Coelho135

Upgrade de amplificação?



Posts Recomendados:

Coelho135    23

Agradeço todos os conselhos que me foram muito úteis na ponderação da minha decisão.

Fiz a opção de compra do Laney IRT Studio 15W. Pela análise que vi, tem uma série de potencialidades de canais de entrada (Clean, Rhytm e Lead). Tem um canal de 15W e outro de <1W. Tem uma série de entradas na parte traseira. Espero ter feito uma boa aposta.

Pensei no Amp Boss Katana 100 e estive quase a comprá-lo.  Tenho uma Zoom G3. Quando a comprei há 4 anos atrás foi por uma questão de comodidade. Ou seja, alterar os parâmetros no computador, sentadinho, em vez de me dobrar para actuar nos pedais analógicos que tenho. mas decorrido algum tempo chego à conclusão que, para as músicas que pratico, só preciso de um pouco de Overdriven, Delay e Reverb (e complementarmente alguma Distorsion e Compressão). Resultado, só utilizo uma configuração base na Zoom G3 (todas as outras milhentas opções estão a mais).

Quando analisei o Boss Katana, observei que este amplificador tem uma data de canais e inúmeras configurações através de software. E pensei cá para mim "O quê, vou duplicar ou triplicar as hipótese de configurações para depois ficar de olhos trocados e chegar à conclusão que de pouco preciso? E depois? Utilizo as configurações da Zoom ou do Boss Katana? O que é que faço à Zoom se optar pelo Boss?...

(Quem conhece a Zoom, sabe que podia passar uma "vida inteira" a fazer configurações e mesmo assim não esgotava as capacidades da mesma, ficando sem tempo para aquilo que é importante, praticar, praticar e praticar. Mas penso que se passa com tudo que tenha software... e nunca ficamos satisfeitos.)

Por um lado, na minha decisão, procurei manter as coisas mais simples possível e por outro, ficar com um amp a válvulas, pela maior fidelidade de som, segundo o que pude apurar. Quando chegar o IRT irei testar a configuração que melhor se adapta à prática. Depois darei tempos e resultados.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
xtech    2713

Boa compra.

Para praticar em casa usa a opção de 1W, chega e sobra. Esse "canal" de 1 Watt no fundo deve ser um opamp lá metido (solid state) mas para praticar serve bem, e quando precisares de mais jarda tens os 15Watts que são qb.

Quando à G3, se tivesses a G3n se calhar não ias comprar o IRT...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Thomasyoung    435

No IRT studio tens o Push Pull da equilização (Mids, Bass, Treble) que te dá um boost em cada frequência :) 

Gostei do Amp ainda o tive 1 ano e pouco, o único senão é que não "comia" muito bem vários pedais de overdrive e distorção.

Vais gostar sempre mais dos overdrives e distorções do próprio Amp.

Quando o tive troquei também a válvula V1 do amp por uma melhor que não me lembro agora qual foi, mas melhorou o som para o que queria.

Esse Amp tem uma cena fixe que é a saída USB direta dele, nem precisas de Placa de som externa.

Boas guitarradas e parabéns pela compra

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Rodrigo    1

Se é para investir em 15w para tocar em casa aqueles Bugera co preço bem acessível soam incrivelmente bem, válvula soa sempre bem, e ainda te dão vários canais.

A meu ver, com amp a válvulas evita o digital ao máximo. Fica-te pelo FX loop e arranja daqueles pedais tipo a/b mas para fx loop que basicamente fazem bypass ao sinal digital quando não precisas dele. Digo eu. E sim, 15w a válvula em casa é uma granda bujarda. E evita altifalantes menores que 12", ficas com um amp que serve tudo.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora