Posts Recomendados:

Thomasyoung    750

Olá Carissimos, 

Como alguns sabem tenho uma pedalboard bastante grande, e estou ainda a aumentar os efeitos, pois vou remover a HX Effects e substituir por alguns pedais analógicos.

A ordem seria esta: ainda vou testar o que vai dar algum trabalho, mas se alguém tiver alguma sugestão para me poupar trabalho ou mesmo uma sonoridade melhor agradeço :) 

 

Pedalboard2020.JPG

De momento está como a foto em baixo apenas 1 pedal a mais o TC Sub n Up, mas com a configuração acima vamos ver como fica :) 

Pedalboard2019.jpg

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Antonio    816
há 1 hora, Thomasyoung disse:

Olá Carissimos, 

Como alguns sabem tenho uma pedalboard bastante grande, e estou ainda a aumentar os efeitos, pois vou remover a HX Effects e substituir por alguns pedais analógicos.

A ordem seria esta: ainda vou testar o que vai dar algum trabalho, mas se alguém tiver alguma sugestão para me poupar trabalho ou mesmo uma sonoridade melhor agradeço :) 

 

Pedalboard2020.JPG

De momento está como a foto em baixo apenas 1 pedal a mais o TC Sub n Up, mas com a configuração acima vamos ver como fica :) 

Pedalboard2019.jpg

Eu punha o comp depois do wha. Torna o wha menos agressivo tanto por levar com um sinal mais dinâmico como pelo comp "alisar" um pouco os picos de frequência do wha. 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Thomasyoung    750
há 58 minutos, Antonio disse:

Eu punha o comp depois do wha. Torna o wha menos agressivo tanto por levar com um sinal mais dinâmico como pelo comp "alisar" um pouco os picos de frequência do wha. 

Obrigado @Antonio pela dica, vou tentar fazer isso, por acaso sempre tive o comp antes do wha, penso que nem testei meter o Comp depois do Wah.

:yes:

A ver se quando tiver a Pedalboard completa meto aqui um video com alguns sons ;)

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
tmo    2205

Neste momento do campeonato, não tenho nada entre a guitarra e o pré, todos os FXs encontram-se no loop do pré e do power, incluindo Whas e compressores e... etc.

Antes deste setup actual, geralmente tinha o wha como primeiro efeito na chain, sempre... não desgostava, aliás, preferia-o nessa posição a colocá-lo noutras que ainda assim cheguei a experimentar apesar de não muito profundamente.

Actualmente nem uso muito o wha porque  não gosto do som (é um bloco de efeitos no G-Force), pelo menos na posição da chain em que se encontra.

A regra geral que se encontra nas webs e que parece ser consenso geral no assunto, é exactamente esta, de que o wha deverá ser o 1º efeito da chain, mas creio que isto será igualmente função do gosto individual de cada um. Por outras palavras, a grande maioria das opiniões sobre o assunto aponta para este cenário, mas não exclui a possibilidade de outros ao GOSTO do freguês...

... ainda sobre a lógica da organização dos efeitos na chain, eu teorizava sem muito rigor sobre o assunto, de que os efeitos ANTES do pré alteravam as características do instrumento, e os DEPOIS do pré as características da sua amplificação. Por outras palavras, FXs antes do pré alteram a forma como este lê a guitarra e depois do pré interferem menos no timbre geral, acrescentando ou modelando aspectos já firmados pelo pré. Actualmente já não sei se as coisas se processam exactamente desta maneira, pois é tudo a adicionar para o som final. Independentemente de fazer ou não sentido, fica o pensamento para... pensar no assunto??? :D

@Thomasyoung já consideraste loopers ou comutadores tipo "Boss ES8" ou semelhantes? daqueles que permitem reorganizar a ordem dos efeitos em patches? Tenho um amigo mais virado para os pedais a quem um dia lhe disse que talvez fosse de investigar estes aparelhos e na altura ele olhou-me assim de soslaio e desconfiado e tal, mas certo foi que poucos meses depois comprou um.

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Thomasyoung    750
há 25 minutos, tmo disse:

Neste momento do campeonato, não tenho nada entre a guitarra e o pré, todos os FXs encontram-se no loop do pré e do power, incluindo Whas e compressores e... etc.

Antes deste setup actual, geralmente tinha o wha como primeiro efeito na chain, sempre... não desgostava, aliás, preferia-o nessa posição a colocá-lo noutras que ainda assim cheguei a experimentar apesar de não muito profundamente.

Actualmente nem uso muito o wha porque  não gosto do som (é um bloco de efeitos no G-Force), pelo menos na posição da chain em que se encontra.

A regra geral que se encontra nas webs e que parece ser consenso geral no assunto, é exactamente esta, de que o wha deverá ser o 1º efeito da chain, mas creio que isto será igualmente função do gosto individual de cada um. Por outras palavras, a grande maioria das opiniões sobre o assunto aponta para este cenário, mas não exclui a possibilidade de outros ao GOSTO do freguês...

... ainda sobre a lógica da organização dos efeitos na chain, eu teorizava sem muito rigor sobre o assunto, de que os efeitos ANTES do pré alteravam as características do instrumento, e os DEPOIS do pré as características da sua amplificação. Por outras palavras, FXs antes do pré alteram a forma como este lê a guitarra e depois do pré interferem menos no timbre geral, acrescentando ou modelando aspectos já firmados pelo pré. Actualmente já não sei se as coisas se processam exactamente desta maneira, pois é tudo a adicionar para o som final. Independentemente de fazer ou não sentido, fica o pensamento para... pensar no assunto??? :D

@Thomasyoung já consideraste loopers ou comutadores tipo "Boss ES8" ou semelhantes? daqueles que permitem reorganizar a ordem dos efeitos em patches? Tenho um amigo mais virado para os pedais a quem um dia lhe disse que talvez fosse de investigar estes aparelhos e na altura ele olhou-me assim de soslaio e desconfiado e tal, mas certo foi que poucos meses depois comprou um.

Obrigaod pela resposta @tmo 

Já tinha pensado num sistema do género não o Boss ES8 porque acho bastante caro, mas o Harley Benton FXL8 Pro e acredito que tenhas poucas diferenças mas o preço é bem mais acessível. Visto que vou tentar ter 18 pedais na board :ph34r: até faz sentido um swtich desses, mas como é uma pedalboard para ficar em casa vou deixar estar assim, até porque para as gravações que faço para as bandas queria ter todos os efeitos disponíveis mas acabo por ter ligado no máximo 4/5 pedais, dependendo do que quero.

É uma boa opção sem duvida mas para já fico com os pedais como estão, em tempos estive quase, quase para comprar usado uma G-LAB GSC-4 mas acabei por não avançar com o negocio.

Estou apenas á espera que cheguem uns pedais que encomendei da Reverb.com por um preço espectacular de ofertas que submeti e foram aceites. ;)  

Quando tiver tudo pronto queria ver se fazia um video bonito de tudo a funcionar...

 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
tmo    2205

Para o que faz, nem acho o Boss ES8 muito caro, mas também nunca me pus a investigar a concorrência. Acho que lhe faltava uma porta USB para gerir os programas via PC, mas eles argumentam ser possível fazê-lo com as ligações MIDI. Não é perfeito, mas estará no topo destes gingarelhos a par de poucos... Se quiseres meter os pedais numa rack, podes sempre brincar com as coisas da Sound Sculpture... estes sim, são caros e MUITO!...

A minha opção sempre foi ter multiFXs por questões de conveniência e controlo (consequência da conveniência) e neste momento uso um TC-electronic G-Force. Tenho pena que não tenha loop para o Pré-amp como o G-System, mas gosto mais da liberdade de routing de FXs que permite relativamente ao último. Resultado, tenho-o em stereo entre o Pré e o Power amp. Já estive mais tentado em comprar um segundo para colocar antes do pré, mas ainda não me atrevi, pois ia implicar com a aquisição de uma rack nova e não estou para isso de momento...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Antonio    816

Esses switchers fazem muito mais que melhorar a conveniência. Numa pedaleira com mais de 5 pedais já se começa a notar a degradação do sinal. 

O rig Analógico mais limpo que tive foi quando tive um Mesa Single Rectifier e uma rack. Tinha wireless e os pedais em switchers midi dentro da rack. Fazia o switching dos canais do amp também via midi. 

Desta forma o sinal da guitarra entrava na rack através do wireless e já não saía de lá. O cabo maior dentro daquela rack devia ter 50cm. Além de que o sinal só passava pelos pedais que estavam a ser usados no momento. 

Portanto posso dizer por experiência própria, menos metros de cabo e menos pedais melhora muito significativamente o som! Numa pedaleira grande faz todo o sentido um switcher por esta razão. 

Pronto, já despertei o gás. Vai lá gastar dinheiro para te distraires das desgraças da pandemia 

  • Gosto 1

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Thomasyoung    750
há 2 horas, Antonio disse:

Esses switchers fazem muito mais que melhorar a conveniência. Numa pedaleira com mais de 5 pedais já se começa a notar a degradação do sinal. 

O rig Analógico mais limpo que tive foi quando tive um Mesa Single Rectifier e uma rack. Tinha wireless e os pedais em switchers midi dentro da rack. Fazia o switching dos canais do amp também via midi. 

Desta forma o sinal da guitarra entrava na rack através do wireless e já não saía de lá. O cabo maior dentro daquela rack devia ter 50cm. Além de que o sinal só passava pelos pedais que estavam a ser usados no momento. 

Portanto posso dizer por experiência própria, menos metros de cabo e menos pedais melhora muito significativamente o som! Numa pedaleira grande faz todo o sentido um switcher por esta razão. 

Pronto, já despertei o gás. Vai lá gastar dinheiro para te distraires das desgraças da pandemia 

Sim, concordo que tenhas perda/degradação do sinal, mas se tiveres um bom buffer isso não acontece ;) pois preserva o tone como se tivesse a guitarra ligada directamente ao Amp, falo por experiência própria. Já agora sabiam que todos os pedais da Boss tem Buffer integrado, mesmo estes estando desligado ?

 

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
jlcosta    776
On 10/07/2020 at 09:33, Thomasyoung disse:

 Já agora sabiam que todos os pedais da Boss tem Buffer integrado, mesmo estes estando desligado ?

Claro, a Boss e outros.
É esse o seu ponto positivo e o seu "calcanhar de Aquiles"!

Montar uma pedalboard tem que se lhe diga.
Outra coisa, não é bem literalmente isto mas pronto: "(...) mas se tiveres um bom buffer isso não acontece (...)"

A ideia é "sandwishar" a pedalboard, idealmente buffer no inicio e buffer no final, dependendo sempre do nº de pedais que tens dentro do binómio
(quantidade de pedais com buffer =VS= quantidade de pedais true bypass =VS= quantidade de pedais total que tens)

Há malta que nem de buffer precisa.
No meu caso tenho tudo true bypass e apenas 1 pedal da boss no final da cadeia, não sendo perfeito, chega-me perfeitamente.

No teu caso... há aí muita margem para melhorares entre cabos e um comutador true bypass, era o que fazia.

  • Gosto 2

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Thomasyoung    750

O único Pedal que tenho neste momento que me "come" tone á seria é a HX effects, claro que consigo alternar isto, com o meu pedal Xotic RC booster e com o pedal da Boss, ou mesmo adicionando um bloco de clean boost na HX effects,  e claro que tens Amps que são Buffered no Loop de effeitos.

Como vou remover a HX effects da pedalboard que uso em casa, e substituir por outros pedais analógicos espero não ter problemas com isso.

Mas logo vejo.... mas em principio não. :yes:

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora