GANHA 1 pedal Digitech TRIO Band Creator aqui no Forumusica! Consulta aqui o regulamento!
pinscher

A Começar...



Posts Recomendados:

pduarte    0

Olá pessoal sou guitarrista mas gostava de começar a aprender piano também...

Gostava que me dessem algumas indicações...

Pessoal tipo eu tenho uma porcaria de um teclado em casa mas pacomeçar serve...

Não quero ser pro num dia...

Eu gostava que me mostrassem exercicios ou assim pa eu praticar, e me disse-sem musicas faceis.

Penso que o importante aqui é preceberes porque queres aprender a tocar piano e, a partir daí, estabeleceres um plano "de ataque" de acordo com os objectivos pretendidos.

Se és guitarrista já tens "ouvido" suficiente para abordar o piano de uma forma mais avançada. Não tens de aprender o dó, nem escalas, etc., certo ?!!

Acho que fazes muito bem em querer aprender um instrumento de teclas, sinceramente. Resta saber se é mesmo o piano que queres ou somente um teclado.

Os teclados, que não os de piano, têm as teclas mais pequenas (é mais fácil fazer uma 8va, por ex., o que é importante para quem tem mão pequena). Depois vale a pena teres consciência que um piano interessa mesmo para quem vai tocar repertório de piano. Se não é esse o teu interesse tens bastantes alternativas desde pianos electrónicos com muito bom som, a livrarias para samplers que são simplesmente espectaculares.

Para começares esse teu teclado (não sei porque o estás a tratar por porcaria, a menos que não o limpes) servirá de certeza. Não vais precisar de exercícios para começar. Eles não te levarão a lado nenhum. Precisas sim de muita vontade, ouvido, não desistir e practicar o que pretendes...

Se tens alguma música que gostas, podes tirá-la na guitarra e depois passá-la para o piano. Vais ver que em dois tempos estás a fazer progressos visíveis.

Vai por mim. Comecei aos 2 anos e meio e nem sabia ler nem escrever...estás numa posição muito mais vantajosa.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Rivnu    39

Que exagero!!Tanta gente que toca bem por aí sem nunca ter tido aulas...

1192287533' post='802969']

Quem não tem unhas não toca guitarra...

Quem não tem dinheiro não tem vicios...

Se não tens dinheiro para aulas, então não me parece que haja forma de te dedicares ao piano seriamente.

Principalmente se estás a começar do 0! É muito complicado.

Já discutimos isto aqui e vou ser crucificado por isso (outra vez) mas LER música é muito importante se não imperativo.

Aulas de piano com um bom professor, também.

Se conseguires ler, grande parte, senão todo o repertório de piano existe na net, numa ou noutra edição. Procura aqui no forum, ja postei vários recursos de pautas na net, completamente gratuitos, e não só de piano!

Boa sorte!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
dgcraveiro    3

Eu acho que o fundamental é ter-se um bom método de trabalho. Tudo depende da maneira como se ensaram as coisas: Se olhas para o piano como um instrumento que faz tudo, acho que mais vale aprender a "ser DJ". O Pianista, ou teclista, não tem a função de fazer tudo. ;)

Se queres mesmo aprender, procura alguém que te possa dar umas aulas de borla. Se tiveres um amigo, eu no caso dele, faria-o! Há sempre quem sabe um pouco mais que nós e que nos pode dar uma ajudinha. ;)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Rivnu    39

Concordo perfeitamente contigo! Mas aquela frase "quem não tem dinheiro não tem vícios" francamente.

Agora quando for para os teus lados (tenho família perto de Tentúgal) já sei quem vou chatear. ;)

Cumps.

1339025046' post='1861926']

Eu acho que o fundamental é ter-se um bom método de trabalho. Tudo depende da maneira como se ensaram as coisas: Se olhas para o piano como um instrumento que faz tudo, acho que mais vale aprender a "ser DJ". O Pianista, ou teclista, não tem a função de fazer tudo. ;)

Se queres mesmo aprender, procura alguém que te possa dar umas aulas de borla. Se tiveres um amigo, eu no caso dele, faria-o! Há sempre quem sabe um pouco mais que nós e que nos pode dar uma ajudinha. ;)

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Bem esta é uma discussão que está a sofrer com algumas generalizações. Saber ler música ou não, estudar com acompanhamento de um professor ou não, depende se nos "Três Porquinhos" queres levantar a casa de palha ou a de tijolos. A de palha é uma casa na mesma, não é sólida. Repara que eu não falo de objectivos. O teu objectivo mudará à medida que aprendes ou descobres algo novo em que te queres empenhar ou que ambicionas.

No meu caso saber ler música e ter estudado deu-me a certa altura €€. Ler música deu-me capacidade de preparar algum tipo de reportório de forma rápida, ter estudado na altura numa escola de música com qualificação de conservatório deu-me uma qualificação certificada para poder ganhar uns cobres.

Da minha experiência, também sei que há muito gato por lebre no ensino. Alguns professores lava as mãos quando diz: "estuda 8 horas por dia". No entanto há muitos que te sabem também explicar como deves estudar, o que deves observar e corrigir. É verdade que por insistência e talvez sorte muitas vezes as coisas vão ao lugar, mas se em vez de gastar 2 horas num exercício, o conseguires realizar em 15 minutos é melhor não?

Em relação aos Czerny e outros estudos pouco musicais (Hanon, alguns Cramer, etc), eu estou em crer que estes só foram bons para o autores ($$), sobretudo numa altura em que a edição providenciava rendimentos. Os que editaram posteriormente, foram só na cantiga. Porquê gastar horas em obras não musicais a desenvolver figuras como escalas, arpejos, acordes partidos, passagens cromáticas em coisas que pouco tocam a música, se as figuras aparecem nas peças musicais - as fugas do Cravo Bem Temperado (J.S. Bach) têm óptimos exemplos de notas dobradas ou duplas, as escalas, arpejos já as estudamos isoladamente.

O ouvido é bom de desenvolver seriamente e falar sobre isto daria várias teses de doutoramento e não estou capacitado nem para a 1ª. Mas fica uma dica, ouvir música e analisar o que se passa é totalmente GRÁTIS e é para todos os níveis. Na música pop podes ouvir um pianista a arpejar, até podes não saber que se chama arpejo, que notas tem, de que acorde fazer parte, etc, mas consegues perceber um padrão - é um começo. Agora é só responder às outras questões tentando não recorrer sempre ao instrumento, fazer um esforço com a CABEÇA. Se recorreres ao instrumento em melodias simples, é como se tivesses a recorrer às soluções de um Sudoku simples, no fim confirmas que bate certo com as soluções ou não.

Mais 2 dicas: a quem temos que ensinar a música é à cabeça, não é aos dedos. A segunda é que para obteres melhores resultados com a cabeça faz períodos de estudos curtos mas concentrados.

Espero ter sido útil.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!

Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!

Entrar agora