Posts Recomendados:

tmo    2103
há 36 minutos, Antonio disse:

Mais ou menos... As várias DAWs também estão optimizadas de formas diferentes. Umas gastam mais recursos que outras para correr os mesmos plugins. Mas tenho a ideia que o Protools tem isso bem esgalhado. 

Como é óbvio, os programas em si pesarão em consumo de recursos mais ou menos em função das respectivas programações e afins estilos visuais (o layout gráfico pode ser bastante exigente da máquina), mas é aquando do processamento de vários plugins simultaneamente e em gravação e com playback que se vê o processamento e memória do computador a subir pelas paredes. Plugins para processamento de sinal em tempo real chupa recursos que é obra - tipo simulação de amps e colunas para guitarra, mais efeitos de base de tempo/espaço ou modelação - é ver o Desempenho no Task Manager a bater nos topos...

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    1709

Foi também por esse consumo de recursos que o Cubase/Nuendo alterou o aspecto de ocupação gráfica do desktop.
Já não sei em que versão isso aconteceu (8 talvez) mas neste momento são programas sem "superfície" de trabalho. Ao abrir o programa só existe uma barra de tarefas e só há "janelas" abertas quando o utilizador "chama" uma função.

De qualquer forma, mesmo os mais completos DAW actuais correm sem qualquer problema nos computadores modernos.

Eu utilizo com mais frequência duas DAW graficamente muito pesadas (Magix Sequoia e Adobe Audition) e corro-as diariamente nos dois computadores do estúdio, ambos antigos e ultrapassados, com processadores Core2 Quad.
Não têm nenhum problema, não "entopem" o sistema, gravo multipistas nas resoluções mais altas e posso usar muitos plugins (modernos e pesados) em simutâneo.

O ProTools deverá funcionar tão bem como qualquer destas, mesmo no meu sistema "vintage" ^_^
Não acredito que o PT seja mais "pesado" que o Sequoia.

  • Gosto 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3684

Nice, obrigado pelo feedback.

Estou indeciso entre 2 interfaces e um deles vem com o Pro Tools|First e outro com o Ableton, e o meu pc não é propriamente espetacular...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
stratocosta    3872
há 21 minutos, pipes disse:

Nice, obrigado pelo feedback.

Estou indeciso entre 2 interfaces e um deles vem com o Pro Tools|First e outro com o Ableton, e o meu pc não é propriamente espetacular...

há bons daws gratuitos 

https://www.bandlab.com/products/cakewalk

https://bedroomproducersblog.com/2015/11/11/free-daw-software/

o Pro Tools|First é bastante limitado

o Reaper é uma excelente opção, podes usar de borla , só tens de ter paciência que depois do trial , começa a chatear.

se é só uso caseiro , escolhia o interface mais barato + Reaper 

  • Gosto 2
  • Riso 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    1709
há 2 horas, stratocosta disse:

...
o Pro Tools|First é bastante limitado
o Reaper é uma excelente opção, podes usar de borla , só tens de ter paciência que depois do trial , começa a chatear.
se é só uso caseiro , escolhia o interface mais barato + Reaper 

^^^^
isto

Reaper all the way!
E eu sou independente pois não uso nem tenho o Reaper mas testei e se ainda tivesse paciência, era isso que usava.
É bem melhor que o PT First!
Aliás, é bem melhor que a maior parte das outras DAWs, mesmo sem se ter em conta o preço.

As DAWs actuais são fantásticas e pronto.
Não precisas de grande computador para correr nenhuma.
Podes ter mais problemas com o interface, estabilidade da comunicação com o interface, latência, etc.
Isso vai dar tantos problemas que até vais esquecer a DAW :D

  • Riso 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
pipes    3684

Não excluo nenhum DAW à partida. Como já tinha dito mais atrás, apenas tive experiência com o Studio One. Mas por uma questão prática, passaria a utilizar o DAW que vem incluído com o hardware, uma vez que todos vão dar mais ou menos ao mesmo...

há 5 horas, stratocosta disse:

há bons daws gratuitos 

https://www.bandlab.com/products/cakewalk

https://bedroomproducersblog.com/2015/11/11/free-daw-software/

o Pro Tools|First é bastante limitado

o Reaper é uma excelente opção, podes usar de borla , só tens de ter paciência que depois do trial , começa a chatear.

se é só uso caseiro , escolhia o interface mais barato + Reaper 

Como assim?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Freaking Prawn    256
há 48 minutos, pipes disse:

Não excluo nenhum DAW à partida. Como já tinha dito mais atrás, apenas tive experiência com o Studio One. Mas por uma questão prática, passaria a utilizar o DAW que vem incluído com o hardware, uma vez que todos vão dar mais ou menos ao mesmo...

Como assim?

Depois de passar o periodo te trial, quando inicias o Reaper aparece uma janela com um Countdown a pedir que o compres. 5 segundos depois clicas na janelinha e ela desaparece e podes fazer tudo tal e qual. Apenas a janelinha aparece sempre que inicias o Reaper

 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
tmo    2103

O baterista dos PSIORB (ver assinatura) comprou uma Focusrite há uns anos atrás e vinha com o Apleton Live (acho). Ora ele comprou uma placa com 8 entradas (e mais tarde uma expansão com mais 8 entradas) e o Apleton Live só permitia a gravação de 4 simultaneamente, portanto, não conseguia gravar a bateria com 8 micros se quisesse. O Apleton foi imediatamente excluído da lista de DAWs a usarmos. O Presonus Studio One versão inclusa nas placas de som, por exemplo, não permitia o uso de VSTs nem a exportação para MP3, isto há uns anos atrás. Foi igualmente excluído. O Audacity só grava 2 pistas de cada vez, pelo que percebi há uns valentes anos atrás. Outro a ficar excluído. O Reaper dá-nos as vantagens de um DAW completo (com edição MIDI incluída para o que quiseres) pelo irrisório valor de teres de aturar aquele "welcome screen" durante 5 segundos se não os subscreveres por 60$ (pouco mais de 50€) para uma utilização completa mas caseira (não estúdio profissional).

Isto para te dar uma noção do que são os DAWs incluídos no software das placas de som... O REAPER bate-os aos pontos, a TODOS.

  • Gosto 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Que é feito do Cool Edit? :-)

Para uso caseiro, utilizadores Mac, o Garage Band é porreiro. Muito fácil de usar e como amador, não noto problemas de som e outros.

Também uso o Logic, mas basta ficar uns meses sem mexer naquilo, que quando volto a usar tenho que aprender tudo de novo.. 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora