Posts Recomendados:

A.G.E.N.T.E.    135
há 31 minutos, hypermnesium disse:

@A.G.E.N.T.E. Tens razão. Não tinha reparado nisso e realmente é uma estupidez que não tenha.

É um passo atrás mas dependendo do uso que lhe vais dar, pode nem ser incómodo. Em casa, é dispensável pois podes ligar ao PC pelo output, ou USB, ou ainda, usar apenas fones

Para ensaios  ou ao vivo podes ligar ao amp que por usa vez poderá ter DI. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
A.G.E.N.T.E.    135
há 23 horas, Danicafd disse:

Obrigado pelo esclarecimento em relação aos preamps. Quanto aos equalizadores, o meu amplificador de baixo já tem um daqueles que costumam chamar "graphic equalizer" com os faders para cada frequência.

Antes de tocar baixo eu já tocava guitarra. E tenho uma pedaleira para guitarra. Fui experimentar no baixo a mesma pedaleira e senti que cortava nos graves.

De qualquer maneira, a mesma pedaleira na guitarra (que é uma Digitech-RP55) tem um som não lá muito bom, digamos assim... mas serviu para eu ir descobrindo os efeitos, exceto, lá está, para que realmente servia um compressor e essas coisas menos notórias...

Por isso queria experimentar comprar um pedal que só faça uma coisa porque, em princípio, há de fazer essa única coisa bem.

O que eu estava a pensar comprar era o TC Electronic Nether Octaver. Alguém já experimentou? Sabem-me dizer se é um bom começo?

Não conhecia e tb fui espreitar uns vídeos. Não me parece de nada de espétacular, mas epá, por 30€ , eu arriscava. Qualquer octaver para baixo manda-se dos 100€ para cima.

Como já te sugeriu o @hypermnesium, já tens alguns efeitos na  Digitech-RP55, que serão perfeitamente  funcionais com o baixo. Portanto, já tens reverbs, delays e flangers no mínimo.

O facto de cortar nos graves, até pode ser útil no caso dos reverbs, e delays, pois pode ser muito complicado gerir o amontoado de graves no caso destes ficarem a cirandar num espaço fechado.

Drives baratos e fixes, tens o ultimate drive da joyo/ harley benton, por exemplo.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
hypermnesium    1184

Estava aqui á procura de alguns dos pedais que tive no início, que eram baratos na época e que gostei bastante. Infelizmente parece que o mercado disparou os preços deles. Eu gostei muito do Ibanez CP10 por exemplo, que se não me engano me custou na época 20€ e que o vendi também pelo mesmo preço um ano depois, e que agora na Reverb custa 85€. O Phaser da dod o FX20C também me custou uns 15€ na altura e usei-o basicamente até morrer, esse ainda se arranja barato, a questão é em que estado. O Ultimate Drive não o testei no baixo, mas sendo aquilo mais ou menos uma cópia do OCD, suponho que funcione bem e arranja-se barato. O delay da Joyo, o pedalzito verde, também o tive e ou tive eu muito azar ou aquilo mete ruído por todos os lados. Este octaver, por 30€, até eu estive tentado em comprar só para ver como funciona.

A tudo isto há que somar cabos, fonte de alimentação (qq coisa tipo onespot é suficiente) e uma tábua de cortar pão a servir de pedalboard :P 

Eu acho que feitas as contas, a pedaleira sai mais em conta, mais opções e lá está, a questão da falta de DI é facilmente solucionada.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Danicafd    14

Acredito que sim, que as contas ficam sempre mais baixas com uma pedaleira. Mas gostava de ir juntando uns pedais para, quanto mais não seja, fazer umas experiências...

Outra pergunta, esta para o pessoal do Porto: alguém sabe de alguma loja que tenha bastantes pedais de efeitos e/ou pedaleiras pela zona do Porto? Duvido que haja assim uma coisa muito grande como mostram nos E.U.A. mas pode ser que haja assim um sítio escondido que eu não conheça... :P

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
hypermnesium    1184
há 16 minutos, Danicafd disse:

Acredito que sim, que as contas ficam sempre mais baixas com uma pedaleira. Mas gostava de ir juntando uns pedais para, quanto mais não seja, fazer umas experiências...

Não me leves a mal mas, juntar pedais "fracos" não é grande investimento ;) Não faz mais sentido fazer as experiencias e depois investir nuns pedais "a sério"??

Digo-te isto porque a pedalagem boa não é necessariamente a mais cara, mas com as brincadeiras, o meu compressor por exemplo, sozinho já custa mais que a pedaleira toda! Eu quando comecei, não tinha opções destas no mercado.

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
A.G.E.N.T.E.    135

Plenamente de acordo com o @hypermnesium na parte do "investimento". No entanto há outra questão que não pode ser equacionada em apenas em termos financeiros, que é a forma como cada um vive a aventura exploratória dos efeitos.

Explico melhor...  Há uma grade diferença no processo de descoberta entre os multi efeitos e os pedais individuais. No caso dos multi efeitos, temos uma série de presets, alguns deles que servem de catálogo de possibilidades. Para explorar as potencialidades de uma pedaleira, exige algum estudo e uma disponibilidade mental adequada.

Os pedais individuais, são completamente diferentes, no sentido em que são, plug and play... conheço muito poucos pedais individuais que requeiram estudo. Rodas uma série de botões e a experiência está encaminhada.

Ambas as abordagens têm prós e contras dependendo do utilizador. 

@Danicafd, se queres uma sugestão, a Zoom B3n é sem dúvida uma máquina do catado com montes de possibilidades, até relativamente simples de explorar. 

Pelo preço de um bom pedal individual  tens uma monte deles com muito boa qualidade. 

 

  • Gosto 1
  • Útil 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Danicafd    14

Obrigado pelas sugestões ,@A.G.E.N.T.E. e @hypermnesium.

O que acontece é que já há uns tempos que tenho andado a olhar para pedais e como agora tenho algumas poupanças, que não são muitas, queria-me atirar de cabeça para um pedal que conseguisse comprar...

A verdade é que, sendo razoável, o que vou fazer é mesmo esperar mais uns tempos e comprar mesmo uma Zoom B3n ou uma Zoom MS-60B.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
hypermnesium    1184

O @A.G.E.N.T.E. tem razão, as pedaleiras requerem mais aprendizagem e que lhe dediques mais tempo, não são plug and play como os pedais. Ainda acrescentou outro "defeito" das pedaleiras, o excesso de opções. 

Uma pedaleira é um pau de dois bicos neste aspecto, se por um lado tens muito mais opções de efeitos e simulações disponíveis em qualquer momento, até as saberes usar isso pode ser um handicap, há muita tendência em tentar usar o máximo de coisas possíveis ao mesmo tempo, efeitos que provavelmente não estão a acrescentar nada ao teu som, antes pelo contrário. Com o tempo e conhecimento isso vai mudando, começas a escolher exactamente o que precisas para cada situação.

Tendo em conta o que tu conheces de som, efeitos, instrumento, perder este tempo com a pedaleira até é um bom exercício e num futuro já saberás escolher que pedais realmente te fazem falta e dentro das muitas opções que tens no mercado, quais pedais são mais adequados para o som que tu queres.

As duas opções que puseste, as duas zoom, eu iria no teu caso para a B3n mas por acaso, já tive curiosidade em experimentar o MS-60B. Parece-me um pedalzito porreiro para ter na pedalboard, para desenrascar quando precisar de efeitos de modelação que não os tenha noutros pedais e nunca é demais ter outro delay á mão (delays nunca sobram).

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora