Guest N0stradamus

Dream Theater - Genialidade ou nem por isso?



Posts Recomendados:

[So_What]    0

Passo a citar o (grande) baterista Mike Portnoy:

DT have been influenced by dozens of bands at one time or another, so it's impossible to list which bands did and didn't influence DT. However, in a recent interview, Mike summed up the band as follows:

"It's kind of like taking Metallica, Rush and Pink Floyd and putting them into a microware and waiting 'til the thing exploded and what comes out is Dream Theater."

Queensryche, Yes and Genesis are also among the band's biggest influences over the years.

For individual influences, see the "Members" section.

O facto de vocês não se identificarem com o som deles, não quer dizer que els não tenham sido influenciados pelos Pink Floyd. Há uma música dos DT, no "Six Degrees Of Inner Turbulence", que se chama "Goodnight Kiss"; Oiçam a música, e vejam lá se não há por lá uma secção que vos faça lembrar algo... :O [] :O

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
[So_What]    0

Um pseudo-reviewer em relação à obra prima Yes- Close To The Edge.

E pelos vistos fanatico por DT. ;)

Acho essa cena pouco representativa... sou fanático de DT, e no entanto, adoro Yes, embora o "Close To The Edge" não seja o meu preferido. Gosto mais do "Fragile" ou então do "The Yes Album". :wub: [] :D

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Scouter    0

Acho mto francamente que os DT possam ser influenciados pelos PF de uma forma mais ou menos subtil... assim como por outros 1001 projectos. ser influenciado e' algures durante a vida deles terem ouvido e aprendido com a dita banda, de forma a passarem algum desse conhecimento para a sua propria musica. por outras palavras. se os DT nunca na vida tivessem ouvido PF muito provavelmente algumas musicas deles seriam diferente.... (assim como PF tambem temos Radiohead, Rush, Metallica, Pantera e certamente muitas mais)

Eu tenho influencias de Pink Floyd... no entanto a musica que criei ate' hoje em nada tem a ver com Pink Floyd (numa analise superficial)

Scouter: n fui sarcastico... achei porreiro o teu ponto de vista... embora ache que simplesmente nao vale a pena entrar nessa area... rotulos etc... o q e' q e' prog? o que e' para ti, pode n ser para mim bla bla bla... iamos aqui perder 5 paginas para ficarmos na mesma  :)

;o o;

Tens razão.

Para mim o melhor album dos Yes é o relayer carai|:

Que cena mais brutal ;ooo

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Disposition    0

Posted May 6 2005, 22:53 ]Six Degrees Of Inner Turbulence", que se chama "Goodnight Kiss"; Oiçam a música, e vejam lá se não há por lá uma secção que vos faça lembrar algo...  []

sem duvida, a primeira vez que ouvi aquela parte do "im so lonly without babys love" lembrei-me logo de PF, especialmente da faze "the wall"

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
dreamaster    0

É um album arrepiante, mesmo muito.... desde a cena de hipnotismo ao "open your eyes Nicholas" bem no final do cd, acho que é uma autêntica obra de arte, e uma das produções mais bem efectuadas cd cds de Metal!

bem aqui vai as contra-critias do Nostradamus!

Voz ( ou devo dizer os gritos ) do LaBrie continuam a irritar-me profundamente podendo destruir por completo uma boa musica...

Quanto a voz, acho que este é o album em que o Labrie menos exagera nos agudos.... sim porque berrar, acho que não, porque se assim fosse, se ele estivesse a esforçar a garganta ele não aguentaria sequer 2 temas seguidos ao vivo! Mas consegue aguentar 3 horas a cantar (no caso de Budokan, e mesmo de outros booklegs que tenho em minha posse. Isto tudo para dizer que ele não berra, mas sim tem a sorte de ter uma escala vocal muito grande pendendo para os agudos! Se não te agrada o excesso de vibrato ou a "cor" da sua voz, isso não evidencia que ele esteja a gritar! Sou suspeito para falar, mas acho que deve de haver por aí alguém profissional nesta area que confirme ou desminta esta minha afirmação, pois ainda sou um aprendiz!

A ideia de um álbum conceptual agrada-me e os Dream Theater escolherem um tema capaz de rivalizar de perto com albuns conceptuais de Pink Floyd, Camel, Jose Cid, Rick Wakeman,Marillion etc, agora o que falha é a passagem do conceito para a musica, que na minha maneira de ver falha por completo na maioria das musicas.

Não concordo, acho que estão bem patentes muitas das situações retractadas, desde ao excelente instrumental "Overtude to 1928" que passa a noção de um regresso ao passado, bem como as baladas e até mesmo os efeitos psicadélicos incluídos por toda esta obra de arte! Acho que está bem conseguido e re-afirmo que a meu ver o facto "de ser ou não um bom conceptual" atinge quase a perfeição! Através das letras vamos seguindo a história, como se estivessemos a desfolhar um livro misterioso, e assim é a essencia geral do album.

Outra coisa evidente é que por vezes a qualidade dos musicos não chega.E em certas partes do álbum o baterista da banda falha, e esquece-se que ele está la para complementar a musica e não para fazer shows a solo ou exageros evidentes.

Um dos melhores do mundo, lá isso ninguém o tira. Claro que acredito que muitos achem que é um exagero, mas meu amigo, a partir do momento em que se faz musica progressiva as tais regras de complementação são postas de parte, aliás, a graça do progressivo é essa mesma, a total ausência de regras ou de costumes na sonoridade, o inesperado acontece e os momentos de bateria são tão evidentes como os momentos do teclista Rudess ou até mesmo do excelente solo de baixo em "The Dance Of Eternity". Não acho que esteja exagerado mas sim faz parte da essencia do grupo e do estilo que estes seguem.

Quanto ao Petrucci consegue tocar com sentimento quando deixa os devaneios do exagero mas noutras musicas consegue falhar por completo e tal como o Portnoy quer mostrar que tem muita técnica esquecendo-se do resto.

Não vou muito longe, o solo ARREPIANTE de "Spirit Carries On", talvez dos solos que mais transpiram sentimento que alguma vez ouvi. Acho que a coordenação entre o baterista e o guitarrista está mais que evidente não só neste excelente solo mas também em muitas situação inesperadas do album. Feeling e técnica, ambas presentes no album, e como disse anteriormente, sou suspeito, sou um aprendiz, se calhar deve de haver alguém por aí mais experiente que concorde com esta opinião ou não... mas é a minha.

Existem musicas memoraveis outras que falham completamente. Os bons momentos estão sem duvida na maioria no acto 2 e uma musica realmente boa no acto 1 - Through Her Eyes. No acto 2 temos três excelentes musicas - Home -The Dance of Eternity - The Spirit Carries On. Esta ultima para mim melhor musica do album.

Sim concordo contigo, o momento mais alto está no "Spirit Carries On" por todas as razões que enunciei e por ser a conclusão de Nicholas por todas as situações e visões que enfrentou durante todas as cenas. Letra arrepiante, solo ainda mais, um coro muito bem colocado e claro o feeling.... está lá muito bem patente. "Through Her Eyes" é igualmente memorável, embora não goste muito da situação da bateria ser de sintetizador, mas pronto, o resultado está igualmente bom.

A meu ver, acho o primeiro acto muito rico, a faixa 2 e 3 são incrivelmente bem desenvolvidas, tendo caracteristicas épicas e singulares.

Fatal tragedy está muito bem também, retrata a morte e como tudo aconteceu, outro momento instrumental arrebatador.

O único grande defeito que aponto ao album, é o tamanho exagerado de algumas faixas. Acho que o "home" e o "beyond this life" podiam ser um pouco mais curtas, já que fazem-nos sair por alguns momentos da essencia deste autêntico trabalho conceptual.

Thats just my opinion

No geral o álbum falha! De 1* a 5*, dava 2,5*. Álbum - Mediocre/Fraco

:huh: :huh: :huh:

opiniões.

:lol:

bem tal como o so_what, acho que de um a vinte, recebe um 21!

:ph34r: this is only my opinion....

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora