que tenha um peito maior e use um Top.

Faço uma pergunta ao contrario, se fosse um gajo a tocar de peito à mostra era "importunado" ou julgado por tal? 

 

Não é o melhor exemplo mas é um exemplo ;)


 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3613

Esse gajo aí em cima, merece ser "importunado", lol

Pah, não me lixem. Sou todo a favor do girl power e a independência feminina e tudo mais e também não estou a favor do pessoal da boca de andaime que vai escrever coisas do tipo "até mandava arrancar os dentinhos da frente só pra te chup#r melhor o gr%lo", até aí tudo bem.

Agora, fazer passar a coisa por "qualquer miúda com um peito maior e que use um top", fdx. Qualquer miúda que tenha o peito maior, não usa aquele ângulo da câmara e não usa um top daqueles em TODOS os vídeos.

O objetivo destes vídeos, é mostrar o máximo possível do peito com música de fundo. Calma, não vamos ser mais papistas que o Papa. E atenção, abençoada!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Antonio    487

No tópico da imagem, já foi dito aqui, muito bem, que a imagem conta em tudo. Isso é uma realidade da condição humana, ou mesmo, animal. Mas é transversal a todas a áreas e não tem grande fundamento num forum de musica. Vamos apenas deixar como ponto assente que em todas as ocasiões a apresentação de um produto conta muito e sex sells! Deal with it! :ph34r::D

Agora, em relação á musica em si e ao sucesso main stream, também já foi dito que o pessoal em geral não liga a solos de guitarra e etc. Yah!  Mas também se pode fazer solos de guitarra em musica main stream. Desde que tenha a haver com a mensagem do tema! Contudo, não pode ser o foco. A mensagem é tudo. 

Da maneira como vejo as coisas as pessoas relacionam-se é com a mensagem de está implícita na canção (chamei canção e não musica ou tema para me fazer entender melhor). O grande publico (main stream) ouve o que sai das colunas e identifica-se ou não com o tema. Seja por ser cool, seja por fazer dançar ou seja por contar um historia de amor que faz lembrar um episodio das suas vidas. Ninguem quer saber como aquilo foi feito para soar assim. Ninguem quer saber se foi gravado em take directo, se for programado no PC, se o guitarrista toca 3000n notas por segundo, etc... Isso é tudo irrelevante.

As pessoas não dão a importância que nós damos aos detalhes da musica. Para elas é só um divertimento, uma "banda sonora de fundo" para passar o tempo. 

Para citar um gajo que faz misturas, não me lembro do nome dele mas é o gajo que mistura os Chilli Peppers, "All that maters is what comes out of the speakers"  

 

Agora, podemos escolher, como muito fazem, tocar para conhecedores. Fazer música para músicos. 

Mas esse têm de ser incrivelmente bons (ou mesmo ridiculamente bons). E mesmo assim nunca têm sequer perto do retorno de um artista main stream. (Estou a falar dos Guthires, Richie Kotzens, Portnoys e companhia).  

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3613

Calma aí que o Richie Kotzen tem temas do caraças e tem uma das melhores vozes rock de sempre. Não é um punheteiro que faz música e showcases para a Namm

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 horas, pipes disse:

Isso é outra história também e dá pano para mangas e não deixa de ser interessante. Há bandas que têm 10x mais seguidores que a minha mas depois nos concertos temos o mesmo número de público e já me aconteceu até ter mais...

Fazer like não implica levantar a regueifa do puf, é mais fácil. Contudo, acredito que um promotor veja os seguidores, como potenciais fontes de revenue para determinado evento e às vezes as coisas não são assim tão lineares

De todo. Hoje em dia é muito facil comprar likes. Mas nao se pode fingir o engagement.

 

há 1 hora, Antonio disse:

Para citar um gajo que faz misturas, não me lembro do nome dele mas é o gajo que mistura os Chilli Peppers, "All that maters is what comes out of the speakers"  

Andrew Schepps, e concordo em absoluto.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
xtech    2928
On 18/02/2018 at 17:43, mpexus disse:

Não querendo tornar isto num discurso "sexista" mas e como disse o Glen aqui há uns tempos... a Musica não é uma Meritocracia:
 

 

Bom vídeo! :D 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Antonio    487
há 13 horas, pipes disse:

Calma aí que o Richie Kotzen tem temas do caraças e tem uma das melhores vozes rock de sempre. Não é um punheteiro que faz música e showcases para a Namm

Acho que todos os que referi são grandes músicos com trabalhos incríveis editados. Não os estava a depreciar. Muito pelo contrario! Estava a referir como esses gigantes, com toda a capacidade que têm, tocam para um nicho. Nunca vão ter o retorno económico de uma Maddona ou mesmo (e agora até fecho os olhos e fico tenso a dizer isto mas renho de dar um exemplo claro de sucesso com falta de qualidade) um Justin Bieber!  (Atenção que a Maddona tem cenas brutais!)

Mas este facto é demonstrativo de como a musica é consumida nos dias de hoje e da experiência musical que a grade massa do publico procura. 

Tal como eu disse, podemos escolher tocar para músicos (ou simplesmente conhecedores). Mas aí alem de termos de ser ridiculamente bons porque a concorrência são os "monstros" que mencionei, também temos de ter a consciência de que não vamos sair desse nicho.  

Posto isto, até que  existe um meio termo... Temos grandes artistas com temas muito bem esgalhados, incrivelmente bem cantados, que são apelativos a quase toda a gente: 

Joe cocker, Adele, Sting, etc... 

Mas yah, não é rock... 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    1176
On 2/15/2018 at 13:19, SantiagoRamires disse:

...
Está disponivel nas plataformas online todas e Youtube.
...

Creio que o problema com que te estás a deparar é exactamente este que referiste no início do tópico, na página 1.

Eu sou um tipo já um bocado "cota" e estou habituado a outras formas de consumir música, mais apropriadas a outras gerações (passadas e ultrapassadas) mas creio que andam 800 milhões de músicos no mundo a achar que como a internet está em casa de "toda a gente" a sua música também estará.
Digamos que é o colapso da "regra de três simples"!

Viste os meus posts de Facebook desta semana? Não.
Conheces a banda que gravei e que lançou um album exclusivamente online na semana passada? Não.
Já deves ter ouvido aquele tipo argelino que tem um album com 500.000.000 de plays no Youtube?... Não.
Ou o tipo que eu gravei e que tem uma canção com 160.000 plays?... Não.

Mas a "Garagem da Vizinha", que dificilmente encontras na internet mas saiu em disco e em que os discos foram enviados para as cento e tal rádios e tvs nacionais, ouviste? Sim.

Estilos musicais à parte, diria (sempre disse e continuo a dizer) que tudo o que pões na internet, desaparece.
A internet tem mais ruído do que um rádio de onda curta mal sintonizado.

Faz discos com capas apelativas e um bom Booklet (um livrinho com textos, fotos, etc.) imprime um press-release em papel e manda para todo o lado.
Já agora, a Espanha fica aqui ao lado, tem 4 vezes a população portuguesa, o triplo do poder de compra e 10 vezes mais sítios para tocar. Também não custa lembrarmo-nos disso e mandar música para lá.
O "orgulhosamente sós" está fora de moda e já se sabe o resultado que deu com a Albânia.

  • Gosto 5

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora