nowhereman

Recomendem-me Plugins Para Voz



Posts Recomendados:

ArchDemon    0

Bom, eu cá sou mais adepto de uma BOA BOA BOA captação que de uso de plugins posteriormente. Logo sou a favor de um bom começo do signal flow. Um bom microfone, bons prés.

Utilizador constantemente indignado:

Ah é? E o vocalista não interessa? podes ter todo o material do mundo, mas o tone está na garganta meus amigos.

bem.. eu secalhar ia dormir.

EMG81(K): Eu sou um produtor amador de m*rda... mas costumo a usar o compressor que tiver à mão e um delay e/ou um (bom) reverb em quantidades moderadas (colher de chá).

Quando tento misturar um take de m*rda... uso low-fi e mais delay... até soar bem ;)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
EMG81(K)    0

_riseinside_ mto obrigado pelos esclarecimentos ;)

Curiosamente, á tarde quando estava a ver este topico no PC do trabalho, o teu post não aparecia... :)

EDIT:Archdeamon, obrigado pela tua contribuição tambem.

eu por enquanto uso apenas compressão e um pouco de reverb tb... ja ouvi falar num efeito que é o "doubler" se não estou em erro, tenho de experimentar isso, ao que parece duplica o sinal que foi gravado com um ligeiro atraso tornando o som mais "forte" ;)

não sei bem se é assim que funciona, mas foi a ideia com que fiquei.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
ArchDemon    0

O reverb que costumo usar tem um preset chamado assim, que soa a essa descrição. Embora pela descrição que deste parece coisa de delay, é capaz de ter mais que uma reflexão, não sei. Seja como for, soa a m*rda.

;) (n curto)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Não me parece que sugerir um U87 ( que custa cerca de 2500 Eur) seja resposta ao post original, nem significa que o facto de usar um micro destes na captação dispense a utilização de processamento!

Compreendo que o Resoelectric esteja a chamar a atenção para a importância da captação e de uma boa performance como sendo os factores mais importantes para a se obter bons resultados.

Mas se entrarmos por ai, nem o U87 é " A SOLUÇÃO " porque existem outros microfones igualmente bons e substancialmente mais baratos como os Peluso, Gefell etc... mas mais importante, um U87 pode ser fantástico numa voz em particular e não ser o mais indicado noutra.

até microfones dinãmicos como o Shure SM 7 ou até um sm57 podem resultar melhor em aplicações especificas.

Outra coisa, é essencial ter boa voz, mas isso não significa que grave bem se o interprete não tiver desenvolvido uma boa técnica de microfone.

Mesmo que a captção tenha sido levada a cabo com um bom microfone e bem executada.

A performance tenha sido brilhante, haverá quase sempre a necessidade de recorrer mesmo que moderadamente a alguma espécie de processamento ou manipulação,

exemplos:

EQ

De-esser

Compressão

Fader Ridding ou automação

Pitch correction ( este não gosto muito, mas por vezes tem mesmo que ser)

Reverb (plate, na maioria dos casos )

Delay

etc...

por vezes haverá a necessidade de usar todos os que mencionei, ou noutros casos basta automação e um toque de plate reverb...

por vezes utiliza-se a EQ para filtrar somente alguma informação indesejada ( como freq. abaixo dos 80Hz) outras vezes temos mesmo que a utilizar para esculpir de forma mais radical de maneira a que haja um adequação ao contexto da mistura e da canção...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    1079

Obrigado por me dares razão.

Na realidade não existem efeitos/plugins para voz mas sim efeitos/plugins que podem ser usados numa gravação de voz.

Vejamos na tua lista:

...

EQ

De-esser

Compressão

Fader Ridding ou automação

Pitch correction ( este não gosto muito, mas por vezes tem mesmo que ser)

Reverb (plate, na maioria dos casos )

Delay

...

E agora por partes:

EQ: utiliza-se para corrigir características de tonalidade que não ficaram correctas na captação.

Opção: gravar correctamente.

De-esser: utiliza-se para eliminar o excesso de sibilantes resultante de uma gravação incorrecta.

Opção: gravar correctamente.

Compressão: utiliza-se para eliminar ou alterar as dinâmicas naturais do som gravado:

Opção: considerar as dinâmicas naturais como... ahn... naturais.

Fader Riding ou automação: não se trata de um Plugin nem de um Efeito, não devia estar listado aqui, mas é, no essencial, equivalente à Compressão.

Opção: deixar que os níveis de volume do som correctamente gravado sucedam com naturalidade.

Pitch correction: nem devia comentar este quando nos referimos a Efeitos/Plugins a usar em boas gravações de boas vozes, mas enfim... gostas tanto deste tipo de efeito como eu. Ainda que seja dos efeitos mais interessantes dos últimos tempos, em termos de tecnologia. Seja como for, não é para voz. Pode ser usado em qualquer instrumento (já experimentaste colocar um Pitch Corrector só nos ecos de um instrumento? Experimenta. Ou na Tarola de uma bateria!) Compreende-se assim que não seja para voz.

Opção: o cantor deverá cantar afinado.

Reverb: utiliza-se para "fingir" que a voz foi gravada num sítio quando de facto foi gravada noutro. Também serve para "colar" pequenas variações de afinação, tornando-as menos perceptíveis. Disfarça, portanto, uma má interpretação vocal.

Opção: não usar.

Delay: sinónimo de "Eco". Nem tenho palavras para definir o quanto é óbvio que este é um efeito que só seria natural numa voz se o cantor estivesse a cantar numa cordilheira ou no Grande Canyon. É tão válido colocar eco numa voz e considerar isso natural, como o seria colocar a voz na coluna Rear Left de um sistema Surround. É uma opção, portanto.

Opção: não usar.

Conclusão: nenhum destes efeitos/plugins é para voz. Todos podem ser usados na voz... mas daí até serem considerados "para"... vai uma distância formidável.

Para voz utiliza-se o seguinte equipamento: cantor > microfone > pré-amplificador > gravador.

Tudo o mais são opções estéticas que podem servir em qualquer instrumento e com qualquer fim.

Edit: faltava um. Escapou-se-se-me

Edit do Edit: falta acrescentar que com estas últimas respostas, e após termos dispendido imenso tempo a explicar coisas que também seriam explicadas com um bocadinho de leitura bem dirigida, um bocadinho de estudo ou mesmo umas horitas de pesquisa na net, se consegue deixar claro (espero) que não há Efeitos/Plugins específicos para determinados instrumentos, mas sim ferramentas que se podem utilizar para alterar a sonoridade das gravações originais.

Creio que também está claro que, do ponto de vista da arte em que trabalhamos (ou pretendemos trabalhar) não há nada que suplante uma boa performance por um bom performer, e um momento desses só pode ser captado com os recursos técnicos mais transparentes possíveis, com a menor adulteração possível.

Só em casos em que o operador/técnico pretenda vestir a pele de criador é que deverá entrar por caminhos criativos com as suas ferramentas.

Se utiliza as ferramentas para corrigir... é porque há algo a corrigir, algo que não estaria bem logo à partida.

O problema é que hoje em dia se vive no conceito de que gravar discos é como encher chouriços, e deixou-se a qualidade do porco para trás.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
EMG81(K)    0

Conclusão: nenhum destes efeitos/plugins é para voz. Todos podem ser usados na voz... mas daí até serem considerados "para"... vai uma distância formidável.

"falta preencher o anexo B e o impresso 123/5, PROOOOXIMO!!"

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Reso,

por partes,

1º - nunca mencionei " efeitos para voz "

2º - usar EQ não significa que algo não ficou bem na captação, significa que podes querer dar enfase em algumas frequencias e filtrar outras... cada microfone tem uma curva de resposta especifica, isso significa que para encontrar exactamente o timbre que procuro para uma determinada situação teria que ter ao meu dispor umas dezenas largas de micros!!!

3º - sabes tão bem como eu que o factor sibilancia depende muito do cantor e da sua técnica vocal, há vozes muito propensas a sibilancia excessiva, pelas suas caracteristicas naturais, e por acréscimo temos por vezes microfones ( como é o caso do U87 que mencionaste) que potenciam esse problema por apresentarem na sua curva de resposta um incremento significativo nas altas frequencias.

4º - as dinâmicas " naturais " não são necessáriamente as que resultam melhor numa gravação!!!

5º - Em relação ao fader ridding, se leres bem o que escrevi, tive o cuidado de mencionar " processamento ou manipulação... exemplos: tal, e tal..." e mesmo que exista uma voz tão equilibrada que dispense este acto ( e eu nunca conheci ninguém assim ), uma mistura não deve ser estáctica, haverá sempre elementos que queremos mais em evidencia face a outros ao longo da timeline e por isso é que foi inventada a automação!!!

6º - portanto achas que reverbs ou delays só servem para estragar ou disfarçar coisas mal feitas... nem me vou dar ao trabalho de responder a esta <_<

Agora deixa-me dizer-te uma coisa... deves ser o próximo Geoff Emerick!!!

Para já, não acredito que faças as coisas da maneira que anuncias,

e posso partir do principio que se usaste um reverb, eq ou comp na voz foi porque fizeste asneira na captação!!!

prometo que vou ouvir com atenção alguma da tua obra para confirmar as tuas afirmações :D

Deixa-me que te diga outra coisa, podes ter a tua opinião e o teu ponto de vista e isso tá muito bem! mas não significa que os outros estejam errados nos seus métodos: e isso é algo que costumas implicar nos teus posts!!!

Aquilo que tu escreveste contraria o que os melhores técnicos e produtores têm feito ao longo de décadas...

Portanto todos recorremos a estes processos porque não sabemos o que andamos a fazer....!!!

;):);):D

edit: Já agora fico curioso como é que alguém que está tão preocupado em preservar as caracteristicas " naturais " e "transparencia" vem para aqui sugerir um dos microfones mais coloridos em termos sónicos o Neumann U87 ? e um plugin como o Grungelizer??????:P

Mas estamos sempre a aprender... por exemplo, não fazia ideia que os equalizadores, compressores e restante equipamento de processamento que existe ás carradas nos estudios e que significam investimentos avultados... estavam lá para emendar as borradas dos técnicos...

porque não envias uma carta para Abbey Road a pedir para te contratarem e mandarem fora todo o equipamento? ( excepto microfones ) :D :lol: -_-

Em teoria o que dizes até está bem!.... em teoria!!!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
resolectric    1079

Reso,

por partes,

1º - nunca mencionei " efeitos para voz "

...

Agora deixa-me dizer-te uma coisa... deves ser o próximo Geoff Emerick!!!

Para já, não acredito que faças as coisas da maneira que anuncias,

e posso partir do principio que se usaste um reverb, eq ou comp na voz foi porque fizeste asneira na captação!!!

prometo que vou ouvir com atenção alguma da tua obra para confirmar as tuas afirmações :D

Deixa-me que te diga outra coisa, podes ter a tua opinião e o teu ponto de vista e isso tá muito bem! mas não significa que os outros estejam errados nos seus métodos: e isso é algo que costumas implicar nos teus posts!!!

Aquilo que tu escreveste contraria o que os melhores técnicos e produtores têm feito ao longo de décadas...

Portanto todos recorremos a estes processos porque não sabemos o que andamos a fazer....!!!

;):);):D

edit: Já agora fico curioso como é que alguém que está tão preocupado em preservar as caracteristicas " naturais " vem para aqui sugerir um dos microfones mais coloridos em termos sónicos o Neumann U87 ? :lol:

Cito só uma parte do teu post para não ocupar espaço demais.

Concordo, no geral, com o que dizes, são pontos de vista.

Poderia resumir tudo o que disse até agora naquilo que dizes que não disseste.

Eu sei que não disseste.

Fui eu que disse, e é isso que estou a afirmar desde o princípio:

não concordo que existam Plugins ou Efeitos específicos para determinados instrumentos (voz incluída).

Os Plugins e Efeitos são ferramentas de trabalho para corrigir/simular/alterar/criar.

Agora em relação ao que dizes na parte que cito aí em cima:

Geoff Emerick... obrigado.

Não creio que se eu fosse tão criativo, tão capaz e tão excepcional como o Emerick tu alguma vez o reconhecesses.

Fazer as coisas como digo: quase nunca. Equalizo quase sempre, coloco Reverb quase sempre, Delay quase sempre, Distorção e Overdrive quase sempre, Automação de fades e panorâmicos quase sempre...

...o que não significa que seja sempre e também não significa que ache que alguém pode dizer que há Efeitos ou Plugins PARA determinado instrumento.

Por isso, quando me pedem para indicar efeitos para VOZ eu posso indicar perfeitamente o Grungelizer... sem me sentir culpado por isso e sem sentir que seja ironia.

Também poderia indicar um Leslie, ou um Tremolo, ou um Flanger... não estava errado.

Aliás!... estava tão correcto como indicar um equalizador.

ouvires as minhas obras... obrigado. São públicas e assinadas.

Os outros estarem errados... é algo que também não digo. A não ser que digam que uma boa voz bem gravada tem de ser equalizada.

Não tem.

Pode... mas não tem.

Aquilo que digo contraria... não contraria nada. É capaz de contrariar os métodos que vês descritos nas revistas que são pagas por patrocinadores que têm de impingir uma série de produtos aos leitores das mesmas.

"Para gravar precisa deste plugin xpto e deste pré xyz e deste microfone zyx...

Bullshit!

Para gravar só é preciso bons músicos, boa música, microfones, mesa de mistura e gravador (por exemplo).

O resto, lamento... é acessório que queremos acreditar que seja necessa´rio pois como técnicos sentimos que temos um papel pouco preponderante no acto criativo.

A cultura actual, a mentalidade, leva-nos a querer o máximo de projecção social e de visibilidade (fama) a qualquer custo. vai daí... toca a "meter a unha" na arte dos outros... não vão eles ficar com a fama toda e nós, pobres coitados, esquecidos nos nossos bunkers/estúdios.

Solução milagrosa? Convence-se toda a gente que para fazer alguma coisa de jeito é preciso essa tralha toda que vos impingiram.

"...vem para aqui sugerir o... neumann87"... não sugeri. Meti uma foto de um bom microfone. Estava a dizer que o mais importante para uma boa gravação de voz é um bom microfone. Isto depois de já ter metido a foto da Mariah Carey... simbolizando a boa voz com boa performance.

Enfim... parece que tenho de pedir perdão ao painel de advogados dos deuses da sapiência.

Ah!... e nota: Não usei smilies.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Reso,

Li o teu post e gostava só de acrescentar algo,

Já te disse noutro tópico que aprecio o teu trabalho e respeito-te imenso por teres conseguido atingir um patamar na tua carreira que muitos ( eu incluido ) aspiram alcançar!

Mas tenho plena consciencia de que aquilo que escrevo é válido e é fruto de investigação, estudo, trabalho, persistencia, experimentação, tentativa e erro...etc...

e apesar de não ter os mesmos "galardões" que tu, não me importo...aliás até gosto bastante, de partilhar o conhecimento adquirido com os outros !!!

Mas já é a segunda vez que confrontas os meus posts de forma pouco saudável ( na minha opinião!!! )

Quando provávelmente recorres aos mesmos métodos e sabes perfeitamente que não estou a escrever baboseiras ( mesmo que tenhas pontos de vista diferentes )!!!

secalhar temos mais pontos de vista em comum do que julgas... ( Erik Satie, Daniel Lanois...) hehehe

Peace!

toma lá um smile para terminar ;) :)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Já agora, sabias que foi o Geoff Emerick a primeira pessoa a usar um Leslie na voz? ( na gravação de Revolver dos Beatles ), tb gravou a voz de Lennon através de um condensador ( isolado ) dentro de uma garrafa de àgua? ... As vezes a genialidade está em quebrar as regras e não em captar o carácter natural das coisas...!!!

PS:mais uma curiosidade: Geoff Emerick tb foi um dos pioneiros em close miking na bateria, chegou a ter que pedir uma autorização por escrito à direcção de Abbey Road para poder colocar um neumann U47 no interior do bombo de Ringo Starr... na altura julgava-se que o micro não iria sobreviver á pressão acústica ;)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora