Mr. Smith

Ajuda - Mudança de material (não é para carregar) :-)



Posts Recomendados:

tmo    2152

Cuidado com as mesas com ligações USB. Há muitas com as quais só consegues gravar o master e não multi-canais independentes e simultâneos.

A Motu tinhas umas placas que funcionavam como mesas sem necessidade de ligar o PC, mas as misturas teriam de ser pré-feitas com o dito PC.

As Scarlet da Focusrite também podem funcionar como mesa de mistura sem PC, usas o ganho das entradas ou o Volume dos aparelhos que lá ligares para gerir os volumes de cada canal, ou pelo menos eles assim o dizem, nunca experimentei com a minha, mas já verifiquei que funciona sem PC para monitorização, pelo menos.

  • Útil 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Antonio    712
há 44 minutos, Mr. Smith disse:

 

  @Antonio mas notas mesmo latência? Eu não noto mas também se calhar só comparando directamente de um modo ou de outro, hardwares vs software.

Cumps,

Apartir de 20 e tal ms começo a sentir uma cena estranha... Tipo como se o som ficasse mais soft havendo uma pequena desconexão entre o ataque da palheta e o que sai na colunas... Não é grave. 

Mas o que me chateia realmente é estar já a meio da mistura e achar que falta lá qq coisa, pego na guitarra e já tenho o buffer no máximo para correr os plugins. Aí a latência já é absurda, acima dos 40ms. Com a pedaleira posso simplesmente pegar na guitarra e gravar sem pensar no assunto. De outra forma teria de desativar os plugins, diminuir o buffer, gravar, voltar a subir o buffer e voltar a activar os plugins... Ou seja é mais uma cena de workflow que outra coisa

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Mr. Smith    62
há 14 horas, Antonio disse:

. Ou seja é mais uma cena de workflow que outra coisa

 

há 7 horas, tmo disse:

O workflow é tudo...

Bom dia! Para mim o workflow tem pouca importância. Faço tudo muito simples, sozinho em casa e como hobby muitíssimo amador.  Mesmo assim tenho que ir experimentar a ver se consigo perceber o que dizem, ouvir/sentir a latência.

Já agora, a propósito de pedaleiras... o que noto, quer em casa (vst's vs real thing) e nas demos do youtube (pedaleiras vs real thing) é uma espécie de dimensão do som mais tridimensional no caso dos amps e pedais reais versus as emulações. Parece que falta ar para respirar à volta do som emitido no caso das emulações. Não sei se me faço explicar!? Também notam?

Cumps,

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Freaking Prawn    289
há 1 hora, Mr. Smith disse:

 

Bom dia! Para mim o workflow tem pouca importância. Faço tudo muito simples, sozinho em casa e como hobby muitíssimo amador.  Mesmo assim tenho que ir experimentar a ver se consigo perceber o que dizem, ouvir/sentir a latência.

Já agora, a propósito de pedaleiras... o que noto, quer em casa (vst's vs real thing) e nas demos do youtube (pedaleiras vs real thing) é uma espécie de dimensão do som mais tridimensional no caso dos amps e pedais reais versus as emulações. Parece que falta ar para respirar à volta do som emitido no caso das emulações. Não sei se me faço explicar!? Também notam?

Cumps,

se estiveres a ouvir o som atraves de colunas que estejam num volume suficiente e bem colocados os VSTs são como outro som qualquer. Tambem e preciso dizer que ha efeitos e emulações não la muito bons/boas. O amp vai sempre mover ar e dar mais "realismo", mas e uma percepção apenas. Assim que o gravares essa percepção desaparece

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Antonio    712
há 1 hora, Mr. Smith disse:

 

Bom dia! Para mim o workflow tem pouca importância. Faço tudo muito simples, sozinho em casa e como hobby muitíssimo amador.  Mesmo assim tenho que ir experimentar a ver se consigo perceber o que dizem, ouvir/sentir a latência.

Já agora, a propósito de pedaleiras... o que noto, quer em casa (vst's vs real thing) e nas demos do youtube (pedaleiras vs real thing) é uma espécie de dimensão do som mais tridimensional no caso dos amps e pedais reais versus as emulações. Parece que falta ar para respirar à volta do som emitido no caso das emulações. Não sei se me faço explicar!? Também notam?

Cumps,

Mesmo em coisas simples o workflow é importante. A última coisa que queres é chegar a casa depois de um dia stressante de trabalho a pensar em ir curtir um bocadinho com a música para descontrair e quando acabas de abrir programas, resolver cenas do buffer, abrir VSTs etc, chamam para jantar... As guitarras têm de estar sempre ligadas e tocar logo assim que carregas num botão :yes:

 

Em relação ao som dos amps o que deves sentir é o facto dos emuladores não simularem os amps. Simulam o som do a amp já micado como se tivesses a ouvir uma gravação. Essa é a grande diferença. Por isso escolhi a Helix com a powercab plus. Com este sistema tens simulação de altifalante e não do som micado. Dá muito mais a sensação de "amp in the room". Mas já é um sistema mais caro.. Uma boa alternativa será o Pod Go com a power cab normal 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
tmo    2152

Concordo com tudo o que o @Antonio disse relativamente aos assuntos do Workflow e das simulações de amps nos VSTs, só não tenho é experiência com as cenas da Line6 para poder corroborar esses pormenores.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Mr. Smith    62

Bom dia!

Em principio e para começar as mudanças vou comprar uma"Focusrite 8i6" (estou mais inclinado para esta solução) ou uma "Presonus 24c" (tem midi) + a mesa que o @xtech recomendou a "the t.mix xmix 1202 FXMP USB". O número de entradas/saídas da Focusrite chega para o que pretendo e o Bluetooth da mesa embora um plus não é coisa que precise realmente.  Perco alguma flexibilidade mas é menos um item a ocupar espaço. Como a interface da Focusrite tem alimentação própria não preciso de ligar o PC se quiser tocar guitarra+pedaleira ou o teclado desde que não seja por midi - não estou a dizer asneiras pois não?

Quero experimentar a solução dos VSTs sugerida pelo @Freaking Prawn (mais convictamente) a ver se serve para o que pretendo, antes de comprar a pedaleira. Aquela controladora da Behringer, a FCB1010, dá para controlar os VSTs de guitarra tipo Bias FX e/ou outros ou não? Já alguém experimentou? Teria de adquiri-la mas usada até é um investimento de relativo baixo custo e deve melhorar em muito a experiência dos VST's.

Uma questão final. Se comprar a POD GO por exemplo também dá na boa para controlar os VST's tipo Bias FX e/ou outros ou não? Pessoal que tenham outros modelos e consigam controlar os VST's digam também sff da vossa experiência neste aspecto.

Cumps,

Editado - o texto rasurado indica que já não é necessário opinar. Mandei vir a Focusrite 8i6, mal servido não devo ficar :D

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora