AlexGuitar

Que guitarra comprar? (Opiniões)



Posts Recomendados:

tmo    1920

Basicamente é tudo bobine de fio. Tem mais voltas significa ter mais punch e graves para todas as outras características iguais. A qualidade do íman altera substancialmente as qualidades do timbre e da pujança. O tipo de fio, material e espessura, interfere igualmente. A geometria da bobine também, para um mesmo comprimento de fio enrolado, uma bobine mais alta e estreita terá um timbre diferente de outra mais larga e mais baixa.

As diferenças entre o P90 e um single coil são basicamente as referidas e não são "hum canceling" nos seus conceitos originais, mas há designs malucos, com dois coils sobrepostos (stacked humbucker) ou até mesmo concêntricos e enrolamentos contrários...

Um humbucker tradicional (como inventado por Seth Lover) é composto por dois single coils (com menos voltas do que os tradicionais), com enrolamentos invertidos (um no sentido dos ponteiros do relógio e outro no sentido inverso) e com polaridades invertidas (um norte e outro sul) para que se traduzam no som gordo e "Hum Canceling" (daí o nome de Humbucker). Um humbucker permite isolar cada um dos seus coils e obter um timbre semelhante ao de um single coil original, mas difere no número de voltas (geralmente soam muito mais fraquitos) e estão sujeitos a potenciómetros para humbucker, tradicionalmente na ordem dos 500K ohms, sendo que as strat e teles equipadas com single coils usam potenciómetros de 250K ohms. Esta é a principal razão pela qual um coil split de um humbucker não soa como um single coil de uma strat... mas está lá perto e vai depender muito do humbucker. Humbuckers com muito output têm coils splits fantásticos... na minha opinião...

Nestes casos a tecnologia é sempre a mesma, fio de cobre (na grande maioria dos casos...?) enrolado e magnetizado formando uma bobine geradora de sinal eléctrico em função das alterações provocadas ao seu campo electromagnético pela vibração das cordas. No entanto há mais outras tecnologias interessantes que devolvem timbres alternativos: Piezos, que geram sinal eléctrico por contacto directo com a fonte da vibração, usados na amplificação de guitarras acústicas; os LACE ALUMITONE, cuja bobine é ínfima comparada com a dos pickups tradicionais e os Fishman, que IMPRIMEM camadas de bobine em PCBs fazendo assim os "coils".

A grande diferença entre pickups activos e passivos é que os primeiros têm muito menos enrolamento nas bobines e por isso geram um sinal MUITO fraco que precisa ser amplificado, daí que têm TODOS, invariavelmente, um preamplificador embutido neles (os Fishman e o EMG são activos). Têm um sinal limpo de ruídos, mas há quem os ache estéreis e pouco dinâmicos. A verdade é que são MUITO mais limitados em termos de combinações que se podem fazer com eles. Coisas...

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    1477
há 13 horas, tmo disse:

Basicamente é tudo bobine de fio. Tem mais voltas significa ter mais punch e graves para todas as outras características iguais. A qualidade do íman altera substancialmente as qualidades do timbre e da pujança. O tipo de fio, material e espessura, interfere igualmente. A geometria da bobine também, para um mesmo comprimento de fio enrolado, uma bobine mais alta e estreita terá um timbre diferente de outra mais larga e mais baixa.

As diferenças entre o P90 e um single coil são basicamente as referidas e não são "hum canceling" nos seus conceitos originais, mas há designs malucos, com dois coils sobrepostos (stacked humbucker) ou até mesmo concêntricos e enrolamentos contrários...

Um humbucker tradicional (como inventado por Seth Lover) é composto por dois single coils (com menos voltas do que os tradicionais), com enrolamentos invertidos (um no sentido dos ponteiros do relógio e outro no sentido inverso) e com polaridades invertidas (um norte e outro sul) para que se traduzam no som gordo e "Hum Canceling" (daí o nome de Humbucker). Um humbucker permite isolar cada um dos seus coils e obter um timbre semelhante ao de um single coil original, mas difere no número de voltas (geralmente soam muito mais fraquitos) e estão sujeitos a potenciómetros para humbucker, tradicionalmente na ordem dos 500K ohms, sendo que as strat e teles equipadas com single coils usam potenciómetros de 250K ohms. Esta é a principal razão pela qual um coil split de um humbucker não soa como um single coil de uma strat... mas está lá perto e vai depender muito do humbucker. Humbuckers com muito output têm coils splits fantásticos... na minha opinião...

Nestes casos a tecnologia é sempre a mesma, fio de cobre (na grande maioria dos casos...?) enrolado e magnetizado formando uma bobine geradora de sinal eléctrico em função das alterações provocadas ao seu campo electromagnético pela vibração das cordas. No entanto há mais outras tecnologias interessantes que devolvem timbres alternativos: Piezos, que geram sinal eléctrico por contacto directo com a fonte da vibração, usados na amplificação de guitarras acústicas; os LACE ALUMITONE, cuja bobine é ínfima comparada com a dos pickups tradicionais e os Fishman, que IMPRIMEM camadas de bobine em PCBs fazendo assim os "coils".

A grande diferença entre pickups activos e passivos é que os primeiros têm muito menos enrolamento nas bobines e por isso geram um sinal MUITO fraco que precisa ser amplificado, daí que têm TODOS, invariavelmente, um preamplificador embutido neles (os Fishman são activos). Têm um sinal limpo de ruídos, mas há quem os ache estéreis e pouco dinâmicos. A verdade é que são MUITO mais limitados em termos de combinações que se podem fazer com eles. Coisas...

Tanta coisa para depois se encostar um eBow em cima e f**** tudo!

  • Riso 1
  • Amo 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
tmo    1920

Os eBows são ferramentas engraçadas, mas prefiro os sustainers... não interferem com a mecânica do tocar...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    1477

Os eBows não permitem, literalmente, "tocar".
São assim uma coisa mais "wellness/ioga/vegan".

Não sei como é que o pessoal dos Mantras ainda não descobriu o eBow. Aquilo é a ferramenta mais Zen que existe!
Tocar sem tocar!

 

 

Claro que estou a ser irónico pois já gravei música muito fixe com eBow. Alguma da mais bem sucedida que gravei, por acaso.

  • Riso 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Freaking Prawn    187
há 2 horas, resolectric disse:

Não sei como é que o pessoal dos Mantras ainda não descobriu o eBow. Aquilo é a ferramenta mais Zen que existe!

:ph34r:TO THE BATCAVE:ph34r:

  • Riso 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
AlexGuitar    6

Boas a todos, bem, depois de muito pensar, estou indeciso entre as seguintes ( Tirando a Tele que ja sei que vou buscar xD)

 

Schecter Demon 6 FR: https://www.musifex.pt/schecter-demon-6-fr-absn

Schecter Omen 6 Extreme FR :https://www.musifex.pt/schecter-omen-extreme-6-fr-stblk

Sendo que mais tarde, só nao sei quando vou poder faze-lo, irei mudar os pickups independentemente de qual escolha

Para voces, qual vos pareçe ser a melhor compra?,

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
AlexGuitar    6
há 38 minutos, Freaking Prawn disse:

Qualquer uma é bacana. A estética é puro gosto pessoal. 

Sim, mas naquele caso nao é bem so a estetica,

A Demon 6, so tem 1 knob de volume e 1 tone, enquanto a Omen tem 2x Volume e 1 Tone sendo que um da para dar push e ficar single coil ( nao sei bem o nome disso)

A Demon 6 tem Pickups ativos , enquanto a Omen são passivos , e pelo que li, apesar de nao ter entendido, tambem existe diferença na "bateria" (?)

 

Demon 6 : Electrónica Activa com compartimento para Pilha de 9 Volt

Omen : Passiva

 

esta é a parte que eu nao entendi nada xD

 

Por isso é que fiquei na duvida, a Demon ganha nos pickups, mas perde nos knobs ,e isso é algo que e importante, principalmente o push pull para poder fazer single coil, mas a Omem ganha nessa parte mas perde no pickups e na cena da bateria 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora