xtech

NGD - Harley Benton TE-30



Posts Recomendados:

ncarmona    581
há 5 horas, xtech disse:

Sim, serão mesmo locking tuners! A HB tem disso? Não sabia! São bons?

Nunca testei. Mas testaria se tivesse que fazer um upgrade a uma guitarra de qualidade baixa/média.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 22 minutos, xtech disse:

Os pickups têm uma grande influência, sem dúvida, provavelmente a maior. Mas o meu Twang King, que passou por todas, soava diferente nelas todas... soava melhor na J&D do que na Squier e do que nesta Harley Benton. A única diferença de relevo que tinham era a espessura do corpo, daí a minha conclusão.

Nesse campo penso sempre no som acústico que oiço quando pego no instrumento desligado, com um relief ligeiro e uma altura média e mesma espessura de cordas entre guitarras diferentes. 

A razão do pickup soar diferente pode ter a ver com o facto do som ser diferente nessas guitarras quando desligadas, ou o pickup até podia soar muito idêntico se as condições fossem exactamente as mesmas. 

Não quero alimentar a guerra/debate das tonewoods. 
Agora com a descida de temperatura, algumas guitarras mais do que outras mexem o braço. Se o braço tiver relief e perder, ao ficar muito direito pode dar-te um timbre um pouco diferente, a distancia do pickup às cordas também influencia. Com falta de relief, podes ter notas onde parece faltar "profundidade" ao som, ou soar muito "brilhante" e "estalado" por comparação ao "timbre normal" que a guitarra teria. 




 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Zaphod    101

Também tenho essa guitarra :B): Estou bastante satisfeito. Acho que fazendo os devidos upgrades consegue ficar ao nível de uma Classic Vibe.

Para já ainda só mudei a pestana (para uma Graph Tech Tusq) e coloquei umas string trees. Concordo com os afinadores, não são grande espingarda. Também andava a olhar para os locking tuners da HB mas eu até gosto de mudar as cordas :lindo: Pickups estou a pensar nuns Tonerider; tenho ouvido falar bem da marca e têm um preço bastante apelativo. Em princípio estes http://www.tonerider.com/hot-classics  (se alguém já conhece diga se valem a pena :yes:)

Não tenho muita experiência com Teles, mas normalmente o que dizem é que um dos elementos principais a dar o tom característico delas são as saddles em bronze, é outra coisa em princípio a mudar. Mas eu não me vou a fazer buracos na minha, o Jimmy Page também não usava string-through na dele e soava nas horas :P

ps: já agora uma coisa que eu tenho reparado e recomendo ao comprar HB's pela Thomann, é se possível comprar quando eles reabastecem o stock. Quando comprei esta Tele era já final de stock e quando chegou, a data do setup que lhe fizeram já tinha uns 4 meses e a primeira impressão não foi das melhores. Já quando comprei um baixo (o Harley Benton JB-75MN NA Vintage Series) foi quando houve um reabastecimento e o setup vinha impecável. Eles só devem fazer setup quando recebem os instrumentos da fábrica.

  • Útil 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
xtech    3350

@Zaphod foste tu que fizeste os slots na pestana? Se não é indiscrição qual modelo exacto compraste? É que teu fazer os slots... melhor não, tenho medo de fazer m*rda e ficar com uma pestana inutilizada...

O pah, quanto aos tonerider só tenho a dizer bem, são os que vêm nas Classic Vibe (já tive uma strat) e são bons.

Selas em bronze, sou menino de experimentar um dia destes.

Não sabia isso do Setup, é interessante. Normalmente quando o material vem acabo sempre por mudar cordas e fazer um setup. Por acaso em tempos também ponderei esse baixo mas acabei por comprar um Squier VM que apareceu nos usados e que era uma boa oportunidade.

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Zaphod    101

Pestana foi esta https://www.thomann.de/pt/graph_tech_tusq_xl_f_style_slotted_nut.htm

Foi só limar um pouco para encaixar e depois limar ligeiramente de lado (é um pouco maior que a original). As string trees foram estas https://www.thomann.de/pt/goeldo_saitenniederhalter_chrom.htm Também um upgrade simples mas que me parece ter ajudado em termos de estabilidade da afinação (os afinadores é que continuam a ser coiso). Outra coisa que esqueci-me de referir foi o selector de pickups; parece muito frágil, provavelmente ainda mudo primeiro que os pickups ou afinadores.

Também poli os trastes, alguns estavam a arranhar, e limpei a escala (e a guitarra toda basicamente) com Dr Ducks Ax Wax https://www.thomann.de/pt/dr_ducks_ax_wax.htm Já não me lembro onde é que vi isto, mas é um bom produto, principalmente para limpar a escala (de qualquer tipo de madeira).

Eu na verdade pouco percebo de fazer setups decentes, mas acho que estas guitarras também são boas para isso, para uma pessoa aprender e experimentar sem ter tanto receio de estragar algo como teria com uma guitarra de valor mais elevado. Tenho aprendido mais com as guitarras da HB do que quando tinha a minha Fender 60s Classic Player Strat, em que pagava para fazerem o setup. Vou vendo uns videos e tenho uma régua para setups mas até acabo por ir fazendo as coisas a olho :ph34r:

 

  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
xtech    3350

Obrigado @Zaphod.

Em princípio a mudar seria pestana, saddles em latão e afinadores. Quanto às string trees, essas  não ficam demasiado altas?

há 22 horas, Zaphod disse:

Outra coisa que esqueci-me de referir foi o selector de pickups; parece muito frágil, provavelmente ainda mudo primeiro que os pickups ou afinadores.

Por enquanto ainda não começou a dar problemas... a ver vamos.

há 22 horas, Zaphod disse:

Eu na verdade pouco percebo de fazer setups decentes, mas acho que estas guitarras também são boas para isso, para uma pessoa aprender e experimentar sem ter tanto receio de estragar algo como teria com uma guitarra de valor mais elevado.

Isto ninguém nasce ensinado, todos aprendemos, e só se aprende mexendo :).

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Eu tenho essa guitarra mas de outra cor. Acontece que não consigo um timbre que me agrade... Parece que falta sempre qualquer coisa, ou então sou eu muito esquisito. Conseguem orientar-me a equalização que usam no amplificador para essa guitarra? Obrigado

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
F.Coelho    361
On 19/10/2019 at 12:20, xtech disse:

furei de cima para baixo e a pintura lascou um bocado, nabice minha, devia ter tido mais cuidado 

Então deixo aqui um conselho que aprendi com os erros.

Para furar madeira com um berbequim em guitarras deve-se utilizar a rotação invertida (com um pouco de velocidade a mais e quase no final mudar para a outra face para terminar o furo). Claro que as brocas aquecem mais e vão à vida mais cedo se não houver cuidado. Este método tem a vantagem de "queimar" a madeira enquanto se fura e fazer um isolamento (selante) natural.

Por exemplo, fazer furos de 8 mm para colocar novos afinadores, se se vai com o berbequim no sentido de furar, estala e fura tudo.  Um trabalho digno de aberração.

De resto parabéns. Pelo preço vale a pena, consoante o teu relato.

  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
xtech    3350
há 12 horas, Fernando Cavaco disse:

Eu tenho essa guitarra mas de outra cor. Acontece que não consigo um timbre que me agrade... Parece que falta sempre qualquer coisa, ou então sou eu muito esquisito. Conseguem orientar-me a equalização que usam no amplificador para essa guitarra? Obrigado

É normal.. os pickups de origem não são os melhores. Mesmo com uns bons, a guitarra não soa verdadeiramente a "tele". Enfim, pode pedir-se mais pelo preço?

Com updates pode ir lá, não sei...

há 4 horas, F.Coelho disse:

Para furar madeira com um berbequim em guitarras deve-se utilizar a rotação invertida (com um pouco de velocidade a mais e quase no final mudar para a outra face para terminar o furo). Claro que as brocas aquecem mais e vão à vida mais cedo se não houver cuidado. Este método tem a vantagem de "queimar" a madeira enquanto se fura e fazer um isolamento (selante) natural.

 

Está bem visto...não me lembrei disso! Se calhar podia fazer-se isso só para "abrir" o buraco, nem que se alargasse um bocado e depois furava-se normalmente já sem o problema de estalar a tinta.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
tmo    2701

@F.Coelho ... e isso não faz a madeira arder? é que 4 cm de espessura (mais coisa menos coisa) com uma broca ao contrário é muita espessura a criar calor...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora