Rui T

Gibson em falência iminente



Posts Recomendados:

John10    585

Dando os meus dois tostões (figurativamente e literalmente, para a vaquinha, pois claro) seria pena de facto que a Gibson desaparecesse. Mas na verdade, este tipo de marcas raramente desaparece. Pode desaparecer a estrutura, mas certamente alguém não se importará de dar uns bons balúrdios para comprar o branding, designs e mais o que quer que seja de valor e continuar a comercializar a marca. Digo eu.

O desejável era simplesmente que alguém comprasse e simplesmente pusesse ordem na bagunça.

  • Gosto 4

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Puna    54

para mim principalmente eles teem de melhorar o controlo de qualidade e baixar preços, para mim são os factores principais das criticas á gibson. Agora fui ao site deles e encalhei com isto. I LIKE IT :yes:

 

MDCCPSL11198_MAIN_HERO_01.jpg

  • Gosto 2
  • Surpresa 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3614
há 16 horas, pgranadas disse:

Também tens problemas de afinação @pipes?

Nunca tinha pensado naquilo que eles falam aqui no vídeo acerca desse problema. Porque raios a Gibson não meteu como opção uma escala mais longa?!?!

Pah, nem por isso. Quer dizer, as cordas B e G são as que demoram mais tempo a estabilizar a afinação quando mudo de cordas por exemplo e se abuso nos bends, coiso... mas nada de extraordinário. Raramente afino a guitarra entre temas.

A minha tem 20 anos, é de '98. Por vezes estás na case durante 1 mês sem ser utilizada, e quando a tiro está afinada. E está comigo há mais de 10 anos e nunca lhe fiz um setup e não noto problemas na ação/braço.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    2307
há 4 horas, Puna disse:

Agora fui ao site deles e encalhei com isto. I LIKE IT :yes:

 

Também gosto. Fica entre o LP e strat...nao é prs mas não fica longe, de qualquer forma, agrada-me.

aso nao consigo perceber a insistência no headstock. Nao desgosto do formato, mas aquele ângulo que o fragiliza, porquê? Mas porquê?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Puna    54
há 44 minutos, pgranadas disse:

Também gosto. Fica entre o LP e strat...nao é prs mas não fica longe, de qualquer forma, agrada-me.

aso nao consigo perceber a insistência no headstock. Nao desgosto do formato, mas aquele ângulo que o fragiliza, porquê? Mas porquê?

Realmente deviam concentrar-se nessas falhas!!!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3614

Seria estranho ter uma Les Paul sem o ângulo no headstock de facto, mas caramba, acho que não morria ninguém se diminuíssem um pouco o mesmo e aumentassem um cagagésimo a escala. A olho nu ninguém reparava provavelmente...

Acredito que o principal obstáculo, seja renovarem tudo o que seja moldes e maquinaria. Deve ser preciso investirem uns milhões, que aparentemente de momento não devem ter assim de parte. Pode ser que os próximos investidores tratem disso.

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
mpexus    633

Muitas outras marcas tem Angled Headstocks e não vês tanto breaks como na Gibson... péssimo Design que se mantêm senão as Amelias do Purismo ficam todas excitadas e com ataques de nervos, fazendo depois milhentas birrinhas onine em como a Gibson matou a tradição e claro nunca mais vão soar ao mesmo.

Enquanto houver camelória... quero dizer Puristas, que continue a contribuir para o Produto ser assim eles continuam a fazer... o prob é que parece que já não há assim tanta :D

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3614

Eu não sei o que a malta anda a fazer com as guitarras,  já tive 3 Gibsons e tenho amigos que tiveram muitas mais que eu e nunca nenhum partiu o headstock, mas tudo bem.

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
tmo    1732

O problema do headstock não é ser em ângulo mas a forma em como este (e o braço) é construído (peça única ou laminado com n+1 madeiras) e modelado/esculpido, em particular na zona de transição do braço para o headstock propriamente dito.

Quanto ao partir-se facilmente, bom é preciso equacionar as cordas em uso e respectiva afinação (por causa da tensão certo?), se forem das grossas, as probabilidades aumentam substancialmente, como é óbvio.

Posto isto nunca fui grande fã da marca. Acho uma marca arrogante e desprovida de qualquer mojo que possa ter tido no passado, desconectada do presente e sem visão de futuro. Das inovações que fizeram nos últimos 10 anos, nenhuma vingou seriamente... enfim, é uma tristeza, ou se calhar talvez não. Parece sofrer de Alzeimer ou alguma demência parecida.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    2307
há 1 hora, pipes disse:

Eu não sei o que a malta anda a fazer com as guitarras,  já tive 3 Gibsons e tenho amigos que tiveram muitas mais que eu e nunca nenhum partiu o headstock, mas tudo bem.

 

 Nāo a deixas encostada ao amp para fazer estilo. Essa coisa de se usar suportes é para maricas. No dia em que fores homem de barba rija e a deixares cair ao chão no final de uma tema para fazer estilo, vais ver que parte...

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora