João Caldeira

Ibanez sr2400 ou Sterling ray34



Posts Recomendados:

Bom dia 

O meu nome é João :)  sou novo no forum e toco baixo há muito pouco tempo, tentarei contribuir com o que sei :) 

Desde já agradeço a quem me possa ajudar.

Quero comprar um baixo e estou muito indeciso entre dois modelos :

O sterling Ray 34 e um Ibanez sr2400 premium com pickups aguilar.

O sterling vai demorar dois meses a chegar por isso estou inclinado para o Ibanez que posso ter já amanhã, mas como são intrumentos completamente diferentes estou indeciso.

Obrigado 

ray34pb-tbks-r2_front_full_0801fd46-5dd0-4f19-9d60-3823646ac1df_copy.jpg

ibanez-sr2400-fnl-florid-natural-low-gloss-front.jpg

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Zaphod    66

Eu não sou baixista (e mesmo como guitarrista tenho pouca experiência com guitarras nesses valores), mas tendo em conta que as specs dos baixos são bastante diferentes não será melhor experimentar primeiro? Pelo que estive a ver têm braços completamente diferentes. O Ibanez na pestana é 38mm e o Stingray é 43mm, o que é uma diferença mesmo muito grande. E de radius o Ibanez tem 305mm, o que é bastante plano, esse modelo de Stingray em específico não consegui descobrir mas parece que vários Stingray's têm um radius de 191, o que é novamente uma diferença muito grande e nem toda a gente se dá bem com esses fretboards mais arredondados.

Mas é como eu disse, não tenho muita experiência quer em baixos quer em instrumentos desse valor, algum baixista já deverá elucidar melhor :yes:

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
kyuuga    127

Tal como o @Zaphodreferiu são baixos MUITO diferentes...

O mais importante num instrumento é sempre quão confortável te sentes a tocá-lo. O timbre e tudo mais, hoje em dia, é secundário e há 1001 maneiras de o modificar por isso não te fies muito em vídeos do YouTube (por exemplo).

O que te aconselharia seria mesmo experimentar os dois (seria possível, por exemplo, na Ludimusic em Leiria ou no Porto). No entanto, com a situação atual, isso será impossível.

No entanto, quanto ao tipo de braços a melhor maneira de comparar seria dizer que o Stingray é mais parecido com um P-Bass e o Ibanez com um J-Bass.

O Ibanez tem um braço SUPER fino e se tens mãos pequenas/preferes esse tipo de braços pode ser uma melhor escolha. O Stingray tem um braço mais largo mas super confortável também. Eu prefiro o braço do Stingray DE LONGE mas isso é super subjetivo.

Ambos são ótimos instrumentos, com grande qualidade e certamente não ficarás desapontado com nenhum mas a questão do diferente tipo de braço é SUPER importante.

  • Gosto 4

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
tmo    2103

Não sendo baixista mas já tendo tocado baixo há uns valentes anos atrás, faço minhas as palavras do @Zaphod e do @kyuuga, às quais acrescento outra questão não menos importante que é o comprimento da escala.

Não sei se será a mesma ou não, mas sei que nos baixos varia um bocado, que os há desde as 30" às 35" ou mais.

Escalas mais longas terão graves mais profundos e ricos, permitirão cordas mais finas para uma mesma afinação, mas com maior tensão. No entanto, uma vez que têm os trastes mais afastados, poderão mostrar-se mais difíceis de tocar.

O equilíbrio entre o comprimento, a largura na pestana e na ponte, a espessura do braço e a curvatura da escala fazem com que o baixo mude muito o comportamento do músico. Aliado a um design do corpo mais ou menos confortável e apesar das especificações serem interessantes, o baixo em si pode ser difícil de tocar para alguns. Experimentar é fundamental. Em altura em que as lojas estão fechadas ao público, mandar vir da Thomann pode ser interessante, experimenta-se e se não funcionar, devolve-se e testa-se outro.

À partida diria o Ibanez, por previsibilidade de ser fácil de tocar e ter características para ter bom som logo à cabeça, mas atenção que o som vem dos dedos.

@A.G.E.N.T.E., quereis dar o ar da tua sapiência no assunto?

 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
kyuuga    127
há 8 horas, tmo disse:

Não sendo baixista mas já tendo tocado baixo há uns valentes anos atrás, faço minhas as palavras do @Zaphod e do @kyuuga, às quais acrescento outra questão não menos importante que é o comprimento da escala.

Não sei se será a mesma ou não, mas sei que nos baixos varia um bocado, que os há desde as 30" às 35" ou mais.

Escalas mais longas terão graves mais profundos e ricos, permitirão cordas mais finas para uma mesma afinação, mas com maior tensão. No entanto, uma vez que têm os trastes mais afastados, poderão mostrar-se mais difíceis de tocar.

O equilíbrio entre o comprimento, a largura na pestana e na ponte, a espessura do braço e a curvatura da escala fazem com que o baixo mude muito o comportamento do músico. Aliado a um design do corpo mais ou menos confortável e apesar das especificações serem interessantes, o baixo em si pode ser difícil de tocar para alguns. Experimentar é fundamental. Em altura em que as lojas estão fechadas ao público, mandar vir da Thomann pode ser interessante, experimenta-se e se não funcionar, devolve-se e testa-se outro.

À partida diria o Ibanez, por previsibilidade de ser fácil de tocar e ter características para ter bom som logo à cabeça, mas atenção que o som vem dos dedos.

@A.G.E.N.T.E., quereis dar o ar da tua sapiência no assunto?

 

Os dois baixos têm o mesmo comprimento de escala (34") mas de resto subscrevo tudo o que disseste.

O mandar vir da Thomann (em que podes devolver até 30 dias depois) é uma boa escolha e talvez a melhor para esta altura.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
A.G.E.N.T.E.    165

@João Caldeira, sendo estes dois modelos tão diferentes, até tinha curiosidade de saber porquê estes dois. 

O Ray, com um PU tipo musicman tem um caráter  muito específico que muita gente procura por isso mesmo. Presumo que não seja o teu caso, já que colocaste na mesma corrida um ibanez que  será à partida um instrumento com um som bem mais genérico/polivalente/ versátil.

Não quero com isto dizer que o ray não possa ser colocado em qualquer contexto musical, apenas que não terás a mesma facilidade de o fazer soar próximo a um som tipo jazz bass ou precison. O Ibanez não vai soar como os atrás referidos, mas será mais fácil parecê-lo, caso o pretendas.

Em relação a braços e escalas, eu por acaso nem sou mto esquisito com o perfil dos braços e adapto-me bem a diferentes perfis, onde sou mais picuinhas é na distância entre as cordas nas ponte. Neste caso parece-me que ambos andam nos 19mm com a vantagem que no ibanez a ponte te permite um ligeiro ajuste destas medidas caso pretendas uma distância inferior ou superior (No meu caso, "estou em casa" nos 16,5mm, mas isso é uma questão preferência pessoal).

Umas das diferenças que te pode fazer optar por um ou por outro modelo, poderá ser o número de trastos disponíveis para a brincadeira. O ibanez tem 24 vs  os 21 do ray.

Isto é tudo muito subjetivo, já que nada disto pode ter qualquer influência na tua escolha, mas na minha ser determinante :P 

 

  • Gosto 1
  • Obrigado 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Boas. Eu toco teclas...nao sou baixista... Mas toco com baixistas há dezenas de anos, e continuo a achar que os Jazz Bass e os Precision Bass têm algo de mágico. Ainda hoje, continuo a achar lindos (gostos não se discutem :) ) e com um som extraordinário... e têm uma presença no palco brutal...

O mais importante é tocares muito e divertires-te ainda mais... há muito bons baixos pendurados nas paredes e outros baixos mais fracos que se fartam de tocar...

Eu procuraria sempre um instrumento usado em bom preço e estado... Mas alguém os tem que comprar novos, para depois haver usados :) 

Abraço

 

 

  • Gosto 3

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora