phillipric

Opiniões sobre os últimos Workstation Gama Média



Posts Recomendados:

resolectric    1407
há 3 horas, Rui T disse:

...

P.PP.S - Mas as teclas do JD-800 é um clássico. Estive quase a comprar um, mas não havia sítio nenhum onde não se falasse disso e desisti e fui para o JD-990 que supostamente seria a rack do JD-800. Não é bem, mas serve..

Curiosamente, ainda ontem estava a mostrar o JD800 a pessoal de uma banda que esteve aqui a gravar e um dos elementos da banda disse que teve exactamente o mesmo problema com outro Roland.
Não posso ajudar muito pois não sei de que modelo é que ele falava. Foi uma conversa rápida sobre a desgraça da "qualidade" de fabrico da marca.
Tendo em conta que metade do teclado do meu JD800 é de um D50, diria que há pelo menos um D50 que tem metade do teclado de outra coisa qualquer.

Sinceramente, para mim, Roland acabou.

Só por curiosidade, há anos (muitos) ofereci um Juno 6 que sei que ainda funciona sem que alguma vez tenha avariado.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pgranadas    2402
há 1 hora, resolectric disse:

Só por curiosidade, há anos (muitos) ofereci um Juno 6 que sei que ainda funciona sem que alguma vez tenha avariado.

É o mesmo com VW, Mercedes, bosch e por aí a fora.

Ja lá vai o tempo em que se fabricava para durar.

Quando meto um Korg Wavestation ao lado do meu M50, é da noite para o dia a qualidade de construção. 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
phillipric    219

Estou a pensar comprar um 88 teclas.

Estou muito inclinado para o Yamaha modx8, sendo que em segundas escolhas, estarão o Roland FA e o Krome ex. Dentro do género, penso que não há nada similar neste momento. 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Freaking Prawn    119
há 27 minutos, phillipric disse:

Estou a pensar comprar um 88 teclas.

Estou muito inclinado para o Yamaha modx8, sendo que em segundas escolhas, estarão o Roland FA e o Krome ex. Dentro do género, penso que não há nada similar neste momento. 

eu estou na mesma posição, mas aparentemente os Modx8 teem problemas no teclado pelo que tenho vindo a ler online. Parece que as teclas [ou melhor, algumas oitavas] deixam de funcionar.

O Modx e muito bom dado aquilo que oferece [samples + FMx] e ainda dispoe de 1 giga de espaço para samples do utilizador. O Modx6 e 7 são os mais vendidos tambem [e importa referir que para um pianista, o teclado deles não e desejavel]

Em termos de qual a melhor Workstation entre as que mencionaste, apenas opinioes subjectivas podem ser oferecidas:

Pessoalmente, como não gosto do som da Roland, coloco os FA de lado [apesar do recente Fantom ser muito bom em termos de sintese]. Os sons de coro dos produtos da Roland são demasiado artificiais para o meu gosto pessoal, e os coros são por norma um dos elos mais fracos em todas a WSs e Pianos de palco.

A Korg tem samples brutais de piano e instrumentos sinfonicos no Kronos e teem o apoio da SoundIron para samples de voz humana e instrumentos classicos [a meu ver, as samples com maior qualidade e dinamica de todas as Workstations estão no Kronos, e sei que algumas estão no Krome, mas com resolução/taxa de amostragem muito mais baixa]. Porem, online tambem se encontram queixas sobre o Krome em que se diz que ele e ídentico a versão mais antiga excepto mais caro [não sei dizer em que nem porque].

Temos tambem os Kurzweil PC4 e Forte [sendo o Forte o mais caro]. O som deles e - novamente - qúestão pessoal [se serve para os Floyd e para produções da Broadway, para mim então de certeza que servem]. Os pontos de interesse dos Kurzweil esta no poder de sintese da arquitectura V.A.S.T. deles [uma especie de sintese modular virtual e praticamente inesgotavel] e a qualidade de efeitos. São muito complexos naquilo que podem fazer mas infelizmente ainda vivem no seculo passado e parece que a malta nunca ouviu falar de Touchscreens [davam imenso jeito nestes bixos]. Sei que utilizam samples 3rd party mas não sei quais as firmas, mas a maioria dos sons são deles mesmos.

Dito isto tudo, em termos de preço, o Modx ainda me parece o mais bacano por aquilo que oferece [boas samples na maioria, FMx e muita profundidade de criação]. E ha sempre a oportunidade de se arranjar samples 3rd party ou da propria Yamaha.

A questão que deves colocar no fim sera " o que pretendo do teclado", pois ha outras opções.


 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
phillipric    219

O teclado não será propriamente para "tocar piano", ou para estudo de piano. Tenho um Roland HP2 em casa para o efeito. 

Samples são os ficheiros responsáveis pelos diferentes sons. E FM, de que se trata? 

Quanto ao Roland FA, ponho um pouco mais de lado dado já ter um Fantom X6. No entanto, sinto falta das 88 teclas e sendo estes novos teclados mais leves, o peso não é uma questão assim tão preocupante. Também é o mais antigo de todos eles. O Krome já gostava na versão original. Pelo pouco que li, alguns dos samples melhoraram em tamanho e qualidade, sobretudo a nível da oferta dos pianos. O problema aqui é que quase sempre os pianos, o primeiro som que toda a gente ou quase toda a gente procura neste segmento, são bons, tudo o resto é criar e voltar a inventar o que já devia estar feito pelos programadores. 

Daí, estar inclinado para a Yamaha, sendo uma marca com a qual também ainda não tive um contacto tão grande, pelo que tenho visto online e vídeos, tenho gostado dos samples, do ecrã e da forma mais intuitiva de trabalhar. A questão das teclas, agora, deixaste-me de pé atrás. 

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Freaking Prawn    119
há 1 hora, phillipric disse:

O teclado não será propriamente para "tocar piano", ou para estudo de piano. Tenho um Roland HP2 em casa para o efeito. 

Samples são os ficheiros responsáveis pelos diferentes sons. E FM, de que se trata? 

Quanto ao Roland FA, ponho um pouco mais de lado dado já ter um Fantom X6. No entanto, sinto falta das 88 teclas e sendo estes novos teclados mais leves, o peso não é uma questão assim tão preocupante. Também é o mais antigo de todos eles. O Krome já gostava na versão original. Pelo pouco que li, alguns dos samples melhoraram em tamanho e qualidade, sobretudo a nível da oferta dos pianos. O problema aqui é que quase sempre os pianos, o primeiro som que toda a gente ou quase toda a gente procura neste segmento, são bons, tudo o resto é criar e voltar a inventar o que já devia estar feito pelos programadores. 

Daí, estar inclinado para a Yamaha, sendo uma marca com a qual também ainda não tive um contacto tão grande, pelo que tenho visto online e vídeos, tenho gostado dos samples, do ecrã e da forma mais intuitiva de trabalhar. A questão das teclas, agora, deixaste-me de pé atrás. 

 

Ok, vamos por partes então:

1 - A pergunta que fiz deve-se ao facto de que algumas pessoas procuram nas Workstations coisas que são mais acessiveis noutro tipo de teclados [pianos de palco, por exemplo] ou que são especificas para uma determinada tarefa [orgãos, por exemplo], ou ainda porque as WSs conteem muitas samples que podera nunca querer usar.

Como ja tens piano, e se te sentes satisfeito com o som dele, procurar uma acção de 88 teclas de piano numa WSs torna-se redundante [apesar de as WSs terem uma ampla selecção de pianos, por norma e, se não estou em erro, podes ligar o teu Roland a uma WSs para tocares todos os sons dela ja com a ação de piano do Roland]. A questão é que tipo de sons procuras?

a) Se procuras sons de orquestra, vozes, guitarras, baixos, instrumentos etnicos, síntese, percussão, saxofone, etc... então queres uma WS ou arranjador [a diferença sendo que os arranjadores são vocacionados para te acompanharem enquanto tocas]
b) Se procuras apenas um ou dois pianos, um som de violino e violoncelo, um ou dois pianos eletricos, talvez um orgão basico... então o que queres e úm Piano de Palco [stage piano]
c) Se procuras sons de orgão primeiramente e um piano para desenrascar... então o que queres e um orgão de palco [stage organ]

d) Dito isto, ainda tens a hipotese de adquirires um controlador midi de 88 teclas [Studiologic, etc] e usar software pelo pc ou tablet.


2 - FM e úm dos varios tipos de sintese que existem para se fazer sons de raiz, manipulando ondas sonoras. No caso da FM, chama-se sintese aditiva porque o som e criado adicionando frequencias e modulando-as atraves de algoritmos [a Yamaha e rainha nisto], ao contrario da sintese subtractiva em que se retiram frequencias para se chegar ao som desejado [basicamente tudo o que e sintetizador analogico tipo Moog, Roland, Korg, etc]. São dois tipos de sintese diferentes com resultados diferentes. O Modx e o Montage da Yamaha teem um "motor" interno de sintese FM que se chama "FMx" alem das samples de instrumentos [que residem no "motor" AWM2]. Portando, tanto o Modx e o Montage são um 2 em 1: toca samples e tem sintese FM.

3 - seja como for, as WSs são viradas para as samples e um ou outro tipo de sintese [a malta quer tocar violino, mas tambem gosta de sintetizadores].

Em termos do que cada uma das WSs oferecem:

- Yamaha: samples + sintese FM de 8 operadores
- Korg: samples + sintese V.A. [analogico virtual]
- Kurzweil: samples + sintese V.A. + sintese FM de 6 operadores + V.A.S.T [uma especie de sintese modular muito complexa]
- Roland: samples + V.A. ao estilo da Roland.
- Casio: samples + V.A. [chamada Hexlayer]

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Rui T    1566
há 18 minutos, Freaking Prawn disse:

No caso da FM, chama-se sintese aditiva porque o som e criado adicionando frequencias e modulando-as atraves de algoritmos [a Yamaha e rainha nisto], ao contrario da sintese subtractiva em que se retiram frequencias para se chegar ao som desejado [basicamente tudo o que e sintetizador analogico tipo Moog, Roland, Korg, etc].

Não me parece que a FM seja síntese aditiva porque não há soma de ondas sinusoidais apenas modulação da onda.

Mas eu sou guitarrista e estas coisas dos synths são um bocado complicadas...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
phillipric    219
há 43 minutos, Freaking Prawn disse:

Ok, vamos por partes então:

1 - A pergunta que fiz deve-se ao facto de que algumas pessoas procuram nas Workstations coisas que são mais acessiveis noutro tipo de teclados [pianos de palco, por exemplo] ou que são especificas para uma determinada tarefa [orgãos, por exemplo], ou ainda porque as WSs conteem muitas samples que podera nunca querer usar.

Como ja tens piano, e se te sentes satisfeito com o som dele, procurar uma acção de 88 teclas de piano numa WSs torna-se redundante [apesar de as WSs terem uma ampla selecção de pianos, por norma e, se não estou em erro, podes ligar o teu Roland a uma WSs para tocares todos os sons dela ja com a ação de piano do Roland]. A questão é que tipo de sons procuras?

a) Se procuras sons de orquestra, vozes, guitarras, baixos, instrumentos etnicos, síntese, percussão, saxofone, etc... então queres uma WS ou arranjador [a diferença sendo que os arranjadores são vocacionados para te acompanharem enquanto tocas]
b) Se procuras apenas um ou dois pianos, um som de violino e violoncelo, um ou dois pianos eletricos, talvez um orgão basico... então o que queres e úm Piano de Palco [stage piano]
c) Se procuras sons de orgão primeiramente e um piano para desenrascar... então o que queres e um orgão de palco [stage organ]

d) Dito isto, ainda tens a hipotese de adquirires um controlador midi de 88 teclas [Studiologic, etc] e usar software pelo pc ou tablet.


2 - FM e úm dos varios tipos de sintese que existem para se fazer sons de raiz, manipulando ondas sonoras. No caso da FM, chama-se sintese aditiva porque o som e criado adicionando frequencias e modulando-as atraves de algoritmos [a Yamaha e rainha nisto], ao contrario da sintese subtractiva em que se retiram frequencias para se chegar ao som desejado [basicamente tudo o que e sintetizador analogico tipo Moog, Roland, Korg, etc]. São dois tipos de sintese diferentes com resultados diferentes. O Modx e o Montage da Yamaha teem um "motor" interno de sintese FM que se chama "FMx" alem das samples de instrumentos [que residem no "motor" AWM2]. Portando, tanto o Modx e o Montage são um 2 em 1: toca samples e tem sintese FM.

3 - seja como for, as WSs são viradas para as samples e um ou outro tipo de sintese [a malta quer tocar violino, mas tambem gosta de sintetizadores].

Em termos do que cada uma das WSs oferecem:

- Yamaha: samples + sintese FM de 8 operadores
- Korg: samples + sintese V.A. [analogico virtual]
- Kurzweil: samples + sintese V.A. + sintese FM de 6 operadores + V.A.S.T [uma especie de sintese modular muito complexa]
- Roland: samples + V.A. ao estilo da Roland.
- Casio: samples + V.A. [chamada Hexlayer]

A utilização maior será stage piano, mas com adição de strings, pads, e. Piano, choir voices em algumas situações. O Fantom tem sons não maus de todo, mas está com alguns problemas em que preciso de o reparar e está difícil arranjar os botões que estão a falhar ou partidos. O leitor de cartões não funciona. 

Dado que preciso desse tipo de sons, preciso de alguns samples para efeitos (chuva, vento, sinos, entre outros) e procuro um 88 teclas porque ao separar layers em certos temas as 5 oitavas não chegam, acho que será.um tudo em um arranjar um workstation que possua todos os recursos e que me permita a utilização de um só teclado. Dado que toco e canto sentado, não é nada prático usar dois teclados em simultâneo. 

Daí a ideia de partir para um dos novos workstation. Além de recursos mais acessíveis em termos de interface e ligação externa (por exemplo o Fantom usa cartões PCMCIA, o Yamaha USB). 

Parece me uma escolha viável.

Não gosto de estar dependente de VST e andar com um portátil atrás, sei que a maioria do pessoal o faz e eu sou muito "plug&play" com teclados. Ligar e tocar, pouca paciência para editar, agora mais um pouco, felizmente. Logo, synths também não me seduzem. 

Os Kurzweil, efectivamente aqueles ecrãs... 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Freaking Prawn    119
há 24 minutos, Rui T disse:

Não me parece que a FM seja síntese aditiva porque não há soma de ondas sinusoidais apenas modulação da onda.

Mas eu sou guitarrista e estas coisas dos synths são um bocado complicadas...

bem, a modulação e feita por outras ondas [sinusoidais entre outras]. e ha adição de frequencias manipulando os moduladores e os carriers [por exemplo, silenciando uns e trazendo outros ao nivel de serem audiveis]...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Freaking Prawn    119
há 5 minutos, phillipric disse:

A utilização maior será stage piano, mas com adição de strings, pads, e. Piano, choir voices em algumas situações. O Fantom tem sons não maus de todo, mas está com alguns problemas em que preciso de o reparar e está difícil arranjar os botões que estão a falhar ou partidos. O leitor de cartões não funciona. 

Dado que preciso desse tipo de sons, preciso de alguns samples para efeitos (chuva, vento, sinos, entre outros) e procuro um 88 teclas porque ao separar layers em certos temas as 5 oitavas não chegam, acho que será.um tudo em um arranjar um workstation que possua todos os recursos e que me permita a utilização de um só teclado. Dado que toco e canto sentado, não é nada prático usar dois teclados em simultâneo. 

Daí a ideia de partir para um dos novos workstation. Além de recursos mais acessíveis em termos de interface e ligação externa (por exemplo o Fantom usa cartões PCMCIA, o Yamaha USB). 

Parece me uma escolha viável.

Não gosto de estar dependente de VST e andar com um portátil atrás, sei que a maioria do pessoal o faz e eu sou muito "plug&play" com teclados. Ligar e tocar, pouca paciência para editar, agora mais um pouco, felizmente. Logo, synths também não me seduzem. 

Os Kurzweil, efectivamente aqueles ecrãs... 

O Modx permite tudo o que pretendes [mas teria algum cuidado com as teclas. Aparentemente a versão Modx7, não tem o mesmo problema... e tens mais teclas que o Modx6. Mesmo assim, se comprares pela Thomann tens 30 dias para devolver o produto]

A Casio tem 2 WSs que teem muito boas reviews: o PX-5S e o PX-560 M Privia [não posso comentar quanto a qualidade de som porque nunca lhes toquei, mas as reviews falam muito bem to teclado em si e de alguns sons. O do piano especialmente].

Do Krome ja tens experiencia e gosto, mas nao sei quantas zonas ele e divisivel.

Acima destes apenas os Kurzweil são mais "acessiveis" em termos de preco [a questão do ecra, embora seja chato nao ter touchscreen, quem neles toca nao quer outra coisa... ]

Preços pela Thomman:

- Casio PX-560 M Privia --- € 839
- Casio PX-5S Privia Pro ----- € 699

- Kurzweil PC4 --- € 1.799

- Korg Krome EX 61 ------- € 769

- Yamaha MODX8 ---- € 1.399

- Yamaha MODX7 ----- € 1.219

 

 

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora